Mensagens

A mostrar mensagens de 2012

Boas Festas!

Imagem

Sorteio docinho

Imagem
E temos uma das duas equipas mais apetecíveis. Nada mau! A primeira coisa que fiz foi ver quantos km's são daqui a Málaga para ver se dá para ir de carro...
O Málaga está a fazer uma grande prova e limpou com autoridade um grupo que até pareceu acessível graças à péssima prova do Zenit e a grande remodelação que o ACMilan teve no defeso. Mas nem falemos em grupos acessíveis quando no ano passado fomos eliminados pelo APOEL... No campeonato dou mais mérito ainda. Está em quarto e demonstra ser uma equipa extremamente sólida o que me parece estranho. Olhando para valores individuais encontro equipas que estão abaixo e que não deviam. Por exemplo, o Valencia, o Sevilha e o Atlético de Bilbau.
Individualmente destacaria o grande prodígio Isco. Jogador muito interessante e espero que o mercado de Janeiro esteja atento a este jogador. Depois temos outro jovem extremo, Portillo, e a segurança e experiência de Toulalan, Joaquin e Saviola. A defesa não me parece tão forte. Eliseu é uma ad…

Parece que houve jogo

Imagem
Mas quem não foi à Choupana, não viu. A TVI, que já está farta de transmitir jogos do FCPorto na Champions (pode ser que tenha de transmitir mais alguns), optou por esse grande jogo entre o 9º e o 10º classificados da Liga. Ainda bem que alguém luta contra a evidente bipolarização do futebol nacional!
Parece que foi um passeio. Que o shalke de hoje, peço desculpa, que o sorteio de hoje corra da mesma forma!

Sorteio da Champions

Imagem
Não houve jogo no fim de semana e, como tal, não vou falar da jornada. Poderia até dizer que as idiotices do duplo guarda-redes já começaram a fazer efeito na Luz. Mas isso pouco importa, se continuarmos a seguir o nosso caminho. 
Por falar nisso e, passando à frente o jogo que temos para a competição que constitui a quinta prioridade na nossa agenda competitiva, importa antecipar o sorteio da Champions. Este ano não me parece que haja uma grande diferença de valores entre o primeiro e o segundo pote. Gostaria de ter ficado em primeiro no grupo e acho que provámos que tinhamos todas as condições para o ser. Ainda assim, não me parece que as consequências da derrota em Paris sejam dramáticas. Óbvio que o Celtic é um adversário apetecível mas o Real Madrid está no mesmo pote e aposta a época nesta competição. Sendo assim vou elencar os possíveis adversários de acordo com a minha preferência: 1. Shalke 04 (quero a vingança daquela decisão em penaltis no Dragão) 2. Málaga (estão a jogar …

Um Izmailov no sapatinho

Imagem
Dizem que o russo adorava vir para o Dragão. Dizem também que os vasquinhos já nem com os juniores resolvem o seu buraco na lateral direita.(eu até diria que há mais buracos para tratar...) O Sr. da foto anda com uma disposição condizente com a roupa que usa. Será que os portistas vão ter uma prendinha de natal vinda da Rússia? Depois da maçã podre teremos a vodka sem alcool? Sonhar não custa...

Estava a ver que tínhamos de meter o Deco...

Imagem
O grande momento da noite foi mesmo ouvir a vénia generalizada com que o Dragão presenteou Deco segundos antes do jogo começar. Já o disse aqui. É o meu jogador preferido de todos os tempos e será sempre um prazer recebê-lo.
A equipa acabou por não lhe oferecer uma exibição em termos. Não que tenha sido um desastre. Longe disso. O problema é que a bola tardou a entrar e, com isso, a qualidade do futebol da equipa foi caindo. Acredito que se, como tem sido habitual nos últimos jogos do Dragão, o FCPorto tivesse marcado mais cedo não haveria grande coisa a criticar. Poderei até relevar o facto de não termos permitido ao adversário uma única jogada de perigo. Quando assim é, o golo e a vitória são apenas uma questão de tempo e de paciência. Vá lá que soubemos ter essa paciência e o golo surgiu naturalmente. Poderia não ter sido assim tão simples dados os dois últimos resultado. Sempre dá para assistir de cadeirão ao clássico da tv a preto e branco. E tem sido tão habitual nos últimos a…

Xau taça

Imagem
Para mim não há muito a dizer sobre o jogo de sexta-feira. Na minha opinião jogámos pouco, adormecemos à sombra do golo de Mangala e, sobretudo na segunda parte, demos demasiada porrada. Vitor Pereira apresentou a mesma receita da Madeira e, desta vez saiu-se mal. As segundas linhas falharam quase todas e, sendo assim, facilmente se percebe a derrota. A arbitragem foi fraca , a expulsão foi injusta, mas houve outros lances em que fomos beneficiados. Mas o momento do jogo é obviamente aquele 'freak happening' que foi o auto-golo do Danilo. Inacreditável! Nunca tinha visto!  De uma displicência que assenta como uma luva em Danilo.
Individualmente gostei de Defour e Otamendi. Mais uma vez não gostei de Abdoulaye e espero que as experiências com este jogador terminem por aqui. Miguel Lopes estava nitidamente embriagado e foi bem substituido. Castro ainda não consegue deixar de ser uma barata tonta em campo. James apreceu duas ou três vezes e com perigo. Mas foi pouco. Kleber jog…

Difícil mas saboroso

Imagem
Sinceramente estava à espera de melhor. Mas o Braga dificultou muito a nossa tarefa e evitou que pudéssemos apresentar o futebol e o controlo dos últimos jogos. Mas, provavelmente, uma vitória nestas condições poderá empolgar ainda mais a equipa. E cheira-me que na sexta-feira teremos nova vitória no AXA.

O jogo começou bem com duas oportunidades claríssimas. Continuou assim até aos 25 minutos. A aí o Braga recuperou o controlo do jogo de uma forma que ainda não tínhamos visto este ano. Nesse período o nosso meio-campo não conseguiu pegar no jogo e, desta vez, parecia mesmo que estava a tentar. Portanto, mérito do Braga. Na segunda parte o jogo foi mais repartido e longe das balizas. Nesse período só as jogadas de James iam quebrando a lógica do 0-0. No entanto, quando menos se esperava lá apareceu o lance do jogo e o melhor jogador em campo decidiu como só ele sabe e com alguma sorte. Mas a sorte procura-se. Enquanto Peseiro ia reforçando a defensiva, Vitor Pereira meteu mais um ava…

Triple threat

Imagem
Noite tranquila no Dragão. Isto apesar do péssimo relvado e dos pequenos sobressaltos a que fomos assistindo. Graças à baixa intensidade que se foi empregando no jogo tivemos uma bola ao poste, outra tirada em cima da linha e um corte in extremis de Otamendi. Isto tudo na primeira parte, mas dava a ideia que, se houvesse contrariedade, facilmente se resolveria. Do outro lado tínhamos Moutinho a abrir o livro. E foi ele que acabou por decidir o jogo com duas assistências e um golo. Mas o que mais impressiona no FCPorto não é a individualidade. É a dinâmica do nosso trio de armadores de jogo. Não consigo identificar se isto tem dedo do treinador ou não, mas até acredito que possa ter, visto que eles já cá estavam no ano passado e não assistíamos nada disto. O que temos visto é um carrossel de passes até à definição em passes de ruptura. Até aqui, tudo normal. A nossa vantagem é que esse momento pode partir de Lucho ou de James ou, como se viu ontem, de Moutinho. Isso já é demasiado par…

Não houve Taça

Imagem
Poderão dizer que o resultado é enganador, que não espelha as dificuldades que tivemos ou que até tivemos uma pontinha de sorte. O que vi foi que o FCPorto conseguiu deixar bem vincado o que o separa do Nacional. Controlou o jogo apesar de não ter sido brilhante, ganhou e conseguiu não se desgatar muito. E conseguiu isto apresentando uma equipa que tinha apenas dois dos habituais titulares. É óbvio que tinha jogadores com alguma rotação como Mangala, Defour, Atsu e Miguel Lopes. Ainda assim, foi um onze arriscado, sobretudo depois do que, uma equipa semelhante a esta, apresentou contra aquela pequena equipa de Vizela. Foi no entanto uma aposta ganha.
O jogo começou bem com a equipa a tentar o nosso jogo habitual. Foi conseguindo e o bom início ficou patente na boa jogada desperdiçada escandalosamente por Kleber e sobretudo no grande golo de Lucho. O resto da primeira parte foi dominada pelo FCPorto num ritmo de passeio, apesar de alguns sustos com as entradas descontroladas de Mangal…

Paulo...

Imagem
... Não te metas com a gente grande e contenta-te com o teu trabalhinho santo que te permite férias durante 8 meses durante o ano. É que ainda por cima, todos sabemos que, para seres seleccionador, não tens currículo, idade, títulos, provas dadas e consequentemente, falta-te legitimidade. Tens Ronaldo, Moutinho, Pepe, etc., e isso e o facto de não andares a inventar muito, vai-te valendo a ti e a nós. Mas atenção que, ultimamente, nem isso tem chegado...
Defender o indefensável é difícil. Normalmente tem de se recorrer a comparações estranhas com coisas que não têm necessariamente a ver com o caso em questão mas que dão jeito na altura. Ora é preciso saber fazer as coisas e, quando os neurónios escasseiam, a argumentação torna-se triste. E se é assim mais vale estar caladinho e deixar a coisa entrar no esquecimento. Este jogo com o Gabão é ridículo. Todos o sabemos. É dos melhores exemplos de uma prática das Federações que está a lesar os grandes clubes há anos. E isto aplica-se à no…

É possível guardar este relvado?

Imagem
Por exemplo, no frigorífico ou em sal? É que no mesmo dia em que anunciam um novo relvado para o Dragão, aparece um novo concerto para o próximo Verão... Vá lá que a qualidade da banda aumentou (gostos não se discutem mas os Coldplay irritam-me). Sendo assim, e se é para estragar mais outro relvado, mais vale replantar o actual uma semana antes...

Serviços mínimos

Imagem
Tem sido um título de crónica repetido várias vezes aqui no blog.  Isto usa-se muito naquelas ressacas de jogos europeus em que o FCPorto apresenta uma exibição apenas Q.B. O jogo de ontem foi um desses. Não se jogou muito mal nem muito bem. Jogou-se pouquinho e lento. Sobretudo na primeira parte, altura em que o apagão se notou mais. Mas ainda deu para ver qualquer coisinha que animasse num início de segunda parte mais condizente com as últimas exibições da equipa. Esses poucos minutos valeram pelo resto. Mais velocidade, adversário encostado lá atrás e jogo empolgante. Mas, com o segundo golo, logo se voltou à triste normalidade. Um alívio disparatado e um mini-frango de Helton trouxeram a Académica ao jogo. Injustamente porque, até aí, nada fizeram. Nestes casos, convém valorizar o que foi mesmo importante: os 3 pontinhos. Mas convém que não se repita disto porque os sustos costumam aparecer nestas ocasiões...

Individualmente, gostei de Moutinho. Para mim o MVP. Foi o elemento que…

Objectivo mínimo atingido

Imagem
Foi mais um bom jogo do FCPorto. Não ganhámos mas sabemos que, nesta competição, nem sempre é possível. Jogávamos na Ucrânia perante um adversário que necessitava da vitória para não ser eliminado da prova (não estará o matematicamente, mas pouco falta). E o que vimos foi um jogo que apenas não esteve controlado nos primeiros 5 minutos e nos 10 minutos que se seguiram às substituições do adversário. O resto do jogo foi todo nosso. Isto perante uma adversário que precisava de ganhar e que estava perante o seu público. Nada mau e exactamente o contrário que sucedeu na época passada. Foi a grande crítica que se podia apontar a Vitor Pereira; a péssima campanha europeia do ano passado. Pois este ano conseguimos o objectivo no menor número de jogos possível e estamos qualificados à quarta jornada. Pelo que vejo dos outros grupos, nem vale a pena nos preocuparmos muito com o primeiro ou segundo lugar. É jogar o jogo pelo jogo e logo se vê...
Individualmente, gostei dos que deram mais tranq…

Sobreviver à ausência de Hulk e ... ao relvado...

Imagem
No primeiro desaire da época (e só foram dois), numa altura em que ainda tínhamos Hulk, Vitor Pereira queixou-se do relvado do Gil Vicente. Mal sabia ele que ainda teria de lidar com a perda de Hulk e com um relvado horrível no Dragão. A perda de Hulk era até mais previsível... Mal sabíamos nós que, para que uns milhares de pessoas pudessem ouvir ao vivo e à chuva a lamechice pegada dos Coldplay, teríamos nós e o Vitor de passar os jogos no Dragão com o coração nas mãos. É que já são demasiadas as lesões no Dragão e acreditar que o fraquíssimo estado do relvado nada tem a ver com isso, é como acreditar no Pai Natal ou nas previsões macroeconómicas do Gaspar... São já 3 titulares que sucumbiram perante as toupeiras do Dragão, e todos na zona da defesa. Quantas equipas aguentam estas contrariedades? Começo a compreender a baixa intensidade empregada pelo Danilo. Ao menos assim não se magoa...
Vamos ao jogo. Bom, agradável e com futebol que a espaços chegou a ser brilhante como na fantá…

Reviravolta para o Presidente

Imagem
São já mil jogos! Parabéns Presidente! Na foto, Jackson está a agradecer a outro Senhor, mas os portistas bem que podem agradecer a Pinto da Costa na mesma posição...
Mas se a intenção era a de oferecer a vitória ao Presidente, podíamos ter arranjado uma coisa melhorzinha. Foi sofrida, sem muita inspiração, mas com uma segunda parte que chegou para a reviravolta. Não foi grande coisa mas o Presidente gostou na mesma...
Vamos por partes. Na primeira tivemos um golo sofrido muito cedo e de bola parada. Estas coisas acontecem e não seria preocupante se não fosse o segundo jogo seguido em que sofremos golos em cantos marcados ao primeiro poste, com a defesa e Helton a olharem de cadeirão para a movimentação dos avançados. Lances a rever visto que, com Mangala em campo e com a ajuda de Jackson, temos demasiados cabeceadores na área para tantos calafrios. Passará, por exemplo, por posicionar um destes no primeiro poste. Com o golo a estratégia de contenção do Estoril ganhou ainda mais alen…

Interruptor

Imagem
É talvez a grande crítica que tenho a apontar ao FCPorto deste ano: tem oscilações de intensidade dentro do próprio jogo. Liga, desliga, volta a ligar, desliga novamente e no final as coisas têm-se composto, com excepção de Barcelos e de Vila do Conde onde já ligámos tarde demais. Desta vez, Vitor Pereira argumenta que a paragem afectou a forma da equipa. Acredito, mas nem sempre pudemos apresentar essa desculpa. Se calhar o problema é outro, existe e deverá ser atacado antes que traga mais dissabores. É que resolvido este problema, teremos condições para estar confiantes neste FCPorto pós-Hulk. Esta constante rotação da organização e do centro do jogo entre Lucho, Moutinho e James, tem confundido facilmente os adversários que têm de lidar com vários focos de imprevisibilidade. Depois, a qualidade que temos nas extremidades do jogo equipa é maior. Por exemplo, temos um avançado capaz de gerar confiança nos colegas e nos adeptos, coisa que não tínhamos na época anterior. Temos ainda j…

Sem crónica

Imagem
Em solidariedade com o jornalismo português com greves, despedimentos e com grupos angolanos a comprar tudo e mais alguma coisa, não vai haver crónica esta semana. Por isso e porque não vi o jogo... 
Vi apenas os minutos finais e foi uma coisa bem fraquinha. Segundo percebo e me foram dizendo, deu-se oportunidade a muita gente e ninguém aproveitou para ganhar pontos junto do treinador. Dizem-me que só Atsu mexeu um pouco e que o golo de Danilo foi a única coisa que se aproveitou. Pouco. Alguns jogadores que se diz que prometem, não cumprem nas oportunidades que vão tendo e é pena. Falo sobretudo de Kleber, Iturbe, Mangala, só para citar os que têm tido mais minutos. Não é caso para alarme mas são mais razões para se pensar que este plantel poderá não ser tão equilibrado quanto isso. Quanto à declaração final do treinador, direi que era dispensável e que foi demasiado teatral. É que o Sr. também tem culpa naquilo. Mas também não esteve assim tão mal... 
Com as selelecções e com este i…

Por uma vez o Vitor não tem culpa em maus resultados

Imagem
E daí até tem alguma. Pouca. A Champions do ano passado ficou aquém das expectativas... 
Mas não foi por aí que veio este resultado negativo. Sem grandes e aprofundadas análises até porque, apesar de ser esta a minha área, isto é um tasco cibernético onde se fala essencialmente de futebol, direi que sempre me mantive preocupado com a gestão e a saúde financeira do clube. E é nesse estado que continuo. Todos sabemos que a actividade do futebol dá rendimentos a toda a gente menos aos clubes, que vão acumulando resultados negativos e passivos galopantes. Acontece assim com quase todos os clubes grandes, médios, pequenos e até com o clube do fundo da nossa rua. O problema é que isto é tratado como uma inevitabilidade. Assume-se que para equilibrar o barco financeiramente a parte desportiva sofre. Assentes nesta premissa os gestores aplicam os seus esforços numa gestão de danos por forma a que o seu rombo seja inferior ao do adversário. No final, quando isto começar tudo a 'estourar&#…

Best Of dos Golos de Calcanhar...

Imagem
Razões profissionais tem levado a que apareça menos neste nosso blogue com os vídeos de outros tempos, pelo que o aparecimento, pelo menos nesta fase, será mais esporádico... contudo, tenho acompanhado a actividade portista oficial neste imenso espaço online e partilho o best of dos golos de calcanhar do FCP, um dos quais (o segundo), parece-me que a fonte foi mesmo a do nosso blogue... aproveito para referir que tenho gostado bastante do trabalho dos responsáveis pelo canal do fc porto no youtube, em particular os vídeos promocionais dos jogos...

Taco colombiano

Imagem
Foi o ponto alto da noite de ontem no Dragão. Grande golo do Jackson! Execução magnífica e muito cedo no jogo. Mas a exibição da equipa não esteve à altura. Julguei que a partir daquele grande momento, perante um adversário destroçado pelo calcanhar e pelos acontecimentos recentes, a equipa partisse para uma exibição arrebatadora. Puro engano. Dá a ideia que jogamos bem até ao primeiro golo e que depois nos retraímos ou relaxamos. É perigoso e isso já se viu em Vila do Conde. O que nos valeu é que do outro lado estava um adversário estéril que pouco rematou e que não conseguiu uma única oportunidade de golo durante o jogo todo. E assim chegou o nosso futebol acinzentado. Não diria que foi cinzento durante todo o jogo. Assistimos a algumas jogadas interessantes e fomos perigosos nas bolas paradas. Simplesmente esperava mais perante o adversário de ontem e perante o golaço que marcámos tão cedo no jogo. Isto apesar das pesadas contrariedades que tivemos com as lesões de Maicon e de Ale…

Meio a zero chegava...

Imagem
... mas assim também está bom... 
Foi uma noite de algum sofrimento no Dragão. Muitas oportunidades desperdiçadas e um adversário que chegou poucas vezes à nossa baliza, mas sempre com muito perigo. Dava a ideia que poderia ser uma daquelas noites em que a boa exibição não iria evitar uma desilusão. James acabou por resolver o jogo num lance de pura eficácia para júbilo do Dragão.
A equipa apresentou-se bem com Lucho e Moutinho muito envolvidos na organização e na pressão em terrenos avançados. Mas se o primeiro brilhou mais nas recuperações que no último passe, Moutinho fez tudo bem. Terá sido o seu primeiro grande jogo nesta época e a equipa já precisava. O homem estava em todo o lado, mas começou por espalhar o pânico na ala esquerda com a ajuda de Varela e Alex Sandro. Na segunda parte e com as mexidas acabou por aparecer noutros terrenos e até é dele o passe para o golo de James, isto apesar de Fernando ter tocado ligeiramente na bola. Mas foi a referida pressão dos nossos jogad…

Soneca = 2 Pontos perdidos

Imagem
E até podiam ter sido 3... Afinal não se aprendeu em Barcelos. Simplesmente, desta vez, a soneca foi mais curta e durou os primeiros 30 minutos da segunda parte. Não diria que, antes disso, estivessemos a fazer uma grande exibição. Longe disso. Apenas estávamos a fazer o suficiente para manter o jogo controlado e da forma pachorrenta que já tem sido habitual. Mas na segunda parte conseguimos baixar ainda mais a intensidade. E acredito que teríamos continuado naquilo até ao final do jogo não fosse aquela 'Maiconice' que ofereceu um golo ao Rio Ave. É certo que o adversário estava mais perigoso, que reforçou o ataque, mas não estava a criar perigo antes da nossa oferta. Que se aprenda de uma vez por todas que estes erros acontecem e que só há uma maneira de evitar sarilhos destes: se é para descansar em campo, que o façamos com resultados seguros. No mínimo um 2-0! E até parecia um resultado fácil de atingir. Dava a ideia que uma mera aceleração do ritmo de jogo nos levaria ao …

A culpa é da arbitragem...

Imagem
Demita-se o Vitor Pereira! Falam do da Comissão de arbitragem... Temos já os efeitos da 'escandalosa' arbitragem do Xistra. Chumbo nas contas! Se a 'arbitragem' voltar a fazer das suas em Paços de Ferreira, (e entenda-se por arbitragem dois ou três lances duvidosos aliados à falta de médios do plantel, à ombrada de Luisão e à inacreditável pontaria dos avançados) teremos novo chumbo em 15 dias. Uiii... Medo! Siga o circo!

El diez

Imagem
Mais uma vitória que, ainda por cima, valeu a nossa primeira liderança no campeonato. Já todos sabemos como costumamos fazer a partir do ponto em que chegamos a essa posição: não largar mais. Mais importante que isso foi a exibição de James. A equipa não fez uma exibição avassaladora, mas foi bastante agradável. Diria que, em termos exibicionais, estamos a dar passos curtos mas seguros e nota-se bem a evolução. Será mais em termos de confiança do que em termos tácticos, até porque jogamos da mesma forma que jogámos no ano passado. A diferença é a ausência do jogador que decide tudo sozinho. Pois este ano temos um que decide tudo mas em equipa. James chega ao fim do jogo com duas assistências e um golo. Em quatro golos, não está mau. Mais que isso é a alegria que transmite à equipa. Muitas foram as vezes em que se conseguiu virar e tinha facilmente 4 jogadores prontos a furar nas costas da defesa e os dois laterais bem posicionados no apoio. Não será uma surpresa para ninguém o rendim…

Vitória QB com dedicatória

Imagem
Lucho jogou e marcou no dia em que perdeu o pai. Aquela braçadeira assenta-lhe como uma luva! Grande homem! Lucho acabou mesmo por ser a trave mestra desta vitória. Reparem que todo o nosso jogo primou pela paciência e pelo bom posicionamento, que permitiram ganhar imensas bolas no meio-campo adversário. Tudo características que Lucho traz ao jogo habitualmente e que a equipa ontem apresentou e que permitiiu que tivessemos inumeras oportunidades de golo para desperdiçar. Óbvio que o adversário não nos proporcionou aquela dificuldade 'Champions League', mas convém relembrar que, no ano passado, perante uma equipa pouco melhor que esta sofremos. Isso só valoriza este arranque com três pontos num jogo fora de casa. Isto além daqueles 10 minutos em que perdemos o controlo do jogo e onde poderíamos ter sofrido injustamente o empate. Empolgadas, estas equipas podem ser perigosas e é perfeitamente possível que os nossos adversários lá percam pontos. Em suma, resultado escasso, mesm…

V. Guimarães 1-1 FC Porto (88-89)...

Imagem
No
Notas:
0m00s - Fez 24 anos esta semana que Vítor Baía se estreou na equipa principal do FC Porto e que nos motivou a recordar esta partida... 0m24s - Estreia de Branco como titular e Gomes no banco... 1m40s - Mais um golão de Sousa de bola parada... um misto de força e técnica... 2m10s - Tirar avançado e meter central... claro sinal que agora era só para defender... 2m51s - Não é muito visível, mas parece que Baía está em grande neste lance, garantindo um ponto para os azuis e brancos...

Vida pós-Hulk

Imagem
A nação portista ainda está dormente com os acontecimentos do início da semana passada. Perdemos o nosso melhor jogador, que era 'só' o melhor jogador do campeonato. A sua perda aproxima automaticamente os nossos rivais em termos qualidade de plantel. Se isto já não era suficiente, aparentemente, perdemos na mesa das negociações para o nosso rival mais directo. Este 'aparentemente' tem obviamente a ver com as informações contraditórias que temos lido e ouvido nos últimos dias, mas sobretudo com as declarações de um dirigente do Zenit que diz que comprou os dois jogadores pelo mesmo preço e que, no caso de Hulk, o plano de pagamentos até é mais longo. Faltará saber se ficou com 100% dos passes dos dois, faltará saber porque é que desta vez o nosso comunicado à CMVM veio com mais detalhe em relação ao habitual, detalhe esse que, aparentemente, não é obrigatório e exigido a outros clubes. Pelo menos ainda não tinha visto ninguém especificar nestes comunicados o tal mecan…

Cromo da Semana - Josef Mlynarczyk...

Imagem
"Josef Mlynarczyk nasceu em Nowa Sol, na Polónia, em 20 de Setembro de 1953. Na Polónia, depois do clube da terra, o Dzamet -Nowa Sol, passou pelo modesto BBTS Bielsko-Biala seguindo-se o Odra Opole chegando depois a um dos maiores clubes polacos, o Widzew Lodz, onde foi bi-campeão polaco. Titular indiscutível da selecção polaca nos mundiais de 1982, em Espanha (onde ajudou a conquistar o 3º lugar) e no México, em 1986 (onde derrotou a selecção portuguesa) só em 1984, já com 31 anos, conseguiu obter autorização para emigrar (devido às restritivas políticas do regime comunista) tendo rumado a França para jogar no Bastia. Em Janeiro de 1986 (a meio da época 1985-86) chega ao Porto para fazer concorrência a Zé Beto mas rapidamente é lançado por Artur Jorge num decisivo Benfica - Porto, em 15 Janeiro de 1986, e Mlynarczyk corresponde mantendo o resultado em branco e ajudando a equipa a ganhar confiança depois de 3 derrotas consecutivas fora de casa. Depois desse jogo o Porto volta ao…

No timming certo...

Imagem
... dificilmente há outra altura do ano com 15 dias seguidos sem haver qualquer jogo!
Fonte: Maisfutebol...

Tudo muda em 24 horas

Imagem
Nem de propósito. Depois do post de Domingo em que defendia que a exigência aumentava pelo facto de Hulk ficar, ele saiu. Voltamos à estaca zero. Nada a que o nosso clube não esteja habituado: teremos de nos adaptar mais uma vez ao facto de termos perdido o melhor jogador da equipa. Soluções não faltam: James, Varela e Atsu encabeçam a lista dos sucessores naturais mas ainda há Kelvin, Iturbe e Sebá. Desejo a Hulk a melhor sorte do mundo e tenho imensa pena que só uns russos financiados por uma empresa pública de gás natural que tenham a visão de contratar este portento de jogador. Hulk merece clube e campeonato melhores. Mas é a vida e o FCPorto tinha de vender. Ainda bem que tudo se resolveu.
Nota final para a forma de anúncio do negócio. Muita confusão, comissões e outras coisas que não percebo e nem quero perceber. A Bola até aproveitou para bradar na sua capa de hoje que Witsel saiu pelo mesmo valor. Óbvio que não saiu pelo mesmo valor,  apesar de ser claro que as papoilas fizer…

Plantel reforçado, exigência aumenta

Imagem
Para já, Hulk e Moutinho ficaram. Digo 'para já' porque há países onde ainda não fechou o mercado e a Rússia é um deles. Mas não me parece que se vá ter surpresas nos próximos dias. Sendo assim, resta-nos uma evidência: temos melhor plantel que no ano passado. Isso significa que não será admissível, por exemplo, que não se ultrapasse o grupo em que calhámos na Champions. Significa que o futebol da equipa terá de evoluir rapidamente para patamares que, no ano passado, só atingiu na ponta final do campeonato.
E para que o futebol da equipa evolua, comecemos por jogar com os melhores... Atsu promete, mas James é outra coisa. Esta opção não me chocou no jogo anterior, mas em Olhão foi um erro. Ainda bem que se reconheceu cedo e a tempo de virar o jogo. James começa a colocar-se cada vez mais perto de Lucho e o futebol da equipa multiplica-se em criatividade. Ficamos sem um dos extremos mas os laterais têm pedalada para fazer o corredor todo. Será importante que James e Lucho não …

O Rato Atómico...

Imagem
Um dos elementos das últimas equipas técnicas do nosso clube, o qual nunca perdeu nenhum encontro oficial como treinador principal, é o cromo recordado da semana...
Rui Barros era um verdadeiro rato atómico e quando falamos dele vem, inevitavelmente, à memória o seu golo em Amsterdão contra o Ajax na primeira mão da Supertaça Europeia de 1988...
Rui Barros fez uma época de sonho na sua época de estreia no FCP, sendo que na época seguinte foi logo transferido para a Juventus, apenas regressando anos mais tarde...
Chegou, viu e venceu... sintetiza o seu primeiro ano no Dragão depois de ter jogado no Varzim, sagrando-se Campeão Nacional, vencendo a Supertaça Europeia e sagrando-se Campeão do Mundo na neve de Tóquio...
Fez uma mítica dupla com Domingos quando regressou na época em que éramos comandados por Bobby Robson...

Wikipédia...

"Rui Barros foi campeão nacional de juniores pelo FC Porto em meados da década de 80. No seu percurso juvenil vestira as camisolas do Aliados de Lordel…

"O Sporting não devia dar tão tarde porque dá sono..."

Imagem
Imperdível...

Farense 0-1 FC Porto (87-88)...

Imagem
Notas:
- 0m00s - Recordação motivada pela deslocação dos azuis e brancos neste sábado ao Algarve... - 1m36s - Grande arrancada de Rui Barros... leva tudo à frente e consegue o golo solitário que nos daria 2 importantes pontos.., - 2m33s - O Paco Fortes tinha ar de ser daqueles jogadores de raça... e com estilo... aquelas meias para baixo não enganavam... - 3m02s - Este tipo de faltas raramente eram marcadas... agora também já é menos usual os guarda-redes sairem com o pé tão levantado... - 3m27s - O árbitro a não deixar entrar a assistência para o Jaime Magalhães... Muito Bom! - 3m52s - Celso sem cerimónias... - 4m36s - Estádio completamente cheio...

Arranque

Imagem
Depois da entediante exibição da primeira jornada em Barcelos, esperávamos uma resposta  à altura. Terá sido este o verdadeiro arranque do campeonato. E viram-se coisas interessantes. Desde logo, 'espetámos' quatro golos a essa agremiação pela qual eu tenho tão pouca simpatia, que é o Vitória. Depois houve ali bons momentos e bons golos. Não mais que isso. Óbvio que o ritmo não aumentou assim tanto e também não me parece que a equipa esteja sequer perto do potencial que tem. Ainda assim, deu para animar as bancadas cheias daqueles adeptos que só têm a possibilidade de ver o FCPorto ao vivo uma vez por ano.
Quanto ao jogo, tivemos as alterações óbvias nas laterais, com a entrada daqueles que, à partida, serão os titulares. Digo 'à partida' porque não sabemos o que irá acontecer até ao final da semana. Por exemplo, se sair Moutinho, julgo que uma das opções mais credíveis para o lugar é o Danilo, sendo que até o Alex Sandro fez recentemente esse lugar na selecção olímpi…

A Cultura do Piton de Alumínio...

Imagem
(post anteriormente publicado e actualizado em 24.08.2012)

Depois de recordado no último vídeo, nada melhor que a distinção de cromo da semana para Jaime Pacheco, homem que passou pelos dois clubes que se vão defrontar neste fim de semana e que agora se encontra a realizar uma aventura profissional na China como treinador.

Jaime Pacheco teve uma ascensão meteórica, começou a jogar futebol no Rebordosa com 16 anos e passado 4 anos estava no FC Porto, contratado por José Maria Pedroto, para ele o verdadeiro mestre, não há cá Special Mourinho's, principalmente depois do bate-boca entre eles: um só tinha um neurónio e o outro, pelos vistos, era doente mental.

Esteve nove anos no Porto, pelo meio esteve duas épocas no Sporting mas ainda regressou a tempo de se tornar Campeão Europeu. Depois ainda passou pelo Setúbal, Paços, Braga, Rio Ave e Paredes. Representou ainda a selecção no França84 e no México86. A primeira experiência no comando técnico duma equipa foi no Paços de Ferreira quan…

Crónica requentada

Imagem
Escrevi isto na noite do jogo. Entretanto, não voltei a ter acesso ao texto que escrevi e, sinceramente não me apeteceu escrever outro. Na altura chamei-lhe «O primeiro jogo de pré-época de Hulk». 
Hulk é o único jogador que jogou em Barcelos que não fez pré-época. Será o único que tem desculpa para jogar no ritmo que se jogou. Há ainda Alex Sandro mas esse já entrou na fase da desgovernação. Aquela primeira parte é daquelas que bem se definem em conversas ao intervalo com um «isto vai dar merda...». Todos os condimentos estavam lá. Ritmo lentíssimo, sobranceria, adversário inóquo e em busca do pontinho e aquela estúpida e perigosa noção de que o jogo se vai resolver a qualquer altura. Pois claro que o que se previa se cumpriu. Trouxemos um pontinho de onde no ano passado não trouxemos nenhum. Poderia até ser um mal menor. Mas não me sai da cabeça que entre o que aconteceu nesta época e a anterior, apenas muda a eficácia do Gil nas bolas paradas e uma arbitragem que este ano foi pouc…

Mais uma...

Imagem
A crónica será tão rápida como o interesse que esta pré-época tem tido para mim... 
Ok. Será um pouco mais longa visto que uma frase não daria para falar do jogo de Sábado. Fico contente que a nossa grande contratação para esta época já facture. Não direi que me tenha convencido. Até me parece um pouco lento, mas são apenas as primeiras impressões e são mais positivas que negativas. Quanto ao jogo, foi mediano e ao nível do que tem sido a pré-época. A vitória é justíssima e a Académica não mereceu estar tanto tempo empatada. A equipa com este Lucho que já não tem a pedalada que tinha (pés e ideias não lhe faltam) e sem Moutinho fica partida. Fernando faz o que pode, mas não dá para ligar tamanha distância. Isto leva-me à questão da ausência de Moutinho do onze titular. Se não está vendido ou à venda, se não há nenhum caso de indisciplina, não aceito que não seja titular. Já estamos sem o melhor jogador da equipa e ainda ficamos sem o motor. Estão a tentar provar-nos que ganhámos sem…

Que fazer com Hulk?

Imagem
Eu sei que o homem é um tanque, que tem uma estrutura física capaz de aguentar tudo e mais alguma coisa. Mas poucas férias teve e não está a fazer pré-época. Está já em competição. E quando acabar a competição vai à Suécia dar mais uma perninha num dos cinco (!?) amigáveis que a selecção do Brasil marcou para este Verão (Inverno lá). Sinceramente, nem sei se não valerá a pena vendê-lo e preparar a época com o seu sucessor, esteja ele no plantel ou não.