segunda-feira, 24 de setembro de 2012

El diez


Mais uma vitória que, ainda por cima, valeu a nossa primeira liderança no campeonato. Já todos sabemos como costumamos fazer a partir do ponto em que chegamos a essa posição: não largar mais. Mais importante que isso foi a exibição de James. A equipa não fez uma exibição avassaladora, mas foi bastante agradável. Diria que, em termos exibicionais, estamos a dar passos curtos mas seguros e nota-se bem a evolução. Será mais em termos de confiança do que em termos tácticos, até porque jogamos da mesma forma que jogámos no ano passado. A diferença é a ausência do jogador que decide tudo sozinho. Pois este ano temos um que decide tudo mas em equipa. James chega ao fim do jogo com duas assistências e um golo. Em quatro golos, não está mau. Mais que isso é a alegria que transmite à equipa. Muitas foram as vezes em que se conseguiu virar e tinha facilmente 4 jogadores prontos a furar nas costas da defesa e os dois laterais bem posicionados no apoio. Não será uma surpresa para ninguém o rendimento de James na posição 10. Surpreendente é o facto de só o podermos ver perante uma rara ausência de Lucho. Será que os dois são compatíveis a jogar ao meio? Será este um desafio que vai para além das capacidades do nosso treinador? Se Vitor Pereira acha que não consegue pôr isto a funcionar, acho bem que não o tente. Mas será um desperdício... Teremos de nos contentar com as naturais incursões de James em direcção ao meio, mas partindo da ala. Relembro que não jogámmos com um 10 clássico desde que vendemos o grande Anderson Luís de Souza ao Barcelona. Já tenho saudades...

Destacarei também a jogada que decidiu o desafio. Golaço de Jackson Martinez! Decidiu o jogo numa altura em que o adversário já começava a ganhar a confiança que habitualmente estas equipas sentem quando não sofrem golos nos primeiros 30 minutos no Dragão. Logo veio o segundo golo transformando o resto do jogo num passeio.

Individualmente gostei do MVP, James, do Jackson e dos já habituais Alex Sandro e Maicon. Não gostei muito de Danilo. Então quando o vi a descansar a 15 minutos fim... Terá de perceber que tem concorrência forte. Se não percebeu quando ficou no banco em Zagreb, será que irá perceber?

O que importa é que atingimos o primeiro lugar. Que seja para não largar mais!

11 comentários:

miguel87 disse...

Este Porto começa a mostrar um colectivo incrível. Muito bem orientado!
E num onze sem Otamendi e sem Fernando, todos sabem tratar bem a bola, que até fica mais redonda... só falta o Mangala acertar mais vezes nela do que nos adversários :)
Também não tenho gostado muito do Danilo, o gajo parece que não tem a cabeça no jogo, mas na verdade até agora cumpriu sempre, apenas não deslumbrou como se esperava.

Os próximos 3 jogos vão confirmar se estamos mesmo no bom caminho ou se estas ultimas exibições e resultados foram extrapolados pela (falta de) qualidade dos adversários.

Artur disse...

Prata, tenho uma dúvida: quando fazes apreciações às exibições do Danilo estás a analisar o seu custo em relação à sua produtvidade?

Tony Silva disse...

Digamos que temos dois laterais "novos". Já cá estavam no ano passado mas este ano é que é "o ano" deles.

- Enquanto um foi caro, o outro foi muito caro!

- Enquanto de um não vi nada de especial na época passada, do outro fiquei com grandes expectativas.

- Enquanto um este ano parece um jogador totalmente diferente, um verdadeiro craque, o outro parece amorfo, distante do que prometeu.

- Enquanto o Alvaro Pereira "já não passa de uma recordação", do outro lado o Sapunaru ainda me deixa saudades.

Tony Silva disse...

PS- Talvez o Danilo não esteja a fazer nem melhor nem pior que o Sapu, o problema é que a fasquia (devido ao que custou) está muito alta...

prata disse...

Não digo q o preço não me preocupa. Mas neste momento ligo mais à aparente falta de empenho q se nota sobretudo na deficiente recuperação defensiva. Mas parece q é uma questão de motivação. Não me parece q seja um flop. Além disso gostaria.de o ver jogar a 8. Num jogo em q fosse poupado o moutinho.

Artur disse...

Não me parece que seja uma questão de motivação, mas mais de Maicon. Ele sabe que o Maicon resolve. Ele já no Brasil tinha esta postura que parece estar desligado do jogo. Mas tecnicamente é fabuloso e nem em sonhos o Miguel Lopes fará aquilo que ele consegue fazer. Agora tendo em conta o preço tem de dar mais, ainda por cima com a camisola 2

prata disse...

Faltou falar de iturbe. Claramente um incendiario. Mas ainda não consegue esconder aquela ânsia q facilmente se transforma em jogadas em q quer levar tudo à frente. Bem longe de ser opção a titular..

Mirone disse...

Apesar do Danilo ainda não ter mostrado nada de especial, ao contrário do Alex Sandro, dá para ver que é um jogador muito superior ao Sapunaru.

O Sapunaru era raçudo mas não trazia nada ao jogo do Porto, era um lateral muito pesado para o jogo ofensivo do FCP. (sei que aqui há muito adepto do Sapunaru, por isso desculpem lá).

Agora creio que 17M€ por o Danilo parece-me ser bastante exagerado. Resta saber quanto é que pagamos na realidade.

Taqui disse...

Eu tb acho (como o Ulisses M.) que o golo tb nasceu do nada, mas ainda bem... tenho que destacar pela negativa, pelo menos na 1ª parte, 2 ou 3 ocasioes na nossa area, que podiam ter entrado, situaçoes precedentes de canto.
O iturbe ta muito, mas muito verde. O que é de estranhar dado que já é o 2º ano cá. Tem que jogar rapidamente na B, para se adaptar mais rápido!
Quanto ao James, ng tem duvidas que a 10 joga muito mais, mas se o porto joga em 4.3.3. so se o lucho ou o Moutinho sair é que ele consegue jogar aí.
Sábado ha mais...
Abraço

Lamas disse...

Estou a gostar... 2 jogos em casa, 2 vezes chapa 4...

O meio campo em condições "normais" será sempre Fernando, Moutinho e Lucho, sendo que o James irá cair para ala, mas podendo fazer o seu jogo interior sempre que assim entender, embora assim não seja um verdadeiro 10... mas deu para ver que temos soluções quando houver contrariedades ou mesmo para gerir o plantel...

P.S. Jackson ainda não me convence... grande golo, desbloqueou o encontro, mas queria mais mobilidade na frente, especialmente no ataque à bola em zonas de finalização (teve um bom cabeceamento no jogo por falar nisso)... aguardemos...

Manuel disse...

O Beira Mar apenas cometeu 6 faltas, uma em cada 15 minutos. Acham isso normal?

Pergunto porque não é vulgar acontecer. Terá acontecido ou é mesmo record para o Guiness?