terça-feira, 26 de junho de 2012

O amigo da UNICEF


Esta mania que o jornal A Bola tem de se inspirar no periódico espanhol Marca tem resolvido alguns problemas de falta de imaginação da sua redacção. Mas às vezes sai furado e a tentativa de capa patriótico-política de ontem foi um desastre. A capa não só deixa no ar um nada aconselhável complexo de inferioridade como  nos embrulha a todos numa teoria de conspiração demasiado básica e descrita numa paradigmática frase: «Presidente do Comité de Árbitros da UEFA é Espanhol e Vice-Presidente é Turco e amigo do Barcelona e da UNICEF». Ou seja, já não chega o homem ser da mesma nacionalidade do vice de um espanhol, ainda é amigo do Barcelona e dessa associação de vilanagem que patrocina os blaugrana e que é a UNICEF. Que maravilha!

Pior ainda quando a conferência de imprensa de Paulo Bento vai no mesmo sentido. Continua a ter melhor desempenho em campo que nas conferencias de imprensa...

sexta-feira, 22 de junho de 2012

Medo!!!


Os jogos das selecções estão a deixar os portistas bem preocupados. Primeiro Hulk a fazer miséria pela selecção canarinha. Agora é Moutinho que está a abrir os olhos das grandes equipas da Europa para a sua extraordinária e omnipresente acção a meio-campo. Não vai ser fácil segurar jogadores deste calibre agora que já toda a gente sabe o que valem e o que podem valer.

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Paulo Bento vs Vitor Pereira



Não. Isto não é um dos meus posts a 'bater' no nosso mal amado treinador. Apenas gostaria de confrontar a reacção de Paulo Bento à vitória com a Holanda com a reacção de Vitor Pereira à conquista do campeonato. Um esperou pela vitória para, de 'barriga cheia', bradar contra os críticos e falar dos cachecóis  da Republica Checa, e pôr os jogadores em blackout a meio do Europeu. Ridículo! As críticas não foram assim tantas e nem foram tão descabidas como isso. A preparação poderia ser mais recatada e era escusado andarem sempre com um microfone a acompanhá-los para todo lado. Só faltou o Nuno Luz acompanhá-los ao WC... Se ele quer saber o que são críticas a sério deverá perguntar a Vitor Pereira. Tudo lhe é apontado. Os êxitos do treinador anterior, o Hulk a ponta-de-lança apesar de a Administração não lhe ter dado alternativas em termos, a fraca comunicação quando o seu mais directo rival nem português sabe falar, etc. E o que fez Vitor Pereira quando ganhou? Agradeceu ao Presidente a oportunidade, compreendeu que está sujeito a críticas reconhecendo até o argumento da sua inexperiência, pelo facto de ser este o seu primeiro ano ao mais alto nível.


Acho o Paulo Bento um treinador muito limitado por estas mesquinhezas e por estas manias da perseguição. O trabalho não está a ser mau. Que tenha calma e continue o seu caminho, percebendo que tem uma grande equipa nas mãos e que não se pode distrair com pormenores. Se calhar ele ainda nem tinha demonstrado o suficiente para já estar a treinar foras-de-serie como Ronaldo, Nani, Pepe, etc. Que desfrute e que siga o exemplo de humildade do Vitor.

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Esperem pela vingança dos 'Porcos'


Mesmo na altura da derrota, é de enaltecer esta fantástica geração de Hóquei em patins que o FCPorto conseguiu reunir. Aliás são várias gerações encadeadas umas nas outras com dois ou três elementos em comum. É que foram 10 campeonatos seguidos! É obra! Em dez anos apenas, reequilibrou-se o palmarés de campeões nacionais que nos era claramente desfavorável. É certo que este ano passamos a ter um campeonato de desvantagem, mas acredito que este foi apenas um percalço e que, já no próximo ano retomaremos o caminho das vitórias. Eu até nem gosto de hóquei e como tal não acompanhei esta caminhada, mas reconheço que é muito difícil manter uma serie destas. Basta ver que noutros desportos não há memória de tal coisa com a excepção do pólo aquático do Salgueiros. Mesmo na derrota estão de parabéns e são uns campeões!

Quanto às declarações do dirigente benfiquista, aliadas à confusão que criaram no futsal, aliadas aos gestos do treinador de basket, aliadas à triste campanha de fim de ano de carraças, gabriel e jejus, aliadas às delirantes acusações de Vieira após a vitória no basket... Ufa! Tanta selvajaria em tão pouco tempo! Que é que esta gente quer com este ambiente de guerrilha? Andam nisto há uns anos e nada! Será da frustração? Tenham calma e descansem que no próximo ano desportivo há mais derrotas para engolirem... Quanto mais se chatearem mais custa...

quinta-feira, 14 de junho de 2012

FC Porto 1-0 Portimonense (87-88)...

Notas: 
- 0m31s... golo insólito...
- 1m03s... "Quem joga ao ataque no Estádio das Antas é a pergunta que se coloca..."
- 1m21s... Madjer quase que proporciona o segundo auto-golo...
- 1m41s... Sousa e muita classe na marcação dos livres...
- 2m00s... Mas que grande arrancada de Jaime Magalhães...

terça-feira, 12 de junho de 2012

V. Setúbal 4-4 FC Porto (87-88)...


Notas: 
- 2m18s... Madjer quase que não fazia golo... foi um "encostar" esquisito...
- 3m16s... Ai Ai Mly... que enterro...
- 4m00s... Inácio assiste, mas para um gajo do Vitória...
- 4m30s... Rui Barros e a sua velocidade...
- 7m50s... O André parece ceifado por duas vezes... embora também se deixe cair...

segunda-feira, 11 de junho de 2012

Revelações, Desilusões e as Explosões adiadas


Comecemos pela grande revelação da época. Maicon começou a época como quarto central. Mangala custou um dinheirão e muitos julgaram que iria ser ele a lutar com Otamendi por um lugar o onze. Na verdade, Maicon terminou a época como o único central titularíssimo. Diz muito da segunda metade da época deste jogador. Valorizo ainda mais esta ascensão pelo facto de ele ter conseguido superar o presente envenenado que lhe deram com a titularidade como lateral direito. Não me agradou nessa posição, mas fez o melhor possível numa situação incómoda para ele e para o futebol da equipa. E como não falhou redondamente, deram-lhe a oportunidade que ele tanto ansiava. E brilhou a central. Forte no jogo aéreo, duro QB e apreciavelmente rápido para tamanha envergadura física, acabou por decidir também na área adversária com golos importantes na parte final da época. É também uma das grandes esperanças para a próxima época

A minha segunda revelação esteve emprestada ao Rio Ave. Atsu foi upgrade de qualidade que nos permitiu vencer o campeonato de juniores de há duas épocas. Em juniores ao contrário de acontece na primeira liga, é o Sporting que é sempre favorito e só gerações muito boas de jogadores é que nos permitem almejar o título. No entanto, não julguei que fosse vingar na primeira liga logo no primeiro ano. Jogador muito interessante e muito diferente dos extremos que temos no plantel. Rodando mais um ano ou ficando no plantel, parece-me é um valor seguro já para a época de 2013-2014.

Vamos às desilusões. A primeira metade de época de Varela foi um desastre. Recuperou na segunda metade, mas Varela é um valor seguro e não deveria oscilar assim de forma. Depois temos ausência de ponta-de-lança. Não estamos como o Paulo Bento que tem de inventar com um miúdo que jogou meia dúzia de minutos nesta época. Ainda assim não estamos bem. Kleber é apenas uma promessa por cumprir e Janko tem dificuldades porque não é o avançado a que estamos habituados. O FCPorto tem tido quase sempre avançados com muita habilidade e assusta que este tosco seja titular. Ainda assim, prefiro-o ao Kleber. Mas esperava mais de um jogador tão experiente. Quem também não me agradou foi a dupla Defour e Mangala. Demasiado caros para a baixa produção em campo. Jogadores deste preço têm de entrar na equipa sem que se sinta grande diferença. O mesmo não direi de Alex Sandro, por exemplo. Jogou pouco mas quando jogou cumpriu. Outro jogador que não gostei foi de Bracalli. Não gostei de nenhum jogo. Para isso, mais valia ter ficado o Beto. Por último, Iturbe também não agradou. Não vi nada. Mas vi poucos minutos. No entanto, já tinha visto jogos dele e achei que mesmo com os poucos minutos que teve, deveria ter feito melhor.

Para terminar as esperanças para a próxima época. Maicon vai começar como patrão da defesa e tenho esperança que agarre o lugar a preceito. O mesmo direi de James como líder da manobra ofensiva. Lucho ajudará bastante. Para terminar, tenho esperança que as caríssimas contratações do ano passada comecem a dar rendimento à equipa. Estou a falar de Mangala, Defour, Alex Sandro e Danilo. Sobretudo este último e a médio. Julgo que a lateral não solta o seu talento na plenitude. Veremos.

quinta-feira, 7 de junho de 2012

FC Porto 4-0 Sp. Covilhã (87/88)...

Notas: 
- 0m20s... o pormenor do Madjer aos 20 segundos, apesar de não ter efeitos práticos, é delicioso...
- 0m37s... cueca "muito feia" de Sousa...
- 0m50s... remate de Plácido que ficou na retina...
- 1m10s... defesa arrepiante de Mly...
- 2m32s... "Jorge Coroado... o jovem árbitro..."

terça-feira, 5 de junho de 2012

Vardar 0-3 FC Porto (87/88)...

Notas:
- 0m27s - Madjer e a primeira ameaça num pontapé livre que levou a bola a embater no poste da baliza...
- 0m41s - Eduardo Luís tenta evitar o golo do Vardar e também o canto, mas só o primeiro objectivo é alcançado...
- 1m26s - Grande golo do Sousa... tira um adversário do caminho e depois remata forte e colocado com o seu pé esquerdo...
- 2m31s - Isto sim é que é uma transição rápida... Mlynarczyk segura a bola num canto e coloca Madjer na cara do golo e este não facilita...