quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Ponta de Lança...

De algum tempo para cá tem sido sempre disto que se fala que falta no nosso FCP... o último que tivemos, a que se podia chamar isso, chamava-se Benny McCarthy... mas o verdadeiro Homem da Área tinha de nome Jardel... Mário Jardel...

De cabeça era mortífero, mas de pés, de vez em quando enganava-se... mesmo fora de área... e é dele o vídeo desta semana...

quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Um já escapou...


Manuel da Costa custou 4,5 milhões de euros à Fiorentina. Stepanov custou quase 4... Não teria valido a pena o esforço extra por Manuel da Costa? Pensei que ele não tinha vindo no início da época porque o PSV pedia dinheiro a mais, mas se ele vale 4,5... Já sei que as coisas podem não ser bem assim, mas com certeza que fico chateado porque é um jogador que aprecio imenso e que ainda por cima é português, com qualidade e margem de progressão... São jogadores destes que podem elevar o nivel da equipa a patamares superiores.

Manuel da Costa já fugiu, será que vamos deixar fugir esse talento extraordinário que é o Geromel?

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

PÉ FRIO

Hoje, também eu, quero escrever um post!
E tenho que voltar a escrever sobre aquela figura que terá, nos recibos de vencimento, a categoria de treinador de futebol. Sim, refiro-me ao Prof. Jesualdo Ferreira. Aliás, das poucas vezes que escrevi, escrevi sempre sobre o louco do Co ou sobre o pé frio do Jesualdo.

Questiono a opção táctica relativamente à colocação do Marek Cech a titular e respectiva alteração do figurino táctico? Claro que questiono! Questiono a não titularidade do Farias? Claro que questiono! Questiono se é uma sensação de medo ou respeito que a alteração táctica transmite? Claro que questiono! Questiono se SEMPRE que ele se lembra de alterar para o 4x4x2 perdemos? Claro que questiono!
Porém, nem quero discutir isso! Não vale a pena! Ele lá terá os seus motivos para tais decisões (incompetência é motivo???).

O que eu quero dizer é que este homem é mesmo, como já o apelidaram, PÉ FRIO!

A frustração é um sentimento mau. Eu ando frustrado! Muito frustrado! Este homem falha sempre nos momentos chave! Nunca ganhou nada na vida! Estragou gerações quando esteve nos sub-21. No S.C. BRAGA fez primeiras voltas fantásticas e, nos momentos em que a equipa tinha de se afirmar, baqueou completamente! Na época transacta, ganhou e sabemos bem como tivemos de sofrer! E agora deixa-me a seguinte sensação de merda: "Em 10 jogos, contra estes gajos, eles só nos ganham 1!". É verdade que ontem o Lucho estava numa noite má, no que toca à finalização, mas em 4 jogos, contra estes vasquinhos, perdemos 3!!!! Nunca visto! E eles nunca jogam nada!!! Mas a verdade é esta: O FCP NOS ÚLTIMOS 4 JOGOS CONTRA OS VASQUINHOS PERDEU 3!!!

Bem, só para ficar tudo dito:
  1. Farias a titular;
  2. Quaresma chamado ao gabinete do Pinto da Costa;
  3. Bruno Alves vergonhoso!
  4. Hélton não surpreendeu. Esta época tem demonstrado que, sem a concorrência do Baía, não é o mesmo.
  5. Bosingwa provou do seu veneno. Excesso de auto-confiança pode ser nefasto;
  6. Grande capitão! Grandes declarações;
  7. Tenho medo de ser eliminado pelo Schalke 04. Tenho a impressão de que em 10 jogos eles só nos ganhavam 1...

Grande abraço, meus amigos...

domingo, 27 de janeiro de 2008

Sentir a camisola...

Não são portugueses, nem nascidos nem criados na nossa cidade, mas ontem, como sempre, deram tudo o que tinham em prol do nosso FCP...

Licha, incansável, com uma força inesgotável...

Lucho, pura classe, é um gozo enorme vê-lo jogar e suar aquela camisola (mesmo falhando golos escandalosos)...

Quaresma e Bosigwa... e que tal pensarem também na equipa?

O primeiro esteve ainda mais irritante do que é normal... Muito por culpa da defesa generalizada da opinião pública que o menino é diferente dos outros e que temos de o compreender como ele é...

Bosigwa, as perdas e a displicência na defesa são inadmissíveis...

P.S. Acabei de ouvir a flash interview... Mas que Capitão!!!

quarta-feira, 23 de janeiro de 2008

Golo Muito Saboroso...

Vinhamos de uma época miserável a nível interno com 3 treinadores... estavamos numa época em que todos colocavam em causa a mentalidade e táctica do FCP construída à base das ideias radicais de Co Adrianse...

A imprensa, como já nos habituou, esperava toda o reacender do campeonato com a vitória do Sporting... mas... Jorginho não deixou e ficou na história do FCP com isto...



P.S. Choramos tanto, mas tanto neste jogo... e o Pis nisso é muito, muito forte...

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Exijo um pedido de desculpas de Quaresma!


Apenas duas coisas se destacaram da horrível monotonia que foi a nossa prestação nesta eliminatória da Taça de Portugal: a afirmação de Farias e as afirmações de Quaresma. Dois tipos de afirmações, portanto…
No caso do Quaresma, só tenho a lamentar. Eu sinceramente, também já estou farto de falar nos assobios no Dragão. É uma atitude enraizada na nossa massa associativa que eu esperava que com a afirmação Europeia da equipa fosse desaparecendo. Puro engano. Acredito mesmo que esta vai ser sempre uma característica da massa associativa portista. Provavelmente, os mesmos que o assobiam, são aqueles que o aplaudem quando ele é substituído... No entanto, nem por isso me irei resignar. Serei sempre um daqueles que tenta abafar o coro de assobios com palmas, por muito que concorde que o jogador em questão não esteja a render o esperado. Acho que tenho de estar ali, não só para ver o jogo, mas para apoiar, mas já deixei de dar tanta importância aos assobios dos outros adeptos.
Não quero com isto desculpar Quaresma. Vejam lá que o menino birrento distribuiu pelos jornalistas pérolas como estas: «Festejei assim o golo - tirou a camisola - porque já estou a ficar farto dos assobios. Os adeptos têm de meter na cabeça que comigo não vale a pena assobiar. Quanto mais assobiarem, mais eu pego na bola e resolvo os jogos.»; «Os adeptos devem andar a ter pesadelos comigo, porque cada vez que perco uma bola eles assobiam. Mas a época está a acabar e depois não têm motivos para assobiar mais...» e como é óbvio perguntaram-lhe porquê, ao que ele respondeu com mais um daqueles atentados à inteligência dos jornalistas: «Porque vamos de férias…»; rematou porém com um já habitual: «Sou uma pessoa feliz, mas vou embora quando me sentir a mais».
Ora eu considero isto grave. Primeiro porque sou contra generalizações, e muito mais quando se confunde meia dúzia de adeptos com a sua totalidade… Depois porque soou a ameaça, do género: «Continuam a assobiar, vou-me embora…». Também não reajo bem a ameaças… Três palavrinhas para Quaresma: humildade, inteligência e ambição. Terá de ter a humildade que já demonstrou quando ultrapassou o impasse que teve na sua carreira. Ou será que já se esqueceu do rótulo de «eterna promessa» com que chegou do Barcelona? Já se esqueceu do que evoluiu em termos defensivos e de objectividade de jogo, e nomeadamente da capacidade de adaptação que teve de ter quando jogávamos no 3-3-4 do insano Co Adriaanse? Porque será que ainda nenhum dos tubarões europeus se dispôs a cometer uma loucura por Quaresma? Eu respondo: porque têm dúvidas. O talento está lá claramente, mas a mentalidade? Quaresma é um fora de série aqui, mas e lá fora? Eu não tenho essa dúvida, mas os grandes clubes europeus têm, caso contrário já o tinham vindo resgatar deste campeonato medíocre. O Quaresma terá de ter a inteligência de perceber que os assobios que leva são de quem exige mais. De quem se orgulha de ainda ter no plantel um dos jogadores mais excitantes do futebol mundial, mas que com isso esperam que ele nos eleve com a sua magia um patamar Europeu de competitividade. Quero mais Quaresma para o ataque à Champions! Não quero fintinhas e banalidades, quero assistências e golos e sobretudo quero empenho! E já agora, tendo feito sempre parte daqueles que acreditam no Quaresma, dos que o aplaudem quando ele se dirige para marcar os cantos, dos que o aplaudem no meio do coro de assobios, quero um pedido de desculpas!
Quando ao jogo fraquinho com que nos brindaram, destaque para Farias que comparado com Adriano até parece um bom jogador. Quanto a mim, já não tenho dúvidas sobre a titularidade em Alvalade. Destaque também para João Paulo, Fucile e o inevitável Lucho.
Equipa para Alvalade:
Helton; Zé, Pedro, Bruno e Fucile; Paulo, Raul e Lucho; Quaresma, Lisandro e Farias.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

O que FARIAS se fosses titular?


Finalmente uma exibição convincente no Dragão! Há tanto tempo que sabemos que nossa superioridade é enorme, mas dava a ideia que a equipa relaxava demasiado com o 1-0 ou 2-0. Normalmente, e sobretudo nos jogos em casa, desistia de conseguir um resultado ainda melhor. Não haveria nenhum problema nisso, não fosse o facto de na maior parte das vezes recuarmos demasiado e acabarmos por perder o controlo do jogo. Há que aproveitar estas situações para motivar ainda mais a equipa e, mais importante, para descansar as peças fulcrais que, apesar de não parecerem cansadas agora, vão rebentar se continuarem a jogar sempre.
Quanto à substituição do Tarik, considero infelizes as afirmações de Jesualdo. É óbvio que não é um Maradona mas também o Quaresma ou o Lisandro não são… Queria ver o que se diria a mesma coisa se perdesse algum destes durante 2 meses. Foi infeliz na escolha das palavras mas no fundo tem razão. Não me parecer normal o ênfase dado à notícia apesar de ter sido dos jogadores mais importantes. Mas há o lado positivo de tudo isto. Finalmente podemos jogar com um avançado e com o Lisandro a partir da ala. Tal como aqui avisei, ganhamos outra pujança ofensiva com esta solução sem perder o poder finalizador do Lisandro. Para mim sobretudo nos jogos em casa é fundamental jogarmos assim. Simplesmente passamos a ter outra solução na área seja o Adriano, seja o Farias. E por falar em Farias, já está com um rendimento superior a Adriano e Postiga. E bastaram 10 minutos. É caso para perguntar: O que não FARIAS se jogasses os 90 minutos? Mas aí lembro-me das outras exibições, sobretudo a da Taça da Liga e as da Liga Intercalar e lembro que ele ainda tem muito que mostrar… Mas merece mais minutos e pode ser já na Taça.
Equipa para a Taça contra o Desp. das Aves:
Nuno; Fucile, Stepanov, Bruno e Cech; Bolatti, Lucho e Kaz; Mariano, Rui Pedro e Farias.
(Com H. Barbosa, Quaresma e Lisandro no banco para o caso de ser preciso)

sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Primeira boa notícia do ano


O ano começou morno para os portistas. Esperava-se que houvesse uma reacção forte à última exibição do ano passado e esperava-se uma reformulação do plantel. Esperava-se, sobretudo, boas notícias. E iam aparecendo notícias que até pareciam boas, mas não eram...

Por exemplo, perdemos pela primeira vez no campeonato e a Naval parecia ser o adversário ideal para tirar a barriga de misérias e dar finalmente aos portistas golos e exibições convincentes no Dragão. Mas a notícia de termos um adversário acessível não só não resultou em goleada ou exibição convincente, como se transformou numa vitória magra e com um frango do guarda-redes adversário. Enfim um bocejo de 90 minutos. Estava-se a ver que íamos ganhar, mas à velocidade e empenho mínimos possiveis. Salvou-se a exibição de Paulo Assunção.

Já esta semana chegou a notícia que muitos portistas esperavam: 'Postiga no Pana!'. Já tinha posto a garrafa de champagne no congelador, quando resolvi ler a notícia completa. Fiquei eu a saber que não só vai emprestado, como não há opção de compra... Ou seja, vai ter que jogar muito para que o Pana resolva compra-lo. Como conheço bem o futebol de Postiga, tenho a certeza que o vamos voltar a aturar no próximo ano...

No entanto, hoje, saído do nada, uma notícia excelente: 'Decidimos resgatar o Hélder Barbosa de uma equipa medíocre como é a Académica'. Ora aí está uma boa decisão da SAD e do Jesualdo. Pergunto quantos artigos escrevi aqui a pedir uma oportunidade para o Hélder na equipa principal. Se cada artigo valesse 1 eurito, dava para almoçar durante uma semana... Era óbvio que Quaresma (que sai de certeza no fim da época) tinha de ser substituído por um dos nossos jovens talentos. Era igualmente óbvio que o mais talentoso é o Hélder Barbosa. Era óbvio que não havia necessidade de ir ao mercado comprar um ala, havendo tanta fartura. Mesmo assim, e no meio de tantas coisas óbvias, não estava nada à espera da notícia... Porque seria?

Equipa para o Dragão contra o Braga:
Helton; Ze, Bruno, Emanuel, Fucile; Paulo, Raul e Lucho; Quaresma, Adriano(Farias) e Lisandro.
Ps: Para quem se está a interrogar porque se há de por o Farias a jogar, eu explico. Para mim, a diferença entre o que tem feito o Adriano (nos minutos que teve) e o Farias (que ainda não jogou) é zero! Para mim, jogando qualquer dos dois, não estou à espera de muito...