terça-feira, 31 de julho de 2012

Que fazer com Hulk?


Eu sei que o homem é um tanque, que tem uma estrutura física capaz de aguentar tudo e mais alguma coisa. Mas poucas férias teve e não está a fazer pré-época. Está já em competição. E quando acabar a competição vai à Suécia dar mais uma perninha num dos cinco (!?) amigáveis que a selecção do Brasil marcou para este Verão (Inverno lá). Sinceramente, nem sei se não valerá a pena vendê-lo e preparar a época com o seu sucessor, esteja ele no plantel ou não.

quinta-feira, 26 de julho de 2012

Que fazer ao miúdos?


Estes jogos de pré-temporada, têm posto a nú o excesso de talento que temos nas alas. Como se isso fosse um problema... É que além dos titulares, Hulk, James e do suplente de luxo Varela, há Djalma. E depois temos os três putos maravilha. Têm sido estes a destacar-se mais. Tendo já quatro extremos mais experientes no plantel, e tendo a certeza de que se Hulk for transferido haverá uma contratação para o seu lugar, que fazer aos miúdos? Emprestar outra vez? Equipa B? Ficarem no plantel para jogar a taça da Liga, parece-me pouco e até contra-producente. Emprestá-los a clubes como o Rio Ave parece arriscado. Por um lado ganham fibra, mas são jogadores de equipas grandes e que se sentem melhor com bola e a atacar constantemente, do que em transições ofensivas rápidas. Iturbe e Atsu ainda disfarçam neste tipo de equipas pela sua velocidade, mas que interessa passarem o ano em equipas destas para depois chegarem ao FCPorto e terem de se adaptar, porque têm jogar de maneira diferente? 

Uma coisa é certa, aproveitem os jogos da pré-época para ver estes talentos à solta...

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Maicon continua a desgraçar o futebol


Eis que o nosso novo esteio da defesa continua a surpreender. O homem consegue jogar a defesa direito, joga no centro do lado esquerdo ou direito, marca golos que se farta na área adversária e agora marca livres em jeito e em força. Há um ano tinha esperança de vir a escrever isto. Mas era uma esperança claramente infundada. Coisas de portista 'ceguinho'. Muitos lembravam o Pepe que fez muita asneirada antes de se tornar no portento que é hoje. Parece que poderemos ter aqui um novo caso de sucesso. Veremos. Para já é o melhor jogador da pré-época.

Vi o jogo no Sábado. Foi o primeiro que vi completo mas não cheguei a conclusões muito diferentes das que tinha do pouco que vi dos outros dois jogos. Os destaques mantém-se. Os titulares Maicon, Fernando, Lucho e James vão segurando a equipa e permitem que apareçam os miúdos Atsu e Iturbe e mesmo Kelvin. Sendo que os dois primeiros apresentam mais argumentos e um futebol entusiasmante. Não é certo que expludam já este ano, mas não há dúvida que são valores seguros e a tratar com bastante cuidado. Pela negativa, Mangala ainda revela naturais dificuldades à esquerda e Defour continua a não me entusiasmar. Não joga mal, corre muito mas tem pouca influência no jogo. Basta ver e comparar com a acção de Moutinho. Faz sentido a comparação visto que é o seu substituto natural. Gostaria de ver Castro nesta posição. Só para ver como o que é ele evoluiu em Espanha. Para terminar, o ponta de lança. Kleber tem mostrado o que mostrou na época passada. Incapacidade de controlar o jogo de costas para a baliza e ausência da zona de finalização. Martinez não mostrou muito. Mas sempre que tocou a bola conseguiu trocar com os colegas e a sua presença faz-se notar. Tem bons pés e parece aliá-los a uma força física impressionante. Sendo assim, parece que este Kleber perderá facilmente o lugar. Veremos se a concorrência o vai espicaçar.

Siga a pré-época.

terça-feira, 17 de julho de 2012

Morno


Também aqui, no nosso tasquinho cibernético, se tem sentido o defeso. Curtos pedaços de férias, trabalho extra causado pelos curtos pedaços de férias e falta de assunto, têm contribuído para a irregularidade nas nossas publicações. E também não é só isso... Este não é o meu treinador, ainda não sei o que vai ser este plantel (alguém sabe?), e com estes jogos de preparação, com tantos remendos, nem me dá vontade de assistir. 

Ainda assim fiz um esforço. Vi partes do primeiro jogo e a segunda parte do segundo. As conclusões são poucas mas dá para perceber que, da equipa que eu tenho como titular, temos neste momento em estágio meia equipa. Helton, Maicon, Fernando, Lucho e James. Por muito que não goste do Vitor, o que é que o homem pode fazer perante a inevitabilidade de só ter o plantel definido a 31 de Agosto e quando tem os jogadores a chegar 'às pinguinhas'? Mas dava por exemplo para treinar a dupla Mangala-Maicon. Dava para olear a incorporação James e Lucho como dupla de organização de jogo. Não me parece que isso esteja a ser feito. Mas também compreendo que seja complicado treinar estas coisas quando à volta da experiência joga uma equipa que está longe de ser a titular. Esperemos. O que posso dizer é que me agradou a estreia de Fabiano com duas defesas muito boas, uma delas excepcional. Agradou-me a velocidade de Iturbe e a irreverência de Atsu no primeiro jogo. Tudo o resto é mediano, como é normal nesta altura. Talvez estivesse à espera de um Defour mais de acordo com o que mostrou em Braga na decisão do título. Não lhe voltei a ver nada que se compare, o que me assusta perante a possibilidade de perder Moutinho. De resto não consigo fazer avaliações negativas, nem muito positivas.

Continuemos pelas contratações e indefinições do plantel. Comecemos pelos proscritos. Ukra é um jogador muito interessante e que eu aprecio desde que o segui numa das últimas equipas campeãs de juniores do FCPorto. Foi figura de proa, tal como Atsu há dois anos. Mas já tinha a noção de que o clube iria desistir dele como irá desistir de Castro, de Sérgio Oliveira, e de Tiago Ferreira, por exemplo. O plantel principal tem qualidade e é difícil de entrar, muito menos se não se for sul-americano. Não concordo mas não posso dizer que não tem sido uma fórmula de sucesso. Preocupa-me é o destino. Irá para o Braga? Irá grátis como Beto? Não percebo este constante reforço do Braga. Lembrar-se-ão que foi uma equipa que só ultrapassámos a poucas jornadas do fim? Lembrar-se-ão que estão a reforçar um potencial concorrente directo na luta pelo título? Já Sapunaru acabou a época como titular. Pelos visto não conta. Se não conta, nada melhor que pô-lo a treinar à parte para subir a sua cotação de mercado... Belluschi, idem. Porque é que não treina com a equipa principal enquanto se encontra colocação. Não tem qualidade para integrar este estágio de pre-temporada? Um estágio onde têm lugar Sereno, Addy, Pedro Moreira, etc. e onde temos apenas Lucho como médio de características ofensivas? Quanto a contratações, Jackson Martinez encabeça as expectativas. Obviamente é caro. Mas Hulk também era. A verdade é que este jogador é mais velho e vem preencher um lugar onde Falcao deixou um vazio imenso. Para já assusta, mas temos de ver. De resto, temos Fabiano. Preferia Beto e até daria jeito na inscrição do plantel da UEFA, mas parece uma opção bem melhor que Bracalli que nunca me agradou.

Esperemos. Para já é tempo de renovar o lugar anual. E vejo que este ano andam a poupar nas cartas. O limite é na segunda e eu ainda não recebi nada em casa...

Para terminar, apesar de se ter tratado de uma 'graçola', não apreciei as declarações de Vitor Pereira sobre o golo de Maicon de livre directo. O futebol está desgraçado? Que terá pensado muita gente quando percebeu que Vitor Pereira ia ser campeão na época passada... Falar em público não é o seu forte...

quinta-feira, 12 de julho de 2012

Como?


Depois da vergonha que foram os salários em atraso nas modalidades, acabou o Basket? Eu sou um adepto do futebol. Não sigo as outras modalidades. Mas não me parece seja esta a postura da grande maioria dos sócios do FCPorto e, como tal, é um dia bem triste para o portismo. Julgo até que dificilmente se teria tomado esta decisão se a equipa tivesse sido Bicampeã. Por último, achei excessivo o luxo na construção daquele pavilhão, numa obra 'inventada' naquele sítio exíguo e profundo, para apenas três modalidades a gerar receitas de bilheteira. Pois agora são duas...

domingo, 1 de julho de 2012

Ponto de partida?


Começa hoje a época 2012/2013 e começa com demasiadas interrogações. Para já, certo só Vitor Pereira. Tudo o resto está no mercado e quanto a entradas, só para a equipa B. Estes anos de Euro e Mundial são terríveis para as pré-temporadas de clubes do nosso nível. Esperemos que se consiga ultrapassar esta dificuldade inicial e que se aproveite para incluir nos trabalhos mais jovens, de preferência, portugueses.