quarta-feira, 29 de setembro de 2010

"Afundemo-nos com classe..."

Conselho Diretivo do Sporting anunciou novas normas internas que proíbem a utilização de calças de ganga por parte dos funcionários do clube, de forma a refletir os "valores do Grupo Sporting" (no Expresso)

Eles mandam tirar as calças mas eu tiro o chapéu aos responsáveis do Sporting! A equipa está (é) uma miséria; velhotes são pagos a peso de ouro (Polga, Liedson, Maniche, Pedro Mendes, Pongolle); o Braga e o Guimarães tem melhor plantel; neste momento, a AG deve estar a dar m**** da grossa; os jogadores andam à porrada; ...

Mas o que eles não querem é calças de ganga e, mais, querem o pessoal de blazer nas conferências...

É assim mesmo, há que estabelecer prioridades!

Dois em Um...

Em semana de jornada europeia e com o FCP a visitar o reduto do mítico clube CSKA de Sofia, o vídeo da semana pretende fazer um dois em um... por um lado, homenagear Emil Kostadinov com a recordação de mais um dos seus jogos e golos (jogador que iniciou a sua carreira sénior em 1985, precisamente, no CSKA, juntamente com Stoichkov e Penev que formavam um tridente ofensivo de respeito e onde ganhou três campeonatos e três taças búlgaras, chegando a uma meia-final da extinta Taça das Taças (em 1988/89) antes de ingressar no nosso FCP)... por outro lado, e aproveitando o grande momento de forma de João Moutinho, relembrar que também do FCP já saiu um capitão directamente para os verdes e brancos da segunda circular, o nosso bi-bota, Fernando Gomes...

Vamos então relembrar o resumo de uma grande vitória do FCP em Alvalade na época 1990/91 com um fantástico golo de Jorge Couto (já recordado aqui no blogue) e outro do búlgaro Kostadinov... aproveitamos ainda para ver o jogo aéreo do nosso bi-bota que ainda chegou a importunar Vítor Baía...



Outras Notas...

- Como os cânticos evoluíram...
- O agradecimento dos lagartos ao Bayern de Munique que, nessa semana, nos tinha eliminado da Taça dos Campeões Europeus...
- Como é que é possível a safarrada do Leal ao Kostadinov não ser penalty...
- Que grande cueca do Domingos (2m02s)...

O Jogo versão Maria

"Um dia comentei com o Fábio: 'Parece que o Jorge Jesus está sempre a mandar vir contigo. É mesmo assim?', perguntei. E sabe o que ele me respondeu? 'É para me fazer homem, mãe'", conta Josefina Coentrão. (n'O Jogo)

Para além do atestado de incompetência que a Josefina passa a ela mesma porque não foi capaz de fazer do filho um homem, resta imaginar o que Jesus tem feito para conseguir isso do Coentrão...

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Nem quero imaginar a pior época de sempre...

Depois do vídeo do youtube passado no Trio de Ataque, mais uma acção de marketing à volta do flop de 8,5M... E é a melhor época porquê? Porque está há 200 e tal minutos sem sofrer um golo!

Mas que grande guarda-redes!

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

45 chegavam


Houve duas partes distintas no Dragão. Uma primeira parte onde se ganhou o 20º jogo consecutivo e uma segunda parte onde tudo se fez para adormecer os adeptos. Como fui para o Dragão sem jantar, deu mesmo vontade que o jogo tivesse ficado pelos primeiros 45 minutos. Além disso, se tivéssemos visto apenas os primeiros 45 minutos tínhamos ficado com uma boa impressão de Hulk. 45 minutos bastaram para que tivesse participação directa nos dois golos. Assim, vimos o génio e depois a vedeta. Vimo-lo desrespeitar um colega marcando um livre que não era suposto, vimo-lo em individualismos estéreis e vimo-lo justamente substituído. 

Mas ele não foi o único. Toda a equipa jogou de forma desinspirada na segunda parte. As únicas excepções serão Varela e Moutinho. Este último é mesmo o meu MVP da partida. Está em grande forma e arrisco dizer que ele é o grande segredo da solidez do FCPorto de Villas-Boas. Há também Fernando, mas esse já cá estava. Costuma-se dizer que um bom ataque ganha jogos mas que uma boa defesa ganha campeonatos. Pois não temos uma boa defesa e isso mais cedo ou mais tarde vai-nos custar alguns dissabores. Temos é um grande meio-campo. Veremos se isso nos ganha o campeonato. Para já ganhou-nos 7 pontos de vantagem sobre o segundo classificado.

Individualmente, boa estreia para Ottamendi. Marca um golo fácil, não teve muito trabalho... Melhor seria difícil. Mas posso já dizer que não aprecio particularmente aquela tendência para a finta em zonas defensivas. E pela reacção que apanhei a Villas-Boas depois de um desses lances, desconfio que ele também não gosta... Outro destaque, mas pela negativa: Falcao. Estava ele a sair e dei por mim a pensar que é muito raro chegar ao fim do jogo e conseguir dizer que Falcao fez um mau jogo. Foi o caso. Muito complicativo. O que será este FCPorto com um Falcao ao nível da época passada... Que apareça já em Guimarães!

Para a Liga Europa, à cautela, os melhores:

Helton; Fucile, Rolando, Maicon e Palito; Fernando, Belluschi e Moutinho; Varela, Hulk e Falcao.

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

«Estão com vergonha de pedir para repetir o jogo?»



Já nos últimos anos parecia que quem tinha que defender a honra do clube era o treinador principal, chamando sempre a atenção para a palhaçada que se assistia no clube do regime e, no ano passado, as arbitragens escandalosas e os castigos dos túneis...

Parece que este ano vamos pelo mesmo caminho e tem que ser o Mestre André a ridicularizar os comunicados da mouralhada. Resta-nos o consolo que o Villas-Boas é pertinente e tem um discurso cuidado... para não dizer, "à Mourinho"!

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

"O FC Porto era uma família. O Benfica era uma... brincadeira"

A frase é de Serguei Yuran em entrevista ao jornal i e o mote para o vídeo da semana… vale a pena lê-la de cima abaixo, mas o destaque vai para a recordação, nas palavras do próprio, do seu golo com a camisola azul e branca no Estádio da Luz:

Ahhhh, claro que é aquele golo na Luz [2 de Outubro de 1994]. Marquei o 1-0 aos 65 minutos, fui expulso por dois amarelos aos 75'' e o Isaías empatou aos 90''. Acabou 1-1, mas marcar aquele golo foi muito bom, libertador. A caminho do balneário, o José Mourinho, naquele estilo que ainda hoje lhe é característico, agarrou-se a mim e gritava para o ar ''és o maior'', ''estás aqui é para marcar'', ''mostraste aos gajos que és bom'', ''deste-lhes uma lição''. Eu só me ria, enquanto os jogadores do Benfica seguiam cabisbaixos, como o treinador [Artur Jorge] e até o presidente [Manuel Damásio]. O Mourinho deixou a porta do balneário aberta e continuou a falar altíssimo, para os do Benfica ouvirem.


quarta-feira, 22 de setembro de 2010

Vítor Pereira comoveu-se


Foi tanta a choradeira da Instituição que o Presidente da Comissão de Arbitragem se sentiu obrigado a vir falar no assunto. E fê-lo de uma maneira pouco surpreendente. Pareceu um verdadeiro acto de contrição. A pretexto fez uma espécie de ponto de situação apresentando 18 casos. Desses, 13 foram bem decididos, 1 é duvidoso e 4 foram mal analisados. O duvidoso é o lance de Alvaro Pereira em Vila do Conde devido à dificuldade da equipa de arbitragem em analisar lances naquela zona do terreno. Bizarro, mas adiante. Dos 4 mal assinalados 3 prejudicaram o Benfica e num só jogo - o de Guimarães. Conclusão Falaciosa Induzida pela apresentação: O Benfica é o clube mais prejudicado. São 75% das más decisões apresentadas... Outro resultado: capa d'a bola aliada a comunicado da SAD a reabrir o assunto num tom piegas como tem sido habitual. Até nem percebo porque é que ainda fazem publicações em separado se a informação é sempre decalcada... Mais valia publicar os comunicados no jornal e no site do jornal.

Isto até dá para rir devido à vantagem que já temos. Mas convém não esquecer que nem sempre estaremos com vantagens destas e o ano passado foi um exemplo claro em como, os momentos maus do FCPorto também podem ser capitalizados e potenciados com choradeiras e manobras de bastidores. O exemplo mais claro é o processo que nos tirou durante meses um jogador que, desde que regressou, ganhou 19 jogos seguidos. Mas isso não adultera! O que adultera é o penalti não assinalado num jogo. Ia ser convertido de certeza! Por acaso, gostava de ter a certeza que os penaltis no FCPorto seriam sempre convertidos, mas o historial de Falcao e Hulk faz-me duvidar. Mas Cardozo, não falha! Até decide em clássicos em 16 segundos...

Concluo com um pedido à estrutura directiva do FCPorto: Abram os olhos e comecem a denunciar esta palhaçada antes que comecemos a sofrer com os resultados. Jogar em antecipação é sempre uma vantagem. E poupem-nos de respostas através do Labaredas...

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Fraca réplica


Imaginemos que há pessoas que ligam na TVI na altura do jogo do FCPorto mas que apenas tem a possibilidade de ouvir o som dos comentários. Hipótese meramente teórica, portanto... Mas ficariam a saber que ontem, até uma equipa de amadores ganhava àquele Nacional sem chama, sem ambição e com o pior treinador do mundo. Uma sombra daquela equipa com sede de vitória que derrotou o Benfica. E não esquecer o penalty resultante da mão na bola do Rolando! Como se fosse possível esquecer perante as 20 vezes que tal facto nos foi recordado ao longo do jogo. Mas faltava, a cada vez que o lembravam, lembrarem também que tal grande penalidade viria completamente descontextualizada de um jogo dominado por completo pelo FCPorto. E já agora convinha também lembrar que esta paupérrima equipa madeirense jogou contra outra que só ganhou os últimos 19 jogos oficiais em que participou... Enfim, chegam a ser caricatos o Valdemar Duarte e companhia.

Mas vamos a coisas importantes. Não jogámos nada de especial. Mas tal não implica que não tenhamos controlado o jogo por completo. Julgo que o controlo da partida se deveu, mais uma vez, ao grande meio-campo que temos onde Moutinho voltou a jogar muito bem. Será para mim o MVP da partida. Mas isto do lado do FCPorto, visto que o guarda-redes do Nacional defendeu tudo e mais alguma coisa poupando a sua equipa de um resultado mais avolumando e mais condizente com o que se passou. Varela parece estar a voltar à forma da Supertaça e Maicon começa a destacar-se de Rolando no centro da defesa. Quem diria? Hulk passou o jogo a fazer patinagem e salvou-se pela sua 'pequena' contribuição no segundo golo do FCPorto. Não gostei de algumas desatenções na defesa que deram a únicas jogadas de perigo do adversário.  Nomeadamente as de Alvaro Pereira que continua bem mais empenhado em atacar que em defender. Poderá ser necessário lembrá-lo qual a função primordial de um defesa...

Estranhei a arbitragem do Paixão. O amarelo a Belluschi é nojento mas já o vi fazer bem pior...

As condições para chegarmos à 20ª vitória consecutiva parecem óptimas. Recebemos no Dragão o Olhanense que está bem moralizado, mas também desafogado, o que poderá fazer com que tenhamos mais uma equipa irreconhecível aos olhos dos comentadores da TVI.

Equipa para a próxima semana:

Helton; Fucile, Rolando, Maicon e Palito; Fernando, Moutinho e Belluschi; Varela, Hulk e Falcao.

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Curso Planeta Agostini

Confesso que os assuntos da Selecção Nacional não me apoquentam demasiado. Mesmo assim, não poderei deixar de notar a forma hábil como Gilberto Madaíl está a destruir uma selecção que chegou a ser vista como capaz de lutar por títulos europeus e mundiais. Parece tudo tão simples que até poderia dar um daqueles cursos que se compram por fascículos nas tabacarias. Fica aqui um resumo que conteúdo da primeira cassete:

Passo n.º 1 - Estabelecer objectivos mínimos demasiado modestos. E fazê-lo de tal maneira, que seja impossível despedir um seleccionador mesmo que ninguém no país esteja satisfeito com os resultados.

Passo n.º 2 - Despedir seleccionadores a meio de uma campanha e com manobras obscuras que, mais cedo ou mais tarde, obrigarão ao pagamento de uma indemnização choruda.

Passo n.º 3 - Convidar o melhor treinador do mundo para fazer dois jogos em part-time. Muita atenção a este passo que é o mais destrutivo de todos. Só com o mero levantamento da possibilidade consegue-se condicionar todo o trabalho um treinador por dois anos.

Não perca os próximos fascículos. Madaíl com certeza que não ficará por aqui...

domingo, 19 de setembro de 2010

Que a fórmula do AVB resulte numa Superleague...



Álvaro Parente foi terceiro na primeira corrida e desistiu na segunda, neste fim-de-semana no Autódromo do Algarve... De qualquer das formas, um desporto que deve ser apreciado!

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Villas-boas também já arranjou tradutor



Inspirado no seu mestre Sir Bobby Robson, Villas-Boas já arranjou um tradutor. Ou melhor uma tradutora. Depois de Mourinho, julgo que teremos mais um profissional da tradução com potencial para mais altos voos...

Subconsciente




O jogo foi um bocado morno  e até compreendo que se descanse um pouco nesta competição menor. Por isso e não havendo grandes incidências a destacar além do golaço do Ruben decidi destacar a expressão do comentador da SIC que gritou por Gaitan na altura do golo de Falcao. De facto o subconsciente por vezes dá para pôr uma pessoa envergonhada. É tanta a vontade de gritar golos da instituição... Ou será truque para que o relato saia mesmo com sentimento? Não sejamos mauzinhos... Até se compreende. Ele está habituado a relatar a Liga Europa e normalmente é o Benfica que anda por estas competições...


Vamos ao jogo. Nada de especial se negligenciarmos a força que uma equipa ganha com oito vitórias seguidas. Pois eu não o farei e a cada vitória a equipa parece mais segura de si e com uma maior capacidade de controlar o jogo. Quando é preciso ir lá à frente marcar, vamos. Quando é preciso descansar, conseguimos fazê-lo. Até a defesa já nem treme tanto! Não terá sido uma exibição brilhante mas mantivemos a confiança e continuamos a recuperar peças que serão muito importantes como Rodriguez, Fucile e Rúben. Rodriguez é mesmo o meu destaque de ontem. Grande empenho, muitos Kms corridos e duas assistências para golo. Mais uns joguinhos destes e deverá voltar ao peso certo... Quem também se vai reabilitando é o Rúben. Grande gesto técnico no golo apesar de o seu jogo ainda não chegar aos padrões que Belluschi tem apresentado. Outro jogador que destaco de ontem foi João Moutinho. Para mim o MVP terá de ser decidido entre ele e Rodriguez. Haverá algum pedaço de relva no Dragão que não tenha sido percorrido por Moutinho?

Jogo muito importante no fim-de-semana. Será fundamental aproveitar o facto de um dos intervenientes no jogo, que os saudosistas chamam 'clássico dos clássicos', perder pontos.

Para a Madeira os melhores:

Helton; Fucile, Rolando, Maicon e Palito; Fernando, Moutinho e Belluschi; Varela, Hulk e Falcao.

quinta-feira, 16 de setembro de 2010

Vitória Sofrida...

A caminhada para a final da Taça das Taças de 1984 arrancou com uma vitória extremamente sofrida nas Antas por uma bola a zero, depois de termos sido derrotados na Croácia por 2-1 contra o Dínamo de Zagreb... O golo surgiu perto do final pelo inevitável bi-bota de ouro, Fernando Gomes... depois deste jogo seguiram-se Rangers, Shakhtar Donetsk, Aberdeen e na final os italianos da Vecchia Signora...

Esta excelente recordação foi encontrada neste fantástico mundo da internet do user LUSITANIA TV do youtube e é uma aperitivo para o arranque nesta noite de mais uma caminhada europeia...

Ministros da Propaganda


Não sei se espicaçado pelo nosso post são um trio mas só um é que ataca  Rui Moreira passou ao ataque ao denunciar um almoço entre a direcção da instituição e todos os seus comentadores nos programas de comentário desportivo da rádio e da TV. Já sabíamos que os António Pedro Vasconcelos, Rui Gomes da Silva e Manuel dos Santos não primavam pelo espírito crítico no que diz respeito aos assuntos do seu clube. Ficamos a saber que foram agora promovidos a ministros da propaganda do regime. Que acham os órgãos informativos disto? Já não chegava terem a informação limitada ao minimamente desejado por um clube e muitas vezes unicamente através de um canal de informação próprio. Agora esse mesmo clube chama a si o controlo da opinião. Será que se consideram condicionados no seu dever de informar? Será que se vão revoltar? Hummm...

A direcção da instituição parece empenhada em controlar tudo o que há para controlar... fora do campo. Livrem-se de tentar fazer alguma coisa dentro das quatro linhas! Então o auto-intitulado maior clube do mundo tem de jogar à bola para ganhar? Eles têm trunfos! Que será das audiências televisivas sem eles? Mais telenovelas? E das receitas de bilheteira dos clubes pequenos? Não lhes levem a décima quinta maior fonte de receitas! E que será das competições sem o Benfica? Como é que a Champions League sobreviveu todos este anos...

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Hapoel imita Benfica e emite comunicado


É última hora! A direcção do Hapoel, depois do jogo da noite passada onde foram claramente prejudicados com penaltis não assinalados à mistura, decidiu emitir o comunicado acima onde se pode facilmente perceber a indignação que reina no clube (reparem que até tem mais pontos que o comunicado do Benfica)...

Até perguntam o porquê de 6 árbitros num jogo se os gajos que estão atrás da baliza só estão a apanhar frio e nem levantar o pau podem para marcar penaltis...

Ao mesmo tempo, o Benfica também já emitiu novo comunicado: primeiro para informar que o Cardozo teve uma falta de respeito incrível para com a instituição e, por isso, agora é persona non grata no Estádio da Luz; segundo para esclarecer os sócios e simpatizantes compradores do kit que o boicote aos estádios não incluía o próprio Estádio da Luz, portanto, ontem podiam ter ido ver o jogo ao vivo.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Falam, falam, mas não dizem nada…

Primeiro ponto: como o Riskas já escreveu e bem, foi muito feio os órgãos sociais do Benfica elaborarem uma declaração com mais pontos que a equipa principal tem no campeonato.

Segundo ponto: “Reafirmar a total confiança do Clube nos seus atletas e na sua equipa técnica”, pronto, começa logo mal a declaração, a partir daqui é impossível levar a sério o resto do comunicado, quem é que ainda consegue dar total confiança a jogadores como o Roberto?

Terceiro ponto: “O senhor Vítor Pereira deve pronunciar-se sobre o que se passou, sobre o que pensa fazer para o futuro…”, o que se passou foram muitos penaltis sobre o Aimar, lembro-me em Leiria , na Luz contra o Leixões, na Luz contra o Nacional, na Madeira contra o Nacional (neste não foi o Aimar, acho eu) e muitos outros, e o que se passou foram também a mais de uma dezena de jogos contra equipas em inferioridade numérica (alguns contra 9, alguns contra 10); sobre o futuro, calma, não dêem já este campeonato como perdido.

Quarto ponto: “…queremos pedir aos sócios e adeptos do Benfica (…) que se abstenham de se deslocar aos jogos fora de casa”, ora aqui está a primeira grande ideia no sentido de proteger os sócios do clube, ou seja, poupem dinheiro, não vale a pena ver esta miséria, é só para se chatearem…

Quinto ponto: “Equacionar (…) a participação na presente edição da Taça da Liga”, mais uma grande ideia de encontro aos interesses dos simpatizantes benfiquistas, pior do que perder com Académica, Nacional e Guimarães, era começar a perder com equipas da II Liga, deste modo evita-se isso…

Sexto ponto: “Que investigue (a comunicação social) as notas que alguns observadores têm atribuído a algumas actuações de árbitros”, podemos começar pelo ano passado? Bruno Paixão, Lucílio Baptista, Olegário Benquerença, João Ferreira, vamos ver isso tudo…

Sétimo ponto: “Solicitar ao Senhor Ministro da Administração Interna uma audiência para debater a violência de que a equipa do Benfica tem sido alvo cada vez que se desloca ao Porto”, já agora aproveitava-se a reunião e falava-se da violência à equipa do Porto quando foi ao Estoril, ao próprio carro do presidente e, se ainda der tempo, aos simples adeptos que foram ao Jamor e foram apedrejados na via pública.

Oitavo ponto: “Quem se demite das suas responsabilidades, deve saber que isso tem consequências”, isto é alguma boca para o Roberto ou para o Jesus?

Nono ponto: Ufa, tanto ponto, mas já são estes que os separam do líder!

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Permita-me discordar


Caro Jesus, já sei que é o mestre da táctica, que inventou a defesa à zona nos cantos, que será responsável pelos resultados positivos do Braga nos próximos quinze anos e que a sua cor de cabelo contraria toda a lógica do normal envelhecimento humano, mas permita-me discordar da afirmação reproduzida na capa do vosso jornal oficial na semana passada. Não é que tenha a certeza que esteja errado e até percebo o esforço para motivar as suas tropas. A verdade é que os indícios têm provado o contrário:

Índicio n.º 1 - Foi o FCPorto que venceu o único título que se disputou este ano. E logo contra 'os melhores'...

Índicio n.º 2 - Na frente da classificação está o FCPorto que tem mais 9 pontos que 'os melhores' que estão neste momento em 13º.

Índício n.º 3 - Os que se auto-intitulam 'os melhores' provaram muito menos este ano que as equipas que jogaram no Sábado no Dragão. Equipas essas que, perdoem-me a opinião precipitada serão as duas primeiras classificadas deste campeonato, naturalmente à frente 'dos melhores.

Perdoem o cepticismo... 

E por falar no jogo do Sábado, que grande noite no Dragão! Duas grandes equipas tendo ganho a que foi melhor. Saí do estádio com uma sensação de que o FCPorto do ano passado não teria tido hipótese naquele jogo. Isso porque me pareceu que o jogo se ganhou pela mentalidade e não pela táctica ou técnica individual. Naquela segunda parte notou-se uma vontade enorme de vencer. A vontade personificada na arrancada de Álvaro Pereira que vai cruzar ao lado direito da área para o segundo golo ou a vontade de Hulk que mesmo a mancar queria estar em campo ou mesmo a vontade que Varela empregou no coice que resolveu o jogo.  Foi o primeiro grande teste da época. O Braga, clube que me habituei a detestar, joga muito à italiana. E eu que julgava que só se jogava bem desta forma com grandes jogadores. A verdade é que não vejo ali nenhum talento fenomenal. Alan, Rodriguez e Vandinho estão muito acima da média mas não os vejo, por exemplo, numa equipa do FCPorto. O que vejo é uma grande equipa muito bem orientada e letal perante o erro do adversário. Que o diga Fernando, que até nem jogou mal, mas que em duas falhas viu sofrermos dois golos. Na primeira parte falha o passe e faz falta sobre Vandinho e na segunda parte deu um metro que Lima aproveitou para mais uma das suas gracinhas no Dragão. Desde Santiago Solari que não me lembro de outro jogador que marque tanto ao FCPorto. 

Mas o importante foi mesmo a reacção à infelicidade de Fernando e da equipa. E para espevitar a equipa para a revolta temos Hulk. Grande jogo, grande arranque de temporada. É um jogador desconcertante que ao longo do jogo toma muitas opções péssimas. Opções largamente compensadas pelas arrancadas, pelos dribles e pelos tiros que inquietam qualquer adversário. Desculpem-me o regresso ao assunto, mas a cada jogaço de Hulk relembro os que ainda hoje desvalorizam o efeito do castigo do ano passado. São os mesmos que têm a certeza que são 'os melhores'... Não fizemos uma grande primeira parte e nessa altura apenas Hulk ia remando contra a contrariedade de sofrer um golo na primeira descida do adversário. Mas aquela segunda parte empolga qualquer adepto. Tanta vontade de vencer! Enfim, jogámos à FCPorto! Individualmente, gostei de Hulk no jogo todo e do Bellushi, do Varela e do Falcao na segunda parte. Gostei ainda da entrada do Souza que é mesmo bom de bola. Não gostei daquela asneirada do Helton que alivia contra o Alan na área e não gostei da entrada de Rúben. Mais uma vez, adorei a conferência de imprensa do Villas-Boas.

Contra o Rapid de Viena, os melhores disponíveis com duas alterações. Parece-me uma boa altura para lançar Otamendi. Pelo menos estou com curiosidade em saber o que vale.

Equipa para a Liga Europa:

Beto; Fucile, Rolando, Otamendi e Palito; Fernando, Moutinho e Belluschi; Varela, Hulk e Falcao

sexta-feira, 10 de setembro de 2010

A Hora do Lubo

A reentré dos Cromos é feita com Lubomir Vlk, lobo em checo, daí a magnificência do título – A Hora do Lubo!

Vlk marcou um golinho ao Braga conforme podem constatar no vídeo abaixo, e eu até já estava com vontade de prever um golo do actual defesa-esquerdo – Álvaro Pereira – no jogo de Sábado, mas ele já marcou na época passada pelo que era pedir demais...

O nosso Lobo, checoslovaco, agora só checo, chegou ao Porto oriundo do Vitkovice, equipa que ultrapassamos na nossa caminhada para o primeiro título europeu, na 2ª eliminatória. Vlk jogou contra nos pelos checos nos dois jogos e até assustaram na 1ª mão quando venceram por 1-0, mas nas Antas carimbamos a passagem com uma vitória por 3-0. Os checos até vinham moralizados depois de terem ultrapassado o PSG na 1ª eliminatória.

Vlk jogou pouco para quem esteve três anos no Porto e foi bicampeão, não deixa grandes recordações a não ser estas verdadeiras pérolas arrancadas no baú do Lamas!

A carreira dele é muito ligada ao Vitkovice, clube ao qual acabou por regressar e onde, actualmente, é o treinador da equipa que agora milita na 3ª divisão checa.

Podem ver na imagem abaixo retirada do site do Vitkovice onde Vlk refere que quer trazer de volta o clube para patamares superiores apesar da árdua tarefa que vai ter pela frente (acho que diz isso mais ou menos, o meu checo está um pouco enferrujado)...




Cromo (1990/91)...



Carreira...

Revista Super Dragões...

Trata-se de uma publicação que irá expor na perspectiva dos Super Dragões. As imagens e o relato escrito dos diversos eventos em que participa o FC Porto, onde claro está o Futebol e as nunca abandonadas modalidades amadoras.

Terá uma periodicidade mensal, e estará disponível em locais perto da curvas azuis!

Todas as duvidas e questões devem ser colocadas em revistasuperdragoes@gmail.com.

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

Queiroz - Perguntas & Respostas

Queiroz teve o desempenho esperado? 
Não. Esperava mais.
Fez melhor que Scolari? Teve as mesmas condições?
Não e não. Quem não gostaria de ter como base da Selecção uma equipa que venceu a Liga dos Campeões... Sem essa base os resultados foram em tudo semelhantes o que não abona muito em relação ao desempenho de Queiroz.

Havia razões desportivas para despedir Queiroz?
Não. Cumpriu objectivos mínimos na selecção A e notavam-se já melhorias nas escalões base apesar de mau resultado dos Sub-21.

Foi assim tão grave a ordinarice que originou tudo isto?
Isto é futebol. Não serão propriamente trolhas nem taxistas mas é uma classe que não prima pela classe e etiqueta. Nestas condições 99% dos treinadores de futebol estará em risco de ser despedido quando confrontado com um controlo anti-doping no hotel às 8 da manhã. Estou-me a lembrar de um senhor que está no banco de Sobretudo Armani que é capaz disso e muito mais. Lembro também de outro que, pela maneira como rumina na pastilha elástica, deve achar que essa expressão é para meninos. E por aí adiante...

Que dizer do senhor da ADOP que não conseguiu fazer o seu trabalho porque ficou incomodado com a reacção de Queiroz?
Frágil como uma flor... Tem futuro!

Laurentino Dias meteu-se onde não era chamado? E isso não ajudou a Federação na introdução da agenda que tinha planeada?
Sim e sim. A reacção do membro do Governo parecia quase encomendada e à medida das pretensões da FPF de despedir o treinador com justa causa.

O que é que o adepto comum pensa disto?
Muitos poderão gostar do resultado final. Não faltam por aí scolarianos e como eu os percebo. É o ideal português: trabalhar pouco e ganhar muito e agradecer ao Senhor... Mas ninguém minimamente sincero deixará de reconhecer no íntimo que o despedimento de Queiroz é dos episódios mais obscuros e escandalosos do futebol português.

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Domingos do Lado Correcto…

Os vídeos made in Basculação regressam ao blogue com mais uma recordação que tem como pano de fundo o grande jogo do próximo fim de semana… Estamos na época 1990/91 e o FC Porto recebe nas Antas o Sporting de Braga, equipa sem as credenciais de agora e com o seu actual mister no lado correcto e, como sempre, a marcar golos… o destaque do vídeo vai ainda para a estreia do checoslovaco VLK na ala esquerda da defesa portista e que carimbou a sua exibição com a obtenção do segundo golo da equipa portista… relevo ainda para o nosso central de cabelo curto, actual director desportivo do Braga e para o árbitro do jogo, actualmente no mundo do futebol com outras funções…

Post incompleto


Confesso que tenho dificuldades em aceitar as opções de Agostinho Oliveira nestes dois últimos jogos. Não percebo a opção por jogadores sem minutos nas pernas como Tiago, Raul Meireles e Manuel Fernandes em vez de Moutinho. Miguel então está numa forma horrível... Mas para mim é óbvio que Queiroz tomaria as mesmas opções. Isso sim é razão de despedimento: a incompetência. No entanto, confesso que ficava bem mais incomodado se visse este descalabro no FCPorto. Sendo na selecção a preocupação passa-me rápido...

PS: ia fazer mais considerações mas soube recentemente da expressão que Carlos Queiroz disse aos Srs. do ADOP. Eu também sofro da mesma hipersensibilidade do técnico da recolha de urina e tal como ele não consegui acabar o meu trabalho em condições. O choque foi demasiado... O que vale é que Queiroz já esclareceu que é uma expressão vulgar em Moçambique.

PS2: Isto é RIDÍCULO!

terça-feira, 7 de setembro de 2010

Kleber Free Zone


Soube que Kleber começou a treinar no Marítimo. Vindo este caso juntar-se a um outro em que o negócio também abortou tardiamente, e para não voltarmos a fazer figuras tristes, proponho a instituição de uma política anti-Kleber no plantel.

PS: E já agora, dado o comportamento do indivíduo Presidente desse clube, uma política anti-Marítimo. E nós que anualmente íamos lá buscar um perneta... A ingratidão é muito feia!

domingo, 5 de setembro de 2010

Filipe Pedras - Parte II

Na presente campanha, o camisola 25 (César Peixoto) cumpriu apenas dois encontros oficiais; o primeiro na Supertaça Cândido de Oliveira - Jorge Jesus ainda não tinha Fábio Coentrão ao dispor, face ao Mundial da África do Sul - e o segundo na jornada inaugural da Liga ZON Sagres. Curiosamente, os encarnados perderam ambos os encontros, sendo que, frente à Académica, César Peixoto já fez dupla com Fábio Coentrão no corredor esquerdo.


Depois deste jornalista (será mesmo?) nos ter mostrado as suas noções de matemática, agora apresenta-nos o seu rigor jornalístico no excerto acima referindo que Coentrão não jogou na Supertaça. Estou ansioso pelo próximo artigo assinado por este artista...

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

Homenagem a Gabriel Alves e João César Monteiro

Minha gente, não é todos os dias que podemos fazer simultâneamente uma homenagem a dois icons da cultura portuguesa. No vídeo abaixo temos uma pérola de Gabriel Alves numa crónica/resenha sobre a primeira metade da época de 2002/2003 em que vencemos a Taça UEFA. O vídeo não tem imagem, um pouco ao estilo dessa grande obra de João César Monteiro: Branca de Neve. Deliciem-se.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Como é que é?


Ao que O JOGO apurou, o negócio (venda do Makukula) rendeu, aos cofres da Luz, dois milhões de euros, tendo o clube poupado ainda mais cerca de dois milhões nos salários que teria de pagar ao jogador até Junho de 2012, altura em que terminava o contrato. Com estes valores, ficam cobertos os quatro milhões investidos no goleador em Janeiro de 2008 (3,5 milhões para o Sevilha, mais 500 mil euros para o Marítimo).

Apesar das evidentes dificuldade nas matemáticas, adivinho um futuro brilhante para o Filipe Pedras que é quem assina esta notícia n’O Jogo e acredito que vá ser o próximo director financeiro do Benfica. É que ainda falta saber se o Makukula no Benfica tinha objectivos no contrato, porque seguindo esta lógica não só cobriu o investimento como ainda ganhou dinheiro com este jogador…


Notas:
1. Agradecimento ao pós-graduado em Economia que chamou a atenção para a notícia
2. Estas notícias até já saem neste jornal, um diário onde o público-alvo supostamente não era vermelho...

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

São um trio mas só um é que ataca...

Há muito que deixei de ver o trio de ataque. Não gosto deste formato de discussão. Ainda por cima, grande parte dos portistas que participam nestes programas pensam pela sua própria cabeça sendo muitas vezes críticos da direcção, enquanto que os outros são meros instrumentos de difusão da propaganda dos clubes. Um dos maiores exemplos é o cineasta António Pedro Vasconcelos. Ele lá vai disfarçando um pouquinho o facto de ter a mensagem encomendada. Vai lá metendo umas críticas ligeiras à ao treinador. É de artista. É mais ou menos como faz com os seus filmes. Disfarça a falta de qualidade, de meios e de história com as mamocas da Soraia Chaves. É só para distrair... Mas chamaram-me à atenção para o facto de ele andar ultimamente com a estupidez afiada. E deram-me dois exemplos. Primeiro e sobre a saída de Ricardo Costa da Liga:
«A questão mais polémica de Ricardo Costa foi o castigo do Hulk com a questão dos stewards como intervenientes no jogo e agora o FCPorto fez votar uma alteração para que os Stewards passassem a intervenientes no jogo»
 Ora quer ele implicar que no fundo estamos a ser incoerentes e a dar razão a Ricardo Costa. Mas julga que as pessoas são burras? Primeiro se ele tivesse razão não teríamos de propor a alteração no regulamento... Depois é óbvio que o FCPorto tem todo o interesse em que a questão dos stewards fosse clarificada. Primeiro, porque nunca mais nos apanham numa igual. E depois porque no ano passado essa indefinição impediu que o clube que contratou os stewards e que preparou aquele guizado não pudesse ser responsabilizado pela actuação deles. Numa próxima terão de usar outra tramoia...

Segundo e para justificar o falhanço da contratação de Roberto por 8,5 milhões de euros:
« A contratação de Vítor Baía pelo Barcelona foi um desastre total... E se não se tivesse vindo embora tinha fragilizado o Robson.»
Em primeiro lugar não sabe. Ele veio-se embora com o Van Gaal. Alguém lhe disse que era assim e ele nem foi confirmar. Eu sei porque, tal como muitos portistas, gosto e identifico-me com o Barcelona. Quem levou Baía para o Barcelona foi Bobby Robson. Baía foi titularíssimo e adorado pelos adeptos na primeira época chegando a ganhar votações para melhor guarda-redes do campeonato. No entanto, o Barcelona não foi campeão num ano em que teve o melhor Ronaldo de sempre e preferiram trocar o treinador. Julgo que ganhou a Taça das Taças e a Taça do Rei. Van Gaal quando entrou viu-se obrigado a contratar um guarda-redes porque Baía tinha uma lesão no joelho para 6 meses. Contratou o holandês Ruud Hesp para juntar aos 10 que contratou enquanto foi treinador do Barcelona. Baía teve um jogo após a lesão para voltar à equipa. Nesse jogo o Barça perdeu 4-0 em casa com o Dinamo Kiev de Rebrov e Shevtchenko com um frango de Baía, possivelmente 2, num jogo em que o Barça acaba com 10. Van Gaal arranjou um culpado e Baía nunca mais jogou até regressar emprestado ao FCPorto. Como vêem tem tudo a ver com Roberto... 

Só tenho pena que os representantes do FCPorto não sejam atentos e não desmontem estas imbecilidades logo ali em directo.

Para terminar, ontem, e enquanto se falava da passagem de Roberto de Besta a Bestial, passaram dois minutos de videos do youtube com defesas do Roberto nos últimos anos. Já sabemos que no youtube até o Ricardo, que nem numa equipa de segunda liga espanhola joga, pareceria bom jogador. Basta filtrar o que há de mau e só no Benfica já dava um video de 5 minutos... Mas o que está em causa é o programa de se prestar a este expediente de tentativa de recuperação do jogador. O tipo do Sporting insurgiu-se e bem contra a propaganda. E Rui Moreira? Esse estava a nanar e nem aproveitou a boleia...

Conclusão: quem não gosta, come menos. Eu vou continuar a não ver...

O que eles querem sei eu...

Grande paneleirice esta nova moda das renúncias à Selecção. Não as consigo entender. Se gostam e tem assim tanto orgulho em defender Portugal, como Simão e Paulo Ferreira expressaram nas cartas que enviaram à FPF, o que os faz levar a tomar esta atitude de renunciar à Selecção na semana de arranque na qualificação para o Euro 2012?

Só existem duas razões:
1. Ou não continuam porque Queiroz continua à frente da Selecção (e aí deviam dizer que o amor e o orgulho que tem pela Selecção não superam as desavenças com o seleccionador);
2. Ou não continuam porque no Euro 2012 já terão 33/34 anos e o mais certo é não fazerem parte da convocatória para aquilo que realmente lhes interessam, que é um Euro ou um Mundial (e aí deviam dizer que o amor e o orgulho que tem pela Selecção não supera deslocações a meio da época à Escandinávia ou ao Chipre para disputar jogos de qualificação quando possivelmente são outros que vão ao Euro).