sexta-feira, 15 de dezembro de 2006

Mourinho já bufa...

"C'um caneco, mais um ano sem ser campeão europeu..."

segunda-feira, 11 de dezembro de 2006

E tudo Ibson mudou...


E a titularidade... Já começa a ser mais que merecida... Com ele o futebol do FCP tem outro requinte... bola colada ao pé... no seu estilo inconfundível fez com que o jogo tivesse outro rumo...

O jogo soube pela vida... foi um jogo em que mostramos quem são os Campeões... tivemos muita atitude... em todos eles notava-se que queriam mais... e eu estava confiante que iamos virar o resultado... apesar de encher o telemóvel do Pispis com choro...

Pepe está um jogador de outro mundo, apesar do golo deles ter surgido no um-contra-um sobre ele... num lance em que não teve sorte...

Lucho está claramente muitos furos abaixos do que ele pode... mas o golo é de bandeira...

Quaresma é um jogador que me irrita, mas está mais maduro e foi preponderante neste jogo no primeiro golo, como tem sido em muitos outros jogos... Mais "maduro" significa que a cabeçada de fugida que deu ao Ricardo Fernandes que estava a merecer, noutras situações tinha-o deitado a baixo...

Bruno Moraes entrou bem... Postiga mesmo sem querer continua a marcar, por acaso hoje foi ao poste... o Zé continua a correr até dizer chega... Fucile já me convenceu...

domingo, 10 de dezembro de 2006

Se dúvidas existiam...

...elas ficaram agora dissipadas: a Carolina é mesmo uma p*** cara!

Eu até dou de borla o facto da nossa ex-primeira dama ser uma «menina» dum bar de alterne, o que eu nunca suportei foi o comportamento dela que nos identificava como um clube de província ou de bairro, típico nos campeonatos amadores onde podemos ver algumas atitudes semelhantes no 'N Amadores' ou agora na 'Liga dos Últimos'.
Insultos na zona de acesso aos balneários aos jogadores adversários, comportamentos incorrectos na tribuna presidencial dos diferentes estádios por onde passava, para não falar na humilhação que nos fez passar junto do guarda Abel no Estádio da Luz. Uma vergonha...

Como se não bastasse tudo isto, ficamos a saber que o Jorge Nuno gostava de brincar ao Capuchinho Vermelho...

PS - Realce também para o facto de PC ter aberto uma garrafa de champanhe no golo da Grécia. Na altura, Carolina nem se apercebeu do golo e quando ouviu o barulho da rolha a saltar ajoelhou-se logo: sinal dos velhos tempos...