Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2007

Nunca lhe vou perdoar!

Imagem
Nunca vou perdoar a esse grego a insanidade, o excesso de violência, a ousadia de privar o campeonato português durante meses de um dos melhores jogadores que alguma vez por cá passou...

A partir de agora é disso que me vou lembrar sempre que vir esta cara: Este foi o homem que me impediu de ver Anderson explodir no estádio do dragão! Fica a recordação do miúdo que vi nascer para o futebol europeu.

Três notas:
1- Há muito tinha a noção que este jogador era difícil de segurar... 25 milhões é irrecusável.
2- Estou impaciente e tenho suores frios cada vez que penso que esta direcção vai ter outra vez dinheiro para esbanjar como fez nas últimas duas ocasiões. Relembro que no defeso já fizemos 29 milhões de euros. (Dá para 20 Alans e 10 Remterias... Que medo...)
3- Ronaldo, Rooney e Anderson na mesma equipa! Que delícia... Dos melhores jogadores jovens do mundo só falta o Messi...

Retoques

Para lançar mais uma vez a confusão, e peço desculpa ao lamas por arrastar o seu excelente post para baixo, propunha que dessem a vossa opinião de treinadores de bancada sobre os retoques no plantel. Isto porque julgo que todos concordamos que o plantel apenas precisa de pequenas alterações. Cá vai:

Dispensas:

- Ricardo Costa - Antes que seja tarde e não reste mercado para vendê-lo.
- Helder Postiga - O mesmo raciocínio do Ricardo Costa mas adicionando a convicção de que não me parece um jogador bom para o balneário... Prefiro esperar que o Bruno Moraes melhore.
- Alan - É preciso apresentar razões?
- Ezequias - Já nem me lembrava dele mas apareceu ontem no relvado e não gostei...
- Leandro do Bonfim - Não deve estar a receber pouco...
- Pitbull - Idem

Dúvidas (Dispensar ou não dispensar?):

- Diogo Valente - Entre este e o Ivanildo ficava com um mas prefiro o Ivanildo.
- Ivanildo - Julguei que iria fazer uma época melhor no Leiria.
- Lucas Mareque - Parece-me atacar bem. A defender é um…

Ich War Da…

Imagem
Gelserkichen, 26 de Maio de 2004

Até parece que já foi há uma eternidade, mas apenas faz 3 anos hoje que a única equipa portuguesa venceu a Liga dos Campeões no formato actual, algo simplesmente inimaginável… Não foi uma final emocionante como a de Sevilha ou mesmo a de Viena, mas foi certamente o título mais importante que alguma equipa portuguesa até agora venceu com uma dimensão e uma dificuldade muito superior à antiga Taça dos Campeões Europeus… O que eu venho narrar é as memórias desse dia… algo tão mágico que ninguém me poderá tirar…

Pouco se dormiu, não só a adrenalina do dia que se ia viver, mas também o facto do check-in em Pedras Rubras ser às 4h30 da matina também ajudou à festa…

O dia começa stressante, Prata atrasa-se e chega depois da hora marcada a minha casa e consequentemente a casa do Pispis… A chegada ao aeroporto é just in time… impressionante a moldura humana às 4h30m da manhã… era muita, muita gente… muito azul e branco… a adrenalina pairava no ar…

A viagem foi numa…

22!!!!!

Imagem
Finalmente chegou a hora de festejar! Já ansiávamos este momento há meses! Mas é preciso calma, portistas! Desde que nasci não faço outra coisa senão festejar títulos do nosso FC Porto... Festejei 15 dos 22 títulos! Fora os títulos internacionais, as taças, as supertaças, etc.... Qual o mal de esperar umas semanas? Sofremos um bocadinho mas no final até parece que soube melhor! Para trás deixamos, como é costume, o maior(?!) clube do mundo e o clube mais prejudicado por arbitragens, ou sistemas, ou o que quer que sejam as desculpas deste ano desses perdedores compulsivos que são os sportinguistas...


Importa no entanto fazer um ponto de situação e perceber de que foi feita esta caminhada para o título:

Pontos positivos - Os Jogadores:

Estrelas: Pepe e Quaresma

São as estrelas mais cintilantes deste campeonato. O primeiro começa a ser um caso sério e é difícil encontrar um defeito ou uma falha que seja ao longo do campeonato. Quer venham o s Drogbas quer venham Liedsons o vencedor do due…

2º? 3º? Era só o que faltava...

Imagem
O jornal o jogo de hoje roubou-me a ideia para o post. Tinha decidido falar sobre as declarações enigmáticas de Jesualdo no fim do jogo. Fiquei pasmado com aquela frase: «A equipa oscilou muito na segunda volta. Não é muito difícil as pessoas perceberem porquê...» Em primeiro lugar, qualquer bom jornalista perguntaria logo porquê. Não foi o caso e eu apresento aqui duas visões da situação. Primeiro vou tentar perceber qual a visão do Jesualdo ao dizer isto. Para mim tudo isto soou a desculpas. Jesualdo entende que factores externos determinaram esta performance medíocre. Aqui só estou a ver duas situações em que ele possa estar a pensar: as insistentes lesões e o processo apito dourado. Quanto às lesões não concordo. O plantel vasto e rico (exceptuando nalgumas posições) aliado a uma vantagem que chegou a ser considerável mais a possibilidade de ir ao mercado no inverno fazem com que não aceite este tipo de desculpas. Quanto ao Apito Dourado, em nenhum dos jogos em que fomos claramente…

O mágico, a gazela e o gato que fede mesmo!

Imagem
Sempre admirei o género de humor praticado no gato fedorento. Isto apesar de não ser nada de novo e nada que se compare a grandes fenómenos do humor internacional, e apesar de grande parte dos sketches mais conhecidos serem decalcados dos monty pythons, para o panorama português não está mal. Qualquer coisa que apareça diferente dos malucos do riso até parece a maior comédia do mundo. Mas não é bem assim. Aliás a qualidade do humor destes rapazes tem vindo a degradar-se. Tudo começou quando deixaram de optar por um humor intemporal e impessoal que foi o que os tornou famosos. Passaram a buscar inspiração na actualidade. O problema disto é que eles fazem o seu humor à volta da sua própria percepção da actualidade. Por muito espertos que sejam, nunca vão conseguir disfarçar as suas ideias meio comunas (exceptuando o Quintela) e sobretudo o benfiquismo que os afecta (exceptuando mais uma vez o Quintela). Até aqui tudo bem. Quem não gosta não vê! Quem se sentir lesado processa-os! Eu que…