segunda-feira, 12 de novembro de 2012

Serviços mínimos




Tem sido um título de crónica repetido várias vezes aqui no blog.  Isto usa-se muito naquelas ressacas de jogos europeus em que o FCPorto apresenta uma exibição apenas Q.B. O jogo de ontem foi um desses. Não se jogou muito mal nem muito bem. Jogou-se pouquinho e lento. Sobretudo na primeira parte, altura em que o apagão se notou mais. Mas ainda deu para ver qualquer coisinha que animasse num início de segunda parte mais condizente com as últimas exibições da equipa. Esses poucos minutos valeram pelo resto. Mais velocidade, adversário encostado lá atrás e jogo empolgante. Mas, com o segundo golo, logo se voltou à triste normalidade. Um alívio disparatado e um mini-frango de Helton trouxeram a Académica ao jogo. Injustamente porque, até aí, nada fizeram. Nestes casos, convém valorizar o que foi mesmo importante: os 3 pontinhos. Mas convém que não se repita disto porque os sustos costumam aparecer nestas ocasiões...

Individualmente, gostei de Moutinho. Para mim o MVP. Foi o elemento que foi abanando o jogo e impedindo que o público fosse perdendo o interesse. Seguidamente Otamendi. Está em boa forma e já tem sido habitual nos meus destaques. Lucho e os colombianos estiveram bem mas também não fizeram nada de muito extraordinário. Pela negativa, Vitor Pereira, por causa da opção por Mangala. Faz o que pode mas, ali e com o tipo de futebol que praticamos, não chega. A equipa fica manca ofensivamente e é desnecessário havendo a opção por Miguel Lopes. Além disso, do outro lado Danilo continua a não canalizar jogo como esperaríamos.

Venha a taça. Sorteio e jogo difíceis. Mas este título tem escapado pouco nos últimos anos...

4 comentários:

Dragus Invictus disse...

Bom dia,

Tal como se previa, o FC Porto teve uma difícil prova de superar diante da Briosa.
Após o apuramento para os oitavos-de-final da champions e a fantástica exibição diante do Marítimo, os adeptos esperavam mais brilhantismo na vitória de hoje, o que não foi possível muito por mérito de uma Académica muito bem escalonada, concentrada, disciplinada e rigorosa na marcação aos nossos homens do tridente ofensivo, e sempre sem descurar as transições rápidas por intermédio de Cissé, Marinho e Wilson Eduardo.
Os homens de Pedro Emanuel estavam motivados após a vitória diante do Atlético de Madrid, e com o passar dos minutos, não conseguindo o FC Porto abrir o activo, ainda mais confiança angariavam.
Foi necessária portanto muita cabeça e paciência para encontrar o caminho certo para o golo.
Os adeptos foram excelentes no apoio à equipa, pois noutros tempos os assobios soariam bem cedo.
Tivemos na primeira parte muita posse de bola, mas o nosso jogo não era objectivo, criativo, e quase sempre terminava sem tiro à baliza à guarda de Ricardo.
Com James escondido do jogo, Varela apagado e Jackson sem bolas na área, VP tinha de encontrar soluções para desmanchar a estratégia da Briosa na segunda parte.
E assim foi. No segundo tempo a equipa entrou com mais velocidade de circulação de bola, e surgiram no jogo Lucho e Moutinho, que souberam pautar o nosso jogo, e foram o cérebro para delinear as jogadas que abriram a muralha defensiva adversária.
Moutinho e Lucho com passes rasgados para as costas dos defesas adversários, foram tentando servir ora Jackson, Varela ou James.
El Comandante fez duas assistências para golo. Moutinho apontou o golo da noite.
Excelente dupla esta que pauta o nosso jogo.
Valeram os três pontos conquistados, que nos permitem manter a liderança.
Última nota para o mau estado do relvado, que aqui e ali complicou o nosso jogo.
Excelente o número de adeptos presentes no Dragão, que ultrapassou os trinta mil.
Agora segue-se o jogo para a Taça de Portugal diante do Nacional, uma partida complicada, que tentaremos vencer para seguir em frente na prova.

Abraço e boa semana.

Paulo

pronunciadodragao.blogspot.pt

Lamas disse...

Prata, esqueceste rasgar no relvado para manteres consistência nas últimas crónicas... :) :)

Gostei da entrada na segunda parte... vontade de resolver a questão e os festejos também mostraram que os jogadores estavam com essa atitude... e houve lances que ficaram na retina, em particular aquele que coloca Atsu na cara do golo...

Grande golo do Moutinho... James teve dois ou três lances que procurou, procurou, procurou e não encontrou o remate com o seu pé... penso que pode e acho que vai melhorar neste aspecto...

prata disse...

Faltou falar também da falta de revista à entrada. Perigoso e nem sei se legal. Julguei que tinha passado a ser obrigatório...

Jaime Guedes disse...

Jogo difícil, mas garantimos os 3 pontos. Acaba por ser o mais importante. Agora, baterias apontadas para o jogo da taça de Portugal... As apostas desportivas podem começar :-)

E... Carrega Porto! Somos grandes.