segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

Poupança


Sérgio Conceição não gosta de falar de poupança nas suas escolhas e julgo que, neste jogo, tem razão. De facto não há poupanças. O plantel tem sido espremido de tal forma, que ele não tem outra alternativa se não a de escolher os que estão em melhor momento, nomeadamente ao nível físico. Sérgio diz que escolheu os melhores para o jogo. Ora se Brahimi não tivesse jogado tantos jogos, incluindo alguns para a Taça da Liga, estaria de certeza no lote dos melhores para um jogo contra uma equipa tão perigosa como o Chaves. Também lá estariam jogadores como Marcano e Aboubakar, que parecem ter lesões mais associadas ao esforço. Ora isto até pode ser entendido como uma crítica à gestão do plantel de Sérgio Conceição. Mas não é! É uma crítica à gestão da SAD e do Presidente. É que Sérgio foi esticando a corda até ao limite porque lhe pediram para ganhar tudo com um plantel muito curto. E é o que ele está a tentar fazer. E acabou por correr bem, em Chaves e na época, até agora. Felizmente as lesões em jogadores importantes só chegaram muito recentemente e numa altura em que já foi possível dar mais alternativas ao plantel. Mas todos nos lembrámos do que aconteceu a Soares. Bastava que tal acontecesse a mais alguns dos jogadores nucleares para que a época do FCPorto pudesse ser muito diferente. Ora nesse sentido, abordando uma crítica que tenho ouvido do excesso de minutos de alguns jogadores, nomeadamente o Alex Telles, Sérgio está a fazer tudo o que pode para ganhar. Para que tal aconteça tem arriscado muito na gestão do plantel e eu acho que faz muito bem! Estamos à frente e há que esticar a corda até ao limite. Daqui a umas semanas o calendário deverá acalmar. Isto se correr mal na Champions. Se correr bem, os jogadores nem irão sentir o cansaço!

Ora, dadas todas as restrições físicas que temos neste momento, apresentámos um onze mais alternativo. A resposta foi incrível! Ganhar em casa do sexto classificado por números tão 'gordos' não é para qualquer equipa. É certo que o jogo correu muito bem. Marcámos à segunda oportunidade, numa eficácia que até não tem sido comum neste FCPorto. A partir daí foi gerir os ímpetos do adversário e aproveitar o espaço que nos iam deixando. Uma exibição muito boa, com jogadores que nem são dos que têm jogado mais. É um sinal claro para os nossos adversários da nossa força! Não pude deixar de reparar que marcámos dois golos em cada parte, em casa do sexto classificado. Temos de começar a treinar para os 45 minutos no Estoril...

Individualmente há várias exibições com notas muito altas. Opto por Soares para MVP porque foi o nosso jogador mais perigoso e porque os seus golos foram fundamentais para dar à equipa a tranquilidade necessária, perante um grande oponente e na perspectiva do jogo de quarta-feira. Notas muito altas para Sérgio Oliveira e Herrera. Que dupla se está a formar! Chamo-lhe dupla mas dá-me a ideia que Herrera joga sempre mais recuado e que é ele a fazer de Danilo. Tirando duas situações em que demorou a soltar a bola para trás, parece que joga melhor nesta posição do que mais adiantado. Sérgio Oliveira parece que está a encarnar a intensidade de outro Sérgio, o do banco. Parece ser essa a diferença fundamental em relação ao que tínhamos anteriormente. Gostei também dos dois centrais. Isto apesar de ambos terem tido um erro comprometedor a manchar exibições de elevadíssima qualidade. Mas se Reyes errou porque lhe partiram os rins, Felipe errou porque lhe parou o cérebro... Otávio regressou com apontamentos muito bons e outros menos bons, mas tem nota positiva. Maxi teve uma exibição parecida. Aquela mão marota no início de jogo era desnecessária, tal como algumas faltas e o amarelo que apanhou. Por outro lado, tirou um golo ao adversário. Pela negativa, Marega, mais uma vez. Não está num momento de forma muito boa e foi bem substituído. Também não gostei da entrada de Oliver, que perdeu mais bolas que os outros dois médios juntos. Assim, não 'calça', e bem.

Na quarta-feira regressa a Champions! Temos uma montanha para escalar mas temos de fazê-lo com a ambição e garra que temos demonstrado até agora. Teremos de castigar a defesa deles que é claramente o sector mais fraco.

2 comentários:

VERDADE DESPORTIVA disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
JB disse...

VERDADE DESPORTIVA, mete uma rolha.