quinta-feira, 11 de março de 2010

Na sombra do calcanhar...

A nossa ‘arma secreta mais conhecida’ teve um percurso curioso antes de chegar ao Porto com 26 anos. O Santos foi pescá-lo ao Pavunense onde fez a formação e em 1978, com 19 anos, foi campeão estadual. A partir daqui, um autêntico globetrotter: América do México, Avellino, Inter, Ascoli, Cremonese e, finalmente, FC Porto para as maiores glórias da carreira: Campeão Europeu e vencedor da Taça Intercontinental e da Supertaça Europeia (nem faço referência a campeonatos e taças).

Pelo meio, factos e jogos memoráveis. A começar pelo jogo de estreia, carimbada com um golo na vitória por 2-0 sobre o Benfica. Outro, contra o Barcelona: depois da desvantagem de 2-0 trazida da Catalunha, Juary faz hattrick nas Antas num jogo que nem sequer foi titular e o Porto vence... 3-1.

Mas o golo mais importante da carreira dele foi marcado no Prater, em Viena. No jogo que para sempre irá ficar marcado pelo calcanhar de Madjer, foi Juary quem marcou o golo da vitória e meteu a Taça nas mãos de João Pinto.

Tenho pena de não me lembrar muito bem de Juary, só mesmo contra o Bayern... mas ainda tenho mais pena de actualmente não termos armas secretas!


Cromo (1985/86)...



Cromo (1987/88)...



Carreira...


8 comentários:

Lamas disse...

E esse jogo contra o Barça também será recordado um dia destes... lembro-me de um jogo em Guimarães na época em que fomos Campeão Europeus em que ele sai do banco e marca dois golos num empate a duas bolas e o golo recordado esta semana na Dinamarca também foi marcante...

Apagou-se na época com o Ivic e nem me lembro de o ver jogar, nomeadamente em Tokyo ou contra o Ajax...

Artur disse...

"tenho mais pena de actualmente não termos armas secretas!" Pis, já não consideras Tecla Farias jogador do nosso clube? Mto boa esta lembrança do Juary

Pispis disse...

Desde a novela Kléber claro q n o considero...

Actualmente olhas para o banco do Porto e é um 'Deus me livre'...

miguel disse...

acredito que tudo será diferente - para melhor - na próxima época. e não considero o Ernesto uma "arma secreta". não chega sequer a ser meio Juary. quantas saudades...
saudações PENTACAMPEÃS

miguel87 disse...

Off-topic:
Ao vêr jogar ontem Lucho e a pressionar a defesa contrária logo á saida da area (coisa que nunca tinha visto nele em 4 anos), acentuaram-se as minhas dúvidas quanto a alguns valores do plantel actual: será que Belluschi não pode jogar mais perto da area por incapacidade dele ou por instruções superiores? E Fernando? será que é assim tão limitado que não é capaz de passar a linha de meio campo?? Um internacional Brasileiro sub20!?

Silvestre disse...

Juary claro que me lembro da estreia em grande, arma secreta lançada para fdddder os vermelhos.

Lamas disse...

Esqueci-me de dizer...

Título: MUITO BOM!!!

Anónimo disse...

Pretty! This has been a really wonderful post.
Thanks for providing these details.

Also visit my blog - cash advance loans maryland