segunda-feira, 21 de setembro de 2009

Mau!

Ora aí está uma exibição preocupante e o mínimo que podemos dizer do jogo do FCPorto no sábado é que foi mau! É que escolhemos fazer a pior exibição da época logo frente a um adversário directo (pelo menos para já) na luta pelo título. E para piorar perdemos pontos para a melhor equipa do universo graças ao 15º penalti de que beneficiaram e ainda vamos na 5ª jornada… (o de ontem é no mínimo ridículo…) Mas não serão os 5 pontos de distância para o Braga nem a super sabedoria de Jorge Jesus que me preocupam. O que preocupa é esta recaída da equipa para o nível exibicional demonstrado em Paços de Ferreira. Isto depois de todas as melhorias notadas na equipa nos últimos jogos da Liga e até no jogo de Londres.


Muitos portistas tendem nestas situações a dizer que a derrota até foi boa que é para ver se a equipa acorda. A verdade é que me custa um bocado perder cada vez que se joga mal, sobretudo quando alguns dos nossos adversários não demonstraram sempre um futebol minimamente aceitável. Temos o exemplo do Sporting nos últimos dois jogos e do Benfica ontem e em Guimarães. E depois também me posso interrogar sobre o que é que o Braga que até jogava em casa fez para ganhar o jogo. Fez pouco e acabou por marcar com uma felicidade só comparável à nossa quando o árbitro resolveu não marcar penalti naquele lance insano do Álvaro Pereira. Por isso é para mim óbvio que o resultado mais justo era o empate, mas ao contrário do que aconteceu na quarta-feira, ficámos com a sensação que pouco fizemos para que o resultado fosse diferente e aqui temos um problema.


Vamos aos restantes problemas detectados. Jesualdo abusou demasiado da sorte. Fê-lo ao apostar novamente em Guarín e perdeu. Fê-lo ao trocar Falcão por Farias demasiado cedo e acabou por ter de avançar um central nos últimos minutos. Fê-lo ao jogar com Hulk, Varela e Falcão e perdeu o meio-campo. Eu próprio tinha aqui sugerido a inclusão simultânea desses três mas já percebi que não é possível ter uma equipa equilibrada com esta solução. Individualmente voltei a gostar de Fucile e Varela e pouco mais. Pelo contrário, não gostei novamente de Hulk e continuo com pesadelos com as capacidades defensivas de Álvaro Pereira. Mas quanto a Hulk, há que dizer que continua a ser bastante mal tratado pela arbitragem. Aquele amarelo é inacreditável. E depois acho que deveria ter sido Guarin a sair em vez do Meireles. Por último gostei da entrada de Rodriguez e do seu desempenho na função de interior esquerdo. Parece que esta poderá ser a melhor maneira de aproveitar o futebol de Belluschi que assim poderia jogar mais adiantado. Por mim jogava assim já com o Sporting na próxima jornada. Perante as dúvidas criadas em Braga não se esperará menos do que uma resposta cabal na próxima semana frente ao Sporting.


Equipa para a recepção aos calimeros:


Helton; Fucile, Rolando, Bruno Alves e Álvaro Pereira; Fernando, Raul Meireles, Belluschi e Rodriguez; Falcão e Hulk.

20 comentários:

Lamas disse...

Entramos bem e podíamos ter marcado... 15/20 minutos... depois foi um pouco do que tu disseste...

O FCP esteve mal, adormecido, mas o Braga também nada o fez para ganhar jogo...

Penso que o próximo jogo contra os lagartos vai ser muito importante... a vitória é essencial para a confiança da equipa... Sábado faltou ouvir o Jesualdo dizer: "Alguém vai ter de pagar..."

O lance do Benfica é inacreditável... um corte "maluco" é certo, mas um corte na bola... No limite jogo perigoso... isto é, livre indirecto... agora PENALTY?!?!?!

Artur disse...

Acho k todos nós sentimos a falta do incansável Mariano Gonzalez.
Helton pro caralho!!

prata disse...

Artur nem só se tivesse asas é que chegava aquela bola... E o professor prefere o Bruno Alves como opção ofensiva ao Mariano...

Artur disse...

Se tivesse asas não sei. Talvez deva jogar sem phones nos ouvidos. O Bruno é o melhor ponta de lança português.

miguel87 disse...

Desta vez concordo com o Artur, senão atentem nas declarações do Alan depois do jogo: "Já conheço o Helton...". Diz tudo.

prata disse...

Mas também disse que queria centrar...

Artur disse...

Não deixei o Lamas, nem o Levezinho sairem do estádio sem o aplauso final à equipa. Isto pk sei,apesar da derrota, de todo o valor que eles tem.

miguel87 disse...

O Hulk, que supostamente deveria ser trabalhado a nivel psicologico após o jogo em P.Ferreira, está cada vez pior nesse aspecto: depois do amarelo desapareceu completamente do jogo.

miguel87 disse...

Gostei da exibição do Braga (por motivos familiares e não só, simpatizo com este clube) e estou satisfeito com o exito do Domingos (um dos nossos).

Já tinha gostado da exibição em alvalade e ficarei atento no futuro para os ver em acção frente a adversários mais fortes.

miguel87 disse...

JF esteve muito bem (igual a si próprio) mas desta vez os seus jogadores deixaram-no ficar mal, envergonhado até...

Como sempre, não é nada com ele (excepto quando se fala em equipa em construção, isso sim, aclamem-no como grande obreiro!), por isso vamos esperar que os jogadores atentem melhor no futuro ás suas preciosas indicações e brilhantes estratégias.

riskolas disse...

Estou indeciso entre um comentário maior do que o post ou um riskanço para amanhã...

Artur disse...

Eu guardaria o Riskanço para o final do campeonato

Anónimo disse...

Segunda-feira, 21 de Setembro de 2009
As declarações de Jesualdo
"O Sp. Braga venceu bem, o F.C. Porto esteve irreconhecível e nervoso sem haver razão para isso. (...) A equipa não jogou aquilo que sabe e pode. Deixámos o Sp. Braga ter supremacia e, curiosamente, quando o jogo começava a ficar equilibrado, surgiu um golo estranho. A partir daí, a equipa jogou emocionalmente descontrolada e não soube escolher o caminho certo. (...) É demérito total nosso. (...) Não estivemos bem, vamos encontrar as razões para o sucedido, perceber por que é que a equipa não conseguiu jogar."
Jesualdo Ferreira, em declarações à SportTV


"Estranhamente, o F.C. Porto esteve intranquilo, nervoso e acabámos por perder muitas bolas. (...) Na primeira parte, o jogo foi muito equilibrado, mas sentimos que não era este F.C. Porto que queríamos. (...) Ficamos com alguma vergonha, porque não estivemos ao nível do que já fizemos, e queremos fazer no futuro. (...) sem tirar mérito ao Sp. Braga, não foi por haver mais Sp. Braga que perdemos, o F.C. Porto é que foi pequeno. Tínhamos a obrigação de chegar aqui e fazer o nosso jogo e não o fizemos."
Jesualdo Ferreira, na conferência de imprensa


Há algum exagero nestas declarações demolidoras de Jesualdo. É verdade que o FC Porto esteve longe de fazer uma boa exibição e que uma parte significativa dos jogadores estiveram em sub-rendimento, mas nos últimos três anos vi o FC Porto fazer jogos muito piores sem que Jesualdo tivesse sido tão duro para a sua equipa.
Aliás, se olharmos para as estatísticas, verificamos que os dragões fizeram mais ataques, mais remates e tiveram mais posse de bola que os bracarenses. E mesmo que queiramos desvalorizar as estatísticas, se revirmos o jogo completo constatamos que as melhores oportunidades foram do FC Porto e que, ao contrário de Eduardo, o Helton não teve de fazer qualquer defesa difícil.

Por tudo isto, a análise que eu faço ao jogo é parecida com a que o treinador do Braga fez em declarações à SportTV após o jogo:

"Vitória justa no sentido de que fizemos o golo. Fomos felizes aí. Este foi um jogo muito dividido, com oportunidades de parte a parte. (...) Acabámos por fazer um golo com felicidade e saímos vencedores."

É inevitável os resultados condicionarem as análises e discursos no final dos jogos, e mais ainda no FC Porto, que não está habituado a perder e muito menos a duas derrotas consecutivas. Mas mais do que a exibição em Braga, penso que a razão que levou Jesualdo a proferir declarações tão duras para a equipa, são os dois desafios importantíssimos que se avizinham: Sporting para o campeonato e Atlético Madrid para a Liga dos Campeões.

Contudo, devo dizer que acredito pouco em tratamentos de choque. Acredito mais em competência, trabalho e tempo, para que, tal como na época passada, a equipa cresça e atinja os patamares que todos pretendemos. No imediato, espero que os jogadores mais sobrecarregados nas últimas semanas - Fucile, Alvaro Pereira e Meireles - se apresentem a 100% e que o Hulk se convença, de uma vez por todas, que o futebol é um jogo colectivo. Se assim for, estaremos mais perto de ganhar a leões e colchoneros, com ou sem Guarin...

Do "reflexãoportista"

Ricardo de Sousa disse...

Pode não ser um frango á Helton, mas é pelo menos mal batido. Teve tempo e mais que tempo para se fazer ao lance.

Discordo com a análise que se deveria retirar guarín em vez de Meireles.

O Meireles estava exausto. Já não podia com uma gata pelo rabo.

Quanto ao Benfica, nada que surpreenda.

Já agora, espero que isto
seja uma brincadeira!

Lamas disse...

Concordo com o texto da "Reflexão Portista"...

O Artur não só me obrigou a bater palmas como a gritar bem alto para o Jesualdo meter o Mariano... :)

Artur disse...

LOL nem me lembrei k o Mariano tava no banco. Tem de parar um dois jogos pa reflectir sobre a vida!!
É tão bonito expressar a gratidão e o amor que sentimos pelo clube nas horas más..aplaudir kdo se ganha é smp muito fácil!!

prata disse...

Riskas quando quiseres podes publicar o riskanso. Estou ansioso...

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

Petição em:
http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/

Daniel disse...

Jogo mau para as capapacidades que o Porto tem.

De positivo só destaco os centrais, Rolando esteve muito bem.
Helton é mal batido, o Alan não queria chutar à baliza mas o Helton tem de defender aquela bola!
Guarin a jogar tem de ser no lugar do Raúl Meireles, precisamos de alguémque pense o jogo ou o Belluschin está magoado ou então não entendo as opções tácticas.

Jesualdo mexeu mal na equipa, Farias podia ter entrado mas seria para apoiar Falcao, saía o Hulk que não jogou nada, o problema do Porto esteve na falta de criatividade no meio campo.

Andam a meter minhocas na cabeça do Hulk, ele tem é de jogar o seu futebol e não estar à espera se o árbitro diz algo ou se o adversário se atira para o chão, tipo Filipe Anunciação, os outros é que se têm de preocupar com o Hulk e não o contrário.

Vamos em duas derrotas seguidas, a atitude tem de mudar, nós não somos como os meninos da mouraria

Anónimo disse...

O Porto Canal, segundo li em rodapé no próprio canal, vai transmitir hoje pelas 22 horas a Gala de entrega dos Dragões de Ouro.