quarta-feira, 23 de setembro de 2009

A Identidade de Ivic...

O FCP dos últimos 30 anos já teve muito caras e esta foi mais uma delas... Tomislav Ivic e o seu catennacio puro, asseguraram uma importante vitória contra o Sporting numa época em que já começava a tremer a sua continuidade do Porto que mais tarde se veio a confirmar...

O jogo é em Alvalade... Ivic deixa de fora da convocatória Kostadinov que chegara tarde dos confrontos internacionais da selecção búlgara e apresenta os seus habituais 3 centrais e ainda Paulinho Santos à frente deles... A imagem do golo do Porto é bem elucidativa do nosso posicionamento... Aparece Couto e Zé Carlos na zona mais recuada e Aloísio à frente deles, sendo este último, num chutão para a frente, que isola Domingos, o qual marca logo nos primeiros minutos o único golo do encontro...

Sábado, mais do que tudo, a Vitória é muito importante...



Outras Notas...

- As entrevistas de Pinto da Costa e Tomislav Ivic...
- Aquele moço alto, com pouco estilo de jogador da bola, que aparece ao lado de Domingos após o golo de seu nome Vinha que viria a ser decisivo na conquista da Taça de Portugal dessa época já com Bobby Robson no comando da equipa...

9 comentários:

miguel87 disse...

Apesar do curto video dá para notar uma diferença fundamental entre Ivic e JF... é que o último fala muito melhor Português!!

prata disse...

Nada comparável...

Grande golo do Domingos! Melhor que a dupla Domingos-Kostadinov só a dupla Domingos-Skybomber AKA Vinha... LOL

Pinto da Costa é muito leal aos treinadores até ao dia...

riskolas disse...

Bem metida Lamas!!!

Estes treinadores dão-me um fastio... e, na verdade, um foi campeão com 15 pontos de avanço (vitória valia 2 pontos) e o outro foi campeão com 20 pontos de avanço!!!!

Quando só os resultados é que valem, não há espaço para riskansos nem para riskaralhadas!

Ricardo de Sousa disse...

.Saudades de ver o Jorge Nuno fazer "flash-interviews" e defender os treinadores e jogadores.

.O IVIC jamais pode ser comparado ao professor Jesualdo. O IVIC jogava com 5 defesas e quando estava mal disposta ainda metia 3 trincos. Nada a ver.

.á não há avançados como o domingos. Que classe. Que elegância.

Abraço

Anónimo disse...

Quinta-feira, 24 de Setembro de 2009
O Benfica-Sporting de domingo


Quando li um comentador de peso a comparar o duelo Sócrates/Ferreira Leite a um Benfica-Sporting, pensei logo: olha mais um que parou no tempo da Outra Senhora, em que os dois clubes de Lisboa alternavam os títulos à razão de três para os da Luz, um para os de Alvalade.

Mas depois do debate, dei por mim a pensar que a comparação afinal não era tão esfarrapada, e que o seu autor acertara, se calhar da mesma maneira involuntária que o relógio parado dá a hora certa duas vezes por dia. As palavras Porto, Norte e Regionalização não foram pronunciadas na única vez em que os dois candidatos a primeiro ministro estiveram frente a frente na televisão a disputarem os votos dos indecisos.

A bondade do TGV para Madrid foi esmiuçada, mas não se ouviu um pio sequer a propósito da linha Lisboa-Porto-Vigo, apesar dos estudos da firma britânica Steer Davies Gleave garantirem que ela não é só é viável mas também geradora de um benefício líquido superior a cinco mil milhões de euros. Na troca de argumentos desencadeada pela retórica retro anti-espanhola de Ferreira Leite, a única referência à linha para o Porto saiu da boca do ministro espanhol.

No Norte, o céu está mais carregado de nuvens do que no resto do país. Vivem aqui um milhão de pobres. Mais 300 mil que há três anos. A segunda região que mais contribui para a riqueza do país é mais pobre de Portugal – e uma das 30 mais pobres da Europa, ao lado de regiões romenas e búlgaras.

Apesar disso, nenhum dos candidatos achou que valia a pena desperdiçar o precioso tempo de antena do seu Benfica-Sporting televisivo a explicar como planeia combater a bolsa nortenha de pobreza e redistribuir de forma solidária a riqueza por todo o país.

Como portista e nortenho, olho para todos os Benfica-Sporting sem paixão, mas com interesses – prefiro sempre que perca o que ameaça mais perto a liderança do FC-Porto.

No Benfica-Sporting que se vai jogar no domingo é do interesse do Norte que perca quem se pronunciou contra a Regionalização e o TGV – e acha que “é preciso parar tudo porque não há dinheiro”, mas não incluiu nesse tudo o investimento de 2,5 mil milhões de euros na expansão do Metro de Lisboa nem a ruinosa compra de submarinos que nos fazem tanta falta como uma dor de dentes.

No Benfica-Sporting de domingo, o mal menor é que perca quem tem a mentalidade do espanhol dono de um cavalo que morreu após 15 dias de jejum forçado e se lamentou: “logo agora que ele se tinha habituado a viver sem comer é que morreu”. Domingo, é preciso evitar que ganhe a velha política do “pobretes mas alegretes”, que tem tanta possibilidade de ter sucesso como uma bailarina com uma perna de pau.

Jorge Fiel
Blogue Bussola
Esta crónica foi hoje publicada no Diário de Notícias
----

Quanto mais não seja pelas razões acima já vale a pena votar.

Anónimo disse...

Aqui, da província e com as outras províncias

O ruído assustador de alguma Imprensa que despreza a existência de outras cores no arco-íris está a funcionar da forma esperada pelos seus estrategas junto dos órgãos de deliberação e e decisão do futebol profissional. Mas com o empenho e a raça de sempre, a coisa há-de voltar ao sítio. E a poluição informativa travestida de jornalismo voltará ao que tem sido: um chorrilho de lamentos.

Rock Santeiro

Anónimo disse...

Quinta-feira, Setembro 24
CNAD ao serviço do slbosta ?

No que diz respeito ao controlo anti-doping, os meus amigos estão recordados do que aconteceu nas últimas épocas: não havia mês que o CNAD não fizesse uma visitinha ao centro de estágio do FCPorto para controlar os seus atletas.

Este ano, é surpreendente a forma e força física dos jogadores do slbosta.
Sabem quantas vezes já foi o CNAD ao seixal tentar perceber se ali não há uma ajudinha? ZERO !!!
Mesmo sabendo dos vários e recentes casos em que atletas das várias modalidades do slbosta terem sido apanhados nas malhas da droga, e em vésperas de jogar com o slbosta, o lisboeta CNAD foi visitar o ....Leixões!!!
Percebem a coisa, ou querem que vos faça um desenho?!

in Kosta de Alhabaite

Dragon Soul disse...

os meus parabéns pelos vídeos que colocam na net! São "priceless"! Verdadeiro serviço público! Obgdo e mais uma vez parabéns!

Anónimo disse...

2009-09-29 14:32:49
As tácticas velhas


As muitas críticas que o Sporting e o seu treinador fizeram ao árbitro no final do jogo do Dragão não são muito justas. Quando muito, no todo, o Sporting pode dizer que Raúl Meireles podia ter sido expulso a poucos minutos do fim da primeira parte mas nem isso é assim evidente. Na minha opinião "podia", o que é diferente de "devia".



No resto, as decisões do árbitro Duarte Gomes (95%, para usar o número de que gosta Vítor Pereira, o chefe dos árbitros) foram boas ou mesmo muito boas. Em quase todos os lances teve razão.

Menos razão teve Paulo Bento. A verdade é que a decisão de incluir Grimi no onze não foi boa, embora não se saiba se outra teria dado melhor resultado em face da diferença de andamento que se viu entre Hulk e a generalidade da defesa do Sporting. E, sobretudo, ficou provado o que me parecia antes do encontro: se a defesa do Sporting continuasse no mesmo estilo dos jogos anteriores (vai em um golo sofrido em média em 11 jogos oficiais) arriscava-se a perder o jogo. Como perdeu. A defender o Sporting é desastroso.

O principal problema do Sporting não são os árbitros, ou não têm sido os árbitros. Esse problema maior é uma defesa - ou um sistema defensivo, para ser mais preciso - que não dá garantias de ser o suporte de que a equipa precisa nos jogos competitivos. É muito fácil marcar golos ao Sporting.

É evidente que também a mim me pareceu que a nomeação de Duarte Gomes para o clássico do Dragão foi uma temeridade de Vítor Pereira. Não havia necessidade, como dizia o outro. Mas é sempre fácil virar os adeptos contra os árbitros e afins, porque estes não têm sócios nem simpatizantes que os defendam. É mais difícil assumir responsabilidades próprias. Mas enquanto o Sporting não resolver os seus problemas defensivos, não há árbitros que o salvem. Querer esconder isso com expulsões e declarações inflamadas é apenas usar velhas tácticas que já começam a estar em desuso.


por : Manuel Queiroz

Blogue Trivelas