terça-feira, 17 de março de 2009

Que curioso... Jesualdo Ferreira!

Em destaque e a prometer algumas capas de jornais sobre a (não) renovação pelo Porto, está na altura de dar a conhecer um pouco mais da carreira do nosso mister: nasceu em Mirandela e este ano já completa 63 anos de idade, foi com os pais para Angola até à adolescência mas regressou a tempo de tirar Desporto em Lisboa.

Iniciou a carreira de treinador nas camadas jovens do Rio Maior e do Torrense até 1984 e na época 84/85 estreia-se como treinador principal da Académica, passando depois pelo Atlético (é benfiquista e passou pelo Atlético, vá lá que está a sair melhor que a encomenda), pela Selecção de Angola e pelo Estrela da Amadora, até que a sua carreira daria o primeiro grande salto quando aceitou ser adjunto de Toni no Benfica, contribuindo para o título nacional conquistado na época de 1993/94. Ainda acompanhou Toni no Bordéus e fez de Zidane o jogador que foi... Tentou depois uma aventura no estrangeiro ao serviço do FAR Rabat, de Marrocos (há pouca informação sobre o que fez lá e regressou passado um ano, acho que está tudo dito). Enfim, tem 62 anos, uma vida inteira ligada ao futebol, a maior parte do tempo discretamente mas há dois episódios que marcam:

O primeiro deles, na época 96/97, tinha eu 16 anos e jogava nos juniores do Leixões com alguns internacionais sub-18 (na altura fez-se 3 anos naquele escalão), o treinador era o Folha, que era conhecido por dar uma cambalhota sempre que marcava um golo, cresceu no Leixões, passou pelo Benfica mas brilhou no Boavista, e numa das palestras num treino em pleno relvado do Estádio do Mar virou-se para um dos meus colegas – Israel – que tinha sido convocado para um dos estágios da selecção e disse-lhe mais ou menos isto: “Israel, dou-te os parabéns por ires à Selecção, mas também tenho pena porque vais encontrar um treinador que é um grande paneleiro...”. Escusado será dizer que se estava a referir a Jesualdo, agora o que ele sofreu com o nosso mister ninguém ficou a saber!

O segundo deles é abordado por Mourinho no livro dele, o Leiria a fazer uma excelente época, Benfica de Toni a desiludir e Vilarinho que no ano anterior não foi na chantagem do Special One quer voltar a vê-lo como treinador principal dos lampiões. Estava a acabar 2001. Veiga, Vieira e Carlos Janela intercedem junto de Mourinho mas a contratação esbarra num ponto: Jesualdo Ferreira (mais um motivo para renovarmos com ele). Vieira, segundo Mourinho, desfez-se em elogios “um homem da sua confiança, um homem do Benfica e um homem de bem, trabalharia com qualquer treinador sem levantar um problema que fosse”. Mourinho contrapôs: “Das duas uma: ou digo directamente, olhos-nos-olhos, a Jesualdo Ferreira que não quero trabalhar com ele, para que, claramente, entenda que sou eu que não quero trabalhar com ele, ou então nada feito e não vou para o Benfica”.

Em jeito de conclusão, a minha opinião: chegou ao Porto de Adriaanse numa situação que todos nos lembramos já com a época a decorrer e fez uma transição serena; vai a caminho do 3º título pessoal e apurou-nos sempre para os oitavos-de-final da CL (os mínimos que se exigem mas que muitos não conseguiram), a deste ano parece mesmo uma epopeia; perdeu jogadores muito importantes e continua a apresentar resultados. Se devíamos estar no Estádio do Algarve no próximo Sábado e ganhar as Taças de Portugal? Devíamos, mas o Professor tem margem de progressão!

NOTA: Mas troco-o pelo Mourinho!

19 comentários:

Lamas disse...

Distinção merecida (ansioso pelos comentários do Riskas, de certeza que vai concordar inteiramente com a primeira curiosidade que revelaste)...

O episódio do Benfica e com o Mourinho será sempre uma curiosidade que será relembrada quando se falar de Jesualdo no futuro...

Mas o que interessa é o presente e, de facto, há que lhe tirar o chapéu... depois das derrotas com Leixões e Naval... a equipa a desmoronar-se com deslocações a Kiev e Alvalade em outras duas competições... pensei, sinceramente, que seria o fim... mas o que interessa são os resultados... ainda estamos na Champions, líderes do campeonato e a um passo do Jamor... com uma equipa destroçada depois das 3 saídas tão badaladas... com Lucho e Licha com a cabeça noutros lados, ele conseguiu...

Eu também queria estar no Algarve... o FCP tem de ganhar tudo... não aceito ter ido a Alvalade com uma segunda equipa na totalidade... mas isto é um pormenor dentro dos pormaiores que eu referi... ah que reconhecer mérito a quem o teve, sem esquecer o facto de não ter tido ao longo destes 3 anos o suporte do presidente que outros tiveram...

Citando um dos habituais comentadores do blogue: "Parabéns Jesualdo"

prata disse...

Deixa-me adivinhar, o Israel fez tudo para não voltar a ser convocado? Pah,também já ouvi uma história do género quando um empregado do hotel em que costumo ficar em Lisboa jura que o Jesualdo foi um dos abafados no caso Casa Pia... LOL Boatos... Há um velhote que aparece num dos cafés que frequento que diz que quase não há figura pública de tv a quem não se invente uma história de paneleiragem ou traição... «Eu não sei mas uma amigo de um amigo meu conhece o primo do gajo que limpa a piscina do jesualdo e disse-lhe que ele o olha de maneira estranha...»

Mais a sério. Acho difícil e injusto não renovar com Jesualdo. Aliás, preparava-me para abordar o assunto nestas 3 bizarras semanas sem campeonato. Por essa altura vou dissecar melhor o assunto mas algumas das razões já estão aquei no comment do Lamas.

Quanto à segunda história, continuo a achar estranho. O que primeiro me pareceu uma opção de gestão da coesão da sua equipa técnica, agora parece birra ou mesmo problema pessoal. Isto porque em todos os sítios para onde foi e, aí estou a incluir o FCPorto, Mourinho incluiu sempre um homem da casa, que nestes dois últimos clubes foram mesmo os numeros 2 da equipa tecnica - Thompson e Baresi. O que se terá passado entre Jesualdo e Mourinho? Mais pressão positiva sobre o Pis para mais uma investigação.

miguel87 disse...

Margem de progressão aos 63???

Toni disse...

Caros Portistas

Vamos esperar pelo final da época para fazer a contabilidade dos títulos. Não se esqueçam que as equipas do Jesualdo no final da época perdem gaz... lembram-se do jogo com o Aves?

No meu caso não sou grande apoiante do Jesualdo e não acho que na eventualidade esperada de mais um título (3 campeonatos) tenha de ficar mais um ano.

Aguardo a decisão da Administração Chula do nosso Clube, mas encarava com bons olhos uma mudança.

Saudações Azuis e Brancas

Nuno disse...

Pispis... quem és tu pá?? Jogaste comigo lá no Leixões... porque eu estava lá aquando desse famoso "discurso"... aliás, o Folha era grande nas palestras!! Não sei se era do teor alcoolico no sangue ou não, mas eram sempre excelentes!!

Como aquela do Maradona...

E sai uma cambalhota!!

Falhamos a subida muito injustamente... mas no ano seguinte, lá resolvemos a questão que alguns demoraram quase 2 dezenas de anos em conseguir.

Tony Silva disse...

Caro Nuno,
o Pis era provavelmente aquele defesa esquerdo fraquinho que lá andava, que dava pelo nome de Luis (ou Pascoal). O Boom dele foi qd esteve no Leça do Balio, onde aí sim se fez um senhor defesa esquerdo.

A internet é uma coisa fantástica! Até serve para reencontrar amigos :)

prata disse...

Pis a tua identidade foi revelada. Nos próximos tempos cuidado com os posts polémicos...

Lamas disse...

Cheira-me que no Leixões o Pascoal devia ser médio esquerdo... Defesa esquerdo era precisamente o Nuno, acho eu... agora (ou pelo menos já foi) capitão do Senhora da Hora segundo fontes próximas... :)

Nuno disse...

Já não me lembrava que ele escrevia aqui...

Defesa-esquerdo, eu mesmo e o Luís também dava a sua perninha. Eu cá ainda estou no activo no Senhora da Hora, para acabar de matar o bichinho da bola. Pena que ele por outros motivos tenha deixado, porque aquilo nos nossos jogos dava sempre para um de nós fazer um golito... era à vez! eheheh

Eu cá não me esqueço é das imagens dele nos ecrãs do Dragão, quando foi apanhado pelas câmaras do estádio e se começou a esconder. Pudera, devia estar no treino a essa hora, o que vale é que aquilo não passa na TV!!

Aquele senhor Folha, foi provavelmente o melhor treinador que tive durante todos estes anos (entre futebol e futsal). Já tive treinadores quase tão bons, mas nenhum como ele. Treinos muito bons... só era pena ele por vezes não estar a 100%.

P.S. Boas fontes

Lamas disse...

Quando se almoça com a principal fonte fica mais fácil... :)

riskolas disse...

Muito resumidamente, até porque não há tempo para mais, eu não gosto do Jesualdo, nem vou gostar.

De todo o modo, tenho de reconhecer que, grosso modo, tem atingido os objectivos a que se propôs.

Todavia, quem tem de ser racional é a SAD. Eu sou adepto, logo, tenho de ser passional.

Assim, em termos passionais, tenho a dizer que:

1º Não gosto do futebol que jogamos, salvo raras excepções;

2º Não acredito que a defesa que ele faz do clube seja da iniciativa dele, isto é, o PdC não fala mas, com certeza, dá as directrizes!

3º É verdade que fiquei orgulhoso com as exibições que fizemos contra o Atlético e contra o Fenerbhace e até contra o Arsenal no Dragão.

4º Não é menos verdade que fiquei envergonhado com a nossa exibição no Emirates.

5º Não é menos verdade que não esqueço nem perdoo que, 2 ou 3 semanas depois de levarmos 4 no Urinol XXI, não tenhamos sido capazes de fazer UM ÚNICO REMATE, DIGNO DESSE NOME, à baliza da equipa que levou 12-1 do Bayern!!!!!!

6º Finalmente, contra mim falo quando digo que não me parece fácil encontrar um treinador que nos garanta uma época com resultados idênticos aos que ele tem alcançado. Também não me parece muito difícil. O Lobo Míope tentará escalpelizar este assunto...

Lamas disse...

título do post de 5a do Lobo Míope: "Em busca do treinador encantando..." :)

prata disse...

Tinha previsto, mas se escalpelizas tu, não escapelizarei eu...

riskolas disse...

Amigo, escalpeliza tu também!

O meu "escalpelizamento" vai ser sobre o FCP actual em geral e não sobre o Jesualdo.

Pispis disse...

Grande Nuno! Ainda bem q confirmas a palestra senão ninguém acreditava q joguei nos juniores do Leixões :-)

Pahh, essa merda no Dragão, afinal há gajos q viram mm essa cena :-) Porto-Sporting a uma 2ª feira, treino no Perafita e eu ligo a dizer q n vou ao treino pk estou parado no trânsito; qual é a única vez q apareço nos écrãns? nesse mm dia :-)

Tive pena de n lidar mais c o Folha pk era dos mais novos, mas lembro-me de outra palestra dp dum jogo em q ele nos perguntava "pk é q n encostaram no 'preto'? Estavam c medo da pxçx dele?". Houve um certo burburinho no grupo e ele insistiu "costuma-se dizer q os pretos é q tem uma pxçx do crl, não é?". Até que alguém o lembra q tb tínhamos um na ekipa e estava a ouvir a palestra :-)

Qt a golos há um q n me vou esquecer e foi no vosso ano de subida: DLB-Sra. Hora em Folgosa; último minuto de jogo, canto a nosso favor, o resto vocês devem imaginar :-)

Tony, o meu boom está a ser agora q estou c mais assiduidade no Bayern Monchique :-)

Pispis disse...

Vinha agora no meu trajecto trabalho-casa e a pensar no meu golo contra o Sra. Hora :-) e lembrei-me q afinal n foi no vosso ano de subida, pk foi na época a seguir qd vieram ganhar 4-2 a nossa casa (Perafita) e o Nuno marcou um golo :-)

Daniel disse...

Penso que os números, resultados, substituição de jogadores fundamentais e o fazer aparecer novos e fundamentalmente não ter tido o apoio público de Pinto da Costa, faz dele um treinador muito competente e de certeza com contrato verbal para a póxima época.

Dizer que com 63 anos não se tem margem progressão... deve-se estar a esquecer a idade que tem o Presidente Pinto da Costa e os títulos que continua a ganhar, para não falar de outros exemplos da nossa sociedade. Criticar por criticar não chega.

Neste altura e com que vai ganhar este ano, campeonato e taça de portugal, deixem a taça da liga para os pequeninos, existem prioridades! Atendendo ao conhecimento que tem do futebol portugues, experiência ganha estes anos, treinadores disponíveis e situação financeira actual, penso que Jesualdo é a melhor opção.

Como sei que Pinto da Costa decide pela sua cabeça e não costuma dar ouvidos mesmo aqueles que lhe são mais próximos nas decisões mais importantes, não estou preocupado.

Preocupa-me mais a falta de motivação de alguns jogadores.

Já é tempo de Bruno Alves ter a braçadeira de campeão!

Pedro disse...

Também acho que o Jesualdo está a fazer um muito bom trabalho. Diria que á altura de uma 2ª epoca do Mourinho. Lembro que no campeonato não jogámos por aí além nessa época, havia jogos que ganhávamos nos últimos minutos e sem jogar grande futebol. Na Champions sim,estávamos a destrocar futebol, mas mesmo assim nao se esqueçam que apurámo-nos para os 4ºs com o golo do Costinha em Old Trafford a 5 minutos do fim.
E na final da Taça acabámos por perder contra o Simãozinho e companhia..
Mas também estou do lado do riskas. A equipa não joga bom futebol, é muito "recta" a jogar.. o meio campo é muito "recto" e sem criatividade e em casa tem sido um flagelo marcar golos.
Por isso, Jesualdo podia ficar a manager e vinha um gajo que arrisque e goste de bom futebol: Jesus, Carvalhal, Cruyff.. por aí.

Nuno disse...

É verdade, lembro-me disso... aliás, era normal ele estar a dar as palestras e aperceber-se que estava a dizer coisas que não eram muito normais... e depois lá vinha com um "não é assim??". Mas a melhor mesmo foi quando estava a B a treinar em metade do campo, e ele nos senta na outra metade... começa a falar, a falar, a falar, a falar (e nós a levar com o vento gelado nas costas, ele nem sentia nada), chegou a um ponto e diz "como é, vamos treinar? O que é que querem fazer?" perguntou um a um... chegou ao fim e diz "Foi um bom treino, vamos lá tomar banho!!". :)

Esse teu golo lembro-me bem... e ainda estou para ganhar um jogo no campo do Folgosa, seja contra quem for.

No do jogo em Perafita, estive em tarde particularmente inspirada... ainda dei um outro golo com um passe de 40 metros a isolar o minhoca!!