quinta-feira, 12 de março de 2009

Injustiça


Completamente injusta a forma como não ficou bem marcada no resultado a superioridade que demonstramos em relação a essa equipa milionária que é o Atlético de Madrid. Foram dois jogos em que tudo aconteceu: más arbitragens, golos falhados de forma incrível, frango, bolas ao poste, etc. Vá lá que a equipa superou tudo isto e conseguiu passar com todo o merecimento. Já no ano passado tínhamos merecido…


Ontem apesar dos receios que assolavam alma portista, jogamos para ganhar. Fizemo-lo sem precisar, mas com perfeita consciência que a melhor forma de defender era o ataque. Não deixa de ser um chavão mas a verdade é que quanto mais púnhamos em sentido a defesa do adversário mais facilidade tínhamos em controlar o seu poderoso ataque. Convém não esquecer os constantes pontapés para a ‘bouça’ que obrigamos o Atlético a fazer. E assim fomos controlando o jogo mas não foi possível fazê-lo todo o tempo. Houve ali uns vinte minutos (exactamente a meio do jogo) em que o jogo foi irritantemente equilibrado. Entramos muito fortes como tem sido habitual mas sem criar grandes ocasiões de golo. Tal ficou guardado, e aqui veio a novidade, para a segunda parte onde após a saída de Maxi Rodriguez passamos a controlar o jogo por completo. Se já antes o nosso trio do meio campo, que jogou muito bem, ganhava ascendente, a partir daí foi um recital. Gostei muito de Fernando, Lucho e sobretudo Meireles. Mais um grande jogo deste jogador todo-o-terreno. Aliás gostei da equipa toda mas são estes os três que destaco. Outro destaque que gostaria de deixar é para os laterais. Passaram um teste de fogo. Não é preciso ser um génio (e o treinador do Atlético está bem longe disso) para perceber que esse é o nosso ponto fraco. Apesar de o adversário se ter apetrechado para aproveitar esse facto, tivemos uma resposta à altura tendo acontecido apenas uma desconcentração para cada um sem grandes consequências.


Uma palavra para o árbitro: Esterco. Levamos dois amarelos por pedirmos os amarelos que o raio do holandês não queria mostrar nem por nada. Enfim, ridículo. Hulk foi um autêntico saco de pancada e tudo foi permitido. A juntar à festa, há ainda um penalty por marcar sobre Lisandro. Chegados a estas fases temos tido sempre arbitragens destas e não nos esquecemos que há para aí gente muito incomodada com o nosso sucesso na Europa. Sim estou a falar do galo com que anda o Francês…


Vamos aos apurados. Separo entre 3 grupos para o sorteio. Temos o grupo do ‘azar do caraças no sorteio’ onde incluo o Manchester United, o Liverpool e o Barcelona. Em seguida temos o grupo ‘não tivemos muita sorte mas podia ter sido pior’ onde incluo o Chelsea e o Arsenal. Por último, os mais apetecíveis Bayern de Munique, equipa muito desequilibrada em termos de valores e semelhante até ao Atlético de Madrid, e o Villareal, o outro outsider. Já aqui tinha dito que prefiro o Bayern. Manias…


Mais uma vez os adeptos do Atlético de Madrid fizeram das suas. Não convém esquecer que tal já havia acontecido num jogo com o Marselha. Na altura Platini jurou ser implacável e chegou a condená-los a 2 jogos a 300 Kms de distância, mas após muita pressão e após uma campanha cerrada do jornal ‘A Marca’ e até do Governo Espanhol, acabou por ceder e houve apenas um jogo à porta fechada. Percebe-se que aprenderam a lição. Na primeira mão, Lucho é atingido por uma garrafa quando festeja um golo e agora os membros de uma das claques resolvem, sem qualquer provocação aturar pedras à polícia, e atingir com tochas ou very-lights adeptos do FCPorto que chegaram mais cedo à zona do estádio. Aguardo as consequências. Se calhar é melhor fazê-lo sentado…


Em vésperas de uma Sexta-feira dia treze, continua a maldição de Mourinho com a Champions. Não sei se foi pela forma como ‘festejou’ a nossa Champions a verdade que está lançada a profecia: Mais depressa ganhará o FCPorto a novo título na Liga dos Campeões que Mourinho…


Equipa para a recepção à Naval:


Helton, Sapunaru, Rolando, Bruno Alves e Fucile; Madrid, Tommy Costa, Lucho e Rodriguez; Lisandro e Farias

22 comentários:

José Campos disse...

ontem o fc porto merecia a vitória pelo que fez durante todo o jogo.
no conjunto dos dois jogos mostramos que fomos superiores e que temos futebol para estar entre as oito melhores equipas da europa.
grande concentração durante todo o jogo e sempre no controlo das operações.
agora quero o arsenal!
abraço

riskolas disse...

Ainda não vi as imagens na TV mas, na rádio, disseram que ficou por marcar um pênalti sobre a mariana.
Aliás, no estádio fiquei com a nítida sensação que era mesmo.

De qualquer modo, é incrível como fomos claramente superiores nos 2 jogos e não ganhamos nenhum!

Se ultimamente estava a ser muito crítico relativamente ao Fernando, agora, tenho de dar a mão à palmatoria e reconhecer que ontem fez uma exibição soberba. Há um lance de raça na segunda parte em que a minha bancada festejou como se de um golo se tratasse!!!

Estamos com uma malapata no Dragão!

Quero o Bayern!

Lamas disse...

São aqueles jogos que sabem pela vida... Não ganhamos, mas mostramos que somos claramente superiores... uma equipa que ganha ao Barça e empata no Bernabéu, mostrou muito respeito no Dragão o que mostra a dimensão do nosso clube...

O Atlético pouco, ou nada, fez para ganhar... o FCP fez uma GRANDE segunda parte e os jogadores do Atlético consciencializaram-se da nossa superioridade e quase abdicaram do jogo...

Destaques individuais para Rolando, para o trio do meio campo e para os rasgos de Hulk e Rodriguez...

Até Sapunaru, que é um gajo que, particularmente, detesto, fez um bom jogo...

No final do jogo, já depois de receberem os merecidos aplausos dos adeptos, reparei em Lucho a recolher ao balneário rejubilando sozinho, com ele próprio, pelo feito conseguído... aguardo, por isso, num Lucho crescente nos próximos jogos com mais confiança e motivado...

Por fim uma nota para as declarações de Paulo Assunção que disse à nossa imprensa que o Atlético perdeu por causa do árbitro... o gajo não tem olhos na cara??? Há alguém no MUNDO que possa discutir a nossa SUPERIORIDADE nos 180 minutos da eliminatória???

P.S. A escolher, também escolhia o Bayern...

Zezé disse...

quanto ao jogo d ontem, acho q ja foi tudo dito. superioridade e cabecinha n faltaram.

gostei da tua equipa para a naval (agr so se olha em frente!). é preciso fazer descansar homens como fernando, meireles e hulk. mas tb n me parece q o sapunaru ja esteja recuperado dpois dakele esforço heroico...o homem é um mestre a fechar por dentro! simao nem se viu...

Pispis disse...

No estádio pareceu-me mais escandaloso o penalti sobre o Simão, na tv nota-se q ele procura o contacto (coloca exageradamente o pé esquerdo afastado da bola) mas o B. Alves toca-lhe... Enfim, acho q se pode dar o benefício da dúvida ao árbitro sendo certo q n seria nenhum escândalo se o gajo tivesse assinalado... Tenho a mesma leitura no lance do Lisandro...

Na acção disciplinar o árbitro foi 0, uma vergonha, e já vi o resumo e continuo sem perceber o amarelo ao Rodríguez...

Atlético (Abel Resino) desiludiu mt: n assumiu jogo, as substituições foram troca-por-troca sem arriscar nada, parecia q o 0-0 chegava para eles; ainda coloca o Forlan no banco... só faltou tirar o Kun aos 50m :-) Foi gritante a diferença entre as duas ekipas, devia haver uma diferença (no mínimo) de 4 golos no cômputo da eliminatória mas o q interessa é q estamos lá!

Qt ao sorteio já disse ao Lamas, concordo plenamente c o Prata e coloco aki a preferência por ordem crescente: Villareal, Bayern, Chelsea, Arsenal, Barça, Liverpool e United.

Daniel disse...

Sim sim...ainda estou para ver quem consegue afirmar peremptoriamente que aquilo é penalti. E o penalti sobre o Lisandro? Disso a radio não fala.

riskolas disse...

Deixemo-nos de vitimizações exacerbadas.

A CS tem sido tudo menos justa com o FCPorto mas, na mesma rádio (Antena1) que ouvi que era penalti sobre o Simão, ouvi também que era penalti indiscutível sobre o Licha...

prata disse...

Penaltys à parte, o arbitro foi muito permissivo e sobretudo o Perea e o Assunção fartaram-se de distribuir pancada...

riskolas disse...

Se fosse multimilionário contratava o Perea para cão de guarda!

O bicho batia em tudo o que mexia!!!

Fosse bola ou jogador!!!

Ao nível do melhor Binya!!!!

riskolas disse...

Um aparte...

Há pouco ouvi, (não li, ouvi mesmo) o meu treinador ex-favorito, actualmente ao serviço do Inter, equipa que figura entre o 9º e o 16º melhor clube da Europa, ou seja, atrás do FC Porto, a dizer que espera ganhar o scudetto, o que será... reparem bem... estão atentos???...

O QUE SERÁ O MAIOR FEITO DA CARREIRA DELE!!!!!

O gajo está senil, só pode!!!!

Então, ele que que ganhou a UEFA e a Champions 2 anos seguidos no FCPorto, ele que ganhou 2 campeonatos no Chelsea, 50 anos depois do ultimo campeonato ganho pelo Chelsea, e vem dizer que o maior feito da carreira dele é ganhar o scudetto!?!?!?! O Mancini ganhou 3 antes dele!!!!

Estou muito desiludido!

Há-de pedir por favor para voltar ao FCPorto, pois NUNCA mais ganhará a Champions!

prata disse...

A maldição de que falei no post já lhe está a subir à cabeça...

Anónimo disse...

Em "teoria" é assim:

Villareal-Temos chances, por variadas razões.

Arsenal-Das equipas inglesas a que me parece mais ao alcance, sobretudo se fizermos lá um bom jogo.

Bayern-Nunca seria uma tarefa muito fácil, (nenhuma equipa portuguesa logrou eliminá-los) mas temos potencial para discutir.


Chelsea-Uma equipa que apesar de não estar no máximo das potencialidades, é muito complicada.

As restantes equipas quanto a mim, estão num patamar superior e só com transcendência lograremos passar, o chelsea também pode estar neste grupo.

Artur disse...

Acho que as outras equipas devriam estar preocupada em não jogar contra o Porto. Afinal, em termos de títulos conquistados somos maiores que a maior parte delas!!

dragao vila pouca disse...

O sonho continua...

Com dificuldades, com sofrimento, mas com uma justiça, que nem os nossos piores inimigos, ousarão, questionar. Fomos melhores, muito melhores, no conjunto das duas-mãos e só um super Leo Franco, evitou hoje, tal como em Madrid, que o F.C.Porto ganhasse...tranquilamente.
Depois de uma primeira-parte pouco brilhante, em que apenas controlou e deixou a bola ao adversário, que nunca criou perigo, o F.C.Porto arrancou para uma segunda metade de grande qualidade e superioridade, que por só por acaso, não lhe deu a vitória que merecia e que nos teria poupado a um sofrimento, que durou até ao último minuto.

É preciso recordar, que para aqui chegarmos foi preciso passar por muito, estivemos caídos e até fomos maltratados - após o Arsenal em Londres -, mas com a alma, raça e espírito do Dragão, levantamo-nos, demos a volta por cima e estamos a fazer a melhor campanha, depois da conquista histórica, da C.League de 2004.
Uma pergunta: alguém pode chegar aos oito melhores da Europa, com um plantel fraco? Não, não pode! Como disse há meses atrás, não temos o melhor plantel do Mundo, mas também não é tão fraco, como o pintam alguns.
Agora venha o Diabo e escolha, na certeza porém, vão ter de dar tudo, para passarem por cima de nós.
Não posso esconder a alegria por este feito. Mais uma vez respondemos dentro do campo, às faltas de respeito, às insinuações torpes e ordinárias, às campanhas dos medíocres e invejosos, dizendo alto e em bom som, que somos de longe, o MELHOR CLUBE PORTUGUÊS.

Um abraço

prata disse...

Algo que me esqueci de referir: como é possível o estádio não ter enchido por completo? Acho que estiveram 47 mil mas o evento justificava que o estádio em vez de estar cheio, estivesse a abarrotar...

bLuE bOy disse...

Recomposto já de mais uma noite europeia, gloriosa, como tantas outras, deixo algumas notas adicionais a muito do que aqui já foi dito:

1. ambiente fabulástico... próprio das grandes noites europeias;

2. adeptos do fcporto... sempre ao lado da equipa, nunca regateando esforços no apoio constante... e jamais assobiando!

3. fcporto com uma exibição de mta classe, mto rigor e mta disciplina, sinal de (aparente) maturidade competitiva, o bem mais precioso que uma equipa pode ter nesta competição.

4. MVP pra Raul Meireles, onde na parte final, com o «estouro» do Lucho, foi um monstro a vir atrás defender, avançar com a bola pró ataque, uma exibição portentosa... Rolando, tantas vezes passado despercebido, a mostrar-se um «Aloisio» em crescimento... Fernando, Hulk, Lisando e CR10, em mto bom plano tb de destaque.

5. uma palavra meritória para os laterais da defensiva, que tantos e tantos ainda desconfiam... Sapunaru, nos 2 jogos desta eliminatória, mesmo com todos os problemas fisicos, esteve soberbo... já Cissokho, mesmo uns furos abaixo, está em crescimento e a cada jogo que passa, mais tranquilo e ao mesmo tempo, conseguindo controlar a ansiedade de quem há 6 meses atrás, jogava na 2ª de França, veio para Setúbal e hoje vê-se na alta roda do futebol europeu, em plenos 1/4 final da Liga dos Campeões; pedir-lhe mais do que tem feito, não será um crime? deixemos o rapaz crescer, que será bom para todos.

6. tenho reparado nestes últimos jogos, no pormenor, que não deixa de ser um pormenor de grande importância... Tarik tem sido, do banco, dos mais entusiastas a apoiar que corre lá dentro... para quem passou da época passada de utilização frequente, para esquecido no inicio desta época e agora, tem aparecido um ou outro jogo, mas no banco, é de registar com muito agrado e satisfação todo este apoio lateral... são nestas pequenas coisas que se vêm quem é grande e quem nunca deixará de ser um anão.

7. 3 compatriotas recebidos como mandam as regras da boa etiqueta PORTOguesa... Simão, insultado até mais não... (peseteiro) Assunção, insultado, enxovalhado e assobiado até não mais acabar... e Maniche, aplaudido de pé aquando da sua entrada. Dúvidas?

8. excelente apoio manifestado pela claque adversária aos de Madrid, o que emprestou ao ambiente, o tal rótulo de fabulástico... pena as confusões que a ala dura dos Ultras da FA provocou aquando da chegada ao Dragão.

9. por fim, propositadamente, deixei este ponto... Jesualdo merece este prémio da passagem... ninguém mais do que ele, o merece... digo e repito sempre o mesmo, que este, não é o meu treinador d'eleição, mas enquanto cá estiver, terá sempre o meu respeito e admiração, porque foi o único, a única voz do clube que desde a primeira hora no período mais complicado, e mesmo até aqui, amiúde, sempre defendeu com unhas e dentes o clube para o qual trabalha... só por isso, este prémio da passagem aos 1/4 final, é a ele dedicado, a alguém que ainda hoje, é olhado de soslaio por muitos e muitos Portistas, o que estranho e lamento.

Agora, dia 20, venha quem vier... tb serve!!!

bLuE bOy disse...

Ahhh, fosgasse, no meio de tantos pontos, esqueci-me do 10, o mais importante de todos... aqui fica ele:

10. a melhor resposta à arrogância dos espanhóis, dos jornalistas espanhóis, do Cerezo, do Peseteiro Assunção, do Simulão Anão, etc etc... mas quem é que eles pensam que o FC Porto, é? O Barcelona? o Real Madrid? Vocês é que sonham, pá!

:D

bLuE bOy disse...

Mas o the best, é mesmo o 11º:

11. "Este é um momento feliz para Portugal e para o Futebol Clube do Porto", Rui Santos, SIC.

Óh Rui, agora queres colinho?
Então agora, vai lá bajular a PQTP!!

ULtras FC Porto disse...

Cada dia que passa, eu mais me orgulho desta equipa do FC Porto, que apesar de passar por algumas fases menos boas, encontra-se actualmente com uma postura em campo mais madura, mais segura, com mais precisão, com jogadas construtivas e passes de bola excelentes, com uma visão de jogo extraordinária, muito organizada, é uma equipa feliz em campo sem dúvida dá gosto ver uma equipa assim a jogar.

http://ultrasfcportomatosinhos.blogspot.com

prata disse...

Cada vez mais concordo com o ponto 9. Mas a época ainda não acabou... A verdade é que começa a ser difícil prolongar o tabu sobre a renovação...

Taqui disse...

Boas ppl, foi um jogo de mt sofrimento, falei com o prata antes do jogo e aconteceu o que eu previa.. Aqueles ultimos 10m 0-0 íam-me matando!
Os post´s abrangem quase tudo, até criticam o arbitro (estava a espera de bem pior)mas esquecem-se que a partir de um determinado momento passa-mos a jogar com 12! Sim, poderá ele estar a tentar tratar do futuro, mas aqueles passes pro lado, po ar, mesmo para cima dos nossos centrais e aquele remate para fora mesmo no fim... Nao Enganam! Obrigado Maniche!

Prefiro Vilareal e espero que o acesso a bilhetes para ir fora seja bem melhor!

Abraço

Pedro disse...

Já postado em "Portistas de Bancada" (desculpem, passei por lá primeiro):

Julgo que um bom tema de conversa nesta fase decisiva da época é a questão da continuidade ou não do Prof. Jesualdo Ferreira como treinador principal do nosso FCP.

Em 3 anos como treinador, "arrisca-se" a ser tricampeão (sinceramente, acho que seria uma hecatombe não o ser, tal a superioridade face a Benfica e Sporting). Em 33 anos de vida, não me recordo de nenhum treinador tricampeão, nem no Porto nem em nenhum outro clube português (corrijam-me se estiver enganado).

Tem-se falado na blogosfera nalguns nomes para suceder ao Prof. já na próxima época, desde Jorge Jesus, Paulo Bento (!), Manuel José e até mesmo Quique Flores (!!!).

A minha opinião é muito clara: o Prof., independentemente da sua cor clubística (que, ao fim de quase 3 anos de sucesso deve ser bem mais azulada do que avermelhada), é o homem certo no lugar certo!

Não há treinadores consensuais (tirando talvez Mourinho, mas esse aparece uma vez na vida e depois da bacurada que disse esta semana - scudetto maior feito da carreira... oxalá nunca mais ganhes nenhuma CL, seu ingrato), mas eu acho que Jesualdo Ferreira reune as qualidades necessárias para se manter à frente da equipa técnica e não há, na minha opinião, nenhum treinador em Portugal que eu preferisse ver no seu lugar (e mesmo no estrangeiro contam-se pelos dedos de uma mão).

Naqueles que foram os anos mais difíceis da longa História do nosso Clube, com toda a pressão do "Apito Dourado" e dos media e o silêncio da Administração, conseguir ser campeão em 3 anos consecutivos (já repararam que dou esta época como ganha) e mesmo com saídas consecutivas dos melhores jogadores (Anderson, Bonsingwa, Quaresma, Paulo Assunção, Pepe, etc.) é, há que reconhecer com frontalidade, uma proeza.

Nos mesmos 3 anos, conseguiu qualificar-se sempre para os oitavos-de-final da CL (2 delas vencendo o grupo) e agora os quartos-de-final (será que fica por aqui?).

Conseguiu também uma final da Taça (perdida para o Sporting) e está bem encaminhado para nova final esta época, sendo o claro favorito à sua conquista, face à ausência de outros "grandes".

Para mim, tudo isto são argumentos mais do que suficientes para defender a sua continuidade, apesar da tradição em Portugal, ao nível dos grandes em geral e do FCP em particular, ser que mais de 2 anos é exagero.

Acho que se devia seguir o exemplo do Ferguson no Man.United: se o treinador tem sucesso de forma consistente e não se vê envolvido em polémicas, não há motivos para ter que sair só porque já passaram mais de 2 ou 3 anos.

Fico na expectativa dos Vossos comentários...

Já agora um aparte: o ilustre "anónimo" disse num comentário anterior que nunhum clube português logrou eliminar o todo poderoso Bayern. É capaz de ter razão. Mas decerto se lembra de um clube português que ousou "roubar" uma Taça dos Campeões que era dada como certa a este tubarão do futebol europeu. Foi há 22 anos e foi um dos dias mais felizes da minha vida!

Saudações portistas! []