segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Deslize



Quatro pontos perdidos em dois jogos. Suficiente para perceber que as análises à equipa não podem roçar nem o 8, nem o 80. Equipa capaz de golear na Champions e capaz de perder pontos em casa com a equipa mais fraca do campeonato. Arrisco esta precoce avaliação porque acho mesmo preocupante a falta de qualidade deste Boavista e porque isso só torna mais inadmissível o resultado de ontem. Ontem tivemos um FCPorto mais próximo de outros tempos: tivemos um erro individual grave de Maicon; demonstrámos falta de soluções para ultrapassar o bloco baixo do adversário e insistimos demasiado em acções individuais; e tivemos Jackson sozinho na área. O campo não ajudou, o tempo também não, mas insisto: perder pontos com este Boavista é um resultado péssimo!

Vamos às razões do descalabro: Lopetegui e Maicon. Limpemos já o assunto da expulsão. Para mim, um erro individual grave. Ouvi no Dragão argumentos contra a expulsão como a zona da falta, a total ausência de perigo do lance e as condições do terreno que facilitam os deslizes. Podem usar os mesmo argumentos para insultar o Maicon de burro para baixo! Independentemente de entrar de trás ou de lado, de sola ou não, pôs-se à disposição do critério do árbitro e fê-lo sem necessidade alguma. Tenho hesitado em elogiar o arranque de época de Maicon porque ele arranja sempre uma 'paragem de cérebro' por jogo. Esta teve influência directa no jogo da equipa.

Depois Lopetegui. Elogiámos aqui a ousadia demonstrada na Champions. Jackson teve companhia  e a equipa demonstrou uma sede de golos assinalável. Desmontámos consecutivamente um bloco baixo com a povoação da zona ofensiva e com a mobilidade e talento dos nossos avançados. Sendo óbvio que o Boavista iria apresentar um esquema semelhante ao do BATE, porque é que se alterou o esquema? Em nome da rotação do plantel? A equipa assimilou o sinal e entrou em campo com uma clara diferença em termos de ambição. Com a errónea certeza de que as coisas se iriam resolver mais cedo ou mais tarde. A expulsão complicou o que parecia fácil. Mas uma coisa é o adepto achar fácil, outra coisa é Lopetegui deixar que esse sentimento passe para a equipa. Além disso, outras coisas que eu, ilustre treinador de bancada, fazia diferente. Com a entrada de Casemiro ou de um central, tinha recuado o Ruben para 6 em vez do Herrera. Se a intenção era ter o Ruben a jogar entre linhas, mais valia ter Evandro, que está mais habituado a essa posição. E nesse caso, até podíamos recuar Ruben e nem havia necessidade de gastar a substituição ao intervalo. Qual é o sentido de meter um flanqueador como Quaresma se temos Jackson rodeado por 4 jogadores na área? Se entra Adrian, porque é que vai para a ala trocando com Brahimi, se o contrário resultou bem na quarta-feira?

Podíamos ter ganho mas, mesmo com a expulsão, tendo em conta o adversário, estivemos aquém do exigível em termos de produção ofensiva.

Individualmente, nota mínima para Maicon. Nota muito fraca para os nossos extremos. Tello foi uma desilusão e, entre trapalhadas que fizeram lembrar um  Iturbe 'tenrinho', falhou até a nossa melhor oportunidade de forma escandalosa. Brahimi mostrou um pouco da sua outra face. Perante a adversidade perde-se em individualismos. Se assim continuar, recomenda-se uma passagem pelo banco como aconteceu com Hulk no início e recentemente com Quaresma. Como diz o mister, a equipa está acima das individualidades. Gostei dos dois defesas espanhóis, sobretudo Marcano, apesar de reconhecer que não tiveram muito trabalho. Quem teve muito trabalho foi Jackson. Recomendo que vão rever no resumo a única oportunidade do Boavista em todo o jogo. Reparem quem entra em carrinho por trás de um Andres Fernandez já batido.

Este jogo não altera nada no compromisso em Alvalade. Vitória é o mínimo que se espera.

PS: Apesar de não criticar o critério do árbitro, não deixarei de utilizar este lance como medida de comparação, em termos de rigor, para o resto do campeonato.

7 comentários:

Lamas disse...

Boavista incrivelmente fraco... então os centrais são de bradar ao céu...

Árbitro procurou o protagonismo, claramente... Petit, tirou logo o gajo amarelado que tinha em campo quando tal aconteceu...

Mesmo assim, a principal crítica que partilho contigo é a falta de gajos na área, em especial pelo facto, como mencionas, de termos testado contra o Bate isso mesmo...

Tello teve zerinho... parece-me que vai continuar assim, de altos e baixos... sem regularidade... ainda espero que seja a questão da recuperação da lesão, mas... a ver vamos...

Foi azia das grandes...

Anónimo disse...

Eu ainda estou a tentar entrar na cabeça do treinador! Qd tu optas por uma decisao em detrimento de outra, é pq no momento te parece mais adequada: Estando eles todos fechadinhos, com muitos homens no meio, nao seria pior por o abubakar lá no meio tb?!
Qd precisavamos de andamento tira o Evandro ao intervalo? e coloca o Ruben neves mais subido e proximo do jackson? Nao seria ao contrário?
Foi mesmo mt mau! Podiamos andar ali mais meia hora que nao entrava a bola!

P.S. Já nao tenho paciencia para o Herrera, nao tenho mesmo!

Taqui

Anónimo disse...

Boa análise excepto no lance do Maicon, em relação ao qual fica aqui a minha opinião: não sou nada de achar que os nossos jogadores podem tudo e os outros nada, ou de desculpar asneiras das grossas. Por essa razão, ao contrário de muitos amigos, nunca gostei de fucile, sempre achei mangala muito menos do que o que querem fazer dele, etc. Ou seja, a cabeça dos jogadores, a sua capacidade para perceber o jogo, os momentos e refrear animos é fundamental. No entanto não consigo esta visão em relação ao lance de ontem: não é jogo violento, não é uma entrada por trás, não é com a sola, não mata nenhuma jogada de perigo ou sequer próxima disso. Ou seja, não consigo censurar o comportamento de um jogador nosso que não tem amarelo (isto é VIP porque se tivesse amarelo estaria a escrever o oposto). só porque entrou mais ríspido, só porque jogou o jogo na sua plenitude (sim, o jogo inclui faltas), não posso censurar a parte que menos culpa tem. A decisão do árbitro é má, incompreensivel, como foram a semana passada em guimarães. estes são factos e creio que nenhum ser pensante os desmente. Quando estavamoss a embalar na senda das vitórias tivemos duas arbitragens a ajudar a travar. a ver se a equipa cresce e tem força para ultrapassar essa parte também.

Pispis disse...

Para começar, Herrera horrível! Maicon, um verdadeiro totó... De qq das formas é inadmissível, no Dragão, um árbitro expulsar um jogador do Porto por um lance daqueles!

Lopetegui quis manter a dele até ao fim mas eu, confesso, aos 80m era Aboubakar lá para o meio e aos 85m até o Marcano subia, mas pronto eu tb n sou exemplo pk abdico fácil dos meus princípios :-)

Lopetegui n abdicou e eu gosto destes gajos, o problema é qd estas situações revelam teimosia e se ele for teimoso não sei se vai ter mão no balneário...

Q azia, impensável este resultado...

José Rodrigues disse...

Boa noite,
Parabéns pelo Blog.
Em relação ao jogo deixo um resumo da ninha visão:
. Não compreendo as rotações exageradas (as experiências devem ser feitas nos treinos)
. Vermelho correcto (embora não se veja o mesmo critérios noutros campos)
. Treinador muito fraco
. A % de posse de bola é bluf, não passa de lateralizações na parte mais recuada do relvado sem criar perigo algum para o oponente.
. O treinador está confuso, não sabe o que fazer, todas as oportunidades de golo que fala, eu infelizmente não as consigo ver, até a jornada actual todos os que o antecederam fizeram mais com muito menos.
Força FCP.

prata disse...

esclareço só que eu não expulsava. óbvio que o meu portismo e sobretudo o facto de não ver isto noutros campos, nomeadamente Luz e Alvalade, influencia muito a minha avaliação. É a 'jurisprudência'... Mas Maiocon arriscou-se e isso para mim é grave.

Anónimo disse...

Todo o envolvimento do jogo não ajudou... os jogadores nao estavam mt tranquilos e queriam resolver rápido, marcando um golo. O Maicon foi imtempestivo,foi imprudente, foi contudo e deu-se mal.
Eu expulsava.
Caramba, qd tá em forma e a jogar, ou aleija-se ou é expulso!

Fala-se muito da rotatividade, nao estamos habituados, mas eu vou esperar, em Fevereiro/Março, qd quase tudo se vai decidir, é que eu quero ver se foi boa ou má esta opção!
Já nao ganhamos em Alvalade há algum tempo... é uma boa oportunidade!

Taqui