segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Desenho ofensivo


Olhei para o onze e pensei que poderíamos ter finalmente, um FCPorto capaz de transformar a 'posse de bola' numa 'posse de golos'.  Os extremos que jogaram contra o Lille passaram para a sua posição natural o que implicava a entrada de dois criativos para a organização de jogo e a entrada de Quaresma que, por si só, costuma ser um upgrade de fantasia e de oportunidades de golo. Sobrava ainda a ténue esperança de que Adrian não seja o flop que aparenta e de que Jose Angel chegasse para o consumo interno e para os jogos no Dragão. A primeira parte provou que estava errado em tudo. Não foi por ter mais criativos em campo que tivemos mais oportunidades de golo. Acresce que os dois espanhóis não me agradaram. Além disso, Casemiro, que vinha de duas exibições interessantes, resolveu aplicar ao jogo uma lentidão irritante. Resultado: bocejo colectivo na primeira parte. É interessante perceber quão aborrecido se pode tornar o nosso futebol se não aplicarmos empenho e velocidade no mesmo. E não será o facto de termos em campo Brahimi, Oliver, Quaresma, Tello ou Quintero que vai mudar essa tendência. Ou seja, o desenho pode ser bonito e resultar numa nulidade, em termos práticos.

Na segunda parte a coisa inverteu-se. Mau seria se tal não tivesse acontecido... As oportunidades foram-se acumulando e os golos chegaram naturalmente, apesar de tardiamente. Poderemos registar pela positiva o facto de a equipa não ter entrado em pânicos desnecessários perante um dos muitos 'autocarros' que vamos apanhar este ano. Mas apesar de não ter registado grandes pânicos, registei uma quantidade assinalável de passes absurdos num estilo de 'chuveirada', sobretudo na primeira parte. Na segunda, conseguimos fazer chegar a bola às alas e, a partir daí, foi simples começar a criar mais perigo e golos. De registar a quantidade de jogadores que metemos na área no lance do primeiro golo. Assim fica mais fácil...

Individualmente, destaco Danilo e Maicon pelo facto de terem sido os únicos que mantiveram um rendimento constante ao longo de todo o jogo. Destacarei adicionalmente Jackson que cumpriu a sua função por duas vezes, apresentando bom rendimento. Destacarei num patamar inferior as melhorias significativas de Brahimi e Oliver na segunda parte depois de terem passado ao lado do jogo (ou por baixo...) na primeira. Pela negativa, Casemiro. Notou-se bem a diferença com a entrada do Rúben e isso diz tudo sobre o que o brasileiro não estava a conseguir fazer. Herrera também entrou bem. Depois temos Adrian. Se fizermos um exercício 'Adrian vs Quaresma' será fácil concluir que, no momento da substituição de um deles, só por embriaguez ou embirração poderemos optar pelo cigano. Adrian é um jogador deprimido e Quaresma é um jogador reprimido... Poderei abordar isto em posta própria, mas Adrian assusta tanto como a forma pouco perspicaz como Lopetegui lida com o temperamento de Quaresma. Para terminar esta minha primeira 'sessão de pancadaria' em Lopetegui, poderei dizer que não aprecio assistir a jogadores a discutirem em campo sobre quem vai marcar as bolas paradas, nomeadamente o penalti. Resolva-se previamente! É tão fácil... Quanto a José Angel, prevejo que será uma embirração minha. Não gostei de nada a não ser um sucesão de pedaladas lentas que arrancou numa jogada na segunda parte.

Até à meia noite seguimos inquietos... Mas para ver se não sai ninguém. Já Lopetegui julga que falta muita gente. Habituamos mal o moço...

10 comentários:

Anónimo disse...

O que eu acho, é que com tantas alterações é dificil haver entrosamento... mas estamos no principio, se ele conseguir que todos se conheçam e que dêem o melhor rendimento, jogue quem jogar, poderá ser bom.
Não me acredito, que assobies no estádio, mas a crónica de hoje é uma autêntica vaia ao treinador, Prata!
O Homem é de resultados, futebol é resultado, tem 5 jogos, 9 golos marcados e 0 sofridos. Somos mesmo mt exigentes. Eu tb sou, quero mais... mas ajude-mos, vamos nos por no lugar dele e pensar por ele:
- Se saísse o Adrián, depois de n ter feito nada, era queimá-lo! Assim o Quaresma saiu e ouviu o aplauso da tarde!
- Discutir quem marca os penálties: penso que a decisao estava tomada, no entanto o Jackson foi lá pedir ao brahimi para ser o Quintero, pois de certeza que ele queria dedicar um golo à avó, entretanto falecida. Se ele n tivesse em campo nem se passava isso.
- José Angel: um gajo que foi dado, nao podemos esperar mt dele, no entanto na 2ª parte esteve bem, até a defender, fez bons cruzamentos e algumas arrancadas. Quem já teve Areias; emidio rafael, etc, a unica diferença é que esses eram Portugueses!

Há coisas que me têm chateado, mas até ver, tem todo o meu beneficio da dúvida!

Abraço
Taqui

Jorge Vassalo disse...

Grande Taqui!

prata disse...

Vaia? leste? Se lias as minhas criticas a Vitor Pereira terás de perceber que não esteja ensiasmado com o futebol jogado. Daí a isto ser uma crítica... E, já agora estou bem longe de retirar o benefício da dúvida. Nem deve ser preciso, espero eu...

Adrian não tem de ter tratamento especial, tal como Quaresma. Defendi aqui que deveria ter saido o cigano no primeiro jogo em vez de Brahimi.

Isso do Quintero é folclore. Já aconteceu em jogos anteriores para marcação de livres.

Jose Angel é zandinguice minha. Espero estar errado...

Lamas disse...

Entrada de Rúben foi a chave... mexeu com o jogo...

Fechou o mercado, mais um central (Rolando inscrito), trinco e outro 8/10... também não achei grande piada a ele ter dito que o plantel estava curto, em particular na posição específica do Oliver... mas estou com o gajo... gostei do 11 inicial, para um jogo em casa, apesar de não ter resultado, mas concordei com a ideia...

P.S. Por falar em Emídio Rafael, o gajo meteu uma no saco este fim de semana aqui em Braga...

prata disse...

Casquei na exibição do Casemiro mas é justo reconhecer o seu mérito quando conseguiu arrumar um dos melhores jogadores adversários em segundos...

Anónimo disse...

Acho que li bem: " embriaguez ou embirração" e 'sessão de pancadaria' estes termos puxam para o assobiozito não? Estamos no começo, nao me chateiam as exibiçoes menos conseguidas, como disse, ha jogadores que jogam pela primeira vez juntos e nao podem estar entrosados...
Quanto ao Casemiro, é o homem das recuperações/cortes/ganhar de cabeça no meio. É o único mais defensivo, naquele meio campo. Lamas, dizer que o Ruben Neves foi a chave, nao sei. Posso achar que a chave foi todo o trabalho feito até aí e qd o Moreirense ja tava encostado e ja nao precisavamos tanto de ganhar o meio, mas mais rapidez e esclarecimento no passe, o treinador optou e bem, por colocar o RN.
Veremos o proximo teste no Vitória.
Nunca lá fui, alguem daqui vai?

Abraço
Taqui

riskolas disse...

Prata, para não me limitar a dizer que faço minhas as palavras do Taqui, acrescento um "bebe água" e um "faz o amor" que isso passa.

E até digo mais.

Por empatia, adoro o Lopetegui! Traz-me sensações que tinha com Mourinho.

Seja porque razão for, conseguiu que a SAD lhe desse o plantel que ele quis. Isto é, fomos ter com ele, propusemos-lhe um contrato, ele apresentou as suas condições e houve acordo. Aparentemente está a ser cumprido.

Com certeza, foi-lhe exigido o apuramento para a fase de grupos da CL e a vitória nos primeiros jogos do campeonato. Objectivo alcançado.

Em dois meses já lançou com sucesso um miúdo da formação. Algo que não víamos há mais de 10 anos!

Diziam os críticos e temiam os adeptos pela defesa. Ora, até ver, ZERO golos encaixados.

O que falta neste momento:
- Mais rapidez no jogo da equipa;
- Maior acutilância ofensiva.

Não tenho dúvidas que vamos ter estes dois aspectos progressivamente melhorados nos próximos tempos.

Todos os profissionais merecem algum tempo antes de serem "apedrejados". Este, pelo que tem feito, merece muito mais.

Só lhe aponto um defeito: Não ter arrumado com o RQ7 de vez!

prata disse...

Riskolas não leu o novo post. Aí alem de beber água e fazer amor, vai me recomendar que corte nos salgados, que não saia à noite e que largue as drogas pesadas...

pancas disse...

Mais um post de quem nao percebe futebol... achar que Quaresma fez uma boa exibicao e que Adrian nao fez nada... por amor de deus... nao deve gostar de futebol, deve gostar de circo...

O que e que Quaresma fez que foi assim tao bom? cruzamentos para a area quando temos 1 avancado contra 5 defesas? remates disparatados quando colegas estao melhor posicionados? a unica coisa que isso resulta e em perdas de bola...

O "mau" e "inconsequente" jogo da primeira parte foi o que causou que o Moreirense nao pudesse com as pernas aos 60 min, a partir dos quais o jogo foi todo nosso. Fizemo-los correr atras da bola pelo campo todo e depois foi so passar a bola de maneira mais vertical... Mas isso e so para quem percebe de futebol e nao de circo... as trivelas e que ganham jogos!!!

Anónimo disse...

Acho curioso algumas pessoas acharem q o Moreirense deu o berro devido ao jogo de posse do Porto na primeira parte... O que eu vi foi um Moreirense muito bem organizado c os jogadores a saberem exatamente q posições a ocupar no terreno e a sair muito bem na pressão... Aliás, fizeram pressão alta para q o Fabiano nem pudesse jogar a bola no Maicon e no Indi...

O Porto na segunda parte acelerou, RN entrou mt bem e o jogo ficou desbloqueado c o golo de Oliver...
Contra equipas como o Moreirense o jogo tem que ser todo nosso desde o início, não podemos esperar pelos 60 ou 70 minutos numa altura em q o adversário já só passa tempo...