quinta-feira, 24 de julho de 2014

Simples


Brahimi custou há 2 dias 6,5 milhões de euros. Dois dias depois vendemos 80% por 5 milhões. É com simplicidade que aplicamos a 'regra de três simples'. Concluimos simplesmente que em dois dias voaram 250 mil euros na valorização do jogador. São dias dificeis este que vivemos... Maldita crise!

4 comentários:

Lamas disse...

fazer as contas... então era só preciso fazer isso... ;)

Anónimo disse...

Não foi má compra. O negocio tem que ser visto de outro prisma.
O Brahimi custou 1,5M€ por 20%, 200k foram a comissao para a Doyen.
Se ele for bom, o Porto dá 5M€ para ficar com os 100%.
Se ele nao for bom, o Porto deu 1,5M€ (tanto como o Licá!!) e ainda tem 20% dum jogador que pode dar algum retorno.
Fora a questão financeira, vi o jogo da argelia contra a alemanha e gostei do gajo em termos ofensivos. Em termos defensivos, vamos ver se o Lopetegui (e sua equipa) tem capacidade para lhe ensinar alguma coisa...

prata disse...

«Se ele for bom, o Porto dá 5M€ para ficar com os 100%». Isso nuca aconteceu meu caro anonimo... Pode ir ver as recompras de parte de passe do Moutinho, Hulk, etc. Pagamos sempre bem mais caro...

Anónimo disse...

A diferença é que desta vez, a opção de recompra é fixa (aliás foi anunciada à CMVM). Ou seja, o valor não é inflacionado pelas prestações do jogador.
O fundo Doyen é o do Mangala e do Defour, mas tambem do Casemiro.
As operações com o Mangala e Defour levantam algumas duvidas, mas no caso do Brahimi, e se essa clausula for verdadeira, continuo a achar que não é mau negocio.
Alias, pelo que se viu ontem, pareceu-me jogador...