sexta-feira, 4 de julho de 2014

O arranque e os sintomas


Post curto tal como é curta a informação que temos sobre o FCPorto de 2014/2015. Deixo apenas algumas reflexões sobre a actual composição do plantel:

1 - Tivemos uma saída de um jogador fundamental para a qual ainda não há substituto. O azar de Mikel também não ajudou nada. Julgo que se pretende contratar um jogador para essa posição mas não há qualquer indicação sobre qual o alvo de mercado. Não é necessariamente mau que não se saiba o alvo...

2 - Conseguimos encaixar bom dinheiro com jogadores que não queríamos: Castro, Iturbe e Fernando (por estar em final de contrato). No caso de Iturbe não foi pelos adeptos, mas mais pela opinião dos responsáveis da SAD. Eu sou dos poucos adeptos que concorda com eles. Bem vendido! Tenho mais saudades do Atsu...

3 - Contratámos barato na primeira liga. Sami e Ricardo a custo zero e Evandro terá custado 1 milhão de euros. Mas são jogadores 'maduros' ao contrário do que aconteceu no ano passado em que contratámos vários jogadores jovens que se destacaram na primeira liga. Mudança de paradigma?

4 - Não consigo compreender a chegada de Oliver por empréstimo. Vai contra a nossa habitual política de valorização de activos para posterior venda. Valorizaremos um activo de outros sem que se tenha opção de compra. E vem para o lugar de outro jogador da mesma idade que precisa de mais minutos: Quintero. E ainda há Carlos Eduardo, Evandro... Por muita qualidade que tenha o jogador, não compreendo.

5 - Espero bem que este nosso assédio a mundialistas sejam meras notícias de defeso. Preço mais inflaccionado do que jogador que se destaca num mundial, não conheço... Então na posição de guarda-redes é ainda mais estranho, visto que julgo que estamos bem servidos. Isto partindo do princípio que Helton recupera e sobretudo de que Fabiano irá manter a qualidade que tem demonstrado.

6 - Não percebo porque não foi dada uma oportunidade a Tózé no estágio ao contrário de outros destaques da equipa B. Merecia.

7 - A contratação mais sonante do defeso parece que vai ser o Herrera...

Na imagem deixo a maior novidade da pré-época: a tão falada torre. Engraçado o destaque que se dá a estes pormenores insignificantes. Sempre é mais seguro que um andaime...

PS: Força Colômbia!

4 comentários:

orodas disse...

Se não queríamos um jogador como o Castro então algo está mal no clube

Anónimo disse...

"4 - Não consigo compreender a chegada de Oliver por empréstimo. Vai contra a nossa habitual política de valorização de activos para posterior venda. Valorizaremos um activo de outros sem que se tenha opção de compra. E vem para o lugar de outro jogador da mesma idade que precisa de mais minutos: Quintero. E ainda há Carlos Eduardo, Evandro... Por muita qualidade que tenha o jogador, não compreendo."

É de facto um pouco estranho, mas veja por exemplo, aquele caso do Rio Ave emprestar um jogador ao Mónaco pelo 2º ano seguido...é muito mais estranho...vejamos o rendimento do jogador e depois então veremos a 2ª parte do negócio...

Lamas disse...

Compreendo a crítica que fazes à publicidade que se fez à Torre, mas, aparentemente, o Lopetegui vem com ideias/rotinas novas... penso que era preciso "novos ventos" e isso é positivo a meu ver... espero, obviamente, que além do show-off os resultados também apareçam... para já agrada-me...

A situação do trinco ou médio defensivo espero que já esteja tratada/planeada (pois há muito que já se sabia que isto se ia passar) e a lesão do Mikel não veio ajudar...

bruno rodrigues disse...

Por acaso, o substituto do fernando já é bem conhecido de todos, aliás, eu já sabia que ele ia integrar o nosso plantel mesmo antes do lopetegui vir para treinador do nosso clube. Com a chegada do lopetegui tive a confirmação de uma certeza, o asier illarramendi vai ser o substituto do fernando. E estou convicto de que o vai substituir muito bem, se não o fizer, não será por falta de qualidade.