domingo, 30 de março de 2014

Horrível época


Isto tem sido um carrossel de emoções! Mas são raras as emoções boas... E quando as há, nem temos tempo para euforias, porque vem logo a seguir uma dose de realidade. Depois do jogo de quarta-feira e de uma vitória, curta mas saborosa, tivemos logo uma primeira parte a roçar as que tantas vezes vimos com Paulo Fonseca. Sem chama, com passes errados que chegue e erros defensivos constantes. A segunda parte trouxe uma equipa diferente mas não o suficiente para fazer face às adversidades e aos traumas acumulados. Mas já que estamos neste estado, há que tirar disto a noção de que nos temos de focalizar nos objectivos atingíveis. Julgo que as poupanças de Varela, Mangala e Defour ao intervalo indicam que já havia essa intenção, mas este resultado torna ainda mais premente que o campeonato passe a servir apenas para preparar jogadores para a próxima época e para eventuais entradas em substituição. Há que pôr algum controlo nesta ansiedade dos jogadores. Continuamos a criar mais oportunidades que qualquer equipa na primeira liga e continuamos a ter resultados destes. Precisámos de 5 oportunidades para marcar um golo enquanto que os adversários directos precisam de meia. Há que pôr a cabeça no sítio!

Quanto ao jogo, até não entrámos muito mal e tivemos as primeiras oportunidades do jogo. Mas com Abdoulaye em campo e com os laterais em péssima forma, acabámos por começar a sofre alguns percalços que se multiplicaram a partir do momento em que sofremos um golo que tem tanto de infeliz como de irregular. O início de segunda parte pareceu um sonho para o treinador: as duas substituições que fez participam no golo do empate. Mas esta equipa não é de fiar e logo entregámos mais um golo ao adversário. Até ao final fizemos o suficiente para ganhar. Por incompetência nossa e alguma do árbitro não aconteceu. Que sirva para espicaçar a equipa e para perceberem que só com uma atitude semelhante à de quarta-feira é que poderemos conquistar algo nesta época que, para já, promete ser para lembrar e tirar notas...

Individualmente, começo pelas notas negativas. Ignorando Abdoulaye que já nem me atrevo a pontuar, os laterais estão numa forma horrível. Têm estado consecutivamente entre os piores e nem sequer há alternativa. Espero que no próximo jogo para a liga eles voltem a descansar. Da defesa salvou-se Reyes. Licá também esteve bem fraco. Defour e Herrera não estiveram bem na primeira parte, sobretudo o segundo. Só percebo a saída de Defour ao intervalo como uma poupança para quinta-feira. Jackson lutou muito e marcou dois golos. É o meu MVP. Estive indeciso entre ele e Fernando. Quaresma na sua intermitência foi fazendo coisa boas e péssimas e teve a infelicidade de falhar o penalti. Quintero e Ghilas prometeram mas acabaram por se perder no nervosismo geral.

Quanto ao Capela, posso falar apenas de um lance em que choca com Quaresma lançando um contra-ataque do Nacional ou de outro lance em que Dois jogadores do Nacional chocam, cabeça com cabeça, e é marcada falta de Herrera... É dos bons! 

Na quinta-feira voltamos ao nosso campeonato. Sintoma de época falhada...

9 comentários:

riskolas disse...

O lado positivo disto é que na próxima época não nos vão faltar jogos de desforra...

Taqui disse...

O danilo mete-me um nojo, nos jogos antes da liga europa! Fez UM (1) cruzamento quase na linha, recebe sempre a bola parada, e as receçoes de bola? se nao subirem acima do joelho já é bom!!
No meio da nossa mediocridade esta época, temos a arbitragem no estoril, na luz, em alvalade, na madeira!! Nao é coisa pouca! Mas em outros anos isso nao chegava para nos derrotar!
Quinta é o nosso Campeonato! Venceremos, venceremos...

Pispis disse...

Continuamos a perder mas com algumas diferenças para as derrotas na era Paulo Fonseca… Agora vê-se atitude e vontade em contrariar a tendência de jogo, perdemos mais uma vez com um golo em fora-de-jogo e com mais um erro incrivelmente infantil do Abdoulaye. É irritante vê-lo jogar, tanta displicência e passes errados, há muito que um jogador do Porto não me cegava tanto…

Não me canso de referir as faltas estúpidas e desnecessárias que fazemos junto da nossa área (Danilo nisto é rei)! Será que não há ninguém dentro do campo, ou no banco, ou nos treinos que digam a estes gajos que quando um adversário está de costas para a nossa baliza basta encostar e não deixá-lo virar? Será que é preciso cometer sempre falta, interromper o jogo e deixar a nossa baliza em sobressalto dando a ideia que os adversários é que estão em cima de nós?

O campeonato estava perdido, o 2º lugar tb seria difícil, só fico fdd pk não gosto de perder e principalmente pk a confiança vem com vitórias! Mas neste momento há que centrar as atenções nas taças…

prata disse...

O golo que sai de uma jogada em fora-dejogo tem o pormenor delicioso de não ter sido marcado porque o fiscal-de-linha tinha a visão do lance tapada pelo jogador que estava em fora-de-jogo... Brilhante!

Taqui disse...

Pis, tu que treinas formaçao e eu que andei pelo distrital anos a fio, ouvimos isso permanentemente: jogador de costas para a baliza nao se faz falta, basta nao deixar virar!
É incrivel, este rapaz, seria um banal defesa direito se fosse Portugues! Eu se fosse o LC, metia o Garcia, tem alma e garra de Dragão, e pó Campeonato isso já basta esta época...

orodas disse...

Danilo, Alexandro, Licá, Carlos Eduardo, Quintero, Herrera, Defour, Reyes, etc...são tudo jogadores excessivamente caros para a produção...alguns até não têm qualidade para jogar no FCP...e destes apenas no Reyes vejo potencial de crescimento...quanto aos outros tínhamos bem melhor em jogadores formados na casa...e todo este dinheiro mal gasto teria servido para manter cá o Moutinho ou para comprar um ou dois jogadores para realmente fazerem diferença...gastar quase 20 milhões em laterais é de loucos...principalmente quando não sabem defender...e para além disso as dispensas nestes últimos anos foram ridículas...Sapunaru, Castro, etc eram jogadores muito mais baratos, fiáveis, lutadores...e baratos dos que cá ficaram ou foram adquiridos

miguel87 disse...

Por muito mal que jogue uma equipa e por mais péssima que possa ser a exibição de qualquer jogador, não sou capaz de ser critico quando a derrota é o resultado directo de erros de arbitragem!

Por muito mau que tenha sido o jogo do Porto, sem aquela arbitragem, a derrota pura e simplesmente não tinha acontecido!

Indefectível disse...

Sempre disse que a culpa não era do PF. A realidade está a dar-me razão.

Lamas disse...

Primeira parte demasiado má... Com inúmeros passes errados onde destaco Herrera nesse ponto... Foi muito mau... Arranquemos segundo tempo foi de sonho, mas desmoronado com o golo deles... Mesmo assim bastava o penalty ter entrado ou o golo não ter sido anulado e tínhamos tido todas as condições para a remontada...