quarta-feira, 23 de outubro de 2013

Esta Liga não é para 'meninos'...


Tenho pena que não tivessem usado os ecrãs do Dragão para repetir o lance de Herrera aos cinco minutos. Escusava de me ter mantido num estado de indignação até chegar a casa e ver o resumo na tv. O lance é claro para segundo amarelo e, ao contrário do que eu pensava, é tão disparatado que nem sequer entra no limite da discussão sobre a existência ou não de bom senso do árbitro. Quando vi os onzes comentei com que estava ao meu lado que, no lugar do Paulo, dadas as infantilidades que tanto ajudaram à derrota com o Atlético de Madrid, eu optava por uma abordagem mais conservadora ao jogo: na dúvida, o factor de decisão teria de favorecer a inclusão dos jogadores mais experientes. Como não sou masoquista, nestes casos detesto ter razão... Herrera percebeu em 5 minutos que esta Champions não é para meninos e que os erros infantis se pagam muito caro. É que, ainda por cima, o mexicano não tem a sorte de Otamendi... Óbvio que Herrera tem culpa, mas o principal culpado é o treinador que teve uma aposta sem fundamento, porque o vimos apenas num jogo e contra o Arouca, e que ainda por cima se veio a provar desastrosa.

Disto resulta que a Liga Europa está perigosamente perto. Ou julgarão que duas derrotas em casa contra os adversários directos nos augura algo de bom? Só um impensável empate do Zenit em casa na jornada passada torna a passagem possível. Mas poderão reparar que, mesmo que se vá ganhar a casa do Zenit, é bem mais fácil para os russos ganhar em casa com um Atlético de Madrid já qualificado do que o FCPorto ganhar em Madrid na última jornada. Ainda dependemos apenas dos nossos resultados, mas não há razão nenhuma para optimismos!

Vamos aos pontos importantes do jogo de ontem. Costuma-se dizer que há ocasiões em que se perde o jogo mas se ganha uma equipa. É daquelas frases feitas do futebol, mas julgo que a reacção da equipa a tamanha contrariedade não está ao alcance de muitos. Se a situação que nos deixou em inferioridade foi para meninos, a reacção é para homens e portistas! Acabámos por ter tantas e tão boas oportunidades como o Zenit e terminámos a primeira parte, pasmem-se, em vantagem em termos de posse de bola. O início da segunda parte trouxe um Zenit melhor. O Paulo esteve bem e lançou logo Varela. Por cinco minutos as coisas melhoraram, mas a segunda alteração não chegou e Defour deveria ter entrado bem mais cedo. Setenta e tal minutos mais cedo... O golo do Zenit foi sado-tardio e deixou-nos um sabor de injustiça... Mas todos estávamos preparados para essa possibilidade dado o espaço de que passaram a dispor com o acumular de cansaço dos nossos jogadores. Três oportunidades depois e os jogadores do FCPorto foram vergados pelo apito. Alívio para os russos. Quem diria...

Por falar em sadismo, ver jogar o Hulk no Dragão com outras cores é um exercício doloroso...

Individualmente, quando os jogos se transformam em batalhas, emerge sempre o mesmo: Fernando. Mas Lucho não ficou muito atrás. Jackson, num jogo em que mal rematou à baliza, fez uma exibição incrível. Notas altíssimas também para Alex Sandro, Helton e Mangala e nota boa para a entrada de Varela. Nota negativa óbvia para Herrera, que até podia ter resolvido o lance com Hulk bem longe da baliza, e também para Otamendi. Não fosse aquele lance em que isola Hulk e teria nota altíssima. Assim tem negativa. Há erros que não se perdoam... Pior nota da noite para Paulo Fonseca pela sua responsabilidade no episódio Herrera.

Domingo veremos se, apesar da derrota, ganhámos uma equipa! Intensidade inferior à de ontem não será aceitável! Nem isso nem um resultado que não seja a vitória!

17 comentários:

riskolas disse...

Ok. Concordo que o lance da barreira é passível de admoestação com cartão amarelo mas o bom senso obrigava apenas a um aviso. Se seguirmos as regras à risca exijo que de todos os cantos e livres marcados para a área resultem em falta ofensiva ou penalti.

prata disse...

Se acontecesse ao fcporto eu iria ficar fdd se nao houvesse expulsão...

Lamas disse...

Mas depois da expulsão, o árbitro teria que cumprir o mesmo critério... e 5 minutos depois há um fora do jogo ao Danny que depois do apito chuta a bola e não leva amarelo... e muitos mais lances... porque obviamente, a partir dali qq "merdinha" e eu queria amarelo para tudo... podia muito bem ter mandado repetir o livre e ter ficado quieto no amarelo por uma questão de senso... não o teve, tinha de ser rigoroso até ao final da partida... e nem ia falar do atropelamento de que foi alvo Licá pelo Neto na área adversária... pareceu-me demasiado escandaloso... se em vez do Neto tivesse sido um Mangala ou um Bruno Alves tinha sido uma bárbara agressão (isto já é boca para os comentadores porque eu não fui ao estádio)...

Esquecendo isso... o que valeu foi a exibição que pode ter salvo os danos psicológicos que uma derrota desta acarreta para o resto da temporada... houve atitude que é o que eu exigo...

Quanto ao Paulo Fonseca, teria metido o Ghilas logo quando demos o berro e o jogo ficou partido... porque parecia-me um jogo com as características ideais para ele...

A Champions está longe com as duas derrotas em casa com os principais adversários...

Depois do apito final não vi mais nada, porque nestas situações a azia assola-me completamente... e não me chegam as vitórias morais...

riskolas disse...

Concordo Lamas.
Eu também tinha metido o Nabil mais cedo, lá para os 70'

prata disse...

Pelo jackson?

Taqui disse...

Prata nao concordo nada com a tua análise, penso que é ainda a quente!
O herrera foi vitima do seu entusiasmo, do querer ajudar e da falta de bom senso do Arbitro. Nao que eu nao concorde com a expulsao, mas... podia ter evitado!
Agora a titularidade ganha-se nos treinos e nao nos jogos, ele foi lançado no Arouca, pq já chegava de Defour a jogar po lado! Sendo a tua opção mais conservadora quem punhas? Defour? Dirias entao que pelo menos este já tinha aprendido com a expulsao em Málaga!!! Tinha e tenho muita esperança neste Herrera, acho que nos vai trazer muita qualidade!
Eu treinador, o que fazia de diferente: ( a nao ser que o Josué tenha pedido) tirava o lucho primeiro. Que jogo que fez, mas as meias ja tavam em baixo, sinal que só o PF ainda nao percebe. Pelo menos mais cedo devia ter saido.
De resto fizemos um jogo bom, de entrega, de raça, contra uma equipa que nos moeu muito na 2ª parte. Obrigaram-nos a um desgaste tremendo! Pecamos um bocadinho na posse na 2ª parte, n conseguimos descansar com bola.
Outra coisa que nao concordo: apreciação ao Otamendi, pra mim tem culpa no Golo. Fica manchada aí a sua exibição, até pq o outro disparate o helton tratou de o fazer esquecer!
Acho que realmente se ganhou a equipa, o problema é que a Liga nao tem a visibilidade da champions, eles aqui correm o dobro, sorte que é com o Sporting e a exigencia vai ser máxima outra vez, pq se fosse outra equipa qq ía ser penoso!

Nas bancadas respiram saudade pelo VP! Memória curta, memória dos titulos! Velhos do restelo que tanto critiaram e tanto assobiaram!
Deixai tar o homem nas Arábias, já o agradecemos, já chega!

Lamas disse...

Tinha de ser pelo Jackson... não havia outra hipótese... naquele momento (jogo partido/frescura física), penso que era a altura e o dia ideal para ver o que rendia o Ghilas... até admito que no rescaldo se concluísse que tinha sido uma estupidez, mas ali acho que era a altura certa para o lançar...

miguel87 disse...

Tudo bem que o Herrera foi um menino, mas para falar em meninos temos que começar pelo que temos no banco com a braçadeira de treinador!
De quem ou qual é a organização das bolas paradas?? ninguem conhecia esse tal de Hulk? Como é possivel deixa-lo com tanto espaço a seguir a um canto a nosso favor?

Além disso, este ano já vi cantos nossos a ser marcados por Lucho, Josué, Quintero, Defour e ontem vi as inovações Danilo e Varela!! Pode parecer um pormenor, mas é uma mostra da rebaldaria e falta de organização que grassa na equipa.

Dois jogos europeus seguidos perdidos em casa é algo de que não tenho memória... acho que nem o Jesualdo cometeu tal proeza!

Ah, o VP era um burro do caralho quando metia o Hulk a ponta de lança (tinha o Kleber...), então que dizer do Spalletti, que mete Hulk a jogar no meio quanto tem 2 pontas de lança internacionais no banco...

Temos plantel para ganhar o grupo e pelo andar da carruagem vamos lutar com o Austria para ir à Liga Europa.

No domingo vamos levar na cabeça outra vez, porque eles vêm moralizados, em forma e principalmente porque mostraram ter algo que o Porto não mostrou ter este ano: treinador!

miguel87 disse...

Taqui, a situação do Lucho é flagrante! Toda a gente na bancada viu o homem a arrastar-se com as meias em baixo, só o gajo no banco não viu isso.

Outra coisa, a jogar com dez desde os 5 minutos e com o jogo empatado por volta dos 75/80 minutos só tinhamos que fazer uma coisa: segurar o empate!

miguel87 disse...

O caso Otamendi é algo de extraordinário! Acho que o homem não precisava de ser jogador da bola para ser milionário, com o mijo que tem bastava-lhe jogar no euromilhoes!
É incrivel a quantidade de vezes que o filho da puta enterra e mesmo assim não dá golo!
É um caso de estudo!

Se o gajo se chamasse Octavio Mendes ou até Maicon, acho que já andava a treinar à parte há uns meses largos, ou quem sabe, levado na tromba no parque de estacionamento do olival!

prata disse...

Lucho ficou em campo porque as restantes soluções que tínhamos no banco eram ofensivas e Josué não estava menos cansado...

Quanto à avaliação do lance do Herrera, continuo a defender que é tão estapafúrdio que não podemos exigir bom senso ao árbitro. O gajo está 2 metros À frente da barreira e interceta a bola. Esperavam milagres?

Quanto ao que diz o Taqui não posso teorizar muito sobre treinos. Não vejo, não posso comentar. E se lhes dou muita importância arrisco-me a não poder comentar opção nenhuma... Pelo que vi, Defour era a opção mais segura, pela experiência em jogos pelo FCPorto e até por uma das seleções mais fortes da actualidade na Europa.

O Paulo arriscou e teve resultados desastrosos. A culpa é dele. Tal como seria se o mexicano fizesse três golos.

prata disse...

A cada exibição destas de Fernando, relembro que pode sair a custo zero no final da época. E logo suspiro como suspirei com Paulo Assunção...

Taqui disse...

Prata eu tb nao vou aos treinos, o que eu quero dizer é que nos devemos por no lugar do treinador, para tentar perceber as opçoes dele! Há algum treinador que conta com uma expulsao destas?!! Acho que era mais justo avaliar a opção pelo jogo que ele podia vir a fazer, do que ele jogar ou nao. O josué tb nao tinha experiencia nenhuma qd se estreou em Viena!
Mas eu respeito a tua opiniao, nao concordo é com a justificaçao de maior experiencia!

Pispis disse...

Só vi a primeira meia-hora pk dp tive q ir treinar meninos de 17/18 anos e o desabafo que tive c eles foi: como posso criticar expulsões estúpidas nos juniores qd gajos na Champions fazem isto?

São só tiros no pé... Já com o Atlético foram erros demasiado infantis...

Acho puxado dizer q só por causa disto devia ter sido o Defour a jogar mas fomos mm mt anjinhos...

Acho que para tudo devemos contextualizar, tipo Hulk a ponta-de-lança... Se todas as equipas que jogam contra o Porto jogassem tão ao ataque como o Porto fez contra o Zenit eu se calhar até pedia 9 defesas e o Hulk sozinho na frente...

prata disse...

Logo tu pispis? Vai ler a minha crónica sobre o jogo em Arouca e diz lá se a minha opção por defour é por causa fã expulsão... Subestimas o cronista...

Pispis disse...

Ok, preferias dar mais equilíbrio :-)

Mas atenção q na minha opinião tb seria mais expectável começar com Defour e Varela... Aliás, achei mais surpreendente Varela no banco do q Defour, e este menino vai ser mt injustiçado no Porto mas ok... O Hulk tb foi tantas vezes assobiado e agora tem uma estátua no museu :-)

David Nogueira disse...

Boas,
Não vejo a qualificação assim tão difícil quanto isso, porque se ganharmos em casa do zenit (perfeitamente ao alcance), e vencermos o Áustria em casa, obrigamos o zenit a vencer o atlético para não ficar eliminado.
Cumprimentos