terça-feira, 12 de janeiro de 2010

O LOBO MÍOPE... VÊ MAIS LONGE!



Alan Dzagoev, jovem prodigio nascido há 21 anos na Ossétia do Sul, marca o regresso do Lobo Míope que, com esta “descoberta” será mais idiota ou louco do que, propriamente, míope…

Há, todavia, um propósito nesta sugestão para o nosso FC Porto.

Entendo que tivemos muito sucesso na abordagem que fizemos ao mercado nos últimos 10 anos mas que a fórmula usada perdeu força e relevância nos últimos 2 ou 3 anos. O facto de aparecer um Cissokho, de vez em quando, não invalida isto. E convém não esquecer o projecto 611 (ou 613… ou 615… sei lá!) que tem de começar a libertar atletas para o plantel sénior.

Face às contas que vêm sendo apresentadas periodicamente, constata-se facilmente que a rubrica “custos com pessoal” é excessivamente elevada face ao nível dos proveitos operacionais que a sociedade tem. Ora, cortar no pessoal não me parece uma solução muito fácil mas optimizar os recursos sim! Levanta-se a questão de como podemos optimizar os custos com o pessoal, mantendo uma equipa altamente competitiva a nível internacional e papa-títulos a nível interno.

É aqui que entra a “minha” teoria que uns apelidarão de demagogia, enquanto outros poderão pensar que o rapaz não é idiota de todo…

Assim, defendo que o FC Porto tem de ter um onze mais dois jogadores aptos para serem titulares indiscutíveis, isto é, esquecendo os guarda-redes, temos de ter 12 jogadores aptos a serem titulares sem causar surpresa, nem mossa. Depois, temos de completar o plantel com jogadores da formação e outros recrutados no mercado interno ou até, eventualmente, num negócio de ocasião por esse mundo fora. Quero, desde já, esclarecer que um Prediger (em cujo valor acredito!) não é um negócio de ocasião! Um negócio de ocasião não pode custar mais do que 2 Milhões de euros, além de que, DEZ negócios de ocasião não podem ser classificados como tal… UM é UM!

Pegando no plantel actual e em alguns dos emprestados, vemos que jogadores como o Ukra e o Castro podiam, perfeitamente, fazer parte do plantel. Podemos ver que o Varela revelou-se um excelente negócio, bem como já o foram Bosingwa, Pepe, Nuno Valente, Maniche, Derlei, Paulo Ferreira e outros…, da mesma forma que também recrutamos “atletas” como o Marco Ferreira, que acabam por não ser nefastos nem para a equipa nem para a saúde financeira.

Voltando ao Dzagoev, cujo passe custaria sempre, no mínimo, 15 Milhões de Euros, e para finalizar esta proposta de abordagem ao mercado – não ficarei ofendido se qualquer elemento da estrutura directiva do FC Porto me chamar de estúpido ou ignorante – o FCP, face às vendas de uma ou duas "jóias da coroa", em cada defeso, deveria responder com uma ou duas contratações fortes, para entrarem directamente no onze e fazerem a diferença, além das de jogadores que, actuando no campeonato português, mostrem potencial para a curto ou médio prazo entrarem no onze. Ou seja, teríamos de contratar 1 ou 2 “Dzagoeves”, em função das necessidades e das vendas que se fizessem e os “Varelas” que surgissem. Depois, e em simultâneo, a aposta forte tem de ser na formação, onde quero acreditar que, de facto, essa aposta está a ser feita.

Para finalizar esta teoria, e servindo-me do Relatório & Contas da SAD a 30 de Setembro de 2009, importa referir que em 2009 gastámos cerca de €23,5M em:

  • 100% do Falcao;
  • 50% do Belluschi;
  • 100% do Prediger;
  • 50% do Guarin;
  • Encargos assumidos na renegociação do contrato do Hulk.

Além disto, ainda se investiu mais €5M na aquisição de 10% do “passe” Fernando e em 25% do “passe” do Tomás Costa. Ou seja, esquecendo os 10% do Fernando, teremos gasto cerca de €25M em dois titulares, sendo que num só se adquiriu 50% do respectivo “passe”! Ora, armando-me em merceeiro (sem ofensa para os merceeiros), adquirindo 2 jogadores por €15M, cada um, e num deles só se adquire 50% do passe, gastariamos €22,5M.

E em 2008, como foi? Segundo o mesmo relatório, €25M foram suficientes para “comprar” o Pelé, o CR10, o Hulk e o Mariano!!! Se pensarmos que 70% do CR10 custaram €7M (CMVM) e 50% do Hulk ficaram por €5,5M, então, o Pelé e o Mariano custaram a módica quantia de €12,5M… É demais, não é… Creio que já me fiz entender mas quero ressalvar que estou longe de ser um “Anti-SAD”, da mesma forma que não sou um “SADista”. Tento ter uma visão critica e racional mas sem qualquer tipo de fundamentalismo, até porque a SAD já nos mostrou ser capaz do melhor (Cissokho, Pepe, Ricardo Carvalho, Paulo Ferreira,…) e do pior (Luís Fabiano, Diego,…).

Agora falta o mais dificil que é convencer os “Dzagoeves” a virem para o FCP!

Há muito que defendo que esta tarefa não será tão complicada como pode parecer. Com a rede de contactos que a nossa SAD tem, qualquer um consegue vender a imagem de um clube trampolim para os grandes clubes da Europa. O FCP é o maior mas os jogadores querem é os Reais Madrids, os Barcelonas, os Milões, os Manchestesteres e pouco mais! O FCP tem colocado regularmente atletas em todos estes clubes, aliando excelentes mais-valias financeiras nesses negócios. É aí que entram as parcerias, os fundos e os passes partilhados que os nossos Administradores da SAD tão bem dominam e onde são catedráticos!

Concluindo este ponto de vista, creio que, assim, a nossa competitividade, na pior das hipóteses, manter-se-ia, e eramos “forçados”, também, a lançar jovens oriundos das camadas jovens, potenciando enormes mais valias financeiras e desportivas. Mais uma vez, convém não ignorar as regras de inscrição de atletas nas provas da UEFA!

Regressando ao meu amigo Dzagoev, quero ainda dizer que a escolha de um atleta proveniente da Europa de Leste não é inocente. Tratam-se de excelentes atletas, quer técnica quer fisicamente, com formação táctica e que, apesar de serem pagos a peso de ouro, querem experimentar outros campeonatos. Veja-se o exemplo Izmailov ou, noutro nível, o Pavel Pogrebniak que joga no “todo poderoso” Estugarda. É aí que a marca FCP tem de funcionar e dizer-lhes “ficas aqui 2 anos e depois vais para os Reais Madrids, os Barcelonas, os Milões ou para os Manchestesteres,

Quanto ao Dzagoev, acho que dispensa grandes apresentações. É um miúdo que pode fazer qualquer posição no meio-campo ofensivo, ambidextro, fabuloso no último passe, excelente no drible e nas bolas paradas. Tem uma meia-distância muito boa e a velocidade em corrida e de execução são também atributos bem presentes nele. Antevejo-lhe um futuro fantástico e tem tudo para ser uma grande referência do futebol Mundial nos próximos 10 anos. Já é titular do CSKA Moskow há duas épocas e soma 4 participações na Selecção Principal da Rússia. Esta época, já leva 3 golos na Champions League…

Se acredito que um dia jogará no FCP? Não! Mas que havia condições, lá isso havia…



13 comentários:

policy10 disse...

RUSSOS QUE FIQUEM EM CASA DELES!!!

Artur disse...

Caro Riskolas, o facto de não usares o tipo ou tamanho da letra em conformidade com os restantes bloggers está relacionado com o facto de seres miope?

Pispis disse...

O q custa é ver o q já se gastou na compra de passes de jogadores q já temos no plantel, mas isso já nos traria outra vez para a discussão das receitas Vs investimentos aplicada pela SAD... A estrutura directiva do FC Porto pode chamar-te de estúpido ou ignorante pk n sabes cm funcionam as comissões no Leste... na América do Sul já vimos q funciona bem :-)

riskolas disse...

Não me digas que te toquei em alguma ferida...

Ou foi o teu amigo viscoso de côr branca que te entupiu o cérebro???

prata disse...

Quanto ao jogador, não há dúvida que é óptimo e tu também concordas que está fora do alcance. E já agora duvido que o deixem sair por 15 milhões. Supondo que o fariam continuo a dizer que o nosso nível salarial continua aquém de campeonatos onde temos algumas equipas do nosso nível futebolístico como França e Alemanha. O Estugarda que tu referes com certeza que paga o dobro do que o que nós pagaríamos.

No entanto, percebo que isto foi posto a título de exemplo e de facto, uma gestão mais racional de transferências destes pernetas argentinos e colombianos daria mais fulgor para ambicionarmos Dzagoevs e aí concordo plenamente. Enquanto se pensar o plantel desta forma não evoluiremos o suficiente em termos financeiros para poder ambicionar chegar a certos jogadores que o nome FCPorto, por si só, até poderia atrair. Este é o grande desafio que se coloca visto que, hoje em dia, cada vez menos teremos capacidade de ir buscar talentos desconhecidos, porque lutamos contra outros clubes com melhores estruturas de prospecção, e com o dobro do poder de compra.

riskolas disse...

O meu comentário anterior foi, obviamente, para o Artur.

Relativamente ao que tu dizes, Prata, não sei até que ponto o salário do Dzagoev será tão impossível assim. Tem 21 anos e só chegou ao clube há 2, proveniente de um clube secundário...

Depois, o método "Zidanes y Pavones" não me faz confusão nenhuma.

Trata-se de um valor certo que, tudo indica, atingirá o mais alto nível.

Depois soma o salário de todos os "Predigers" que temos, vê a diferença para o que jogadores da prata da casa custariam e vê o que ganhamos em poupança nos custos com o povo. Ou seja, na pior das hipóteses, mantinhamos a estrutura de custos e tinhamos um plantel mais forte.

Um exemplo que fala por mim é o Prediger. O que esperam os portistas do Prediger??? Esperam que ele lute e sue por um lugar no onze??? Alguém, no lugar dele, faria isso??? Vejamos: O gajo tem o seu valor e vem da Argentina para a Europa (realiza um objectivo), deve ter um salário nunca inferior a 50K/mês e vê que não é inscrito na Champions, ou seja, antes das provas começarem, já sabe que nunca será a primeira escolha, porque não pode ser ele a ter rotinas no lugar e depois ser outro a jogar na CL!!!!! O gajo é argentino!!! Alguém espera amor à camisola??? Ele já cumpriu o objectivo de 99% dos jogadores sul-americanos: fazer um contrato na Europa. Este não só o fez como fez com o FCPorto!!!! Tem ainda o exemplo Bolatti a pairar-lhe na tola!

Queres mais um exemplo? Que fizeram Tomás Costa e Guarín que o Paulo Machado não faria???

Pegando nas comissões de que o Pis fala, essas devem ser proporcionalmente inversas. Quanto maior o valor da transferência, menor será o valor relativo da comissão, ou seja, uma transferência de 20 milhões rende menos do que 4 de 5 milhões... e eu a pensar em taxa fixa... estúpido, eu!

O que temo é que as transferências de €20M+ vão acabar ou ser muito mais raras e perdemos assim a oportunidade de dar o salto.

Anónimo disse...

João Pinto: «Nomeação de João Ferreira é uma insensatez»
ADJUNTO DE JESUALDO ESTRANHA ESCOLHA


Na sala de imprensa do Olival, a fazer a antevisão do jogo com a Académica, não esteve Jesualdo Ferreira mas sim João Pinto. E não foi só do encontro da Taça da Liga que se falou. O "caso do túnel" voltou a merecer comentários e a nomeação de João Ferreira para a partida de quarta-feira mereceu do adjunto portista a seguinte apreciação: "É uma insensatez".

João Pinto acredita que até ao fim da época se irão passar mais coisas estranhas . "A partir de agora cada jogo é uma final. O campeonato está mais renhido. Penso que vai haver coisas que as pessoas não querem que aconteçam. O que faremos é jogar futebol, o melhor possível, para conseguirmos o que desejamos, que é vencer os jogos", disse.

Quanto ao encontro com os estudantes referiu: "Depois dos resultados do FC Porto e Académica no primeiro jogo todos sabemos que quem vencer fica praticamente apurado. Partimos para este com vontade de ganhar".
record

Anónimo disse...

Quem lê alguns portistas poderia ficar convencido que afinal o pos/PC, seria o Paraiso com tanta gente competente.

Quem acredita ???!!!....

Falar foi sempre facil, mas fazer melhor...

prata disse...

Este anónimo que tem como função difundir notícias do portismo de vez em quando revolta-se... O carneirismo é normal quando há líderes tão carismáticos como o nosso grande Presidente. E por falar nele, parece que mudou o paradigma e vamos ter um Pinto da Costa mais activo. Aleluia! Tínhamos saudades.

Ps: Riskas vê lá se segundo as tuas contas também daria para trazer o Gervinho do Lille. Mais um grande jogador.

riskolas disse...

Prata, o Gervinho está referenciado.

Aliás, o campeonato francês é uma mina!

O anónimo é isso mesmo, um anónimo.

E uma opinião anónima vale zero até porque o anónimo não leu o texto, pois, caso tivesse lido, verificaria que a SAD foi elogiada.

Quando ao regresso do Pinto da Costa à luta, seja bem-vindo que faz-nos muita falta!

Lamas disse...

Temos tido sucesso com os russos... depois da dupla que veio da segunda circular (Yuran e Kulkov), tivemos Alenitchev que só se pôs a milhas depois de ganhar tudo o que tinha para ganhar...

Não conheço o craque... vi o vídeo e deu para perceber que é jogador, mas possivelmente será caro e bastante caro... temos o exemplo do Arshavin que primeiro que saísse de lá teve de esperar muito...

Gosto dos comentários do Icas/policy10, simplistas, mas objectivos... :)

prata disse...

Tão simplista que eu não tinha reparado nele... Bom contributo Icas!

Taqui disse...

Boas Malta (estou vivo), isto de ver jogadores por videos é tipo roleta Russa!Só me Lembro de ver o video de um tal Renteria, mas foi só video que em Portugal fez pouco daquilo..
O problema sao as comissoes, acham que um Paulo Machado, um Ukra, ou outro qq Portugues movimenta o dinheiro que os Predigueres mecheu? Estes negócios vao continuar a haver e nós vamos continuar a perder tempo com eles.. mas nao vale a pena!

Abraço