terça-feira, 8 de dezembro de 2009

Injecção de moral!


De facto não se jogava nada em termos de classificação ou pontuação. Mas eram vários os argumentos para motivar a equipa e adeptos. Havia o dinheiro que por si só dava para comprar um Cissokho em Janeiro (era preciso era encontrá-lo...). Havia também aquele gostinho especial que nos dá ao ver esfregado na cara do Assunção a sua péssima escolha de carreira (se ao menos o dinheiro fosse tudo na vida...). E por último a razão mais importante, havia uma tendência ascendente para confirmar. Por muito que se teorize sobre tácticas e jogadores, não há nada como boas vitórias para transformar o futebol de uma equipa. E depois de uma vitória sofrida sobre o Rio Ave veio uma boa primeira parte em Guimarães que acabou num resultado gordo. Ontem, tivemos uma exibição mais completa e um resultado categórico.

Voltámos a entrar muito bem no jogo e os dois golos não surpreenderam ninguém que estivesse a ver o jogo. Como é óbvio, a partir daí ficámos um pouco mais na expectativa e o Atlético teve algumas oportunidades, mas nada de muito significativo e nada que desse para escapar ao nosso controlo do jogo. E foi exactamente isso que caracterizou o nosso jogo sobretudo na segunda parte: controlo sereno do jogo. Isso até ao estupendo golo de Hulk. Se este jogo serviu para injectar moral na equipa, aquele golo só pode ter enchido o ego de Hulk que já tinha jogado bem frente ao Rio Ave, mas que jogou malzinho em Guimarães. Individualmente, gostei de toda a equipa mas gostaria de destacar dois uruguaios. Fucile voltou a jogar muito bem contra o Atlético de Madrid e Rodriguez foi para mim o melhor em campo. Isto sem me lembrar de nenhuma jogada em especial. É um jogador que, em forma, transporta jogo para o ataque como ninguém, e mais que tudo, consegue ser extremo e médio interior ao mesmo tempo. E isto é fundamental para equilibrar o esquema de Jesualdo. Por falar em Jesualdo, tinha de haver uma surpresa. mas experiência de Valeri foi claramente inconclusiva tendo tido bons e maus pormenores.

Posto isto, e com a embalagem que levamos, escusado será dizer que convém chegar à Luz a uma distância suficiente para os ultrapassarmos na classificação. Como tal, não convém facilitar na recepção ao Setúbal.

Equipa para o Dragão no Domingo:

Helton; Fucile, Rolando, Bruno Alves e Alvaro Pereira; Fernando, Raul Meireles, Belluschi e Rodriguez; Hulk e Falcao.

9 comentários:

dragao vila pouca disse...

Prestígio reforçado, dinheiro no bolso e confiança em alta.

Um Porto quase na máxima força - podiam, vá lá, ter jogado Rolando no lugar de Maicon; Belluschi no lugar de Valeri; e Varela, se tivermos em conta o que mostrou Guimarães, no lugar de Hulk -, mostrou de forma clara e inequívoca que está a crescer a cada jogo e aparece, numa altura muito importante da época, já muito próximo do que pode fazer e agora sim, ao nível do que se espera de um Tetracampeão. Um Porto a consolidar os sinais de retoma que já vêm desde o jogo frente ao Chelsea... Com uma entrada fulgurante, tal como tinha acontecido frente ao Vitória, a equipa portista mostrou ao que ia e ao fim de 15 minutos tinha resolvido o jogo, reduzindo a equipa madrilena a uma equipa que pareceu vulgar - o que nem de perto, nem de longe, corresponde à realidade! Foi um Dragão com uma atitude e um espírito correctos, personalizado, eficaz, que aproveitou a tranquilidade de não ter de estar a lutar pelo apuramento - já garantido -, para evoluir, para ultrapassar etapas, para ganhar confiança, para melhorar a auto-estima, para dizer presente, para dizer em voz alta, contem connosco!


Um abraço

miguel87 disse...

Que grande resultado.
Mais uma vez Fucile fez um jogão! Deviamos pedir a todas equipas adversárias que jogassem de vermelho e branco :)
Tambem gostei de ver Valeri e fico á espera de mais; Guarín esteve excelente em todos os apectos do jogo e Varela tambem entrou bem.
Escusado será falar no golaço do Hulk, mas vale a pena referir a diferença de rendimento sempre que descola da linha.

Agora vamos esperar que o Setubal venha ao Dragão convencido que pode ganhar e jogar de igual para igual, tornando assim os processos do Porto mais exequíveis.

prata disse...

Longe da linha e de frente para a baliza...

Pispis disse...

Grandíssimo jogo! O resultado podia ter sido histórico mas mais vale deixar isso para a Luz... Parece q as boas indicações contra o Vitória são para continuar e acho q conseguimos ser melhores com o tridente Rodriguez-Hulk-Varela...

Continua é a faltar alguém para nº 8... Belluschi, Valeri, Guarín, ninguém consegue agarrar o lugar e até é pena o Guarín q ontem tornou a entrar mt bem, tem boas características mas continua mt inconstante...

Já acredito q a 20 de Dezembro vamos ajudar o Sporting a entrar na luta pelo 2º lugar :-)

Lamas disse...

Ontem foi daqueles que sabem pela vida... noite de Champions, que só alguns têm privilégio, e um resultado categórico em Madrid...

A entrada determinada e a vontade em vencer e demonstrar a nossa superioridade foi vital para a vitória... normalmente, o que costumo aqui criticar é a atitude, sendo também o que mais valorizo...

Vitória Moralizante... o dia 20 aproxima-se e a expectativa é cada vez maior... mas primeiro à o Setúbal e é importante a atitude que se teve ontem logo que o árbitro apitou para o início da partida...

o Guarin tem um bilhete... :)

riskolas disse...

Gostei do jogo e, sobretudo, da entrada personalizada com atitude.

Achei ridículo que o Atlético deixasse o Bruno Alves sozinho numa bola parada!

O Falcao marcou na oportunidade mais dificil que teve.

Contínuo a achar que que um 4x4x2, pseudo-losango, seria mais frutuoso com os jogadores que temos.

Por exemplo, o CR10 deve ser o melhor transportador de jogo que temos e o Hulk tem de jogar no meio mas de frente para a baliza, entre linhas!

De qualquer modo, o que eu quero é ser Penta, ganhar a Champions e dizer que não gosto do Jesualdo, que o Jesualdo não é treinador para o Porto e que, face aos resultados, eu não percebo um corno de futebol!!! :)

Rumo aos 1/4s!

Nunca mais é 20 de Dezembro!

miguel87 disse...

cuidado com o setubal...

Antas disse...

Depois de ter tirado uns merecidos dias de férias consegui assistir aos 2 jogos do FC Porto, tanto um como o outro jogo foram de facto um arrancar para os objectivos.

Levantamos o véu e mostramos o Futebol a que estamos habituados, um futebol de qualidade ainda que com algumas falhas mas nada que me preocupe.

Disse aqui e continuo a dizer mais tarde ou mais cedo tínhamos arrancar rumo ao Penta, acreditei e continuarei acreditar nesta equipa.

Agora recebemos o Setubal e precisamos de muita concentração e pede-se aos adeptos para virem ao estádio não façam como de costume.

Um abraço a todos.

GLORIOSO SLB disse...

Dia 20 de Dezembro levam mais uma injecção... de REALIDADE !!!!!
HA HA HA HA HA HA HA HA HA HA