terça-feira, 22 de dezembro de 2009

Estava a nanar


Custa falar disto depois da péssima exibição que se fez na Luz, mas isto é tão evidente que irrita. Já sei que o lance da mão do Rodriguez também é escandaloso, mas pelos vistos resulta de um canto inventado, e é já na segunda parte e depois de dois lances duvidosos na área benfiquista que, se dessem penalti, eram uma benção bastante imerecida para o FCPorto. Como tal, que não se conteste a justeza da derrota e o nosso demérito, mas que se ponha na prateleira por umas jornadas o Lucílio e o o seu companheiro míope.

10 comentários:

riskolas disse...

Prata, eu acho que está em linha! :)

De qualquer modo, fiquei fodido, também, já que nenhum jogador reclamou!!!!

prata disse...

Venâncio Tomé é o nome do infeliz bandeirinha. (finalmente um nome de gajo capaz de competir com Rúben Micael...)

miguel87 disse...

Quase tão grave como isto, foram os consecutivos cartões perdoados nos instantes iniciais da partida:

1.Javi Garcia chuta a bola contra Falcao já depois do jogo estar parado, mesmo nas barbas do arbitro...

2.entrada durissima de Carlos Martins ao Guarin ou Hulk (já não me recordo)

3.Puxão ostensivo do Peixoto ao Hulk em jogada perigosa e já perto da area

Sintomático.

Artur disse...

Esse gajo devia tar a coçar o cú com a bandeira!!

Lamas disse...

eu digo que é gajo de estar fora de jogo... mas é um lance rápido, com muitos jogadores a taparem o lance de visão do fiscal... pronto, aceita-se...

Lamas disse...

Prata, custa falar de facto, porque a exibição (atitude acima de tudo) foi muito má... mas também custa isto passar ao lado da maioria da comunicação social... o Pis comentou comigo isto no intervalo, mas estávamos tão fdd com a nossa exibição que passamos isto para segundo plano...

Anónimo disse...

TV, tecnologia e comentadores

Confesso que, por razões pessoais, só comecei a ver o Benfica-FC Porto pela TV aí aos 5 minutos de jogo e que nem vi o lance do golo em directo. Só o pude ver completo já após o apito final quando a SportTv o repetiu.


Estava a ver o jogo sozinho e já da primeira vez que tinha visto, de relance, a jogada, me parecera que havia algo suspeito: o fora-de-jogo de Urretavizcaya, que passou despercebido ao meu amigo Miguel Prates, que estava a fazer o jogo para aquele canal de televisão, como aos restantes comentadores que o ajudaram a observar a partida. Um fora-de-jogo discreto mas, obviamente, com grande influência na jogada que deu o golo.

Não tinha ouvido comentário nenhum sobre o lance na SportTv e, como não tinha hipótese de escutar a rádio, telefonei a dois amigos, para perceber se era eu que, com os meus óculos novos, tinha visto coisas que não existiam. Um disse-me que também achava que sim, outro nem sequer tinha reparado apesar dos seus olhos bem treinados por muitos anos a analisar as coisas da bola (e de não precisar de óculos). Rui Santos, na SIC N, também não vira (tanto quanto ouvi). Jesualdo Ferreira também não me pareceu informado do facto.

No dia seguinte, os jornais eram omissos. Os três árbitros que normalmente constituem o painel de "O Jogo" nem se referiam ao lance, sinal de que a distracção foi dos árbitros até aos jornalistas que recolhem as suas opiniões, que não o perguntaram. O Record idem, a A Bola aspas.

Não quero tirar muitas conclusões disto, mas sublinhar duas coisas: a primeira é que mesmo os meios tecnológicos às vezes não dão para ver tudo e no futebol, acho eu, só devem ser utilizados em casos muito concretos (a linha de baliza); a segunda é que se esse fosse o único lance do jogo que Lucílio não viu bem, eu perdoaria ao árbitro, mas infelizmente foi apenas um de entre muitos, muitos.
Manuel Queiroz (in trivela)

Pispis disse...

A única desculpa q dou ao fiscal-de-linha para n ter assinalado é achar q o Saviola n tocou na bola...

Continuo a achar q a culpa é do Álvaro Pereira q evita o golo do Cardozo (aí sim é q haveria barulho) e dp mete em jogo o Saviola :-) O Helton preferir ajudar o Maxi a levantar-se em vez de estar atento ao alívio do David Luiz tb n ajudou...

riskolas disse...

O maior culpado é, INDISCUTIVELMENTE, o Bruno Alves!!!

Ele desviou-se da bola, quiçá a pensar que a mesma sairia pela linha do fundo!

Quanto ao resto... ninguém fala também que o canto onde o CR10 dá mão nasce de um canto que eu, em Braga e sem repetições, vi logo que não era!

Artur disse...

O Manuel Queiroz e os restantes jornalistas portugueses tem dentro da sua cabeça pedaços de merda que levam a pertubarções da visão. Além disso sofrem de uma doença que os leva a serem benfiquistas e, por consequência são uns grandes filhos da puta. Quem não vê este fora de jogo, também é um grande filho da puta. Conclusão: O árbitro e os jornalistas são filhos da puta.