segunda-feira, 18 de maio de 2009

Figuras, figurinhas e surpresas


No rescaldo de um regresso aos passeios na Liga, como foi o jogo da Trofa, vamos lá ao rescaldo do campeonato. No entanto, não gostaria de menosprezar o bom trabalho que uma equipa, recheada de segundas linhas, realizou na Trofa. Mais uma vez vi ao vivo (e à chuva) e Lisandro, Farias, Mariano e Bruno Alves foram demasiado para um Trofense com o credo na boca. De saudar o regresso de Hulk e a estreia de mais dois campeões. Das segundas linhas destaco Stepanov que ainda continua a oscilar de inspiração dentro dos jogos e Benitez que realmente não parece deste filme apesar do empenho e da garra que imprime. Tommy e Guarin continuam a não convencer por completo mas, na minha opinião, têm lugar garantido no plantel da próxima época.

Mas foi com outros actores que se fez esta época. E olhando para trás fizemos melhor que o nos anos anteriores, visto que no ano passado, apesar de termos vencido o campeonato com uma vantagem record, não fomos capazes de fazer o mesmo na Champions e perante adversários mais frágeis. A verdade é este ano houve muito mais oscilações e em termos de futebol praticado, perdoem-me a ousadia, gostava mais da equipa do ano passado. Por muito que o plantel tenha mais soluções, a máquina de futebol do ano passado foi desmantelada. O problema é que Jesualdo tentou substituir peça por peça e só quando começou a correr extremamente mal (com 3 derrotas consecutivas e depois de apanhar uma coça futebolística em Londres) resolveu adaptar a equipa ao potencial dos jogadores e não o contrário. Tudo isto fez com que se começasse praticamente de novo e como tal o futebol da equipa oscilou entre um muito bom (normalmente fora de casa) e o medíocre (vá lá que aconteceu poucas vezes). Feita a resenha vamos aos protagonistas que dividi em figuras, figurinhas e surpresas.

Figuras

Confesso que oscilei primeiro entre 5 elementos, Meireles, Bruno Alves, Lisandro, Jesualdo e Hulk, depois reduzi para dois e acabei por chegar ao principal protagonista.

Meireles o MVP da época

O critério foi a consistência. Dos 5 que acima listei, todos tiveram os seus maus momentos. Ninguém esquece a fífia de Bruno Alves em Manchester, o apagão de Hulk nos quartos da Champions, a menor inspiração de Lisandro na finalização e os erros de Jesualdo no início da época. Só Meireles pairou sempre acima da mediania. Trata-se de um jogador que este ano quebrou 2 mitos. O de que apenas dura 70 minutos de jogo e o de que é incapaz de assumir a construção de jogo na ausência de Lucho. Pois Meireles transformou-se finalmente numa das referências da equipa facto que aliás foi recentemente recompensado com uma melhoria salarial.

O Capitão Bruno Alves

Ainda hoje deve ter pesadelos com aquela fífia de Manchester. Os adeptos também o sentiram como ele. Tinha de acontecer logo a ele! O jogador da casa, o porta-estandarte do nosso emblema, o nosso capitão. Ninguém esquece o episódio da Figueira Foz. Grande capitão, grande jogador! Grande demais, por muito que nos custe, para o campeonato Português. Custa a crer que todos os melhores clubes do mundo andem a dormir e como tal a final de Oeiras deverá marcar o último jogo de Bruno com o Dragão ao peito...

Jesualdo o professor do Tetra

E eventualmente do Penta. A dúvida continua e julgo que já deveríamos ter sido informados do que irá acontecer, visto que de certeza que decisão já está tomada. A verdade que é que também podia pôr Jesualdo na categoria das surpresas. Todos tínhamos na cabeça a ideia de que Jesualdo era um treinador conservador e avesso ao risco. Pois foi exactamente na altura em que decidiu arriscar que deu a volta à temporada. Pela primeira vez armou as equipas sem os temores que nos fizeram perder algumas Taças para o futebol cinzento Paulo Bento e alguns jogos na Champions como o do Arsenal este ano. É a jogar olhos nos olhos que poderemos vencer e a eliminatória com o Manchester provou-o. Ao contrário do que pensávamos Jesualdo não é apenas um treinador para consumo interno. Quanto à sua renovação, já aqui expliquei porque razão não a defendo. Mas de facto esta foi a época foi a época de afirmação de Jesualdo o que dada a sua avançada idade, é obra!

Lisandro o Espírito do Dragão

Dificilmente encontramos um jogador estrangeiro que melhor personifique o espírito do nosso Clube. Lisandro é e será sempre um verdadeiro Dragão e um empolgador nato do futebol da equipa. Incrível a forma como adaptou o seu futebol para que pudesse aparecer Hulk na equipa. Este é um jogador que leva a equipa às costas se for preciso e isto num ano em que tanto reclamou que a sua condição salarial não se coaduna com a sua influência na equipa. Como se fosse preciso ser a ele a reclamar. Então não está à vista de todos? Se ficar no próximo ano deixo já uma sugestão: que passe a ser um dos capitães. Pena foi que este ano tenha estado menos inspirado na finalização, mas ninguém o recriminará por isso, visto que Lisandro é muito mais que apenas um mero marcador de golos.

(continua a petição para Lisandro renove em: http://www.peticao.com.pt/lisandro-lopez)

O fenómeno Hulk

Ora aí está um jogador que também podia estar na categoria das surpresas. Quem esperava que um jogador escondido nas divisões secundárias do Japão daria nisto? Pior. Quem é doido o suficiente para dar 5 milhões de euros por metade do passe de um jogador desconhecido como este? Pelos vistos nós somos... É incrível como num ano contratamos um dos melhores marcadores de sempre do campeonato Argentino e não resolvemos o problema que resolvemos mais tarde com um desconhecido mais caro ainda. É de facto um jogador excitante sobretudo pelo potencial que tem. Que será deste jogador quando o conseguirem domar minimamente? São descobertas como estas que nos aproximam momentaneamente em talento dos tubarões da Europa. Veremos o que faz no próximo ano.

Surpresas

Rolando - a surpresa do ano

Para mim a maior surpresa do ano. Podemos falar de Hulk, Fernando e Cissokho, mas é um facto que já conhecemos este jogador há anos e confesso que, apesar de ter sido sempre titular numa das melhores equipas do belenenses nos últimos anos, nunca pensei que pudesse sair dali um jogador com atributos para uma Champions League. Muito calmo, rápido e consistente. Faltará talvez espírito de liderança o que trará mais um problema com a eventual saída de Bruno Alves.

Fernando - Paulo Assunquem?

A pré-epoca do ano passado e a boa época no Estrela deixavam antever um bom jogador. Mas ninguém esperava isto. Nem ele. Para mim, neste momento tem tudo o que Paulo Assunção tinha menos a experiência que só a idade trará. No resto é igual ou melhor, nomeadamente na velocidade e na polivalência. Ainda por cima é ainda um menino. Mais um jogador cujas potencialidades deixam água na boca para o que aí vem.

Cissokho - o pé esquerdo escondido

Há anos e anos que tentavamos contratar um lateral esquerdo sem sucesso. Fucile e Nuno Valente disfarçaram mas nunca entusiasmaram na posição. Foi preciso mais um tiro no escuro, mas ao contrário de Hulk, saiu bem mais em conta. Extremamente atlético, veloz e com um poderio físico invejável, tem compensado as lacunas que ainda tem ao nível táctico. Tal como Hulk exige ainda muito trabalho mas tem potencial para grandes voos.

Lucho-independência

Terá sido esta um surpresa positiva e negativa. Positiva porque implicou a ascensão de Meireles. Mas custa-me não poder pôr Lucho entre os protagonistas da época, mas de facto não o poderei fazer. Também não posso pô-lo nas desilusões visto que se há jogador a quem o chavão 'não sabe jogar mal' se aplica é a Lucho. E teve ainda grandes jogos este ano mas esperava-se mais ainda daquele que eu considero o nosso melhor jogador. Para o ano há mais e certamente haverá muito mais Lucho. Mas não esqueço que foi ele que com Hulk e Lisandro estabeleceu o ponto de viragem nesta época. Refiro-me aquele golo na Ucrânia, já nos descontos.

Menções Honrosas

Não nos podemos esquecer da grande segunda volta de Mariano González, da garra e velocidade de Rodriguez, da afirmação tardia de Sapunaru, da garra de Fucile e da veia goleadora de Farias. Todos eles foram muito importantes no arranque final para o título. Uma última menção para um grande campeão que é o Pedro Emanuel que deu tudo, mesmo a defesa esquerdo. Terá sido o ano de despedida de um jogador cujo coração ultrapassa em muito as suas condições técnicas. É isso que vamos lembrar neste jogador.

Figurinhas

Tarik a perder gás

Após a saída de Quaresma, esperava-se mais de Tarik. Apagão completo de um dos jogadores mais importantes na campanha da Champions do ano passado. Estará também de saída.

Terror na baliza

Nunca gostei de Nuno. Acho-o um guarda-redes sobrevalorizado desde muito cedo e falhou por completo a oportunidade que lhe deram de ser titular. Helton continua a ser dos maiores temores dos portistas. Perdeu justamente a titularidade no primeiro terço do campeonato para a recuperar pouco depois por causa das exibições de Nuno que foram ainda piores. Mas ninguém esquece que é um jogador que falha consecutivamente nos momentos chave como aconteceu este ano na Luz e em Madrid. Por mim pensava seriamente em vendê-lo e investir na baliza.

Benitez - o Flop anunciado

Pouco se esperava dele e pouco tivemos. Uma mancha numa política de contratações que este ano até foi bem razoável visto que entraram 5 contratações directamente para o onze regular.

Equipa para a continuação da festa (convinha dar já a Jesus uma prova do que lhe irá acontecer para o ano quando estiver a treinar os milhafres):

Helton; Sapunaru, Rolando, Bruno Alves e Cissokho; Fernando, Meireles, Mariano e Rodriguez; Hulk e Lisandro.

10 comentários:

moutinho disse...

Também estive na Trofa...

Tony Silva disse...

"Fucile e Nuno Valente disfarçaram mas nunca entusiasmaram na posição."

Discordo totalmente desta frase e só a destaco pq de resto concordo com tudo que dizes, principalmente no que toca ao Meireles. Acho que o Nuno Valente foi um grande defesa esquerdo do Porto e só foi pena chegar cá já com alguma idade. Acabou por ser vendido por esse motivo, por estar a entrar na curva descendente, mas de resto era um defesa esquerdo que me enchia as medidas (e português, o que é sempre agradável).

Tenho pena que saiam Bruno Alves e Lisandro. Embora ainda não estejam confirmadas, é este o cenário mais provavel e só espero que "apenas" saiam esses dois. Mas se no caso do B. Alves não ache que seja particularmente preocupante, pois acho que em matéria de centrais o FCP tem dado sempre grandes centrais ao mundo (Jorge Andrade, R. Carvalho, Pepe, para não ir mais atrás...) e acaba sempre por colmatar bem essas saidas.
Já no caso do Lisandro será uma perda inestimável. Dificilmente se encontra um avançado minimamente decente por menos de 10M euros, quanto mais um atleta completissimo como é o Licha.

É uma pena! Esta equipa com mais um ou dois bons reforços podia de facto fazer mossa na Europa.

prata disse...

Tens razão. Nunca me entusiasmaram a mim. É normal muita gente ache o contrário mesmo em relação a Fucile na sua primeira época.

Jorge disse...

continuam as excelentes análises do vosso blog. apraz-me muito ler opiniões fundamentadas e sem clubismo exagerado. quanto ao texto per se, concordo com a maior parte, mas devo dizer que Guarín continua a não me convencer e que Nuno é um bom guarda-redes de banco e especialmente de balneário. não acredito que Lisandro fique, bem como Bruno Alves, infelizmente. o vil metal costuma falar mais alto nestas alturas e assim sendo só há que lhes desejar uma sorte idêntica à que tiveram enquanto ostentaram as nossas cores.
quanto a Benitez...disse tudo no artigo de hoje no meu blog :)
abraços e continuem o bom trabalho,
Jorge (Porta19)

Pispis disse...

A questão agora é ver quem sai, é q ainda por cima nós precisamos de vender... Se fosse o caso de propostas irrecusáveis (felizmente temos tido mt nos últimos anos) até compreendia bem, mas mm tendo em conta todas as receitas extraordinárias desde a conquista da CL, continuamos a precisar de vender para equilibrar contas...

Tenho pena, pk justiça seja feita, o Jesualdo conseguiu construir uma bela ekipa e só deve ter pena de ontem n ter recebido o globo de ouro das mãos da Diana Chaves :-)

Taqui disse...

Eu tb estive lá... Apanhei uma molha das antigas e dp de ter dado 20€ na candonga pelo bilhete apareceu um gajo a oferecer um convite que tinha a mais! foi muito azar, mas valeu a pena!
Quanto à tua opiniao prata, tb concordo no geral, embora trocasse o Raul pelo Bruno Alves. Este ano esse menino, que em tempos cheguei a detestar, esteve mt acima da média. Até golos marcou e decisivos! Só faltou aquela testada contra o MU na primeira parte entrar :)

Abraço e domingo temos todos de estar lá em força para calar o pio ao Jesus!

Lamas disse...

Só agora tive tempo de ler com atenção o teu fantástico post e em que partilho em grande parte...

Eu estou com o Taqui... para mim este foi o ano do Bruno Alves... talvez, tal como taqui, também achava que não tinha lugar no FCP pela quantidade de vezes em que colocaca a sua "burrice" em jogo... achava que lhe faltava muita coisa... classe e inteligência eram as características que criticava ele não ter... ainda por cima tinha a mania que sabia marcar livres com biqueiradas que saiam fora do estádio... agora, tudo mudou... calou-me de cima abaixo... é um central de eleição, possivelmente o melhor a nível mundial em termos de jogo aéreo (especialmente a defender)... a sua capacidade de impulsão é inacreditável...

Para 2009/10, do plantel actual, aposto em Tommy... não é um jogador para assumir o meio campo, mas penso que pode ser um box-to-box muito útil... corre, corre e corre... entrega-se sempre de corpo inteiro e com mais discernimento, pode ser um jogador de extrema utilidade... faz-me lembrar o Paulinho Santos e quando se o vê a jogar, nota-se logo que é um jogador à PORTO... espero que controle alguns instintos e cresça como jogador... a garra tá lá...

Anónimo disse...

A minha sincera homenagem aos TRETA-campeões, fazendo um post com o nome dos que considero os principais obreiros deste título. Foram fantásticos, trabalharam muitos meses sobre críticas cerradas, toda a gente duvidou do seu valor, mas, nunca se desviaram dos seus objectivos. Foram os melhores dos últimos anos.

André Gralha
Artur Soares Dias
Augusto Costa
Bruno Esteves
Bruno Paixão
Carlos Xistra
Cosme Machado
Duarte Gomes
Elmano Santos
Hugo Miguel
João Capela
João Ferreira
Jorge Sousa
Lucílio Baptista
Luís Reforço
Marco Ferreira
Nuno Miguel Roque
Olegário Benquerença
Paulo Baptista
Paulo Costa
Pedro Henriques
Pedro Proença
Rui Costa
Rui Silva
Vasco Santos



Uma especial referência aos árbitros assistentes e observadores, que também tiveram o seu papel importante nesta conquista, bem como aos clubes satélite com alguns dos seus jogadores, treinadores e dirigentes em destaque.


CORRUPTOS NOJENTOS !!!!!

Jorge disse...

deve custar muito ser assim. podre por dentro. arrogante por fora. cuidado, estimado amante de futebol, que a crise não te leve o vídeo Beta que sem dúvida terá em casa para se entreter com as emoções do Benfica vs Bayer Leverkusen. isso sim, eram bons tempos...

Vitor Daniel disse...

Concordo plenamente com todas as tuas atribuições embora ache que Mariano merecia ter lugar nas Surpresas de época fez um grande época começou bem logo no primeiro jogo, depois teve a lesão e aos poucos voltou á equipa até que tornou-se uma peça importante sem Hulk na equipa.

Um grande abraço, http://varanda-do-dragao.blogs.sapo.pt/