segunda-feira, 9 de abril de 2018

Respeitinho


A vitória de hoje foi a única notícia boa numa semana que foi deprimente para os portistas. Na segunda-feira confirmaram-se os indícios de que a equipa, finalmente e talvez na pior altura, juntou a quebra anímica à natural quebra física que já vinha acusando. Dois dias depois, veio a notícia de que Danilo, um dos melhores jogadores da equipa, não joga mais este ano, não vai ao Mundial e dificilmente poderá ser vendido. Não que eu quisesse que o fosse mas, na situação em que estamos, era um encaixe importante num dos ativos mais valiosos do plantel. Ontem, no Bonfim, deprimimos um pouco mais ao perceber que nada mudou em relação aos últimos anos. A nossa quebra recente coincide com uma serie de colinho que ontem teve mais um episódio. Isto não escandaliza, por ser habitual, mas deprime-me porque o futebol é um desporto entusiasmante pela imprevisibilidade, pelos resultados que passam de 3-0 a 3-4 em 20 minutos e pelos heróis improváveis, como o Kelvin. Em jogos como o de ontem temos o anti-futebol: não surpreende o resultado, nem a forma como é obtido, nem o herói, desta vez Luís Godinho. 

Recorde-se que este árbitro tinha acabado de fazer uma arbitragem má em Braga em que conseguiu ver na TV, algo que mais ninguém viu, para anular um golo ao Braga. Foi imediatamente 'premiado' com mais um jogo de um grande. Faz todo o sentido...

Esta influência do 'Clero' é realmente deprimente, mas não podemos desistir! E isso pareceu claro na forma como entrámos em jogo, hoje. Ficou ainda mais clara no festejo de Alex Telles. "Respeitem-nos!" Já sabemos que a probabilidade de os destinatários serem sensíveis ao apelo, é baixa... Mas, pelo menos, ficámos a saber que o plantel está atento ao 'caldinho' a que temos assistido e isso dá-me alguma esperança de uma reacção de revolta. O FCPorto que eu mais gosto sempre foi um clube de combate e de reacção às condições inclinadas da competição em Portugal. É preciso reagir a estas adversidades e espero que essa capacidade de combate se veja já na próxima semana, no jogo do ano.

Retomando o jogo de hoje, entrámos muito fortes e o resultado ao intervalo não espelhava a chuva de oportunidades claras que a equipa criou. Voltámos a falhar a goleada, mas não falhámos a reacção impetuosa e categórica ao resultado muito adverso de segunda-feira. A entrada em jogo ajudou a que não se notasse qualquer intranquilidade na equipa. Pelo menos nada de anormal. Hão de haver sempre os adeptos do 'passa a bola' descontentes com os dribles do Brahimi, mas esses já não têm cura... Até são minoritários apesar de fazerem algum barulho que, nesta altura e neste jogo, era desnecessário. A equipa foi caindo de rendimento ao longo do jogo, mais por questões físicas do que pelos problemas que o adversário nos estava a causar. Ainda assim, uma vitória clara que peca pelo resultado escasso.

Individualmente, dou o MVP a Ricardo Pereira. Nesta recente fase menos boa tem sido consistentemente dos melhores e está numa forma enorme. Julgo que Sérgio vai aproveitar isso e, no próximo jogo, vai lançá-lo na ala ofensiva a fazer de Marega, reforçando o meio campo com Otávio e tirando Aboubakar. Na outra lateral também notei que o Alex já se está a aproximar do seu melhor. E temos marcador de penaltis! Herrera voltou a estar melhor que Sérgio Oliveira, que me parece que está a cair por motivos físicos. Oliver voltou a entrar bem. Também voltei a gostar mais de Aboubakar do que Soares e voltei a não perceber porque um sai muito antes do outro. Marcano é outra classe e vamos sentir muito a sua falta, no próximo ano. Pela negativa, Hernani não traz nada de especial do banco. E, desta vez, teve muitos minutos em campo.

Na próxima semana joga-se o campeonato. Pede-se o melhor FCPorto da época! Temos de estar à altura da época que temos feito e da história do FCPorto! Não haverá melhor forma de exigir respeito do que trazer os 3 pontos da Luz!

2 comentários:

Barba azul disse...

Glorioso, acho que descobri a sua identidade! Pelas gargalhadas diabólicas: é o professor Miloch?!

prata disse...

:)