quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Dupla de trincos



Começo com uma citação de um ilustre treinador de bancada: «Isto apesar do retrocesso táctico que o 'medroso' Lopetegui resolveu ensaiar. Espero que não esteja a ensaiar para Kiev...» Bruxo! Já no ano passado tivemos de levar com a experiência do duplo 6 com Casemiro e Ruben Neves. Na altura as exibições foram as que se seria de esperar: seguras e sem rasgo. Ontem tivemos mais do mesmo. Não permitimos grandes oportunidades ao adversário e também não as tivemos. Nas excepções, golo sofrido e golo marcado. No golo sofrido destaco a quantidade invulgar de 'cuecas' sofridas. No golo marcado destaco o aproveitamento com qualidade do único estilo de jogada possível de praticar com aquele meio-campo desnorteado: bola sobrevoa os médios e o o ala e ponta de lança resolvem. Dirão que o início da segunda parte foi melhor. Também me pareceu. Mas apenas houve mais controlo do jogo e da posse de bola. Não passamos a produzir muito mais. No final, Lopetegui resolve arriscar mais e tentar partir o jogo. Quase resultou. Quase... Sofremos o golo num lance azarado. Mas estaria bem mais chateado se empatássemos com aquele golo num jogo em que tivéssemos feito tudo para vencer. Como não o fizemos, quase que poderia dizer que era 'bem feito', mas nem é preciso...

Individualmente novo MVP para Aboubakar. Sublime! Depois gostei de André e de Layun. Nota-se que este último é bem melhor como ala do que como defesa... Casillas teve um lance em que este muito bem e outro em que esteve péssimo. Pela negativa a dupla de médios defensivos. Quando se aproximavam era bola perdida pela certa... destaque adicional para a inutilidade de Herrera e da entrada de Tello.

No próximo jogo Lopetegui decide se vai ter vida fácil nos próximos tempos. Se precisar de ajuda com onze eu dou: Iker; Maxi, Maicon, Marcano e Layun; Ruben; Herrera; André; Brahimi, Corona e Aboubakar. Não seria o meu onze porque eu optaria por Evandro no lugar de Herrera com o recuo do André, mas é um onze que poderia agradar a mais gente.

5 comentários:

Lamas disse...

Aboubakar está em grande... muita disponibilidade quer atacar, quer a defender e eficácia na finalização... fantástico... Layun tem a assistência para o primeiro golo e outra quase-assistência no segundo tempo em que um gajo tira o "pão da boca" do Aboubakar... muito perigosos aqueles cruzamentos de pé direito...

Casillas devia ter atacado a bola no lance do segundo deles, independentemente de tudo... o golo validado não é, para mim, um escândalo, mas é fora de jogo... para mim um escândalo é os gajos da Sportv nem questionarem isso e acharem o golo completamente normal quando há um gajo que está á frente da bola a tapar a visão do redes, em claro fora de jogo, e que depois sai da frente para um colega seu aparecer a finalizar... isso é que eu não acho normal, sendo estamos em jogos internacionais de equipas portuguesas em que "teoricamente" é bem ou fica "mais bem" os comentadores serem um bocadinho mais parciais... e já agora, fica também a lembrança no Dragões Diário, do golo anulado ao FCP em Basileia no ano passado em situações similares...

Anónimo disse...

Subscrevo na integra a análise do Prata.
"o único estilo de jogada possível de praticar com aquele meio-campo desnorteado: bola sobrevoa os médios e o o ala e ponta de lança resolvem" digamos que é tudo ao molho e muita fé de Lopetegui em Deus (Aboubakar).
Impressionante e até quase infantil as "cuecas" aos jogadores do meio campo e defesa no lance do 1º golo e no 2º a eternidade que André André e Ruben demoram a subir. Isto paga-se em pontos e com 1 milhão de euros.
4 remates à baliza, ainda é muito pouco para 90 minutos ou há ambição para a Liga dos Campeões ou então que se assuma que só queremos a Liga Europa.

Barbosa Artur disse...

Gostei da opção de colocar mais um médio. Estamos na Champions e nestas competição interessa os resultados e por isso garantir no mínimo que não se perde fora de casa. De resto concordo com a opinião do Prata em quase tudo embora ache que a equipa para domingo não vai ser aquela. Acho que Imbula vai voltar a ser titular e que vai ser acompanhado por Danilo e André André. Recuso-me a escrever apenas André pois quando vejo o homem a correr parece que está ali mais que um André.

Mirone disse...

Acho que o meio campo sobrepovoado na primeira parte não conseguiu segurar o Dinamo. Eles conseguiram criar algumas jogadas pelo meio. O Herrera se não tiver espaço para arrancar não serve de nada (será que serve para mais alguma coisa?), e mais valia ter posto o Evandro, sempre joga melhor o futebol curto.
O objectivo foi claramente o empate, e foi conseguido, e como o Prata fiquei chateado, mas acabou por ser justo, dominamos a 2ª parte mas pouco fizemos para marcar. Com outra ambição tinhamos posto os gajos fora da luta.

Contra os escaravelhos acho que no meio era meter o Danilo, Ruben e o Andre André. O Rubén é um excelente pivot mas falta-lhe dar mais porrada. Precisamos de uma besta ali e o Danilo é bom nisso!

Lápis Azul e Branco disse...

Muito de acordo com a análise, com vários pontos de contacto com a minha própria.