segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Difícil


É muito comum vermos treinadores a inventar motivações baseadas em 'tremendas' dificuldades antecipadas para o jogo que se avizinha. Outros ficam-se pelo 'chavão': o próximo jogo é sempre o mais difícil! Desta vez, Lopetegui resolveu concluir que o Boavista evoluiu muito desde que nos roubou dois preciosos ponto no Dragão. Pior! Repetiu-o depois do jogo para valorizar a vitória conseguida. Pois eu acho ridículo! Este Boavista não só não evoluiu nada como até terá regredido. Desta vez jogava em casa já com reforços de inverno. A ausência de futebol mantém-se, a táctica marcação de seguir o avançado até à porta balneário mantém-se e a total ausência de ambição por algo mais que o sortilégio de não sofrer golos mantém-se. Lutam com as armas que têm? Aí, já concordo. Agora, quanto a evolução: zero!

Tudo isto para chegar ao FCPorto. Poderão ter reparado que foi dos jogos em que tivemos menos oportunidades, remates, etc. É dos tais jogos em que ganham importância os detalhes. Por exemplo, o aproveitamento do anti-jogo do adversário. E acho que o fizemos bem. Jogámos com agressividade e ganhámos muitas faltas em locais perigosos. Mas era preciso o árbitro marcá-las. E também dava jeito que o aproveitamento das bolas paradas fosse melhor que medíocre. Pedia-se muito mais criatividade mas até parece cruel exigir mais aos nossos jogadores do que o facto de não se terem magoado. E trouxeram os três pontos! Em suma, para equipas normais, este será sempre um estádio difícil. Para equipas paranormais, fenómenos paranormais, como bloqueios de râguebi em bolas paradas e árbitros que emprenham pelo ouvido...

Individualmente, atribuo o MVP a Tello. Esteve nos dois golos num jogo sem oportunidades. Basta isso. Brahimi também entrou bem. Isto era um jogo de luta e lampejos. Como ninguém virou a cara à luta, não poderei dizer mal de nenhuma exibição. Nem mesmo de Quintero que também teve os seus toques de génio, como o que pôs Jackson na cara do golo. Posso falar talvez de José Angel, que teve dificuldades a mais com o 'bulldozer' que lhe deram para marcar na segunda parte. Hernani também não jogou mal. Tanta pancada que levou para tão pouco proveito... Uma última palavra para Lopes. Tudo correu bem mas, se era assim tão difícil, torna-se ainda mais ao somar uma alteração ao onze habitual, para além das quatro obrigatórias por lesões e castigos. Isto para além da inexplicável e reiterada ausência de Indi no onze.

Nem é preciso lembrar o que tem acontecido nos últimos jogos com os 'vasquinhos'. Na próxima a semana há que retirá-los da corrida! Pode ser que se consiga arrancar outro 'black-out'. Vale a pena sonhar...

5 comentários:

Lamas disse...

Vitória importantíssima... essencialmente isso... deu para limpar os "amarelos", mas foi uma táctica arriscada porque podia ter corrido mal... e nesta altura do campeonato não podemos facilitar... em lado nenhum...

Rui André Silva disse...

Vitória justissima,da única equipa que quis ganhar! Um penalty logo aos 15 minutos!Tivemos Azar!O SR.DO APITO NÃO VIU! Há "equipas" que não o têm!

Na minha opinião, tivesse sido marcado,e teriamos goleado!
entradas assassinas sobre Hernáni e Brahimi...nem amarelo!
grande ambiente,quem estava no estádio, apoiou os 90 minutos.
já tivemos jogos com muitos lançes para golo e nem um marcamos!


QUINTERO...que desilusão este jogador!
SINTÉTICO? A mim ao vivo pareceu terra!
Abraço

miguel87 disse...

Pois eu acho que o jogo de ontem foi muito difícil, pela pressão do calendário, pela táctica do adversário, pela dureza do sintético e dos adversários, agravada pela complacência do gajo do apito.

Prata, só não entendo o teu recente fetiche pelo Indi. Além do Maicon não ter tido nenhuma paragem cerebral recentemente, o Marcano tem sido um dos melhores jogadores em campo ultimamente.
Já o Indi, na última vez que me lembro de o ver jogar foi quando entrou a substituir o Marcano contra a Académica e sofremos o golo na primeira jogada pelo lado dele.

prata disse...

Eu embirrarei enquanto o melhor dos 3 centrais ficar no banco. E não concordo que Marcano tem estado bem.

Pispis disse...

O estranho do Indi é nem sequer haver rotação nos centrais... E Marcano foi azelha no golo do Basel mas gosto mt da atitude, basta n fazer o mm q fez no jogo para a Taça :-)

Tello, duas assistências, mt bom! E o Lamas provou-me q o Lopes só inventou ao deixar Brahimi e Tello em simultâneo no banco, nas outras posições foi mm obrigado! Era só tirar o Hernâni e meter um dos dois mas o miúdo felizmente tb esteve bem...

Incrível o apoio dos adeptos!