segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

Frio



Jogo frio dentro e fora de campo com um resultado que espelha moderadamente a diferença entre as equipas. Dirão que é exagerado, mas o Setúbal chegou na rematar à nossa baliza? Não me recordo. Dirão que podíamos jogar mais perante um adversário tão frágil mas, pelo menos, não foi a pobreza que se viu noutros campos e noutras TV's... Os tais da lição táctica no Dragão.

O jogo começou morno e só a cavalgada de Danilo, que resultou em penalti, ajudou a espevitar as bancadas. Com o golo, seguiram-se uns dez minutos de bom futebol com várias oportunidades e com o 2-0 alcançado com relativa facilidade. Depois veio um período cinzento com trapalhadas e os habituais passes para Fabiano. Deu para irritar as bancadas e também não ajudou a substituição de um ala por um médio, retirando ainda mais profundidade ao nosso jogo. Parecia que só conseguíamos atacar com os laterais... A entrada de Brahimi conjugada com o cansaço e a desorganização do adversário trouxeram a goleada já inesperada naquela altura.

Individualmente, tenho gostado consecutivamente de Oliver. Campaña não comprometeu na estreia mas terá que ser mais rápido a decidir se quer ser opção. Alex Sandro foi o MVP para os adeptos mas eu achei que fez demasiadas faltas. Também não apreciei muito a exibição de Tello. Tentava fazer sempre a mesma jogada. Corridas loucas sem sequer se desviar dos adversários. Fez-me lembrar o Iturbe...

É assustador que estejamos a tantos pontos de um líder com tão fraco futebol, mas resta-nos ir ganhando e esperar que nos caia do céu a recuperação e que não lhes caiam do céu as vitórias, como aconteceu ontem com o Gil Vicente.

2 comentários:

Lamas disse...

Foi um pouco isso... ;)

Pedro Silva disse...

Um jogo fraquinho, mas os 3 pontos ficaram no Dragão...

Quanto à desvantagem pontual para o SLB, parece-me recuperável ;) Venha 2015 e novas conquistas e glórias!