sexta-feira, 4 de abril de 2014

Sofrer


Tem sido um estado permanente de sofrimentos. Mais uma vez produzimos o suficiente para uma vantagem mais clara e o suficiente para até ter sofrido o empate. Vá lá que foi apenas um lance... Importará que levamos mais um resultado curto para a segunda mão, mas com o habitual conforto de não termos sofrido golos. É de lembrar que marcámos sempre fora, mesmo este ano. Apenas não marcámos em Madrid e com alguma infelicidade. Por outro lado, perdemos Jackson e Fernando para a segunda mão. Medo! 

O jogo não foi tão intenso como eu antecipava. Mas criámos o suficiente para marcar mais perante um Sevilha que pouco fez para merecer melhor sorte. Estratégia muito defensiva que nos favorece, visto que sabemos que este FCporto cede quando pressionado. Aproveitámos bem a apatia adversária para ir criando várias oportunidades. Lembro-me das duas bolas ao poste, de um lindo remate de primeira de Quaresma, de uma trivelada não correspondida por Jackson e dos remates de Quintero e Ghilas. Do Sevilha apenas um lance apesar de terem sido perigosos em várias ocasiões. 

Aceito o resultado mas temo a segunda volta. Defour vai recuar e vai deixar de haver aquela pressão que Luís Castro quer implementar. Além disso, Carlos Eduardo e Herrera são de um intensidade tão baixa que até incomodam... Deve voltar Josué. Além disso o plano B para os golos vai passar a ser plano A. Difícil! Adivinha-se sofrimento como em Nápoles.

Individualmente é muito difícil atribuir o MVP. Pensei em Fernando que fez o favor de se expulsar. Pensei em Mangala que fez o favor de oferecer um dos três lances de perigo do Sevilha. Pensei em Defour mas caiu a partir dos 60 minutos. Pensei em Quaresma mas fez várias jogadas daquelas de arrancar cabelos de desespero. MVP vai para o cigano por pouco... Mas Reyes esteve em muito bom plano e Alex Sandro esteve bem melhor do que nos últimos jogos. Varela e Danilo estiveram apenas razoáveis. Carlos Eduardo voltou a não comparecer e as substituições não melhoraram muito a equipa. 

Domingo volta o campeonato e, espero eu, as poupanças. Espero Danilo, Defour, Carlos Eduardo, Varela e Quaresma no banco. Nos seus lugares, Ricardo, Herrera, Quintero, Licá e Kelvin. Há que assumir prioridades! E com isso preparar a próxima época...


6 comentários:

bruno rodrigues disse...

Desculpa prata, mas, não concordo nada com as tuas análises em relação ao alex sandro e ao danilo (principalmente em relação ao alex sandro), acho que está numa pécima forma e ontem voltou a confirmá-lo, fez um jogo muito mau (na minha opinião), enquanto que o danilo fez ( a meu ver) um jogo bom, e muito melhor que o alex sandro. Já agora aproveito para aprofundar um pouco esta questão, o alex sandro que vimos no ano passado é, no mínimo, muito diferente, deste que estamos a ver este ano. No ano passado, o alex sandro era, sem dúvida, um dos melhores laterais esquerdos do mundo, para mim, ele estava nos 10 melhores. Este ano, temos visto um alex sandro completamente diferente (quer com paulo fonseca, quer com luís castro) e raramente vimos o alex sandro da época passada, (assim de repente, só me lembro de um jogo em que vimos o alex sandro da época passada, o jogo no dragão contra o áustria de viena). Não faço ideia de qual seja a razão desta mudança, mas, infelizmente, ela aconteceu e ficámos todos a perder com isso (adeptos, clube, equipa, o próprio alex sandro, etc...). Talvez ele saiba que, infelizmente não tem a mínima hipótese de ir à seleção pois quem treina a sua seleção é um CABRÃO careca com bigode e com várias nacionalidades cujo nome me dá nojo de escrever e cuja existência não tem qualquer tipo de justificação (na minha opinião). Sobre o danilo, é inegável que ele, tal como o alex sandro, está muito diferente este ano, mas o a diferença é que o danilo está muito melhor em relação ao ano passado, enquanto que o alex sandro está muito pior. No ano passado, o danilo meteu-me nojo em TODOS os jogos que fez, este ano, surpreendentemente, está um jogador muito mais evoluído e muito regular, não esperava que ele evoluísse tanto. Mas concordo com tudo o resto que foi escrito pelo prata, aliás, é raro eu não concordar com algo que o prata escreve. Espero que no fim-de-semana consigamos uma vitória, frente a uma equipa que eu odeio. BIBÓ PORTO

riskolas disse...

Escrever pécimo é péssimo!

Lamas disse...

Vai doer em Sevilha... mas pode ser que as ausências tenham o condão de levar uma equipa mais concentrada e solidária...

Ontem, também estava à espera de mais intensidade, mas o que é certo é que criamos situações suficientes para, pelo menos, mais um golinho... também esperava mais do Sevilha, pelo menos mais atrevimento...

Anónimo disse...

Pois eu concordo com a análise, o alex fez um bom jogo, fechou bem atrás e apoiou o seu extremo. Para mim continua a ser mais rápido a recuperar que o Danilo, o qual gostava de ver a médio. Acho mesmo que ele recupera devagar. Quanto ao comentário do Bruno Rodrigues: tanto ódio...

Taqui disse...

O que é estranho, é que tava tudo a espera que saísse o CEduardo para entrar o Quintero e foi aí que o jogo ficou partido e fora de controle para nós! Que o rapaz nao defenda bem, ou defenda menos é uma coisa, agora deixar o 11(capitao) sozinho a pautar como queria é que nao! Só com a entrada do herrera e a troca é que ele deixou de jogar.
Fico triste com a falta de ligação entre o Quaresma e o jackson. Tinhamos todos a ganhar se eles se "dessem bem".
Uma pgta: O Danilo deixou de saber bater livres directos? Aqueles 2 na pé-época foram um acaso?

bruno rodrigues disse...

riskolas, peço desculpa pelo meu erro ortográfico. anónimo, o meu ódio para com a académica é o facto de, as equipas da académica sempre nos criaram imensas e dificuldades e algumas até já nos humilharam. Quanto ao selecionador da seleção do brasil, acho que os motivos do meu ódio (do meu e do ódio de muitas outras pessoas que conheço) são tão evidentes e óbvios que nem é preciso enumerá-los. BIBÓ PORTO