quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Tudo na mesma


Pode parecer má vontade, mas não considero que o problema esteja sequer perto de estar resolvido. A emoção que o jogo transmitiu foi muita e saborosa, mas não permite esquecer que este jogo foi resolvido pura e simplesmente no factor emocional. Por muito saboroso que seja este empate, nesta altura em que a equipa estava 'de rastos', não convém esquecer que conseguimos sofrer 5 golos de uma equipa muito inferior à nossa. A nossa superioridade não pode ficar marcada apenas pelo querer. Temos que ser melhores tecnicamente, fisicamente,  na pressão, no passe, na concretização, na qualidade! Tudo isso nos separa o Eintracht mas não se viu. E mesmo o aspecto emocional, não é propriamente um fenómeno tão elogiável como eu gostaria. Seria bem melhor que, perante os últimos dois jogos, a equipa entrasse no jogo para mandar! Uma reacção com organização e em equipa. O que se viu foi uma desinspiração inicial, uma depressão entre os dois primeiros golos sofridos e finalmente uma reacção enérgica que nos valeu o apuramento. Mas foi uma reacção mais de vergonha do que de outra coisa. Era de facto vergonhoso ser afastado por uma equipa deste nível e isso faz com que o meu contentamento tenha durado apenas um instante...

Outra razão para não ficar muito contente é o facto de, na próxima ronda, termos uma equipa muito superior a estes alemães. E convenhamos muito superior ao FCPorto que temos visto na maior parte dos jogos desta temporada. No entanto fiquei surpreendido com as dificuldades que tiveram em eliminar os galeses do Swansea.

O jogo acabou por ser como a época portista: com picos de rendimento. Sejam negativos ou positivos. Gostei das exibições de Quaresma, Fernando e Mangala que, apesar dos percalços defensivos, marcou dois golos decisivos. O MVP é mesmo Ghilas que, mais que futebol, trouxe a fibra que a equipa estava a precisar. Jackson fez uma exibição tenebrosa mas, mesmo assim, bem acima de alguns colegas como Herrera e Carlos Eduardo. Incrível como marcámos três golos com rendimento tão baixo do nosso meio campo ofensivo. Também não gostei de Alex Sandro e acho que podia ter feito mais no ultimo golo. Tal com Helton no primeiro e Maicon no segundo. Quem diria que nos iríamos safar num lance com Licá e Ghilas...

Importa nesta altura retirar do jogo de hoje apenas o que vale a pena: o querer que a equipa demonstrou. Tão ou mais importante será reconhecer que grande parte dos problemas que nos trouxeram até aqui se mantém: confusão táctica, dificuldades de construção pelo meio, falta de protecção à defesa e intranquilidade em geral. Vimos tudo isto hoje e sobrevivemos. Não se repetirá muitas vezes...

19 comentários:

bruno rodrigues disse...

Só faltou dar um destaque à excelente exibição de danilo, e ao facto de termos vencido na pré-época o nápoles por 3-1 na emirates cup, ou seja, já vencemos o nápoles este ano. E na minha opinião o MVP de hoje foi fernando, apesar de ghilas ter feito o melhor jogo desde que veio jogar para o Porto

miguel87 disse...

A forma eufórica como se celebrou este triste apuramento diz tudo sobre o quão baixo esta equipa desceu.

Bruno, não te iludas com resultados de jogos de pré-época. Contra o Napoli conto com o pior, se qualquer equipa do meio e fundo da tabela nos causa dificuldades, imagina uma equipa com Inler, Hamsik, Callejon, Higuain, Mertens ou Insigne...

miguel87 disse...

AH, mais uma vez, a perder um jogo o treinador não usa as 3 substituições!
Mas depois do que se passou a seguir ao jogo com o Estoril já não vale a pena malhar no Fonseca, que já provou (e há muito tempo) que não tem capacidade para o cargo, a responsabilidade pelo que ai vem passou a ser de quem o segura no lugar.

Lamas disse...

Ghilas, que ATITUDE!!! Mereceu que o jogo acabasse daquela forma para ele...

Eu continuo a "querer" sangue novo... acho que ainda se podia ganhar muita coisa esta época se isso acontecesse... PF, neste momento, não tem capacidade (nem energia) para dar a volta por cima, para motivar aquela cambada toda jogo após jogo... espero que me engane caso ele continuo no leme...

prata disse...

Reyes entrou, Miguel

Lamas disse...

Eu penso que o Miguel estava a dizer 3 substituições quando estávamos a perder... o Reyes entrou depois de já termos chegado lá... eu também reclamei pela entrada do Quintero que seria a minha opção...

Anónimo disse...

O brio, abnegação, coragem de alguns jogadores, ditou o desfecho da eliminatória. Paulo Fonseca é sem dúvida o maior problema desta equipa. A qualidade do plantel é até superior a alguns que ganharam muitos títulos, só que....com PF todos parecem fraquíssimos.

prata disse...

Acho que o Quintero não estava sequer no banco

Lamas disse...

é possível... mas na minha mente tava entrar alguém que pudesse tirar um coelho da cartola... e nessas circunstâncias preferia ele ao Josué...

Anónimo disse...

Este jogo foi perfeito para perceber algo básico: quando jogamos em organização e de acordo com a táctica e estratégia do treinador, não valemos nada, jogamos zero e qualquer equipa da segunda liga nos marca golos, até em casa; quando tudo estava perdido e foi arriscar tudo, sem qualquer constrangimento táctico, a equipa conseguiu empatar a eliminatória e ir sempre atrás do prejuízo. Resultado: esta equipa joga bem melhor sem treinador. Depois de ver o jogo que alguns jogadores fizeram a atacar e as dificuldades dos mesmos a defender, só penso uma coisa: coitados dos jogadores, sobretudo dos defesas que são as maiores vítimas do «sistema» do PF. Desgraçados jogadores, reconheço-lhes esforço, falta é um treinador que lhes disfarce as lacunas e potencie as qualidades.

Anónimo disse...

Lamas, toda a razão no comentário: grande ghilas, com atitude e entrega e esforço. Merece tanto jogar, que só um treinador zarolho é que não vê. Eu estou-me a marimbar para os 4-3-3 e 4-2-3-1 e outros, uma equipa devem ser os melhores onze em cada momento. Ghilas tem sempre mexido com o jogo ao entrar, mesmo naqueles 5 min. ridiculos que o PF o põe. Que joguem os melhores, ao treinador compete criar um sistema que os enquadre, não o contrário.

toze disse...

Sinceramente esta equipa a defender é uma lástima qualquer um nos marca golos, a quantidade de vezes q aparecem jogadores adversários sozinhos nas costas dos nossos laterais é preocupante, pior q isso é a facilidade com q chegam á nossa baliza não tenho memória de um team do FCP tão macio e permeável como este. Acho q há jogadores q andam perdidos. No meio campo perdemos a bola constantemente e não pressionamos, o cigano não defende e não vejo ninguém a ajudar os laterais quando ele não recupera assim é uma papa! A continuarmos assim se sofremos 5 golos do "Leverkusen" não sei o q será contra o Nápoles q é 300 vezes superior a este "Bayern". Outra coisa q me deixou apreensivo foi a festa q os nossos jogadores, técnicos e direção fizeram a seguir ao jogo até parecia q tínhamos eliminado o Barcelona, eu se fosse treinador tinha era posto os jogadores a dar voltas ao campo depois de terem sofrido 3 golos daquela maneira q nem nos infantis se vê mas enfim é o q temos.

Anónimo disse...

também me preocupa a festa. sinal dos tempos, parecemos cada vez mais os gajos lá de baixo que festejam eliminatórias ou jogos. no Porto que eu conheço festejam-se títulos.

Taqui disse...

Nao se esqueçam que o ghilas falhou um golo escandaloso em casa contra estes padeiros!
Eu quero acreditar que o Jackson estava doente, pois ele ao sair bateu com a mao no peito em sinal que tava com dificuldades em respirar (ou cansado), pq caso contrário até ele desaprendeu de jogar! Aquelas duas rececçoes não orientadas logo a começar, Jasus!
Valeu pelo querer, só!

Abel disse...

a propósito do comentário do anónimo, estou de acordo. que joguem os melhores e o ghilas está a merecer. além disso, como não jogamos nada de jeito, ele junta mais força e poder na área à equipa e isso pode ser uma boa forma de contornar as dificuldades. têm aí o exemplo do real madrid e como um treinador de nivel consegiuu conjugar cr7, di maria e bale no mesmo onze, a jogar fora e na champions. toda a gente dizia que o di maria ia para o banco, porque eram extremos a mais. jogam os melhores e jogam bem melhor do que no ano passado.

Abel disse...

Taqui, eu sei bem que o ghilas falhou em casa e não é um portento técnico, longe disso. mas se o esquema habitual não resulta e já se provaram vezes de mais que não resulta, há que tentar outras formas de fazer a equipa render. se for com dois avançados e um extremo, siga, se for com 4 médios em vez de 3 siga também. Esta até é capaz de ser uma boa hipótese, a julgar como o nosso meio campo se tornou um passador, que se reforce essa zona do campo. O que não podemos fazer é assistir à pobreza jogo após jogo e achar que assim é que está bem.

prata disse...

Para mim Jackson é intocável enquanto trabalhar o que trabalha e marcar os golos que marca. Não são duas recepções e dois falhanços que me farão mudar de opinião. É a par de Fernando dos que tem tido rendimento mais constante e joga sozinho na área. São dois jogadores que rendem apesar da confusão tactica em que estão inseridos.

Concordo que Ghilas pode jogar mais mas não vejo que a equipa tenha um plano para a sua entrada. Aliás, quando entra, passa a reinar a confusão. Ontem a confusão beneficiou-nos, mas não ocorrerá sempre!

Taqui disse...

Eu gosto do ghilas, acho que ele entra sempre com vontade e já deu provas pq o porto o foi buscar.
Só referenciei esse golo que ele falhou, para nao se embandeirar o homem só pq fez o golo...
Qt ao jackson afinal, tem uma lesao no ombro, o gesto devia ser daí...
Pra mim tb é indiscutivel Prata, nao há sequer discussao. Mas custa-me ver os disparates que ultimamente tem feito, nao estamos habituados! A minha interrogaçao a cerca de ele ter desaprendido, é tb por causa do treinador e da forma que ele quer que joguem pra/com ele.

Abel disse...

Não me passa sequer pela cabeça trocar o jackson pelo ghilas, são campeonatos diferentes, acho é vergonhoso o treinador dar 5 minutos (quando dá) ao argelino. merece bem mais nesta altura e face às nossas dificuldades acho que deviamos ter um plano B a sério e com os dois em campo para muitos jogos, sobretudo no campeonato. Para mim a espinha desta equipa é simples: Helton (já sei que muita gente não acha, mas eu aprecio e acho que as falhas são colmatadas pelo resto), danilo e mangala, fernando e jackson.