quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Nem sentiram o cheiro da redondinha



Não foi uma primeira parte perfeita. Mas não acredito que, esta época, tenhamos estado mais próximo dessa perfeição. 83% de posse de bola é qualquer coisa de assinalável? Acontece quando o adversário não consegue manter a bola mais de 5-10 segundos seguidos e acontece quando o adversário passa series de vários minutos a correr atrás da bola sem a conseguir sequer cheirar. É assim que o FCPorto deve jogar. Isto permite que se vá descansando com bola e permite que vão aparecendo oportunidades, visto que os erros nas defesas acontecem muito mais frequentemente, pelo simples facto de as defesas ficarem impacientes. Gostei bastante! O resultado poderia ser bem mais dilatado ao intervalo. Na segunda parte, não foi tão bom mas manteve-se um nível bastante agradável e o avolumar do resultado foi inevitável.

Individualmente destaco um trio de meio-campo Moutinho, Defour e o MVP Fernando. Destaco este último por ser, à partida e pelas suas características, um dos que teria mais dificuldade em executar este estilo de jogo. Pois fê-lo na perfeição. Moutinho merecia o golo. Defour está cada vez melhor. Pena não ter muita confiança na definição de pé esquerdo. Quando o fez, notou-se. Do resto gostei de todos e até alguns jogadores que vinham em fase decrescente, como Varela e Otamendi, estiveram ao nível.

No entanto, nada disto ficará na memória se na próxima semana em Guimarães não houver mais uma vitória. Pelos vistos, contra todas as minhas previsões, isto vai ser taco a taco porque não parece que o resto das equipas portuguesas consigam fazer face ao velhinho 4-4-2 à inglesa do nosso adversário. Já nem os ingleses usam disto e em teoria, fechando as laterais e e povoando o meio-campo deveria resultar. Isso viu-se no jogo do FCPorto na Luz. A verdade é que eles têm tido tanta facilidade em ganhar como o FCPorto. Se assim continuar, no Dragão haverá mais uma lição de táctica do Professor ao Mestre...

4 comentários:

miguel87 disse...

Bota professor nisso... Grande VP!

Lamas disse...

Apenas queria dizer... Que Jogão! Que Intensidade! Que Pressão Ofensiva! Em Suma... aquilo que eu mais critico e que, em contraponto, mais valorizo... Que ATITUDE!!!

Mostramos que queríamos muito estar no topo!!! Foi o que mais gostei, como sempre... a ATITUDE... a VONTADE em vencer para sermos primeiros!

Mirone disse...

Tenho reparado que este ano as equipas "pequenas" na sua generalidade estão bem fraquinhas. Creio que tanto o Moreirense, Setúbal e agora o Gil Vicente não conseguiram trocar 5 passes nos jogos contra nós.

Até o próprio Paços fez uma exibição fraca no Dragão.

De realçar neste jogo foi a vontade da equipa em marcar golos, e não adormecer a partir do 1-0, como aconteceu noutros.

Taqui disse...

Vi os jogadores do Gil a olharem uns para os outros e a abrirem os braços, impotentes!
Foi de longe o melhor jogo. E nós que vamos aos jogos ou que acompanhamos sempre, sabemos que foi o Porto que jogou, nao foi´o Gil que facilitou! Até porque eles tinham reforços fresquinhos e cheios de dinheiro...
Abraço