quarta-feira, 21 de outubro de 2015

Vitória fácil mas facilitada


Regressámos ontem ao Dragão com o resultado esperado. A vitória que obtivemos contra o Chelsea, deixava escancarada a possibilidade de nos assumirmos como líderes do grupo. Em Israel teremos de a confirmar e prevêem-se maiores dificuldades.

Mas acredito que, em Israel, só será mais difícil se lá aparecer um FCPorto parecido ao de ontem. Fomos, de facto, muito superiores, mas não demonstrámos argumentos para que tal ficasse claro no marcador, por exemplo através de uma goleada. Desde logo, por uma ligeira atitude sobranceira demonstrada. Fiquei com a sensação que o golo poderia surgir a qualquer altura. Tal deveria empolgar a equipa. O efeito foi o relaxamento geral. A cada aceleração correspondia uma jogada de perigo e, logo a seguir, vinha um período de relaxe e de remates estéreis dos Israelitas. Equipa muito fraquinha, diga-se. O jogo foi uma sucessão destes momentos até ao final. Um golo no final teria ajudado a disfarçar uma exibição pouco inspirada, mas que acabou por ser segura.

Individualmente destaco quatro exibições. Em primeiro lugar, destaco o MVP Aboubakar. Grande destaque deste arranque de época e com participação nos dois golos. No segundo golo, já estávamos a desesperar por um passe, mas acabou por conseguir fazê-lo 'in extremis'. Depois gostaria de destacar a serenidade e a liderança do nosso capitão e, por oposição, a jovialidade, intensidade e irreverência do nosso lateral direito. A inversão de idades na ficha de jogo não chocaria ninguém. Por último, destacaria Brahimi. Está numa forma sublime e é quase impossível de parar. Do outro lado, o oposto. Corona esteve bastante mal e deu até a ideia que tinha mais espaço para jogar que Brahimi. Antecipo, desde já, o regresso de Tello no próximo jogo. Isto porque são já duas exibições conseguidas. Será que estará de regresso?

Depois do descanso na Taça veio o descanso na Champions. Não acredito que dê para descansar no Domingo...

5 comentários:

Lamas disse...

Tello parece que quer aparecer... e essa vontade psicológica num jogador como ele é fundamental para exponencial todas as suas características, em particular a velocidade que, em muitos jogos, pode ser letal...

O Danilo aqueceu de carago... Lopetegui, quase desde do início do jogo não estava confortável com o nosso meio campo... parece-me quase certo entrarmos de início com Ruben e Danilo em Israel...

prata disse...

Podes crer

Pispis disse...

Não sei cm há tanta gente a criticar Brahimi, dá a sensação que é um novo Hulk para as bancadas do Dragão e vai ser assobiado sp q assumir jogo sem perceberem que estamos perante um dos maiores desequilibradores do futebol atual!

Rúben Neves não pode sair do FCP, vai ser um símbolo!

Mirone disse...

E uma menção desonrosa ao Imbula? Vai se juntar ao Herrera no banco?

prata disse...

merecia