segunda-feira, 13 de abril de 2015

On, off


Para não variar, o jogo era decisivo. E, para ajudar, partíamos praticamente a seis pontos. Campo difícil, vento, ausências sonantes, enfim... Já nos habituámos a viver com isto. A equipa entrou como seria desejável. Ataque e pressão desde o primeiro minuto. As oportunidades sucederam-se e o golo não apareceu mais cedo por 'nabices' ofensivas e arbitrais. A questão é que dá a ideia que a equipa vai gerindo os jogos com o interruptor. Liga e desliga à medida das suas necessidades. Sobretudo em termos de intensidade competitiva. E isso pode tornar-se perigoso. Temos de gerir melhor as nossa exibições.

O jogo dos Arcos foi paradigmático. Chegámos ao golo e logo descansámos. O Rio Ave impulsionado pelos passes transviados de Herrera chegou lá duas vezes e sentimos a necessidade de chegar ao segundo golo. Na segunda parte, andavámos alegremente a passear pela área do Rio Ave sem rematar até que sofremos um golo. Aí voltou a necessidade de marcar e o golo lá apareceu. Sei que a época já vai longa, mas há maneiras mais inteligentes de gerir o jogo.

Individualmente, gostei dos alas. Sobretudo os dois laterais e Quaresma. O MVP vai para Alex Sandro por exclusão de partes. Quaresma entrou muito bem no jogo mas foi desaparecendo. Danilo esteve nos dois primeiros golos, mas também esteve a assistir de cadeirão ao golo do Rio Ave. Alex foi mais constante ao longo do jogo. Também gostei de Brahimi. Sei que não está a decidir tão bem como no início da época mas é invulgar a capacidade no um para um. Uma percentagem de sucesso nestes lances só a nível de predestinados. Oliver, Casemiro e Marcano também estiveram bem. Pela negativa, Herrera. Estava preparado para o pôr entre os melhores, mas o jogo tem mais que 20 minutos. Arrancou bem mas seguiu-se um chorrilho de disparates. Não gostei da entrada atrapalhada de Hernani. Pode ser que o golo o tranquilize.

Tornou-se mais fácil chegar à Luz com possibilidades de discutir o título. E para a semana eles vão jogar depois de nós. Há que igualar nem que seja por umas horas...

6 comentários:

Lamas disse...

Mais uma final conseguida... A anulação do primeiro golo é de bradar aos céus... MUITO FEIO!

prata disse...

Mas esse gajo provou no lance 1o do golo do FCPorto que é simplesmente muito fraco...

Lamas disse...

Sim, mas esse lance, quem está a ver o jogo (que não é o caso dele) até passa despercebido... ficas ali a contemplar a bola na trave do Quaresma e esqueces... mas sim, ele não pode errar...

Anónimo disse...

Cumprimos, melhor ou pior, era isto que tinhamos de fazer no Nacional!!! O herrera por vezes parece que está nos treinos a fazer o exercicio, faz passes tão descarados para os pés dos gajos que ele sai a pensar do lance: uii mas era por ali, nao devia tar ali este meco! Valha me deus!
Quanto ao título tinha mais esperanças na Académica que no Belenenses (quem paga, manda, e vai ser um passeio para eles). Agora os gajos fizeram 5 faltas, contra 17 do benfica, uma delas mais um penalti de colinho, nao há mt a fazer. Temos de ser nós!

Abraço
Taqui

Planeta FC Porto disse...

Boa noite, venho por este meio pedir se podia adicionar o meu site "Planeta FC Porto" http://planetafcporto.com à sua lista de blogs.
Muito obrigado. Saudações Portistas.

Lamas disse...

Link adicionado...