quarta-feira, 2 de maio de 2012

Vitor Pereira, obrigado e até sempre...


«Vou deixar isso no ar». Foi a resposta de Pinto da Costa quando lhe perguntaram sobre a continuidade de Vitor Pereira. Para mim isto significa um importante 'volte-face' no discurso que teve até agora, o que pode indicar que, de facto, vamos trocar de treinador. Ainda em Janeiro, numa entrevista ao jornal 'O Jogo', o nosso Presidente insistia no facto de Vitor Pereira ter um contrato de dois anos. Além disso, temos consciência que, em circunstâncias semelhantes de contestação, houve sempre renovação do contrato de treinador, coisa que não se verificou desta vez. Tudo indícios de que Vitor Pereira deverá ser substituído. Mas há mais. Verificámos que em Janeiro se sentiu a necessidade de fazer regressar um jogador que pegasse no balneário e que o liderasse. Nessa mesma altura fez-se alterações consideráveis na estrutura de equipa técnica e houve um reforço da mesma com uma figura de peso junto da massa associativa e com fama de disciplinador, que foi Paulinho Santos. Tudo indícios de que havia, de facto, algo a mudar e de que o estado de graça de Vitor Pereira tinha acabado junto do Presidente. Junto de grande parte dos adeptos, esse estado de graça já havia expirado há muito.

Aqui no blog, há muito que 'pedimos a cabeça' de Vitor Pereira. Temíamos que não seria possível chegar ao título depois das arrepiantes exibições da Champions League, de Coimbra, de Barcelos e de Alvalade. Não se via ideias de jogo, consistência nas ideias vindas do banco, jogadores em eterno sub-rendimento e desvalorização de grande parte do plantel. Eram indícios fortes de que isto poderia correr mal. A verdade é que não correu. A época salvou-se com o título nacional que é sempre uma condição suficiente para que seja efectivo o sucesso desportivo de uma época. De facto, por aqui não há razões para despedir Vitor Pereira. Mais. Demos a volta ao campeonato obtendo vitórias no campo dos outros dois candidatos ao título. É obra! Por último, todos sabemos o que acontece a seguir à saída de treinadores marcantes no FCPorto e nomeadamente, a seguir a sucessos de nível Europeu. Com Vitor Pereira não tivemos a habitual época de 'seca'.

Mas não há só prós. Será que o título apaga a 'montanha russa' exibicional da equipa? Será que apaga a indisciplina que vimos e que não é nada vulgar no FCPorto? Será que apaga a péssima campanha europeia? E a desvalorização do plantel? Só não se desvalorizaram Hulk, Fernando e Maicon. Tudo o resto vale menos no mercado hoje. O próprio FCPorto vale menos na Europa depois de ter sido eliminado num grupo em que era 1º cabeça de serie e depois de ter levado mais um banho com um adversário do campeonato inglês, numa altura em que defendia o título ganho na época passada.  Adversário esse que foi eliminado pouco depois por uma equipa que nem sequer entrou nas contas do título nacional deste ano.

Que fazer? Parece-me mais fácil decidir se basearmos a decisão nas ambições que temos para o nosso FCPorto. Se achamos ou não que Vitor Pereira nos pode pôr novamente a lutar de igual para igual na Europa. Hoje em dia é isso que decide tudo. Seja a cotação dos nossos jogadores, sejam as convocatórias para as selecções. Eu não acho que Vitor Pereira seja uma solução válida para um FCPorto Europeu. Falta-lhe, mais que experiência ou conhecimentos, o carisma. Estará sempre em cheque e isso influencia a autoridade sobre os jogadores e a clarividência nas decisões. Foi uma solução de recurso perante uma situação complicada de resolver. Agradecemos os valorosos préstimos, mas é altura de retomarmos a ascensão europeia do FCPorto.

29 comentários:

Lamas disse...

Prata, acho que está bem escrito... vou na tua linha de pensamento... vamos aguardar... confio no PC... a sua decisão será a correta...

Quando estava a ler fiquei curioso como ias qualificar a equipa que eliminou o City da Liga Europa... tiveste suavidade a "rasgar" nela... :)

miguel87 disse...

Acho incrivel esta opinião sobre o VP quando comparada com a tolerancia de pelo menos 3 épocas que foi dada a Jesualdo Ferreira por exemplo!

Acho que frases como "Não se via ideias de jogo, consistência nas ideias vindas do banco, jogadores em eterno sub-rendimento..." faziam muito mais sentido nas épocas 2006/10 do que na presente temporada; se este ano houve jogadores desvalorizados, essa desvalorização deveu-se muito mais aos amuos e desilusões dos próprios do que ao treinador!

Este ano o treinador além de ter que lidar com vários jogadores contrariados teve que construir uma equipa sem Falcao nem Lisandro (recordo que o primeiro treinador que teve Falcao no plantel não foi campeão!), foi obrigado a dar minutos sucessivos a um jogador em fim de contrato sem qualquer retorno desportivo (alguem acredita que não foi imposição da $AD?) e teve que lidar com uma semi limpeza de balneario a meio da época!

Acredito que se finalizarem a limpeza de balneario e reforçarem convenientemente o plantel, com VP teremos uma equipa mais constante a nivel exibicional e com possibilidade de fazer mais e melhor na europa, apesar dos defeitos que tem (factor motivacional e discurso por ex).
A nivel interno e se olharem aos resultados, 1 derrota e 6 empates não são anormais (nas 2 épocas completas de Mourinho tivemos 2 derrotas/5 empates e 2 derrotas/7 empates respectivamente), o que é anormal é ter 0 derrotas e apenas 3 empates como na época 2010/11 e esse foi talvez o maior obstaculo do treinador desta época, pois era praticamente impossivel fazer melhor ou mesmo igualar!

Artur disse...

Acho incrivel esta opinião sobre o VP quando comparada com a tolerancia de pelo menos 3 épocas que foi dada a Jesualdo Ferreira por exemplo!

Acho que frases como "Não se via ideias de jogo, consistência nas ideias vindas do banco, jogadores em eterno sub-rendimento..." faziam muito mais sentido nas épocas 2006/10 do que na presente temporada; se este ano houve jogadores desvalorizados, essa desvalorização deveu-se muito mais aos amuos e desilusões dos próprios do que ao treinador!

Este ano o treinador além de ter que lidar com vários jogadores contrariados teve que construir uma equipa sem Falcao nem Lisandro (recordo que o primeiro treinador que teve Falcao no plantel não foi campeão!), foi obrigado a dar minutos sucessivos a um jogador em fim de contrato sem qualquer retorno desportivo (alguem acredita que não foi imposição da $AD?) e teve que lidar com uma semi limpeza de balneario a meio da época!

Acredito que se finalizarem a limpeza de balneario e reforçarem convenientemente o plantel, com VP teremos uma equipa mais constante a nivel exibicional e com possibilidade de fazer mais e melhor na europa, apesar dos defeitos que tem (factor motivacional e discurso por ex).
A nivel interno e se olharem aos resultados, 1 derrota e 6 empates não são anormais (nas 2 épocas completas de Mourinho tivemos 2 derrotas/5 empates e 2 derrotas/7 empates respectivamente), o que é anormal é ter 0 derrotas e apenas 3 empates como na época 2010/11 e esse foi talvez o maior obstaculo do treinador desta época, pois era praticamente impossivel fazer melhor ou mesmo igualar!

Oh Miguel desculpa lá. Oh Prata percebes muito pouco de futebol. Disse depois da chegada do Lucho e das saídas dos culpados da má época europeia que se perdessemos mais algum jogo para o campeonato mudava a opinião que tinha do treinador. Até hoje continua a ganhar. Pelo que conheço de Pinto da Costa sei qual é a sua decisão mas o Prata não sabe. Por isso se o Pinto decidir outra coisa que não a continuidade do Professor mudarei de novo a minha opinião sobre ele.

Baresi disse...

Penso que no tempo do Jesualdo não assisti a jogos tão maus como este ano, principalmente em casa e podem ter a certeza que não era um defensor do Professor.

Mas existe algo que é imperdoável e que aponto a este treinador, ie, o discurso no final do APOEL-FC Porto é deveras lamentável, diz o VP "Na 2ªparte jogamos à Porto!".

Eu sou a favor da saída do VP.

LC disse...

Perfeito este post do Prata. Subscrevo na integra!!

prata disse...

Copias a opinião do Miguel que, aliás tal como a minha está aqui a ser repetida pela enésima vez e, só com isso concluis que não percebo nada de futebol? Essa do 'tu não percebes nada' é sempre o argumento mais parvo que alguém pode utilizar. Não contra argumenta, não traz nada à discussão, não explica porque é que tu percebes mais que eu. E até podes perceber, mas não são argumentos destes que me convencem.

Jesualdo também teve boas equipas e nem sempre soube tirar o melhor proveito delas. A certa altura, depois de ele ser bi-campeão defendi que ele deveria sair. Ficou e foi o que se viu. De tal forma que alguns até o usam como defesa de Vitor Pereira. Mas não lembram a época em que ganhou com uma vantagem de 20 pontos. Não lembram que durante dois anos ele era a única voz do clube perante ataques cerrados vindos de todo o lado. E sim ele tinha uma ideia de jogo clara. Poderia não ser a ideia que mais agrada à massa associativa, mas estava lá. Era fácil de identificar e era a dele. Jesualdo foi um grande treinador numa altura muito difícil. Só tenho pena que tenha ficado para a terceira época para que muitos pudessem manchar o grande trabalho que fez nas anteriores. Mas ao Miguel aceito o argumento. Sempre deixou bem vincado o que achava do professor Jesualdo. Ele e o nosso Riskolas

Artur disse...

Tens razão Prata. Vou deixar então aqui os meus argumentos:

- Não nos abandonou e não soube atempadamente que ia ser o treinador do Porto. Vinha de uma época perfeita e sabia que era impossível repetir o ano anterior.

- Esteve meses sem saber com quem podia contar para jogar não podendo fazer uma pré epoca aceitável e como deves saber é aí que se treina a maior parte das coisas para a época.

- Perdeu o melhor ponta de lança do Mundo e não viu nunca esse lugar devidamente preenchido.

- Foi vítima de injustiça e desconfiança da parte de tudo e todos desde que assumiu o lugar de treinador.

- Teve muitos indivíduos a minar o seu trabalho desde o início. Guarin, Palito, Rolando, Fucile, Rodriguez etc e as nossas derrotas foram na maioria das vezes culpa de erros individuais apesar de não termos jogado muito.

- Perdeu com o City porque não quis ganhar só por 1-0 em casa e mesmo assim foi preciso que um certo individuo marca se um golo na própria.

Desde que teve estabilidade e se viu livre de quem o minava e apesar da desconfiança em relação ao seu trabalho deu banhos tácticos a todos os grandes treinadores do nosso campeonato. Sábado dará mais um e agora sem pressão ganhará de goleada e com futebol espectacular.
Gosto muito de jogar FIFA e FM e quando assumo o Porto mesmo que a brincar fiko mto fodido quando perco com o meu clube. Sou capaz de atirar com o comando à parede ou dar murros no PC. Imaginem agora alguém que tem o mesmo amor pelo clube que alguns de nós a ser enxovalhado pelos seus pares. Para mim seria muito triste, para ele também deverá ser. Ultrapassou tudo e na hora da vitória manteve a humildade e declarou o seu amor ao clube. Agradeceu a quem tinha de agradecer e de mim terá sempre uma grande admiração.

miguel87 disse...

Artur, agora sou eu que peço desculpa:

- Não nos abandonou e não soube atempadamente que ia ser o treinador do Porto. Vinha de uma época perfeita e sabia que era impossível repetir o ano anterior.

- Esteve meses sem saber com quem podia contar para jogar não podendo fazer uma pré epoca aceitável e como deves saber é aí que se treina a maior parte das coisas para a época.

- Perdeu o melhor ponta de lança do Mundo e não viu nunca esse lugar devidamente preenchido.

- Foi vítima de injustiça e desconfiança da parte de tudo e todos desde que assumiu o lugar de treinador.

- Teve muitos indivíduos a minar o seu trabalho desde o início. Guarin, Palito, Rolando, Fucile, Rodriguez etc e as nossas derrotas foram na maioria das vezes culpa de erros individuais apesar de não termos jogado muito.

- Perdeu com o City porque não quis ganhar só por 1-0 em casa e mesmo assim foi preciso que um certo individuo marca se um golo na própria.

Desde que teve estabilidade e se viu livre de quem o minava e apesar da desconfiança em relação ao seu trabalho deu banhos tácticos a todos os grandes treinadores do nosso campeonato. Sábado dará mais um e agora sem pressão ganhará de goleada e com futebol espectacular.
Gosto muito de jogar FIFA e FM e quando assumo o Porto mesmo que a brincar fiko mto fodido quando perco com o meu clube. Sou capaz de atirar com o comando à parede ou dar murros no PC. Imaginem agora alguém que tem o mesmo amor pelo clube que alguns de nós a ser enxovalhado pelos seus pares. Para mim seria muito triste, para ele também deverá ser. Ultrapassou tudo e na hora da vitória manteve a humildade e declarou o seu amor ao clube. Agradeceu a quem tinha de agradecer e de mim terá sempre uma grande admiração.

Daniel disse...

Por momentos pensei que estava a ler "A BOLA"...

Pinto da Costa lançou essa frase para os meios de comunicação do regime terem com que se entreter...

Falar no Jesualdo neste momento é ridículo, os números que ele teve falam por si, só não vê quem não quer, bem como falar em teorias de conspiração da SAD já cheira mal.

O que PC decidir será bem decidido, ele pensa pela sua cabeça, caso contrário tinha ido pelo que muitos queriam e tinha despedido o treinador a meio da época e agora estariamos a falar porque não tinhamos ganho nada.

Falando de algo sério, os Parabéns pelo campeonato ao Presidente e à sua estrutura, ao VP, ao grande Paulinho Santos e restante equipa técnica, aos grandes Hulk e Sapunaru!

O nosso destino é este, ganhar!

Tony Silva disse...


O VP é um profissional e por sinal muito bem pago. Como profissional nesta actividade está sujeito a criticas. Acho isso normalissimo e quem me dera estar no lugar dele. :)


Meus amigos, o VP fez o que podia em condições muito dificeis (sabemos disso). Estamos gratos, eu pelo menos estou, mas não acho que ele seja capaz de fazer melhor do que fez e o FC Porto merece mais e melhor. E o melhor até pode ser na mesma ganhar "apenas" o campeonato.

Cumpriu os minimos que se pedem a um "treinador de transição" no Porto, foi campeão. Ponto final, acabou o ciclo, terá feito o que era necessário para limpar o balneário, agora venha outro.
Foi campeão sim, mas pelo meio viram-se coisas muito más. Acho que merecemos e queremos mais. Não queremos ser campeões só no final. Queremos ver e mostrar isso ao longo da época.

Um filme até pode ter um final muito bonito, mas se a história do inicio ao fim é uma carrada de incongruências, de que vale o final bonito?

É optimo ser campeão no final, mas não quero passar outra época a adormecer durante os jogos, a chorar o dinheiro gasto no bilhete, ou a desligar a TV para não ficar agoniado. Foi isso que esta epoca foi para mim e não é o titulo que apaga isso.

Mais uma vez, "Obrigado Vitor pelo teu profissionalismo, agora vai lá à tua vida! Espero que encontres outros desafios e sejas feliz, mas não no Dragão."


Só prefiro o VP se a alternativa for o Jasus :)

prata disse...

A incertezas quanto ao plantel, todos os treinadores tiveram. Jesualdo então... Todos os anos perdeu dois a três jogadores nucleares desde Quaresma, Paulo Assunção, Lucho, Licha, Cissokho etc. Ser treinador do FCPorto é isto. Vitor Pereira perdeu Falcao, mas houve um esforço grande para que não perdesse mais ninguém. O próprio Villas-Boas perdeu o capitão da equipa Bruno Alves e sobretudo Meireles já com a época em andamento. Faz parte de ser treinador de uma equipa que projecta os seus jogadores internacionalmente e que vive de compra e venda de jogadores.

Mais uma vez repito não há rebeliões com bons líderes. Sejam eles experientes ou inexperientes com AVB ou VP.

Quanto à massa associativa, ela conquista-se. Ninguém a tem de mão beijada. Nem Mourinho, nem AVB, nem Jesualdo e nem VP. Não por isso que eu quero que ele saia. Até porque raramente a minha opinião coincide com o da generalidade dos portistas que tende a ser demasiado carneirista e seguidora e acritica em relação a toda e qualquer opinião do nosso Presidente. Eu não o sou e não entro em opiniões de manada.

Por último, perdeu com o City porque o Alvaro fez um auto-golo e porque, mais uma vez, a equipa mostrou uma face na primeira parte dos dois jogos e outra nas segundas partes. É a tal inconstância exibicional própria de equipas pouco confiantes. Não porque tenha sido demasiado ambicioso. Perdeu porque nunca teve o verdadeiro controlo do jogo. Só o teve enquanto Hulk e companhia foram inventando maneiras de assustar o adversário. Quando se viram mais confortáveis e menos ameaçados fizeram o que quiseram.

prata disse...

E também não quero Jesus. Apesar de ter a impressão de que ele pode valer mais junto de um Presidente como o nosso. O ego dele iria desinchar e esse é o seu pior defeito. Simplesmente acho que há melhores soluções no mercado.

Já agora, VP começou por agradar a quase todos com a nossa 'vitória leonina' na Supertaça Europeia. Não conheço um portista que não tenha elogiado Vitor Pereira depois desse jogo. Portanto é falso que o tenhamos 'tomado de ponta' logo de início.

LC disse...

"- Não nos abandonou e não soube atempadamente que ia ser o treinador do Porto. Vinha de uma época perfeita e sabia que era impossível repetir o ano anterior."

Não me parece que fosse impossivel repetir o ano anterior.

"- Esteve meses sem saber com quem podia contar para jogar não podendo fazer uma pré epoca aceitável e como deves saber é aí que se treina a maior parte das coisas para a época."

Aceitou porque quis, ninguém o obrigou!

"- Perdeu o melhor ponta de lança do Mundo e não viu nunca esse lugar devidamente preenchido."

Sempre afirmou que não precisava de ninguém para aquele lugar até ter percebido (com treinos diários)que o Kleber é muito fraquinho

"- Foi vítima de injustiça e desconfiança da parte de tudo e todos desde que assumiu o lugar de treinador."

É verdade, mas as exibições falavam por si.

"- Teve muitos indivíduos a minar o seu trabalho desde o início. Guarin, Palito, Rolando, Fucile, Rodriguez etc e as nossas derrotas foram na maioria das vezes culpa de erros individuais apesar de não termos jogado muito."

Também é verdade, só não percebo porque não os encostou mais cedo, logo passou a ser o principal responsavel.

"- Perdeu com o City porque não quis ganhar só por 1-0 em casa e mesmo assim foi preciso que um certo individuo marca se um golo na própria."

Individuo esse que ja deveria ter sido encostado à muito.

"Desde que teve estabilidade e se viu livre de quem o minava e apesar da desconfiança em relação ao seu trabalho deu banhos tácticos a todos os grandes treinadores do nosso campeonato. Sábado dará mais um e agora sem pressão ganhará de goleada e com futebol espectacular.
Gosto muito de jogar FIFA e FM e quando assumo o Porto mesmo que a brincar fiko mto fodido quando perco com o meu clube. Sou capaz de atirar com o comando à parede ou dar murros no PC. Imaginem agora alguém que tem o mesmo amor pelo clube que alguns de nós a ser enxovalhado pelos seus pares. Para mim seria muito triste, para ele também deverá ser. Ultrapassou tudo e na hora da vitória manteve a humildade e declarou o seu amor ao clube. Agradeceu a quem tinha de agradecer e de mim terá sempre uma grande admiração."

Esperemos que sim, que jogue bem e que goleie. Sim é verdade que foi de uma grande humildade na hora da vitória e isso agradou-me bastante. No entanto não é de um treinador humilde que precisamos mas sim de um bom treinador.

levezinho disse...

A minha opinião sobre a continuidade de VP.. é a que Pinto da Costa decidir.

Alguns decerto vão achar esta minha opinião sem sentido.. pois segundo eles não são carneiros e têm direito à sua própria opinião.
Eu não discuto que tenham direito à vossa opinião, eu tb tenho a minha.. a diferença é que eu sei que a minha opinião pode estar completamente errada porque não tenho os dados todos (nem nenhum de nós tem) para ter uma opinião devidamente fundamentada.

Por exemplo eu acho que ele deve continuar... mas se PC decidir que ele não continua... para mim terá sido provavelmente a decisão acertada.
PC pode com certeza avaliar o trabalho de VP muito melhor que eu... e também não é conhecido por falhar muitas das suas decisões.

Apesar de cada um de nós procurar fundamentar a nossa opinião, o que cada um de nós acha que deveria acontecer.. não deixa de ser um mero exercício de palpite.
Nenhum de nós por muito que ache que perceba de tácticas, que ache que perceba de análise de exibições, que ache que perceba de lideranças de balneários..
Nenhum de nós tem os dados necessários para poder emitir uma opinião válida (opinião podem ter.. eu acho é que tem tanta validade como a opinião da minha avó de 90 anos que nunca viu um jogo do porto..) sobre se vitor pereira deve ou não continuar.

Por isso e concluindo.. se me obrigassem a tomar a decisão.. eu diria continua.... se me dessem a escolher.. toma tu a decisão ou deixa PC tomar... eu deixava PC tomar.

Quem defende o contrário.. e que a opção certa é apenas e só aquela que tanto defendem aqui... e que se por exemplo PC decidir manter VP acham mal.. das duas uma:
Ou acham que têm mais dados do que PC para analisar o trabalho de VP.. ou acham que são capazes de com menos dados tomar uma opção mais correcta do que PC.
Sinceramente rio-me de qualquer uma destas hipóteses.

Com a decisão de PC de o manter esta época acabamos campeões... se a decisão tomada fosse a que é pedida por muitos aqui... até podia ser melhor e termos vencido a champions.. mas também podiamos nem ter cheirado o campeonato.

Prefiro a decisão de PC... Obrigado.

prata disse...

Quem só opina quando tem todos os dados, não falha. Mas será que chega a ter alguma oportunidade de opinar?

Mirone disse...

Se houve jogadores a minar o trabalho do VP não foi o Álvaro Pereira de certeza, fez 90% da época a alto nível(não se notou ter ficado frustrado por não ter ido para o Chelsea) e só quando fez aquela birra em Braga é que abandonou a equipa . Não me parece que o Cebola também tenha feito algo nesse sentido, como sempre foi aplicado mas nunca inspirado...

Os dados estatísticos dão razão ao VP, realmente a época foi boa em números mas também sou da opinião da maioria das exibições foram genericamente razoáveis/fracas.

No jogo da Luz, que inverte o campeonato, podíamos ter sofrido o 3-1 (eles estavam em cima de nós) e acabamos por empatar em contrataque e marcar o terceiro em fora de jogo (que bem que soube!). Nesta altura o VP teve a sorte que até então nunca tinha tido, nem feito muito para merecê-la.

Gostava de ter outro treinador mas não creio que saia. É uma aposta do PC e para o ano já vai ter outro estatuto junto dos jogadores e adeptos.

levezinho disse...

Eu até posso opinar... até disse ai que na minha "opinião" ele deve continuar.


Falhaste o essencial da minha questão.

O que eu disse é que estas nossas opiniões valem muito pouco... ou melhor eu na realidade até nem acho que tenhamos opiniões.. temos percepções.

E é por isso que nunca me vês, nestes assuntos, defender acerrimamente as minhas opiniões (ou percepções como eu lhe chamo)... porque tenho noção que estas minhas percepções podem estar completamente erradas... e é isso que eu critico um pouco aqui... vocês defendem as vossas percepções como se tratassem de verdades indesmentíveis... criticando por vezes de forma dura quem tem percepções diferentes.

Sabem a minha ligação ao jogo.. e por isso vou tentar aqui um paralelismo da roleta com estas opiniões.

Para mim estas opiniões valem tanto como a opinião de um gajo que na roleta acha que vai sair preto... umas vezes vai acertar.. outras vezes vai falhar.

Se o gajo ao dizer que vai sair preto tiver noção que pode estar completamente errado.. até respeito o gajo e até sou capaz de lhe dizer que eu acho que vai sair vermelho.
Se por outro lado o gajo diz que vai sair preto quase com a certeza que é preto que vai sair... é uma discussão que eu evito porque nao vale a pena. :)



Peço desculpa se agora cometer alguma imprecisão... mas a ideia que eu tenho da análise das decisões de Pinto da Costa sobre os treinadores... é que aqui são sempre contra.


Parece-me que era opinião dominante aqui que jesualdo não era treinador para o porto... foi e ganhamos uns campeonatos.
Também me parece que era ideia dominante aqui que AVB não servia para o Porto... foi e com bons resultados.
Não sei se o blog já é do tempo do Mourinho.. mas provavelmente tb seriam contra.

Admito que algumas vezes hão-de acertar.. mas o gajo do preto da roleta também acerta algumas vezes.

Tony Silva disse...

Oh Lev, são só opiniões, também não queiramos fazer disto mais do que é. Apenas opiniões e sabem o que se diz das opiniões, cada um tem a sua.
Neste caso todos somos treinadores (e presidentes) de bancada.

Por norma também confio no presidente mas nem todas as suas decisões me agradam. Por exemplo, não me admira nada que o PC vá buscar o Jesus se tiver essa oportunidade. Não me agrada minimamente. Não deixarei de ser portista por causa disso mas acho que seria um grave erro do presidente e o mais certo até seria com o Jesus sermos na mesma campeão. Independentemente disso e de ser sempre portista não quero que o Jasus venha para cá. É a minha opinião!


Lá porque o Passos Coelho acha que estas medidas que tem tomado são as melhores para o país, não quer dizer que os outros portugueses não possam ter opiniões (ou percepções vá) diferentes. E tou certo que o Passos tem mais dados sobre a situação do que nós.

Xiii, agora fodi tudo a fazer um paralelo entre PPC e JNPC :)
É um sacrilégio, eu sei, mas foi o exemplo que me ocorreu.

Pispis disse...

Lev, excelente primeiro comentário para agora te espalhares no segundo :-)

Isso de não termos os dados todos já há mt faço referência na formação da equipa. Por exemplo, pk criticamos a não inclusão do James na maior parte dos jogos no 11 inicial qd não fazemos a mínima ideia de cm ele treina? Se calhar é um baldas do crl e nem merecia entrar na 2ª parte… lá está, n temos os dados todos logo n podemos criticar o 11 inicial!

Agora, só pk o VP tem os dados todos eu n posso discutir as opções dele? Eu gostava q ele me justificasse pk tirou o Guarín contra o Benfica no Dragão, por exemplo… Ou então pk andamos meia época a jogar sem lateral-direito… Ou então pk jogadores q custaram milhões cm Alex Sandro e Iturbe n apareceram durante uma época inteira… Tenho que aceitar só pk ele tem os dados e eu não? Então não podemos colocar em causa nada!

Eu sei duma coisa q o PC tb sabe e q todos nós sabemos: se VP continua, ao mínimo deslize será crucificado pela massa associativa. Será q o potencial do VP é suficiente para correr estes riscos?

Eu não me atrevo a mandar um palpite. Por um lado reconheço q foi campeão e é sp complicado mandar um treinador campeão embora, principalmente qd a última imagem é q fica e nos últimos jogos conseguimos vitórias importantes e c exibições mais ou menos seguras… Agora se puxo a fita atrás n me apetece minimamente correr novamente estes riscos, então se o Hulk vai embora, minha nossa, nem quero pensar cm fica a equipa do VP q passou o ano a viver às custas da inspiração do Hulk (ah, é verdade, na última época do Jesualdo o Hulk ficou meses castigado)…

É quase cm a continuidade do Jesualdo, ano após ano a relação foi-se desgastando, muitos já n o queriam uma quarta época mas foi preciso não ser campeão para ir embora… talvez seja necessário VP n ser campeão, ou então sermos outra vez humilhados na Liga dos Campeões, na Liga Europa ou na Taça de Portugal, repara, eu não digo eliminados, digo humilhados…

prata disse...

É isso. Perante evidências desta monta, conseguimos arriscar uma opinião adversa. Mas atenção que não me choca se ele ficar.

Já vimos situações dessas com Pinto da Costa vingarem. Por exemplo, a que tomou a meio desta época. Ele é geralmente muito fiel às suas escolhas para treinador. Mas desta vez parece-me que há sinais diferentes. Sinais que poderão significar o despedimento ou que até poderão significar apenas que não quer, para já, fechar a porta a essa possibilidade, podendo depois decidir-se por exemplo por uma renovação.

Aguardemos. Mas fica aqui a minha opinião, que não tenho medo de dar apesar de ser fácil mais tarde dizerem-me que estava errado. Está aqui publicada e eu não ouso apagar, por muito estapafúrdia que tenha sido. E lembro de algumas como a minha primeira avaliação de Fernando, da contratação de Falcao e da opção Villas-Boas. Só para citar as que se vieram a provar mais erradas.

Daniel disse...

Quando se fala em massa associativa não se pode pôr todos no mesmo saco, nem todos são assobiadores profissionais ou criticam ao primeiro deslize, se ser carneiro é gostar de ganhar campeonatos então existem muitos...

Perante dados objectivos o que conta são os numeros alcançados, o campeonato era o mais importante, claro que se devia ter passado aos oitavos da champions, mas ninguem trocaria um pelo outro.

Anónimo disse...

A ingratidão é o maior dos males juntamente com a inveja. Eu tambem sou um critico do VP, mas tudo aquilo que se passou na pré-epoca, outro treinador teria batido com a porta. Vitor Pereira humildemente aceitou. Por isso acho que se lhe deve dar o beneficio da duvida e dar continuidade ao seu trabalho na epoca vindoura.
Quanto ao Prof. Jesualdo ainda está para nascer o jogador que diga mal dele!!!!
Jesualdo é um senhor e foi o unico que deu o peito ás balas no período "Apito Dourado" onde exceptuando Pinto da Costa toda a gente se escondeu como ratos!!!
Por isso quando "insulto" VP mais as suas tacticas, apenas é por paixão e não por razão. Para isso está lá o grande presidente que a dormir, sabe mais que todos nós acordados!!!

Ozzy Bluesky

Pedro Albuquerque disse...

Só uma pergunta que gostaria que me respondessem.

Quando foi a última vez que PC DESPEDIU um treinador campeão?

Pispis disse...

Co Adriaanse

Pispis disse...

Acho piada qd dizem q qq outro n teria aceite o lugar de treinador dp do q se passou na pré-época...

Fdx, nós somos Porto, crl! Somos um clube apetecível e temos o orçamento mais caro da nossa história e do futebol português, temos o melhor presidente, a melhor estrutura e qq um arrisca-se a ser Campeão!

Qq um teria saído de qq clube para assumir o Porto na pré-época, tal cm Jesualdo o fez...

prata disse...

Além disso, ainda não percebi o que houve de tão diferente em relação a outros anos. Só porque estavam 7 ou 8 jogadores para sair? Mas não é sempre? Ainda agora temos Hulk, James, Fernando, Palito, Rolando, Otamendi,etc. Até já se falou Maicon que só pegou este ano e de Iturbe que nem sequer jogou...

Pedro Albuquerque disse...

Pispis, foi despedido ou foi-se embora por a SAD não gostar de certas atitudes do treinador?
São coisas completamente diferentes e que devemos ter em conta.

Pispis disse...

Foi-se embora... porque foi despedido :-) e a pergunta era 'quando foi a última vez que PC desdepdiu um treinador campeão' :-)

E na altura foi o núcleo duro do plantel do Porto que mandou o treinador embora em plena pré-época, nessa altura conseguiram impor-se à SAD... nesta época foi PC a impor-se ao plantel...

Paulo Monteiro disse...

Excelente texto, Prata!
Sublinho-o.

Abraço.