domingo, 13 de maio de 2012

Só faltava a festa nos aliados


E já agora, faltava a confirmação de Vitor Pereira como próximo treinador. Está feito. É o nosso treinador e a decisão está tomada. Óbvio que não concordo. Continua a apostar-se numa solução transitória amenizada pela cultura de clube, pela qualidade da estrutura e sobretudo pela qualidade do plantel. Este ano chegou para consumo interno. Se isso contenta a administração... E não me venham com a história de que no FCPorto se cumprem contratos. Deu jeito para mandar a farpa em direcção a Lisboa. É óbvio que esteve em cima da mesa a substituição do treinador. Caberia na cabeça de alguém que não se tivesse feito um contrato de dois anos a Vitor Pereira? Fez-se porque não convinha admitir que se estava a fazer uma experiência por causa das circunstâncias muito particulares que se seguiram à saída de André Villas-Boas. E isto fosse mesmo uma opção segura, o seu contrato já estaria renovado há algum tempo. Acredito que irão fazê-lo em breve, mas já não terá o mesmo impacto que teria há uns meses atrás.

Vamos ao jogo. Foi descomplexado, sem pressão e com muitos jogadores a querer aproveitar a oportunidade. Nem todos o conseguiram mas já lá vamos. Isto resultou num jogo bastante agradável de seguir e um futebol de bom nível. Tivemos dois jogadores decisivos. Varela na primeira parte e Kleber na segunda. Varela é talvez um dos jogadores mais importantes nesta segunda volta. Entrou tão mal no campeonato que até já havia quem o pusesse ao nível de Djalma e de Cristian Rodriguez. O Varela da segunda volta trouxe viabilidade à opção de James como organizador de jogo e até à utilização de Hulk como ponta-de-lança, que até é algo que não aprecio propriamente, mas que foi utilizado com algum sucesso. Kleber apareceu quando já não era preciso. Mas voltam aquelas ideias que nós tinhamos do potencial dele. Será que se vai cumprir no FCPorto? Adensou-se a dúvida. De resto gostei de Defour que fez um bom final de época, gostei de Danilo que de facto não engana. Seria interessante vê-lo a jogar ao meio. Lembrei-me disso após aquela jogada em que ele arranca pelo meio e abre na esquerda para Djlama, que também fez um jogo agradável. Pela negativa, Iturbe não fez nada e Mangala parece por vezes distraído, o que o faz ter de andar atrás do prejuízo. O que lhe vale é que é rápido. Destaco por último Kadu. Fez-se de um miúdo de 17 anos campeão. Eu, que acompanhei a época dos sub-19, acredito que está ali valor, mas acho que se está a estragar o miúdo com mimos. Veremos como reage no seu último ano com júnior.

Para o ano há mais títulos a ganhar! Cá estaremos a acompanhar.

2 comentários:

Lamas disse...

Grande jogo de Varela.... em particular a primeira parte...

James vai ser o nosso 10 (literalmente) na próxima época e Moutinho o capitão.... :)

riskolas disse...

Vi o jogo a espaços.
Aliás, tenho visto os últimos jogos assim.
Nas próximas semanas podemos debater em mais detalhe o que foi esta época e o que se espera para a próxima.
Ainda assim, deixo algumas notas:

- Era o cúmulo o Iturbe, depois de uma época parado, entrar em campo motivado e fazer alguma coisa de jeito! Só tem 18 anos e fez uns 100 minutos numa época! Há jogos que duram mais...

- Agora parece que o VP vai continuar mas eu, seja por casmurrice ou apenas feeling ainda acho (ou quero) que ele vai sair. Não me consigo esquecer do que foi 80% da época só pela amostra dos últimos 2 meses.

- Foi campeão, logo merece continuar. Mas, na minha arrogante opinião, não deve continuar!

Vamos falando... :)