domingo, 18 de outubro de 2009

Agenda Portista

Na semana passada entrei aqui na discussão sobre os méritos do projecto visão 611, dada a entrevista do seu principal rosto: Luís Campos. Nessa mesma semana saiu um outro artigo no jornal O Jogo, artigo esse que, pasmem-se, era muito elogioso relativamente ao projecto. Para terminar, no Sábado estreiam-se 4 juniores pela equipa principal. Coincidências? Não. Operação de charme? Parece que sim. Mas é óbvio que não fiquei convencido. Basta ver a táctica que Jesualdo teve de apresentar. Uma equipa com 3 defesas. Dirão que foi uma cartada técnica que antecipava a réplica fraquíssima do Sertanense. Para mim é claro que estando feita decisão de se recorrer aos juniores deveria haver oportunidade para defesas laterais que era a posição onde estávamos mais desfalcados. Mas pelos vistos não há ninguém com qualidade suficiente. Se ao menos o projecto estivesse minimamente articulado com as necessidades da equipa principal... A minha opinião mantém-se. Isto está a ser um fiasco e não vai ser a boa exibição do Sérgio Oliveira que me vai convencer.

É que tudo isto vem articulado com a situação financeira do clube. Este projecto era fundamental para a aproximação do clube ao topo do futebol Europeu. Nunca lá chegaremos sendo interposto de Sul-americanos por muito que continuemos a fazer grandes mais-valias nas suas transferências. A ideia era equilibrar o plantel em termos de custos com o aparecimento de jovens formados no clube. Nunca na vida poderemos competir a nível financeiro mas podemos sempre tentar aproveitar o facto deste país ser medíocre em tudo menos na capacidade dos nossos miúdos para jogar à bola. Pelos visto o caminho é outro. Tudo que é custos operacionais sobe anualmente, sobretudo na rubrica de custos com o pessoal que este ano subiu pouco mais de 20 %, como podem ver no quadro abaixo, que retirei do Relatório e Contas publicado no site da CMVM. Valeu um ligeiro aumento dos proveitos, graças à boa campanha na passada edição da Champions, e sobretudo o suspeito do costume: as mais valias nas transferências de jogadores. E aqui entra uma transferência em particular. Aquela que foi anunciada no último dia de Junho. Aquela transferência de um jogador que era o capitão de equipa, que tinha acabado de dar uma entrevista em que dizia que tinha planos de ficar por cá e que até tinha comprado casa. Pois essa transferência transformou resultados negativos em positivos. Basta fazer as contas.
Mas eu prefiro não fazer mais contas que é para não me preocupar mais do que o que já me preocupo com as questões de futebol. Vamos é Taça. Pouco interessou o resultado e a exibição colectiva. Estávamos ali para avaliar individualmente os jogadores que pouco ou nada tínhamos visto jogar. Para o resto tínhamos o Hulk em campo que sozinho chega para 3 Sertanenses. Na baliza e nos dois centrais temos opções de qualidade e julgo que Jesualdo poderá começar a rodar a equipa nestas posições visto que me parece dão garantias. No meio-campo apareceu Prediguer. Digo-vos já que este gajo para me convencer teria que ser melhor que o Fernando. Já expliquei aqui porquê. Foi considerado o terceiro melhor trinco da Argentina sendo Bolatti o primeiro, custou um dinheirão, etc. Só perceberia a contratação perante um jogador capaz de fazer concorrência ao nosso titular. Não me parece que seja o caso. Não que seja mau, parece ter boas noções de distribuição de jogo e do papel de um número 6. Simplesmente não me parece um trinco ao gosto do nosso treinador. Ao contrário de Fernando parece ter muito mais capacidades organizativas que defensivas. Parece até parecido com Pelé na forma de jogar. Ou seja, fiquei ainda mais convencido que esta contratação foi ruinosa. Isto por ser um quarto trinco com vículo ao clube, por ser caro e por nem sequer por em causa a titularidade de Fernando. Quanto aos restantes, gostei de Valeri, mas não me entusiasmou. Parece um jogador certinho, com critério, mas não me parece rápido e agressivo. Pelo contrário o miúdo Sérgio Oliveira encheu o campo. Bom tecnicamente, boa visão de jogo, rápido. Só peca por ser ainda extremamente frágil fisicamente. Quanto aos restantes juniores, não vi nada de Alex e vi pouco do Dias. Yero era um dos pratos fortes da noite no Dragão. Como diria o Gabriel Alves, tem uma estampa física impressionante, tem marcado golos que se farta e na altura da sua contratação falava-se de semelhanças com Drogba e Adebayor. Para já tem mais semelhanças com Makukula, mas vi ali pormenores que poderão vir a ser aproveitados no futuro. Não me pareceu propriamente tosco apesar das muitas trapalhadas, e não me pareceu que se posicionasse mal na grande-área. A rever.

Equipa para a recepção ao APOEL:

Helton; Fucile, Rolando, Bruno Alves e Álvaro Pereira; Fernando, Meireles, Belluschi e Rodriguez; Falcao e Hulk

Ps: Delicioso o pormenor de Abdoulaye que continuou a aquecer após a terceira substituição. Quando o chamaram à atenção à atenção o homem já vinha a tirar o fato de treino... Estou a imaginar o que o João Pinto não lhe deve ter dito...

Ps2: Vergonhosa a forma como Bruno Alves não foi titular no último jogo da selecção. O melhor central no banco só para que Pedro Mendes(o gajo que nem se quer constava da convocatória inicial) fosse titular. A selecção continua a fazer-se a partir dos jornais...

7 comentários:

Artur disse...

Prata não te preocupes com o projecto pk uma transferência dakelas à Pinto dá para pagar os gastos todos.

Daniel disse...

Q visão catastrofica...
Já parece a teoria da cabala...
Se o sergio oliveira continuar a evoluir tão prematuramente como o tem demonstrado, já tens um bom jogador a sair do projecto 611.

Quanto ao lucho ter saído, foi por vontade dele, não tinha amor à camisola mas sim ao que lhe pagam em França, portanto foi uma boa venda que se traduziu em proveitos, boa gestão financeira, os resultados financeiros também se fazem...

Quanto ao Bruno Alves concordo plenamente, mas quem devia sair da equipa era o Pepe e não o Pedro Mendes, porque o Pepe a trinco vale meio Pedro Mendes e a central é pior que o Bruno.

miguel87 disse...

Hmmm, individualmente não estou a ver nenhums centrais no mundo que possam ser considerados melhores que o R.Carvalho ou o Pepe (mesmo com o 1º em sub rendimento).

Quanto ao Lucho, não tenho dúvidas que tenha ido contente por ir ganhar o que ganha, mas tambem não duvido que a SAD tenha conduzido o assunto de maneira a vende-lo como vendeu.

Lamas disse...

Fdx, Luís Campos?!?!?!?

Olha que os Juniores, agora designados de Sub-19 ainda descem de divisão... :)

Não vi o jogo... apenas o resumo, isto é, os golos... HULK em grande e Farias a voltar a bisar pelo terceiro ano consecutivo... gostei do toque subtil do Sérgio Oliveira para o último golo do HULK...

Quanto ao Prediger, foi o primeiro jogo... o Fernando também era desastroso na construção do jogo nos primeiros jogos... é algo que se ganha com os jogos e com a confiança... mas não tenho qualquer opinião sobre o terceiro melhor trinco da Argentina, apenas queria deixar esta ressalva...

prata disse...

Queria dizer Luís Castro...

E Daniel, não é a teoria da cabala. Pensa bem nos argumentos apresentados... E lembra-te que ele próprio disse que pediu um nível salarial ao Marselha que julgava eles não iam aceitar.

Pispis disse...

Eu tb acredito q o Yero possa ser um bom jogador a sair do projecto 611 :-)

Eu nem quero saber o q o Daniel acha do Bruno Alves q se despediu dos adeptos no Jamor e foi preciso o Pinto da Costa pedir-lhe para ficar mais um ano... Para o ano está aki a dizer q ele gosta é do dinheiro do Barça ou do Milan...

Bruno Alves no banco n choca assim tanto, feliz do seleccionador q tem 3 centrais dakela categoria... basta atirar uns papelinhos ao ar e ver os 2 q ficam mais perto dele :-)

riskolas disse...

Prata, enquanto formos campeões e chegarmos aos 1/8s da Champions dá para tudo... excepto para o tal salto qualitativo que gostávamos de dar, incluindo, a segurança financeira.

Neste momento, estamos na corda bamba dos bons resultados desportivos.

O jogador do FCP tem, actualmente, um "selo" MADE IN FCP que o valoriza sobremaneira. Se tivermos 1 ou 2 más épocas esse "selo" perde valor e voltaremos ao mercado interno e, eventualmente, recuperando meia dúzia de emprestados.

Gostei muito do Prediguer. Fez-me lembrar o melhor Madrid. Os passes longos foram muito bons. Falta testá-lo com um adversário mais forte.

O Sérgio é um menino que tem de treinar regularmente com os séniores e jogar nos juniores. Pontualmente, ser chamado para os jogos das taças... portugal, liga, intercalar.

Pispis, bem metida!