quinta-feira, 25 de junho de 2009

O fabuloso destino de Aly - parte 2


Galiani acabara de regressar a Milão orgulhoso por mais uma grande descoberta. Afinal, no mercado de hoje em dia, dificilmente se consegue um bom lateral, comunitário e com elevada margem de progressão. Mas logo começou a duvidar. Primeiro, deve-lhe ter chegado aos ouvidos que o FCPorto deu por Cissokho 300 mil euros e depois deve ter-se apercebido que, apesar do pontencial do jogador, ele apenas tinha jogado 5 meses ao mais alto nível, isto é, eliminatórias da Champions e treinos do FCPorto, visto que não é possível considerar que se joga ao mais alto nível na Liga Sagres... E logo a seguir veio o pânico: «Vou ter de explicar isto ao meu Chefe!». E lá veio a reunião com Berlusconi: «15 milhões por um tipo que custou 300 mil há 5 meses? Refaz já o negócio e isso é se não queres ser assoitado como a jovem de 18 anos que que contratei ontem à noite para me fazer companhia...» E lá veio Cissokho de volta. Pelo menos fisicamente, porque em espírito, é mais um que já cá não mora, tal como Lisandro, por exemplo. E assim se conta a historinha com contornos de 'Gata Borralheira' que Cissokho tem vivido. Só faltava ficar cá e perder a titularidade...

De resto, da actualidade portista, gostaria de destacar as declarações do nosso Presidente. Ora diz ele que não precisamos de vender. E disse isso já contando com os milhões que não chegaram a entrar de Cissokho. Ora quem acompanha, como nós aqui no blog, as contas do clube e SAD, só pode sorrir com esta afirmação. É lógico que a actividade do clube para além da compra e venda de jogadores, é altamente deficitária. Não será tão má como a do Benfica, Sporting ou mesmo Chelsea e Real Madrid mas é deficitária. Tal situação tem sido consecutivamente equilibrada pela venda dos anéis e este ano só fugirá à regra se não houver ninguém que pague o que os nossos melhores jogadores valem, pelo menos na cláusula de rescisão. Por muito que ele venha dizer o contrário, já ninguém acredita. Nem mesmo os empresários de jogadores e os dirigentes dos clubes compradores que eram os destinatários do recado...

Quanto ao plantel, que Pinto da Costa diz que está fechado até ver, começa a notar-se uma dificuldade no meio-campo. Percebemos que temos 3 excelentes titulares, mas duvidamos, e com razão, dos suplentes. O mesmo podiamos dizer em relação à posição de avançado. Mas deixo essa análise para a crónica da proxima semana, visto nesta, o tempo escasseia. Aliás nota-se visto que estou a postar numa quinta-feira a crónica que é habitualmente publicada à segunda...

4 comentários:

Pispis disse...

Prata, eu tb n duvido mt q as coisas tenham acontecido dessa maneira... fosse por causa do Berlusconi ou por outra coisa qq, o Milan quis propositadamente abortar o negócio, e o pior de tudo é q estragou a venda para o Lyon pk 8 milhões comparado c 15 parece pouco, mas não deixaria de ser um grande negócio... já para n falar q contratamos o Álvaro a pensar nesta saída...

Resta-nos pensar q o Mourinho ainda n comprou nenhum jogador ao Porto este ano e, por isso, venha recrutar o B. Alves ou o Lisandro e injectar mais uns milhões no clube q o projectou :-)

prata disse...

Recomendo vivamente a transcrição que o Boronha pôs no blog dele do artigo do José Manuel Delgado sobre os supostos planos de Moniz. É de ir às lágrimas. O Delgado perdeu a vergonha toda. Ainda por cima, com esta possibilidade de negócio com a PT, mais estapafúrdia fica a teoria... Uma delícia este artigo!

http://antonioboronha.blogspot.com/2009/06/ourivesaria-mais-delgada-do-que-fina.html

Lamas disse...

Toda esta história teve contornos que me surpreenderam dia após dia... mas a verdade resume-se ao teu post...

Penso que Licha, B. Alves e Cissokho irão sair mais tarde ou mais cedo...

Precisamos de um avançado para remediar Licha e temos de ver aquilo que temos a rodar de forma a aproveitar alguns e não andar a comprar mais argentinos de segunda linha...

Depois das Férias, o vídeo da semana regressa hoje com algo mais de índole pessoal...

Petição disse...

POR UMA REVOLUÇÃO NO FUTEBOL EM PORTUGAL:
Revolucionar o Futebol profissional em Portugal, pela implementação de um novo modelo de gestão, financiamento e organização.

http://www.ipetitions.com/petition/revolucaofutebolportugal/