terça-feira, 30 de junho de 2009

Eu também não acredito...

Não tenho palavras para expressar a revolta, tristeza, angústia e sei lá mais o quê, de ver partir o Luís Gonzalez...

Não é qualquer argentino que chega ao nosso clube e assume a braçadeira como ele assumiu. Um exemplo de carácter e saber estar dentro das 4 linhas, acima de tudo um exemplo para os mais novos... Nem vou falar dele enquanto jogador porque é fantástico demais, é dos poucos que sem tocar na bola joga bem.

Não compreendo os comentários que referem que nos últimos dois anos esteve mal e tem muitos problemas físicos... Ainda na época 07/08 foi considerado o Jogador do Ano pelos 16 treinadores da I Liga e só este ano me lembro dum problema físico que já se vinha a arrastar desde o início de 2009 mas nunca parou porque estávamos numa fase crítica, até o joelho ceder de vez frente ao Manchester no Dragão.

Confesso que não estava preparado para este golpe, a renovação do contrato em Março, a compra da casa no Porto, as declarações e a festa do Tetra e no Jamor fizeram-me acreditar que teríamos Comandante por muitos e bons anos... O mais triste é que o nosso capitão foi empurrado pela porta fora, Bruno Alves praticamente já se despediu meia dúzia de vezes, Lisandro idem aspas aspas, e quem acaba por ir embora é o Lucho...

Aqui fica o desabafo...

20 comentários:

Lamas disse...

Como eu te compreendo... dói muito e da maneira como te tudo aconteceu...

Ainda perplexo... mas o Prata bem avisou que as contas 2008/09 fechavam hoje, 30 de Junho, e o FCP tinha de vender...

Inevitavelmente o vídeo de amanhã vai ser nostálgico...

Orgulhoazulebranco disse...

Subscrevo.
Caramba,este é diferente!!O que raio vai fazer ele para frança?
"precupava-me" com a saída do BA e do Licha e é o El Comandante que faz as malas.Isto não me entra na cabeça.

Mas agora há que seguir em frente,rumo ao Tetra,sem capitão infelizmete,mas há que seguir...já vimos muitos outros excelentes jogadores partir e não deixamos de ganhar por isso.

Preocupa-me mais o facto de estarmos quase sem capitães.

Abraço.

Orgulhoazulebranco disse...

*Rumo ao Penta!

Fiquei mesmo avariado..

Nuno Silva disse...

Vocês continuam sem perceber...


Marselha, Lyon, Bordéus, Monaco... todos têm muito mais capacidades financeiras que o Porto, SCP e SLB juntos!

Pode parecer-vos que ir para "La Ligue" é um retrocesso na carreira mas... não é de facto!

Vejamos apenas quantos clubes estão preparados em portugal para fazer aquisições acima dos 10M€.... e ainda dizem que uma venda por 18M€ é muito pouco!!!

A minha admiração pelo Lucho é imensa, não menor ou maior que a de outros Portistas ou não portistas, porque o seu valor é muito evidente...

tive a enorme felicidade de poder ver inúmeras vezes no estádio este enorme jogador, e os que o também puderam fazer sabem bem a diferença que é, especialmente no caso do Lucho. É sublime quando está bem, e nunca sabe jogar mal, mesmo quando debilitado.

Nestas despedidas tendemos a ser menos racionais e emotivas... mas quanto à questão física, nem vou discutir... óbviamente ele tem limitações físicas e tem apresentado períodos de menor fulgor físico em sucessivas épocas. Não venham agora desmentir esta situação!

A sua saída poderá até nem ter que ser colmatada... passando o porto a jogar em 4-4-2.

Para mim, reafirmo, excelente acto de gestão, tal como será a venda o Bruno Alves por qualquer valor acima de 20M€.

riskolas disse...

Quando soube da confirmação da saída do Lucho, senti algo que só tinha sentido aquando da saída do Domingos para o ultra-poderoso Tenerife - equivalia na época ao Marselha de hoje.

É um vazio estúpido e uma tristeza bacoca mas foi o que senti.

Vieram-me logo à cabeça os cânticos "Luchoooooooo.... Lucho Gonzalezzzz.... Lucho! Lucho! Lucho Gonzalez!" acompanhado de uma saudade completamente irracional.

O Lucho, embora seja argentino, personifica na perfeição o que é o FCP. Um mix de classe, garra e campeão!

Apesar de não ser o melhor jogador do Mundo, não trocava o Lucho por nenhum jogador no Mundo. Simplesmente, porque não há mais nenhum jogador como ele, não há mais nenhum jogador que consiga ter a classe dele, a admiração dos adeptos, o respeito dos colegas e adversários e o espírito de liderança que tem.

Era o verdadeiro El Comandante.

Quanto ao destino, estou convencido que o maior interessado no negócio foi a nossa SAD. As contas fechavam hoje e a dentadura do Só-ao-soco obrigou a este encaixe forçado. À necessidade/vontade da SAD em facturar ter-se-á juntado uma proposta financeira aliciante para ele.
Para o FCP, é óbvio que, em termos financeiros, é um excelente negócio. Em termos desportivos e olhando para o adepto dragão é uma perda enorme.

Uma única certeza: Seja como for, continuaremos a ser CAMPEÕES!

Hasta siempre Lucho!

Anónimo disse...

Só falta fazerem do homem um "MARTIR".

Ridiculo.

prata disse...

Muito triste... É sempre assim quando vendemos o meu jogador preferido. Mas desta vez há mais. Há a clara sensação que Lucho era mesmo dos que não se importava nada em ficar. É óbvio que vai ganhar muito mais do que o que ganhava cá. E o problema não é a comparação da Ligue 1 com a nossa Liga. O problema é que apenas um clube de França se aproxima em termos desportivos do nosso FCPorto. Tão cedo Lucho não jogará na Champions com ambição de ganhar em qualquer campo como fez este ano...

Quanto há questão das contas, dizem-me também que seria possível vendê-lo mais tarde e mesmo assim reconhecer o proveito nas contas do ano 2008/2009 e que tal manobra até já teria sido feita no passado. Não sei. Gostava de perceber. Faço um esforço para perceber porque é que não o colocaram no ultimo lugar da disponibilidade para vender.

É óbvio que é um bom encaixe financeiro para o Clube e para o Jogador, mas está acautelada a parte desportiva? Na próxima semana vou tentar explorar essa situação esperando que entretanto seja oferecido um novo contrato a Lisandro e a braçadeira de Capitão.

miguel87 disse...

Muita classe e categoria é certo, mas garra?? Sinceramente nunca o vi como esse tipo de jogador, de certeza que não estão a confundir com o Lisandro??
Além disso, ficava sempre com uma sensação estranha quando ouvia o capitão do FCP a falar castelhano sem sequer qualquer esforço de arranhar um "portanhol" depois de 4 anos a viver na cidade!

Já ficamos sem jogadores melhores e mais importantes do que este, que ninguem pode desmentir que talvez em 60 a 70% do tempo que cá andou não esteve fisicamente a 100%.

Só faz falta quem cá está. Estou como o grande Jaime Magalhães: "Lucho é um jogador como os outros".

Pode ser que agora o Jesualdo abra os olhos e baixe as orelhas e dê o meio campo ao Ibson!

fred disse...

É de lamentar sim... Mas esta noticia agrada-me! :) E parece-me que desta vez com o nosso irmão Jesus, e os seus discípulos Saviola, Falcão, Ramirez e o inigualável Nuno Gomes (Mariana prós amigos), vamos ser Campeões!!! Bom, bom era conseguirmos vender o LFV... Mas mesmo assim acredito no Glorioso! :P eheh

Clubismos à parte, mas o Lucho é sim um exemplo de jogador a seguir e jogadores deste tipo só enriquecem o Futebol Nacional!

Abraço Pedro
E força Ovarense! lol

Pedro Coimbra Marques de Carvalho disse...

VOLTA DECO

Está na hora do regresso...

ASSINA A PETIÇÃO: http://www.peticaopublica.com/?pi=decoFCP

miguel87 disse...

Eu assino uma petição pelo fim das petições!

miguel87 disse...

E agora para algo completamente diferente, vamos fazer um exercício de imaginação e imaginar que o Porto tinha um poder financeiro - bom, já nem falo num Man. Utd, Barcelona ou Real Madrid - mas de um Marselha por exemplo... Imaginemos então aquela que poderia ser a nossa equipa actual:

Helton; Zé, Pepe, B. Alves, Aly;
Assunção; Lucho, Deco, Anderson;
Lisandro, Hulk.
mister: Zé

Já viram? assim é que o campeonato não tinha mesmo interesse nenhum... além disso já tinhamos arruinado as nossas finanças pessoais de ir todos os anos ás finais da champions :)

Anónimo disse...

Eu também assino uma PETIÇÃO, pelo FIM das PETIÇÕES!!!!

Parecemos um clube da 2ª circular...

RIDICULO.

E QUE FALTA DE RESPEITO POR QUEM brilhantemente NO DIRIGE FAZ TEMPO!!!

Toni Silva (F.Rego) disse...

Caros...

Quando falam em excelentes actos de gestão, devem estar a referir o prémio para os Administradores caso o Clube chegue a esse fenomenal 3ºlugar na Liga Portuguesa!! Tenham juízo!!... Esta SAD é uma autêntica vergonha!! El Comandante com 28 anos não era de o segurar? A proposta é assim tão irrecusável? Não vamos vender o Aly, o Bruno e o Licha?? Não chega de vendas??

O passivo do Clube melhorou com todas as vendas do passado? Com as receitas da Liga dos Campeões? Não parece pois não....

Que os pariu!!! É assim que poderemos atacar novamente uma vitória na Champions??

Por aqui me fico...

Anónimo disse...

Independência?

O Labaredas decidiu ler o livro de Fernando Mendes, depois do alarido gerado pelos casos de doping relatados pelo antigo defesa-esquerdo e que motivaram espanto generalizado. A obra, todavia, inclui passagens bem mais interessantes. Como a que se segue e que… fala por si.

«Acho piada quando hoje em dia oiço falar em promiscuidade entre jornalistas e dirigentes desportivos. Se existe? Naquela altura já existia. Fui confrontado com a hipótese de rumar ao Benfica por duas figuras do jornalismo nacional, e em especial da Imprensa desportiva: Leonor Pinhão, assumida benfiquista do jornal A Bola, e João Bonzinho, que também pertence ao mesmo jornal e que nunca fez questão de negar as suas cores clubistas. Foi-me dito que ambos tinham ligações próximas com a direcção do Benfica» (…) «Assinei contrato pelo Benfica, no Bairro Alto, na casa de Leonor Pinhão e do seu marido, o realizador João Botelho. Para além dos dois, estavam lá João Bonzinho, Jorge de Brito, como representante do Benfica, e o meu jovem advogado, Cunha Leal, então um ilustre desconhecido» (…) «Pareceu-me haver uma enorme contradição neste episódio entre a função de um jornalista e a sua proximidade com um clube».

Site FCP

Anónimo disse...

Mandem esse "Toni" para a 2ª circular.

Anónimo disse...

Tinham de vender até 30 de Junho por causa das contas?? Tretas, meninos, puras tretas! Só se, por coincidência, tivessem nessa data compromissos financeiros inadiáveis. Não, o significado do 30 de Junho e a venda do Lucho nessa data é que assim a SAD deu lucro e os seus magníficos administradores terão direito a bónus. Só não vê quem não quer.

Toni Silva (F.Rego) disse...

Anónimo??? Não vou responder... Apenas te digo que de vez em quando vou a essa lixeira apoiar o nosso FCP e tu, Anónimo??

Pensa pela tua cabeça....

prata disse...

Fred apareces cá no dia da venda da jóia da coroa? Crueldade...

Abraço

Pedro disse...

Há aqui alguns comentários anónimos perfeitamente dispensáveis...

Francamente, ir pra França é um claro retrocesso na carreira desportiva do Lucho. Aliás, diria mesmo um final de carreira lamentável, desportivamente falando. Afinal quantos títulos europeus ganharam os clubes franceses?

Em termos financeiros, não deixou de ser um bom negócio, considerando que se trata de um jogador de 28 anos que já viu melhores dias em termos físicos e exibicionais. Não condeno a SAD pela venda e o próprio jogador por querer amealhar mais umas massas pra reforma daqui a 4 ou 5 anos.

Tenho a certeza que o FCP encontrará soluções a curto/médio prazo, mas não posso negar que se trata se um jogador que deixou uma marca de classe no clube e que deixa saudades...

De toda a forma, tou agora mais preocupado com a eventual saída do Lisandro. Partindo do princípio que o Bruno já tá vendido ao Barcelona ou outro tubarão qualquer e que o encaixe será igual ou superior a 20M, parece-me perfeitamente ridículo vender mais jogadores chave do clube.

Pra todos os efeitos, as vendas de Lucho + Bruno permitem um encaixe financeiro na ordem dos 40M que quase paga o orçamento anual do clube (que também teve que apertar o cinto, como sabemos).

Se queremos atacar o penta como deve ser, temos que manter alguns jogadores chave, e pra mim o principal chama-se Lisandro Lopez. Com a saída do Lucho, renovem-lhe o contrato e paguem-lhe o que ele merece. Ficarei muito decepcionado se for vendido. Ganhem o penta e vendam-no a seguir, é preferível.

Não posso deixar de concordar em parte com o Toni relativamente à gestão financeira do passivo: com um encaixe financeiro próximo de 300M desde que em 2004 vencemos a CL, já era de esperar que o passivo global tivesse bem mais reduzido (todos sabemos que os Administradores da SAD são os mais bem pagos em Portugal, fora o que entra por baixo da mesa). Mas enfim... os tubarões europeus (e nós somos um deles, desportivamente falando) também não tão melhores e parece que a sina da gestão desportiva no futebol é ir gerindo passivos mais ou menos colossais. Desde que não cheguem à situação do SCP, que é refém de um banco... ou à falência como o Estrela...

Abraços

pmir