domingo, 6 de março de 2016

Adeus


Há muito que parecia inevitável e só uma inesperada e saborosa vitória na Luz ajudaram a prolongar a esperança. Mas sejamos realistas: há muito que se percebeu que Peseiro não consegue implementar uma ideia de jogo que seja. Eu costumava dizer que Lopetegui tinha ideias más, mas que se notava em campo o que ele queria. Aquela ilusão inicial de que passávamos a jogar mais com o miolo foi desvanecendo e ontem pouco mais fizemos do que bombardear bolas para Suk ou esperar que Brahimi resolvesse. Logo dois jogadores que foram dos melhores, mas foi curto e é curto para uma equipa como o FCPorto. O facto de termos reforçado o meio campo ajudou a que tivéssemos menos aflições do que o habitual, mas faltou o ataque. Chegava a cansar ver o Suk, feito 'tolinho' atrás das bolas. Entrar em campo apenas com dois jogadores de características ofensivas é limitado face à história do FCPorto e até face ao facto de que só a vitória nos interessava. Assim, não fosse o erro comprometedor de Marcano, o jogo aproximava-se do empate a zero que não nos interessava. Assim que sofremos o golo voltaram as auto-estradas em direcção à nossa baliza típicas do futebol desequilibrado de Peseiro. Aproximam-se decisões difíceis no final da época. O treinador é uma delas mas há alguns 'titulares' para dispensar.

Mas é óbvio que que a minha avaliação a Peseiro e à equipa seria adiada até ao próximo desaire se não tivéssemos de lidar com a 'encomenda' Xistra. Não jogámos o suficiente, mas o Braga teve um 'empurrãozinho'. As quatro primeiras 'pauladas' dos laterais do Braga saíram impunes. Penaltis, nem vê-los. O Braga, tão elogiado ao longo da época, teve a primeira jogada de perigo perto dos 25 minutos de jogo e num lance precedido de falta clara. Enfim, algo que já temia na nomeação da jornada anterior mas que só se concretizou nesta. É de relembrar que houve um jogo em Guimarães apitado por este 'artista' que me ajudou a perceber que, de facto, o maior candidato ao título era o que estava em terceiro nessa altura. Confirma-se hoje e pelas mãos do mesmo tipo. Vitor Pereira não nos vai deixar saudades mas o Xistra, o Capela, o Rui Costa, o Tiago Martins, o Cosme, o Ferreira de Vizela, ficam cá para nos 'atazanar' no dia em que saem as nomeações. Seja quem for a nomear, seja por sorteio, os gajos estão aqui na primeira categoria. Um bom trabalho, de facto.

Individualmente, Suk e o MVP Brahimi tentaram remar contra as 'cacetadas' e contra a constante inferioridade numérica. Danilo continua imponente mas precisa de treinador para ser ainda melhor. Marcano teve um erro que garantiria a Chodizie o regresso prematuro à equipa B. Espero que se comece a preparar a próxima época com o miúdo ao lado de Indi para ganhar 'calo'. Outro jogador que me parece que tem de sair da equipa é Herrera. É aflitiva a falta de consistência, que se aceita no início, mas que agora parece irremediável. André continua desaparecido e nos últimos dois meses, só o vi no Estoril. Corona e Marega são de uma inutilidade assustadora. Muitos dos problemas defensivos da equipa passam pela excessiva projecção dos laterais. Ambos atacam bem mas expõem demasiado a equipa. O lance de Casillas já nem conta. Ele foi um dos que manteve o sonho 'aceso'.

18 comentários:

Nuno Silva disse...

Não é a questão de ideias ou falta delas... falta qualidade, possivelmente até ao treinador, em Dezembro voltou a não vir qualidade...

Hoje em dia sobrevaloriza-se o papel do treinador, mas quando tens um mercado de inverno desaproveitado, uma época mal planeada, (possivelmente mal comandada), uma estratégia de vendas sem critério desportivo e que falhou nos objectivos desportivos dos últimos 4 a 5 anos consecutivamente, um desaproveitar da equipa B e formação... não há treinador que resista !

Tens no plantel 4 jogadores de bom potencial: Maxi, Layun, Danilo e Brahimi... tudo o resto é tudo banal. Assim não dá!


Não sei se é incompetência ou negligência... parece-me que nos últimos anos o PdC entregou a gestão de compras e vendas a 2 ou 3 pessoas pensando que isso resultaria .

tripeiro invicto disse...

Boa tarde

Obviamente que existem grandes problemas de gestão no nosso Porto. Nem vou falar neles agora.
Mas ontem um arbitro que não fosse servo do clube do antigo regime o Porto tinha ganho o jogo. Quando estamos num jogo em que cumprimos as regras mas os outros não, a equipa que cumpre acaba por desorientar-se .
Ontem vi o Porto a criar jogadas de perigo e o Suk a ser derrubado na área do Braga. Depois disso a falta de tranquilidade e qualidade apoderou-se do Porto.
Só uma estrutura muito forte é que aguentava tanto roubo que não é o nosso caso. Sem o Xistra o Porto marcava golos na primeira parte, o que iria tranquilizar os nossos jogadores e treinador que foi expulso

levezinho disse...

És um portista muito negativo.
Devias ser mais como o irmão do caldeira.. acho que ele ficou satisfeito com o jogo de ontem.

ps: "É de relembrar que houve um jogo em Guimarães apitado por este 'artista' que me ajudou a perceber que, de facto, o maior candidato ao título era o que estava em terceiro nessa altura."
Apostares no 3º.. nessa altura.. é de valor.. sim senhora.. :)

prata disse...

Se bem me lembro, tu falavas nisso ainda antes. Se calhar fui influenciado...

miguel87 disse...

Nem tudo é mau, ao menos já não está cá o Lopetegui... LOL

tripeiro invicto disse...

A comunicação social nao fala do roubo de ontem. Apenas que o Porto perdeu.
Esta equipa apesar de não ter a qualidade de outras equipas do Porto,mostra garra. E tem que ser apoiada.

Nuno Silva disse...

não está cá o Lopetegui mas em jogos oficiais o Peseiro já tem mais derrotas do que o Lopeteguiu.

não deixa de ser irónico. mas as exibições já não estão ao nível do que fizemos em casa com o Maritimo para a taça nem nada que se pareça.

miguel87 disse...

Exacto Nuno, as exibições têm sido extraordinárias (!?!)...

Cada um aprecia o estilo de futebol que quiser, mas os numeros não enganam:
No campeonato com Lopetegui: 3 derrotas / 50 jogos
No campeonato sem Lopetegui: 3 derrotas / 9 jogos

Hoje, a frio, só dá para me rir. Ontem no fim do jogo estava fodido, com o futebol de merda que jogamos, parecem maluquinhos a correr de um lado para o outro, com a Xistralhada do costume, com a merda da direcção que continua calada e passiva, mas sobretudo com as bestas, imbecis, otários que com os seus assobios, vaias, insultos cotribuiram decisivamente para o despedimento de um treinador que ainda era capaz de nos manter na luta, contra tudo e contra todos. Que tinha o plantel mais caro de sempre, que afinal agora estão as mesmas bestas a descobrir que não vale um caralho...
Essas bestas devem estar satisfeitas por verem a equipa a ser banalizada por Fonsecas, Conceições, Vidigais, Tuchels, etc...
Num espaço de poucas semanas é humilhação atrás de humilhação, mas o que vale, repito, é que ao menos já não está cá o Lopetegui! Parabens a esses iluminados e exigentes adeptos! Estão à vista os resultados...

Anónimo disse...

Ausencia de ideias de jogo, aliadas a alguns jogadores sem qualidade suficiente e ainda com craques que nunca pensam no coletivo e so querem a gloria individual (sim, estou a falar do Brahimi) da nisto.

Mas e muito mais facil culpar o arbitro!

Quando se encontram desculpas assim tao levianas, cai-se no ridiculo. Pior que isso leva a pensar que o que fazemos esta bem feito logo nao ha nada a mudar/melhorar. Isso foi o que fizeram os 2 clubes de Lisboa durante tanto tempo. "Se nos somos melhores e o Porto ganha so pode ser culpa do "Sistema"". Nao vamos nos cair no mesmo erro...

Anónimo disse...

Miguel87, o adepto número um do "FC Lopetegui".

Mirone disse...

As coisas com o Lopetegui estavam espectaculares... foi por isso que ele saiu para preparar a próxima época do Bayern.

Alguém que pague ao homem os prémios da liga europa, campeonato e taça sff.








Nuno Silva disse...

Quando eu referi que o peseiro já tem mais derrotas do que o Lopetegui, ressalvei que o futebol jogado "não está ao nível do que fizémos em casa contra o maritimo para a taça"... aí sim estávamos muito mal, mesmo que estivéssemos em primeiro lugar da Liga e apurados na champs.

O que quis reforçar é que mudando de treinador, o problema base é a falta de qualidade:
- falta qualidade ao plano da época,
- falta qualidade ao plantel,
- falta qualidade nas aquisições do verão e de janeiro
- falta qualidade aos administradores da área de futebol

...neste momento, só não posso afirmar que falta qualidade ao Peseiro, porque ainda não há muito trabalho dele e o contexto é duríssimo.

Quanto à questão Lopetegui: ele tem um modelo de jogo que precisa de coisas que o plantel não tem este ano, nem teve plenamente no ano anterior... se é bom ou mau treinador, só uma pessoa mais entendida o pode dizer para avaliar os métodos de treino que coloca em prática para atingir os objetivos do seu modelo de jogo. Nós adeptos comuns só podemos avaliar: comunicação, imagem, equipas iníciais e substituições, pouco mais... depois passamos o tempo a supor coisas que não existem, do tipo: "com este jogador y devíamos jogar em 4-4-2..." mas os treinadores não são assim. para o bem e para o mal, têm um modelo que é o deles e não mudam... é um crença mais ou menos racional.

Fiquem com esta: os treinadores não mudam... mudam-se. um treinador que profecia o tiki-taka, vai defender isto até à morte, tal como um que profecie o 3 defesas à Holandesa, ou os 5 defesas à sul-americana. portanto, se não serve o plantel para aquele modelo então mude-se o treinador!

já agora deixo uma curiosidade: fez domingo apenas 2 anos que despedimos o Fonseca... depois de nos ter arrumado do campeonato, arrumou-nos de novo do campeonato!

* saudades de ouvir as bancadas a falarem mal do Vitor Pereira ... sim a culpa também é do povo

prata disse...

Miguel, há que ter em consideração que muitos dos que queriam a substituição de Lopetegui não imaginavam (talvez ingenuamente) que as opções alternativas oscilavam só entre peseiro e sergio conceição.

Quem tinha esses dados todos tinha melhores condições para decidir. Mas que não me tentem convencer que as coisas estavam bem ou seriam melhores. Apenas concordo contigo se, em vez de elogiares Lopes, disseres: Para isto, mais valia estar quieto...

prata disse...

Naquele momento Lopetegui era mais problema que solução.

miguel87 disse...

As coisas não estavam assim tão mal. Com muita ou pouca qualidade, metade da equipa titular era nova, não era em 4 ou 5 meses que as exibições iam aparecer.
Os resultados estavam a ser melhores que na época anterior, com excepção da Champions, onde bastava não ter havido o erro do fiscal de linha do jogo em Kiev para sermos apurados, aliás, com 10 pontos és capaz de te apurar em 80 ou 90% das vezes...

No campeonato, os 4 pontos de desvantagem não eram graves, toda a gente sabe como são as segundas voltas das equipas do Jesus (menos a direcção do Porto pelos vistos).
Entretanto desde a 17ª jornada o Sporting já perdeu 9 pontos...

Havia problemas? Claro que sim, era óbvio que os jogadores andavam a fazer a cama ao treinador.
A chicotada era a melhor solução? Claro que não, em quase todos os casos uma chicotada piora a situação. Não digo isto apenas agora, se bem te lembras ainda antes de terem despedido o treinador apontaste uma série de hipoteses e logo na altura te disse qual a que achava melhor - limpeza de balneario e reforço adequado do plantel, tal como foi feito em Janeiro de 2012 com os resultados conhecidos.
Assim os resultados da opção deste ano estão à vista.
Mas pelos vistos ainda há muita gente com problemas em enfrentar a realidade (factos, resultados e numeros) e a achar que estavamos pior como estavamos...

Vale o Braga estar ocupado com outras competições, senão aquilo que também já tinha previsto estaria muito mais perto de acontecer: O Peseiro repetir a classificação do último campeonato que fez em portugal, o 4º lugar atrás do P. Fonseca... E ainda não é impossivel!

Nuno Silva disse...

a questão não é se metade da equipa é nova... é que mais de metade da equipa não tem QUALIDADE. Com qualidade no plantel vês equipas a começarem projectos e passados 3 meses jogam muito futebol.

"Muito futebol" é coisa que o futebol deste ano de Lopetegui não tinha, tal como o ano anterior, tal como vai continuar até ao fim da época: era previsível, monocórdico, desiquilibrado, lento ... portanto vir justificar com números, resultados e classificações vale pouco quando a qualidade de jogo não aparece nem vês que os jogadores aplicam e treinam as várias competências que um jogo variado, com ritmo e diferentes variações táticas exige.

Agora o Lopetegui tinha várias atenuantes para o seu falhanço:
- desgaste por ser o único do clube a vir dar o peito às balas em questão de arbitragens e prejuízos
- venda de metade do plantel da epoca anterior
- compra de jogadores sem qualidade
- equipa sem 1 único organizador/criativo no meio campo no plantel

* porque é que durante meia época do ano anterior ninguém do clube falou de arbitragem quando o benfica andava "de patins" a beneficiar de erros em todos os jogos?
** acham que o Adrien Lopes e o Bueno foram escolhas do Lopetegui?
*** porque é que só vêm "mancos" este ano ?

hoje a resposta da sad ao comentário do Carlos Abreu Amorim é de quem está sozinho (apesar de reeleitos) e percebe que perdeu apoios...

--------------- disse...

Carlos Abreu Amorim, conhecido adepto do FC Porto, utilizou as redes sociais para desferir duro ataque à Direção presidida por Pinto da Costa na sequência da derrota (1-3) com o SC Braga.

«Pagamos os erros tremendos dos últimos anos, sobretudo o crime lesa-Porto, em Junho, de manter aquele espanhol apatetado com carta branca para desfigurar todo um clube de futebol. Este é um FCP que começou a época em Janeiro, que destruiu o seu conceito de equipa, que se tornou um joguete fácil e cúmplice nas mãos dos empresários, sem estratégia, com uma Direção acomodada, desprovida de soluções para si própria, avelhentada e, sobretudo, pejada de nepotismo e de milionários que enriqueceram no clube e sem causa. Serei sempre Porto mas já estou farto de assistir calado ao arruinar deste clube!», escreveu no Facebook o deputado e professor universitário

Anónimo disse...

O futebol de Lopetegui era espectacular, como o Miguel apregoa.
Então a preparação física e mental dos jogadores, é mesmo um caso de estudo.
Ah e tal faltava um 10!?! Quintero, dispensado, Bueno sempre no banco ou enfermo!
Qualquer Antunes ou treinador de vão de escada dizia que vinha ao Dragão para ganhar e sabiam das debelidades do F. C. do Porto.
Enfim