domingo, 8 de abril de 2012

Um 'daqueles dias' deixa o título mais perto


Já sabemos que do FCPorto podemos esperar tudo menos constância exibicional. Esse é um dos grandes motivos para a nossa 'embirração' com Vitor Pereira e também a razão para enfrentarmos estes grandes jogos com alguma desconfiança. Mas nesta equação, os mais pessimistas tendem a esquecer o factor Hulk. Mas nem foi só por ele que passou a vitória de Sábado. Simplesmente, foi um daqueles dias em que, de uma forma geral, a equipa respondeu bem e esteve à altura dos acontecimentos. Permitiu poucas oportunidades de golo em casa de um adversário que teria de marcar para passar para o primeiro lugar. Até o treinador teve boas intervenções no jogo, apesar da trapalhada que foi a chamada de Kleber ao jogo e a clássica, e normalmente trágica, entrada de um central para defender o resultado. E de facto não nos podemos queixar da atitude que temos tido nestas provas de fogo. Pelo que temos visto, o problema não será a deslocação aos Barreiros ou a recepção aos vasquinhos. O problema será já na próxima jornada na recepção ao Beira-Mar. Tem sido nesses jogos que se tem permitido a aproximação dos adversários. Que se perceba isso, de uma vez por todas!

Vamos ao jogo. Entrámos muito bem a forçar erros no adversário e com lances de perigo, sempre que conseguíamos fazer com que a bola entrasse no Hulk. Seguiu-se uma reacção do adversário que percebeu quer tinha uma auto-estrada no lado esquerdo da defesa do FCPorto. Terão reparado que em cima disse que equipa esteve à altura, de uma forma geral. Pois, de uma forma particular, Alvaro esteve péssimo. Até na reacção à saída. Alvaro, se me estás a ler (eventualidade de probabilidade muito elevada), vê o vídeo do jogo e logo te decidirás por pedir desculpa ao mister. É que ele salvou-te da eventualidade (esta bem mais provável) de decidires o jogo em favor do adversário. Mas não foi só ele. Kleber andou por lá, mais uma vez, sem se dar por ele. Mas nós, que estamos habituados a um matulão loiro e tosco que tem escola e que sabe por onde andar, notamos logo a diferença. Por muito que o matulão loiro falhe muitos golos. A verdade é que ele está lá e isso torna mais fácil o golo. Na segunda parte, corrigiu-se o erro que foi a escolha para ponta-de-lança. E aí as coisas começaram a correr ainda melhor apesar de ter sido Varela a oferecer a jogada em que Hugo Viana quase marca. Falhou e logo ofereceu uma joga semelhante que Hulk não perdoou. Vitor Pereira aproveitou para corrigir outro erro. O bem mais imprevisível erro que se veio a revelar a titularidade de Alvaro Pereira. E, a partir daí, a coisa passou a correr ainda melhor. Sofreu-se um pouco no final, porque houve alguns erros na definição das jogadas que nos poderiam ter dado facilmente um resultado mais confortável. Mas nada que abale a justeza do resultado.

Individualmente, Hulk empurrou a equipa para a vitória como só ele sabe. Na imagem destaco o remate que ele fez no final da primeira parte. Ainda agora estou para perceber como é que Quim conseguiu defender aquilo sem meter a bola na própria baliza. Para mim é a defesa do ano. De resto, gostei do trio do meio-campo, dos quais destaco Defour. Isto porque será a primeira grande exibição que lhe vejo. Muito mais pulmão e empenho, que táctica e posicionamento mas acredito que pode vir a ser uma boa opção se jogar o que lhe vimos na pedreira. Destacaria por último Sapunaru que, apesar do amarelo inacreditável que Olegário criteriosamente lhe mostrou no início do jogo, arrancou para uma excelente exibição.

Resta-nos assistir de cadeirão ao clássico da tv a preto e branco,visto que temos garantidos, mais 15 dias no primeiro lugar.

12 comentários:

Pispis disse...

Que grande vitória, importantíssima, ainda por cima na casa dum adversário q joga mt bem e constrói jogadas c critério… Eu até acho q o Kléber jogou de início pq o Braga sai sp a jogar pelos centrais e precisávamos dum gajo mais móvel entre o Nuno André Coelho e o Douglão, não deu grande resultado pk o Braga continuou a sair mt bem para o ataque, na 2ª parte foi a constante troca de posições entre os 3 da frente q criaram mt perigo junto da baliza do Quim (q defesa impossível akela no final da 1ª parte)…

Gostei mt do meio-campo (Defour mt bem), Sapunaru (tantos meses encostado, agora está fresquinho :-)), Hulk e das entradas do Alex Sandro e Varela (exibição em crescendo)…

Inacreditável cm nesta fase da época ainda assistimos a actos de burrice/indisciplina por parte de jogadores…

Ricardo Vara disse...

Grande vitória. Faltam 12 pontos para o título.... ou talvez menos. Logo saberemos!
Um abraço
Ricardo Vara

levezinho disse...

Percebo a ideia de VP a colocar Kleber de inicio.. agora digo que não correu bem... mas no inicio do jogo.. até concordei com a opção.

A substituição ao intervalo, a reconhecer que a coisa não tinha corrido bem.. não sei é qq treinador que a toma (tenho impressão que alguns manteriam a aposta ate aos 90m.. só para não reconhecerem que a coisa não estava a resultar).

A sub de alvaro pereira... perfeita.

A entrada de mais um central quando jardim coloca n.gomes.. é extremamente bem vista... e arriscada, já que se sabe que se por acaso a coisa acaba por correr mal... temos logo 24736434 entendidos a debitar que é o que acontece quando se tenta defender o resultado...
mas eu sou ainda daqueles poucos.. que acho que quando há um resultado a defender.. não há mal nenhum em realmente defende-lo.

AP disse...

Venho mais uma vez congratular o prof VP não pela burrice de ter posto o kléber a PL mas sim a rapidez e mestria com q o fez! Especial nota para Defour que fez o melhor jogo desde que chegou. Moutinho enorme e Lucho não sabe jogar mal. Alvaro Pereira muito mal, eu que sou fã deste jogador e no sabado desiludiu me completamente. Espero q peça desculpas ao prof VP. Alex Sandro por mim jogava ate ao fim do campeonato. Agora vamos ver o que o benfas faz hoje!

prata disse...

Pois quanto a Kleber, valorizo a assunção do erro mas preferia que el não tivesse de queimar uma substituição a fazê-lo. Nada que o Kleber tem feito me fazia pensar que seria uma boa opção. VP queria mobilidade? Para quê? Vcs entendem que com Kleber se pretendia que os defesas centrais andassem baralhados atrás dele quando ele faz aqueles movimento estéreis longe da baliza? É que neste momento é só isso que ele faz diferente de janko em termos de 'mobilidade'. E além disso eles não são assim tão tenrinhos. Se queríamos mobilidade, púnhamos Hulk. Se quereríamos luta com os centrais púnhamos Janko. Kleber nem é carne nem peixe nem nada, neste momento. E não o será enquanto não apanhar um treinador a sério, que VP não é. E não vai haver título que me mude a opinião (talvez com a Champions mudasse a opinião... LOL).

Quanto ao central, se me dissesses que a falta de Fernando teria de ser compensada nessa altura por outro central, até via alguma lógica, mesmo tendo reservas quanto à mensagem que se passa à equipa. Mas só falas de pragmatismo. Eu chamo-lhe jogar em função do adversário. Se entra um PDL, de alguma forma, a defesa fica mais exposta. Há treinadores que são pragmáticos e aproveitam para tentar matar o jogo com o 2-0 ou tentar controlar a posse da bola em terrenos avançados. Outros são pragmáticos e tentam não sofrer, pondo mais um jogador na confusão de pernas da área. Para mim é uma substituição que qualquer um pode fazer. Não é preciso ter muita visão. Por isso é que VP não é especial.

Pispis disse...

A mobilidade era em termos defensivos :-)

Com Kleber, pensei q fosse mais complicado para o Braga sair a jogar pelos centrais e assim atacávamos logo a primeira etapa de construção de jogo... já q ele n rende em termos ofensivos pensei q nos pudesse valer de algo nos defensivos... tb me enganei :-)

prata disse...

ah ok. De facto, nisso ele é mais esforçado que o Janko. Ainda assim, é rebuscado lançar um PDL com intenções defensivas, mas de VP espero tudo.

prata disse...

Faltou-me falar de Otamendi. Esteve ao seu nível. Grandes cortes e grande ratadela de Lima quando apanhou uma bola nas suas costas. Por mim os titulares eram Rolando e Maicon.

Taqui disse...

O que eu vi, foi que o homem é talhado para estes grandes jogos. O braga esteve completamente amarrado taticamente. Lima teve uma oportunidade, Mossoró nem se viu, Viana só pela negativa falaram dele, o resto fez muito pouco. Quanto ao Kléber, dá a sensaçao que ter chegado ao Porto, foi o auge, n se ve o homem a fazer nada, a titular ou a entrar tem sido muito fraco. Reparei uma vez que ele se movimentou para cima do Moutinho para receber um passe.. assim nao dá! Acho que mais uma vez o VP mexeu bem na equipa e nao me chocou nada a entrada do Rolando, quando eles tinham 4 avançados. Hulk és incrivel (qd queres).
Parece-me que já houve vontade de serem campeoes, espero que se mantenham assim até ao final do campeonato.
Nao tenho duvidas que o VP perceba mt de futebol, taticamente acredito que tenha muita capacidade, falta-lhe aquele dom de palavra que o AVB tinha, a motivaçao que ele transmitia, os desafios que ele propunha e tb a sorte! Pra lém disso qd "ele" dispensa 3 médios a meio da época e diz que o plantel n fica desiquilibrado está claramente a dar o peito às balas, a SAD n tem dinheiro e ele tem atraido todas as criticas. Espero que n desiluda até ao fim da época!
Abraço

Baresi disse...

Depois desta jornada fico com mto medo do próximo jogo em casa contra o Beira-Mar, pois alguns vaidosos do plantel julgam que a camisola ganha jogos.

VP chama à responsabilidade essa cambada, e caso sejas um tipo com honra e dignidade, não repitas com o Palito aquilo que fizeste com o Rolando, isto é, depois de um amuo, titularidade com braçadeira de capitão! Falo claramente da jornada na Madeira pois na próxima penso que está impedido pelos 5 amarelos.

Esse palhaço do Palito faltou gravemente ao respeito dos Colegas, principalmente ao Alex Sandro, pelo que não devia fazer mais um jogo esta época.

miguel87 disse...

Prata, eu só ia dizer aquilo que o Taqui acabou por escrever: Rolando entra porque o Braga está com 4 avançados (em que 3 são pontas de lança)!
A somar a isso: a ausência do Fernando - mais um ponto a favor do Prof.

Otamendi esteve mesmo ao seu nivel, comido sempre em velocidade e os cortes in extremis que fez só não foram para dentro da própria baliza com uma grande dose de sorte!

Quanto à questão Kleber/Manko, prefiro o primeiro, mas sinceramente acho que pouca diferença faz porque para mim é um mistério o que o Prof. pretende que o jogador da posição 9 faça nesta equipa/esquema... é das poucas criticas que lhe tenho.

Lamas disse...

Para mim, o melhor foi Moutinho... fantástico... em todo lado e sempre com muita classe...

Claro que o MVP, por questões objectivas tem de ser HULK... mais uma vez decidiu...

Mossoró foi zero porque Defour, particularmente na primeira parte, esteve sempre nos seus calcanhares...

Grande Vitória, Grandes Emoções na Pedreira... que digam o meu telemóvel e a minha máquina fotográfica que andaram momentaneamente desaparecidas...