segunda-feira, 22 de maio de 2017

Despedida/o



Se há coisa que a equipa demonstrou sempre durante a época foi empenho máximo. Sempre, até hoje. Pareceu-nos que esse era um sintoma de que, apesar de todas as bizarras opções do treinador, pelo menos tirava empenho dos jogadores e estes estavam com ele. Hoje já não estou tão certo disso. Será que o que se viu hoje é fruto da descompressão ou é um sinal de que até os jogadores estão fartos de Nuno Espírito Santo? Só podemos conjecturar... Posso dar apenas a minha opinião. Para mim chega! 

É esta a atura certa para decidir estas coisas. Nos próximos dias há que perceber se é este o rumo que queremos. Se queremos um treinador que nos deu o 'quase' e se acreditamos que ele será capaz de melhor num campeonato menos inquinado. Mas o segredo para a decisão está aqui. Este foi um campeonato inquinado, mas foi também um campeonato em que nenhum dos candidatos ao título jogou um futebol sequer convincente. Importa portanto saber se o treinador fez tudo o que se lhe exige para ser campeão? Tem atenuantes, mas é claro que não! Podemos jogar muito mais. Podia e devia ter tirado mais dos jogadores ofensivos e não apenas dos defensivos. Chegamos ao final da época sem saber como a equipa joga. Lembram-se dos desenhos? Mais concretamente do que Nuno dizia enquanto rabiscava? O FCPorto jogou assim em dois ou três jogos. Ainda ontem estreamos uma táctica ofensiva nova com dois extremos que procuram muito mais o meio do que a linha e com uma troika de médios de transição em vez de médios criativos. Nuno estava com medo do que poderia acontecer com a descompressão... É este o pior defeito de Nuno Espírito Santo. Está sempre mais preocupado com o que mal que nos pode acontecer, do que com o mal que podemos infligir no adversário. Vistas curtas para um treinador do FCPorto.

Quanto ao jogo, foi um desastre. Um zero de ideias e resultado justo. Pior que o resultado foi o facto de, graças ao inexplicável Arouca, nem sequer termos conseguido descer o Tondela. São sempre 6 pontos garantidos para um adversário directo...

Individualmente, não dou MVP porque foi tudo muito mau. Mas há que destacar a tenebrosa exibição de Felipe. Mas os colegas não andaram longe...

5 comentários:

Lamas disse...

Foi zero a todos os níveis... deprimente... no segundo o Felipe irrita, mas no terceiro é de um gajo metê-lo fora de campo e jogar com 10... e o livre que ele foi marcar? Porquê? Não se percebe... (atenção que foi um dos melhores durante a época, mas pelo jogo de ontem tem de ser rasgado)

P.S. Artur falta um para logo... vê se dá para ti...

Anónimo disse...

Grande Lamas, estou a trabalhar até logo à noite.
Grande Prata permite-me dizer aqui no Basculacao ao F. CORRUPTOS P que queria que o avião da Chapecoense fosse do benfas mas com ele próprio metido lá dentro.

Abraço,

Artur

prata disse...

Calma Artur! Eu até acho enternecedora a insistência deste troll. Não há assim tantos gajos que nos lêem há mais de 10 anos...

miguel87 disse...

No terceiro golo, o Filipe? E então o Maxi??? Só se não falaram nele por ser tão habitual...

Lamas disse...

Sim Miguel... correto, mas a minha ênfase para o Felipe é porque acho a abordagem, principalmente no terceiro, inacreditável...