domingo, 3 de maio de 2015

A Sul do Mondego



A comunicação social fez questão de referir que o nosso desempenho a sul, nos últimos tempos, tem sido medíocre. Já sei que estão com pressa mas, se não fosse este Setúbal, seria difícil encontrar bons resultados a Sul de Coimbra (incluindo ilhas) nos últimos dois anos. Já sei que estas estatísticas não podem valer muito, mas não posso deixar de notar um ligeiro bloqueio nas nossas capacidades nestes jogos. Até os juniores, que ganharam no seixal e em alvalade, e que nos poderão dar o nosso único título deste ano em futebol, perderam na Madeira este fim de semana... Os Sub17 também empataram. Começa a ser preciso dar cabo deste 'bloqueio' e ninguém se importava que tivesse sido na semana passada...

Não foi 'famosa', a nossa exibição de Setúbal. Não seria de esperar dado que o título está mais improvável a cada jogo que passa. É difícil jogar neste estado de depressão em que nos afundámos na semana passada. o golo chegou cedo e isso ajudou a alguma descompressão da equipa. O que também ajudou, foi o facto de o adversário não ter conseguido um único lance de perigo. Há um lançamento lateral que resulta num cabeceamento, mas apenas isso. No final, lembraram-se que faltava o golo de Jackson e lá se tratou disso. O jogo não ficará na memória mas notei algo que fica. A colocação de Brahimi numa posição mais central e entre-linhas é interessante por dois motivos. O primeiro é que muitos, como eu, têm falado da nossa forma de jogar como vincadamente e conscientemente lateralizada o que causa problemas perante equipas que se organizam bem para tapar esses caminhos. A utilização de Brahimi no meio traz uma nova fonte de problemas ao adversário contribuindo para a versatilidade do nosso jogo. Chegamos então ao segundo motivo de interesse desta opção e a mais inquietante. Porquê agora? E na semana passada? Não terá sido a afincada observação a este adversário...

Tenho dificuldade em atribuir um MVP. Talvez Jackson que está nos dois golos. Alex esteve bem mas ia fazendo penalti, o que é um erro grave. Ricardo seria sempre um dos centros das atenções devido à absurda opção de Munique. Teve coisas boas e algumas atrapalhações ofensivas. Por mim, tem condições para ser titular no próximo ano. Falta saber se Lopetegui acredita nisso. Pelo contrário, não gostei de Quaresma nem de Hernani.

Siga a luta!

7 comentários:

Jorge Vassalo disse...

O Ricardo ofensivamente está muito bem, defensivamente, bem trabalhadinho, chega lá.

Abraço Azul e Branco,

Jorge Vassalo | Porto Universal

Anónimo disse...

Prioridades próxima época: lateral/lateral/avançado.
Ricardo será sempre uma boa adaptação.
Para mim é jogador a porto, tem qualidade,humildade e dá sempre tudo.. talvez peque no jogo aéreo e isso faz a diferença...
Quanto ao jogo, 3 pts, jackson marcou, nesta altura não peço mais nada! Pra mim tá bom!
Abraço

Taqui

Anónimo disse...

Continuo a achar q o FC porto tem duas excelentes soluções para laterais na equipa b...rafa é um jogador de recursos muito acima da média... O David é o jogador mais fiável da equipa...técnica QB...polivalência.... Sóbrio... E a capacidade de abdicar das subidas e compensar as subidas dos colegas da defesa...qual o problema: português e formado no clube e isso agora parece ser um problema no nosso clube

Jorge Vassalo disse...

Está o anónimo enganado. Antero Henrique tem feito o seu cavalo de batalha a regra que foi aprovada para a próxima época de que tem de haver 12 formados localmente nas listas de jogo (6 para cada lado).

Vamos ver um FC Porto com muito mais "sutáique"!

Abraço Azul e Branco,

Jorge Vassalo | Porto Universal

prata disse...

E tb está enganado quanto à qualidade futebolística do David. Quanto à qualidade humana, é outra história. Ou então sou eu que estou muito enganado...

Lamas disse...

Estou com o Taqui... ganhamos e o Jackson marcou... sempre que haja algo para ganhar é lutar por isso...

Anónimo disse...

Para mim jogador à Porto é o Casemiro. Devíamos fazer de tudo para o contratar e já agora juntar a ele o Bruno Alves. Com ele trocavam-se sorrisos e beijinhos por cuspe.

Artur