domingo, 9 de novembro de 2014

Estica!


Começo com um conselho para Lopetegui: Quanto mais partir os jogos maior será a probabilidade de um adversário inferior discutir o jogo. Seria necessário dar conselhos, nesta altura do campeonato? Seria necessário mudar o esquema depois do brilharete em Bilbau? Seria necessário poupar jogadores quando o próximo jogo é daqui a 17 dias? Para não ser chato, deixo uma última pergunta, até quando vamos ter de aturar isto Lopes?

Estou demasiado incomodado para fazer uma crónica em condições. Lopes partiu o jogo e decidiu não o controlar. «Estica lá para a frente para ver como é que isto corre!» Começou por correr bem para, logo a seguir, correr mal. Voltou a correr bem sem que a bola entrasse. Fabiano resolveu pôr as coisas a correr ainda pior. No final um golpe de sorte e de talento. Podia ter sido pior, podia ter sido melhor, enfim... Não há pachorra para tanto talento desperdiçado. Pôr a bola a sobrevoar o meio campo, com o talento que temos é um atentado ao futebol. Esticar jogo é solução para equipas de tostões. Quem analisou as contas da temporada passada sabe que não é o nosso caso... 

O treinador também não deve ter sido barato. Pergunto-me se se pretendia um futebol sem meio-campo, quando se vai buscar um treinador da escola espanhola? Será que acertamos num espanhol que aprecia mais a escola inglesa dos anos oitenta? Gato por lebre? Hoje deu-me para as perguntas... Irritante, eu sei.

Individualmente, gostei do arranque de jogo de Brahimi, do arranque de segunda parte de Herrera e de pouco mais. Adrian é um caso patológico de inadaptação. Nenhum esquema favorece o menino. Fabiano teve um erro individual grave que quase nos custou a invencibilidade. Irónico que o segundo golo do Estoril tenha sido construído por dois dos melhores jogadores das duas últimas temporadas do FCPorto B...

E voltámos a ficar sem futebol. Começam a ser irritantes estas paragens...

25 comentários:

Lamas disse...

E apesar disso tudo (dessas nuances táticas), depois de estarmos na frente, temos de dominar/controlar e ganhar... não podemos permitir contra-ataques...

Herrera em grande...

Anónimo disse...

Do treinador, tive até a 1 da manha a discutir no FB, já tou farto!
Estou de acordo com todas essas perguntas, é demais já!
Lamas: Herrera em grande? Oh, só se for nas recuperaçoes. Mas sabes pq recupera? Perde tantas bolas, entrega tantas vezes mal...
Mas já o vi pior sim senhor, mas nunca na vida será gajo que deixe saudades!

Taqui

riskolas disse...

ADORO O HERRERA! O jogador mais injustiçado da História! E estou a ser sério!

O Lopetegui ontem inventou. Em Portugal tem de haver trinco! Sempre! Podia jogar até com 5 avançados mas tem de haver um pendulo forte na recuperação e no posicionamento defensivo.

Só mais uma coisa. Ainda bem que não foi marcado o penalti no golo do Oliver!

prata disse...

Gosto do herrera nao pelo q ele é mas pelo q ele pode ser. O q temos visto é pouco para o potencial q lhe atribuímos. Ao nível do passe tem sido muito mau. Ele joga numa posição onde o passe é fulcral...

riskolas disse...

MITO! Ontem falhou 1 grosseiro e fez vários a esticar o jogo!

Lamas disse...

O Herrera com os pés é uma lástima... é um perigo... o meu Herrera em grande foi porque achei que ontem foi um dos melhores e estava-me a referir ao "pulmão"... encheu o campo e no fim do jogo parecia, que para ele, o jogo estava a começar... tem uma "stamina" 99, caso estivéssemos a jogar PES... fortíssimo... para mim o melhor de ontem!

riskolas disse...

MITO!

prata disse...

Nao é mito. Falas de ontem... Houve outros jogos este ano!

riskolas disse...

E este ano tem estado bem! Aliás, tem vindo em crescendo! Nota-se que tem mais confiança.

prata disse...

Passe. Eu estava a falar do passe, sobretudo o curto. O resto tem compensado. Obvio! Se nao fosse assim, punha em causa a sua titularidade.

bruno rodrigues disse...

O Adrian López não é assim tão mau como parece, bem pior do que ele é a merda do tello, isso sim, é, definitivamente, UM CASO PERDIDO, que nos custou 2 milhões. Ontem fui ver o jogo ao estádio e não quis acreditar que aquele tozé não falhou o penálti. Era quase obrigação, visto que se não fosse o porto, ele não era nada, foi o porto que lhe deu tudo, e se ele realmente fosse um portista verdadeiro, falhava o penálti de propósito. Eu vi o jogo no estádio e não acho que o herrera tenha estado assim tão bem. E se ele é fraco no passe, que é fulcral no miolo, que é onde ele joga, então é mau jogar, é a mesma coisa que um ponta-de-lança ser fraco na finalização, um central ser mau na marcação, ou um lateral ser mau no cruzamento.

riskolas disse...

O Tozé falhar de propósito? Isso seria "pécimo"...

Anónimo disse...

Riskolas, não seria tão "pécimo" como o guarda-redes do Nacional agarrar 2 bolas e empurrá-la para dentro da baliza

Lamas disse...

No miolo também é preciso correr, ganhar bolas, transportar a bola, estar fresco durante os 90 minutos para dar uma intensidade máxima à equipa durante todo o encontro... eu já rasguei aqui o Herrera até dizer chega por causa das mrd´s dos passes em zonas proibitivas, mas tem características que mais nenhum jogador FCP tem... incluindo as orelhas... ;)

Se no meio campo bastasse saber passar, o Quintero não era encostado à linha...

Anónimo disse...

Tanta pena de nao ter havido uma proposta pós mundial... O herrera é a tocha desta equipa!! tem má recepção, tem mau passe, tem más decisoes. Corre muito, mas mal. A principal qualidade que vejo nele são as recuperaçoes. Recupera muito, pq tb entrega muitas bolas ao adversário!

Taqui

bruno rodrigues disse...

Um verdadeiro portista, e SÓ um verdadeiro portista, falharia de propósito o penálti, não seria de forma nenhuma péssimo, além de que ninguém para além de ele próprio iria saber que o penálti tinha sido falhado de propósito. O anónimo tem razão, PÉSSIMO é o o guarda-redes do Nacional agarrar 2 bolas e empurrá-la para dentro da baliza, ISSO SIM É PÉSSIMO. Lamas, concordo com tudo o que escreves-te, todas essas funções são importantes no miolo, da mesma maneira que nas outras posições também há outras funções importantes. Em todas as posições, há funções importantes e uma função principal, no meio campo, o passe é a função principal, embora as outras funções referidas por ti também sejam importantes. E o que eu queria ter escrito anteriormente é que, se ele é fraco no passe, que é fulcral no miolo, que é onde ele joga, então é mau jogador. Porque um jogador que não cumpra bem a função principal na sua posição, não pode ser bom jogador.

Lamas disse...

Estamos de acordo... ele é fraco (mt fraco até) no passe, mas aquele "pulmão" tem de ser aproveitado porque traz mt intensidade à equipa e conseguimos recuperar muitas bolas em zonas adiantadas no terreno... agora é óbvio que tem de melhorar muito no passe, não basta recuperar...

riskolas disse...

Seja aqui, seja noutros blogs ou fóruns, assiste-se a uma benfiquização crescente do FCPorto.

Muitos adeptos perderam noção do que somos e do que é exigível.

Se não soubesse a que clube se refere muitos textos/posts diria que se estava a falar do PSG, do City, do UTD, do Chelsea, Real, Barça, Bayern...

A maior parte dos adeptos quer Brahimis em todas as posições. Que não se goste de um jogador é uma coisa mas ter visões redutoras de ou presta ou não presta é um sinal evidente de benfiquização concretizada com elogios também eles bacocos quando esse jogador engata um ou dois golos. O mesmo se aplica ao treinador.

Voltando ao HH essa história do passe e da recepção já cheira mal. Ele começou mal e aí as criticas eram justas mas ele continua a pagar por esse pecado. O HH é só o jogador mais importante do nosso meio campo e não temos ninguém que o substitua. Ele é de Top Mundial na recuperação, na resistência e na forma como cria linhas de passe! É ele quem dá equilibrios à equipa. Depois é mediano/fraco na recepção mas este ano tem estado mediano/bom no passe. Se fosse Bom nestes dois items estavamos a falar, não de HH, mas sim de Yaya Touré!

Haja decoro e pachorra para aturar estes adeptos de vitórias que só querem Brahimis, Messis e CR7 num clube de um campeonato de merda!

Já agora, há adeptos que dizem que o Adrian é uma merda e era suplente no Atlético. Mas, FODA-SE, são os mesmos que adoram o Oliver que foi dispensado no Atlético!

Sabem que mais, adoro o Porto seja na vitória seja na derrota!

P.S. Continuo a detestar o Quaresma mas admito que, apesar de continuar com todos os defeitos que me fazem não gostar dele, reconheço que com Lopetegui tenho visto espirito de equipa nele... exceptuando a vergonha de não deixar o Brahimi marcar os livres directos.

Siga a rusga!

prata disse...

Benfiquização? A sério? Já vi malta sacar da caçadeira por coisas menos graves...

Herrera é muito mais que o passe curto, mas está cá há ano e meio. Passe treina-se e por isso é que estes rapazolas vêm para cá. Para cresscerem como jogadores e para saltarem para os tubarões. Caso contrário iam directos, como tu dizes. Mas não é irreal julgar que ele poderia ter evoluido nisso.

Em vez que andares a cascar nos adeptos por criticarem um jogador, pensa no que o teu Lopes anda a fazer ao Herrera. Facilita-lhe a vida? Herrera muda semanalmente de de função, de posicionamenro, de exigência física, etc. Basta ver o último jogo. Deram-lhe o papel de ser a única ligação ao ataque pelo chão. Numa altura em que começa a arranjar espaços para o fazer com mais perigo, mandam-no para a frente da defesa. Como quem diz: «até agora era para criar e ligar jogo. Agora é para correr atrás do prejuízo...» E o prejuízo era o Kuka o Sebá e o Tózé... E com a ajuda Quintero, sempre disponivel para estas coisas... Tu respeitas o Herrera mas, para o Lopes, ele é apenas mais um peão nos seus experimentalismos tacticos. Na sua tese de doutoramento sobre a desconstrução do futebol moderno. E isso, para mim, faz-lhe pior do que os assobios!

riskolas disse...

Prata, parecias o Renteria!
Não só não eras o alvo como a carapuça não te devia servir.

Eu refiro-me aos comentários taxativos. Ao presta ou não presta.

Tu, logo de início, fizeste a tua declaração de opinião sobre o Lopetegui. Não esperaste por resultados!
Cada um pode gostar ou não gostar de determinado jogador mas ser taxativo quanto à qualidade do jogador mas ser passível de mudar rapidamente de opinião, isso não! Nem tu és assim.

Eu tenho dificuldade em dar uma opinião cabal sobre o Lopetegui. Já vi coisas que me agradaram muito e vi o contrário. Acho que ele também está a adaptar-se. Obviamente, gostava de ter um treinador com ideias mais homogéneas e claras mas não consigo dizer que não gosto do homem. Aliás, sinto uma enorme empatia e uma enorme confiança.

Lembra-te do AVB. Tivemos momentos fantásticos mas também tivemos uns dois meses, que coincidiu com a lesao do Falcao, em que o futebol praticado era muito pobrezinho mas lá nos fomos aguentando. Mesmo na Europa tivemos jogos que acabaram com goleadas mas em que permitíamos oportunidades flagrantes ao adversário. AVB teve muita estrelinha e ainda bem!

Repara que no domingo, apesar de todos os erros cometidos, mesmo empatando aos 94' ainda tivemos uma grande oportunidade para ganhar! Isto é fibra, é raça, é atitude e isso é trabalho de treinador. É suficiente para ganhar? Não! Mas é importante! Vamos dar tempo ao tempo até porque há de chegar o dia em que um fiscal de linha se há-de enganar... talvez quando o slb jogar com equipamento alternativo...

prata disse...

Não estava a enfiar o barrete! Nem tenho criticado o Herrera. Apenas queria que metesses o teu amigo Lopes ao barulho! :)

Já que falas do Renteria. Haverá algum conceito do treinador-renteria? Ou melhor, o treinador-balotelli? Aquele que tem todas as condições para triunfar mas que não o faz por capricho, por um ego desmedido ou por qualquer outra inexplicavel pela lógica? Repara que no Balotelli tudo que seriam características boas num jogador de topo dão para torto. A tecnica apurada, nele é sobranceria, a potencia fisica serve para dosear o esforço, a ausencia de stress competitivo serve para uma atitude 'fuck everybody else'... No Lopes a coragem resulta na ausencia de tactica e a confiança resulta no desrespeito pelo adversário...

Acho possível que venha a ter resultados mas custa-me que os maires obstaculos que tenha a ultrapassar sejam criados por ele e não pelos nossos adversários...

bruno rodrigues disse...

Riskolas, o jogador mais importante do nosso meio campo chama-se Óliver Torres, e NÃO, NÃO foi dispensado do atlético de madrid, foi EMPRESTADO ao porto por 1 ano, e SEM OPÇÃO DE COMPRA. Ou seja, eles têm a noção que o puto é uma máquina, mas querem que ele evolua para poderem ser eles a tirar dele o seu melhor rendimento. E eu tal como tu também adoro o porto seja na vitória, seja na derrota!

riskolas disse...

MITO!
O Oliver tem cláusula de rescisão de 24M. Ou seja, atendendo ao valor dele, não fazia sentido incluir uma cláusula de opção. O FCP já sabe que valor tem de pagar para ficar com ele.

E sim, com Doyens e afins, eu tentava arranjar esses 24M! Em 2 ou 3 anos vale o dobro!

bruno rodrigues disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
bruno rodrigues disse...

Mas ele não foi dispensado.