segunda-feira, 4 de março de 2013

Deixa andar...


Eles até são fraquinhos! A coisa há de se compor... Pois não se resolveu. Até se complicou! Não entrarei em histerias como alguns amigos portistas que já temem pelo campeonato. Já sei que quando a vermelhice se apanha nesta posição, nesta altura, as coisas tendem a complicar-se porque, normalmente, passa a valer tudo. Hoje mesmo, mais um 1-0 'manhoso' de penalti. Nem vi, mas cheira a esturro... E, já agora, quem marcou até foi um jogador que, com um conselho de disciplina normal, não estaria a jogar... Ainda assim, não temos que ter medo. Se formos competentes, o futebol de balão para a área e o futebol de secretaria não vão chegar, de certeza! É isto que o Vitor tem de incutir no plantel. Competência em vez de lascismo! Sufocar nos primeiros minutos para depois gerir o resultado. Este 'deixar andar' dos últimos jogos está a matar o ímpeto da equipa. Está-se a confundir 65 % de posse de bola com "tiki taka". É que há vários tipos de posse de bola. Há a posse dos que não sabem o que lhe fazer e passam para o lado e há a posse que aproveita a movimentação constante da equipa, que confunde as marcações e que desmonta qualquer 'autocarro'. Pois já não vemos essa posse desde o jogo com o Guimarães. Que se passou com a equipa no entretanto? Que dizer de um treinador que consegue pôr a equipa a roçar a perfeição para, logo a seguir, passar para o futebol do bocejo? Terá sido um acaso? Uma coisa é certa: a constância no rendimento da equipa é a melhor medida de avaliação do trabalho de um treinador. É bem mais fácil ganhar jogos que campeonatos...

Quanto ao jogo, alinho no que pensa a maioria dos portistas. Pior exibição da época. Incrível como não fizemos o que todas as equipas fizeram até agora, que é aproveitar o pior Sporting de que há memória. Era tão fácil fazê-lo! Bastava querer. E ainda conseguimos sair de lá sem que fosse nosso o exclusivo das melhores oportunidades para marcar. A ausência de Moutinho não pode justificar tudo.

Individualmente, não gostei de ninguém. Salvar-se-á a exibição de Helton. Os ex-sportinguistas foram os piores. Izmailov foi zero, Varela idem e Liedson nem tocou na bola. Na defesa, Otamendi esteve bem mas estava a dormir no lance em que o holandês tosco apareceu isolado em frente a Helton. Maicon, James e Defour estão a léguas do que valiam antes das lesões. Jackson esteve perdulário. Também tem direito. Os laterais não conseguiram entrar em jogo com é costume. Alex pouco subiu e Danilo colecciona desfechos ridículos para jogadas que ele próprio, com a sua velocidade, faz parecerem perigosas. 

Há que seguir em frente. A seguir à pior exibição da época, terá de vir uma resposta cabal!

5 comentários:

riskolas disse...

Alvalade começa a ser terreno maldito.
Não percebo. Nos últimos anos, sempre que estamos por cima e temos de ir lá ganhar fazemos exibições medíocres.
Ainda assim, esta equipa parece-me, actualmente, um equivoco. Desde que se começou a comparar com o farsa que perdemos objectividade no jogo de posse. Perdemos objectividade e as ausências de James e Moutinho não podem justificar tudo.
Há alguns dias elogiei o VP mas, infelizmente, tenho de regressar ao tom crítico e desgostoso. Continua a não conseguir incutir na cabeça dos jogadores a importância de sermos agressivos e de ganhar.
Tirando o fifica estamos a milhas de distância de qualquer equipa no campeonato, pelo que, qualquer resultado negativo só pode ser justificado com infortúnio. Ora, neste jogo tivemos sorte!!! Podíamos ter perdido! As melhores oportunidades são deles! Não percebo, também, o duplo pivot Fernando+Defour. Não gosto do Seba mas devia ter entrado com o James, ficando o James a 10, acompanhado por Lucho e Fernando.
Quanto ao Danilo, começo a achar que a lesão que ele teve foi no cérebro. O gajo tem tudo para ser cracão mas conclui 90% das jogadas de forma ridicula. Agora marca livres mas não acerta na baliza...
Eu temo pela perda do campeonato porque o mesmo é fraco e o poder ofensivo das lamparinas será, geralmente, suficiente para resolver jogos mesmo a jogar mal.

Lamas disse...

Acho que entramos bem... com a posse e a criar oportunidades, poucas, é certo... lances de Defour e Jackson essencialmente... tirando a paragem de cérebro momentâneo de Otamendi, eles não conseguiram incomodar... controlávamos o jogo, mas faltava mais intensidade, especialmente ofensiva (pressing) para ganhar bolas em zonas mais perto da baliza deles e marcar... depois seria gerir o jogo...

Pensei que tal ia acontecer no recomeço da partida com uma entrada forte e já com James na equipa... tal não aconteceu e depois até concluí que o "James" que entrou nem devia ter entrado... depois começou a pairar a possibilidade do empate na nossa cabeça e não conseguimos circular a bola como devíamos (a tal ansiedade)... pior, desorganizamos, eles ficaram mais confiantes e até podiam ter ganho...

Em síntese, este já foi e que o próximo jogo chegue rápido com mais atitude, vontade e intensidade... a margem de erro acabou... agora é demonstrar que somos os melhores dentro do campo...

Anónimo disse...

"...E, já agora, quem marcou até foi um jogador que, com um conselho de disciplina normal, não estaria a jogar..."
Com uma justiça normal o teu clube estava nos distritais...

prata disse...

O argumento do anónimo é tão 'bom' que até o deixo ficar.

Pispis disse...

O problema é que o Benfica anda a ter mt vezes a estrelinha q qualquer campeão tem sp de ter... penaltis no último minuto, ganhar jogos sem fazer praticamente nada para o merecer, enfim...

Vou chorar tanto aquele jogo com o Olhanense no Dragão...