quarta-feira, 21 de março de 2012

Ainda não é desta


Mais um título que se esgueira pelo ralo. Confesso que não morro de amores por esta Taça da Liga, mas estávamos nas meias finais e este título falta no nosso cardápio... Fazia sentido que não se desvalorizasse, nem previamente nem posteriormente, o encontro. São desculpas e esse não é bem o nosso estilo... Ainda por cima, o jogo era no nosso salão de festas! Se bem que, desta vez, o efeito casa não funcionou a favor de ninguém. O jogo foi dividido descontrolado e com grande ascendente de ataques sobre defesas.  E nisto chego ao ridículo da noite. O fanfarrão do técnico das papoilas saltitantes veio com aquelas tonterias do costume. Que não tinha ficado convencido, que se provou que eram melhores, que o FCPorto teve muita sorte. Provavelmente, em termos de sorte, estará a falar das bolas nos ferros. Visto de forma isolada até parece sorte. No meio de uma primeira parte em que o FCPorto tem 4 ou 5 oportunidades claras de golo falhadas, parece que afinal a sorte não é assim tanta. E depois a história de não estar convencido é mais uma daquelas coisas que faz com que ele seja um treinador eternamente limitado ao consumo interno. Será possível alguém evoluir sem que tenha noção dos seus erros e das suas limitações? Eu acho que não. Quer esta suprema e multilingue inteligência convencer-nos que, por nos derrotar na taça da liga num jogo que só por um erro de palmatória de Mangala caiu para um dos lados, vingou uma derrota para o campeonato onde perde a liderança e em casa. Brilhante, meu caro mentecapto! Continua assim que a tua audiência não é daquelas que puxa muito pelos neurónios...

Vamos ao jogo. Tal como já referi foi descontrolado e emotivo. Não é bem o meu tipo de futebol. Gosto disto quando o FCPorto não está envolvido. Caso contrário prefiro sempre valorizar o nosso controlo de jogo e a forma inteligente como jogamos. Quanto a isso, nada a assinalar no jogo de ontem. Nem controlo, nem inteligência. Jogámos da forma descontrolada como joga habitualmente o nosso adversário de ontem, que lhe valeu recentemente a perda de 8 pontos de seguida e que lhes valeu uma desvantagem de 20 pontos no campeonato passado. Mas é futebol espectáculo... O problema é que nestes jogos é mais fácil que aconteçam acidentes. E os acidentes até poderão passar impunes porque no resto do tempo houve emoção. Por exemplo, Mangala ofereceu dois golos ao adversário. Mas no resto do tempo jogou muito bem e até marcou o seu golo. Nota negativa? Eu dou. No entanto, imagino que os analistas não pensarão assim. No mínimo um Suf-. Alex Sandro também ataca bem.  No entanto defende com a intensidade absolutamente nula. Alvaro jogou mais adiantado. A ideia seria a de ajudar um pouco mais os sobrecarregados médios nas tarefas de transição defensiva. Não me pareceu que tenha resultado. Alvaro foi extremo e até foi mais ofensivo que Djalma e CR10. Sapunaru estava com uma vontade imensa. E fez um bom jogo. Das novidades falta Kleber e Bracalli. Kleber foi uma nulidade naquilo que se lhe pede, que são finalizações remates, golos. Esse tipo de 'cenas'... Quanto a Bracalli, ficou-me a sensação que podia ter feito mais no terceiro golo onde se cola a um poste e permite que a bola entre por esse lado e sobretudo no primeiro onde não encurta bem o ângulo. Dos habituais titulares, Gostei de Moutinho e de Hulk.

E é isto, no próximo ano há mais. Começa a ser altura de nos fazermos a esta Taça. A desculpa de que não tem interesse ou que não é prioritária não vai colar para sempre...

20 comentários:

Salgas disse...

É impressionante a displicência de Mangala em alguns lances. Era preferível chutar pela lateral ou para a frente e ele quer fazer um passe de 2m com 2 ou 3, não tenho a certeza, jogadores dos vermelhos por perto. Este lance não foi caso único, alguém o devia chamar à razão e não me pareceu que isso aconteçesse.

Demos ânimo aos vermelhos quando os devíamos ter enterrado e vez...

Emanuel disse...

Que exibiçao do mangala... entao o lance doi 2º golo é inacreditavel como o cardozo conseguir ganhar em velocidade isto para não falar da perda de bola que dá o 1 golo dos mouros... tem qualidades para ser bom jogador ma tem MUITO MAS MUITO que evoluir, uma palavra para kleber mais uma vez 0 o mais estranho é que 99% dos comentadores dizem que é grande jogador só eu é que não consigo ver o porque de dizerem isso. Resta-nos o campeonato para salvar a epoca que tem sido muito má, vamos esperar que este grande objectivo seja atingido.

Artur disse...

Gostei dessa do "Resta-nos o campeonato para salvar a época", mostra bem a nossa grandeza. O Mangala ainda é frakinho, o Kléber é mto frakinho. O Palito e o Alex Sandro estavam com as posições trocadas pois quem sabe defender é o Palito e quem tem técnica é o Alex. O nossoo guarda redes suplente é pior que o Kleber como avançado. Meter o Iturbe aos 84 minutos é ridículo. O Prata escreveu mais que um parágrafo sobre a Taça da Liga e não falou sequer do Professor. Assim não tem graça

prata disse...

Cansei-me de bater no ceguinho. Mas tu criticaste uma opção. A minha alminha está parva...

AP disse...

Podíamos ter morto o jogo na 1ª parte. O Mangala é bom jogador e tem muito, mas mesmo muito para evoluir. O B.Alves também era fraquinho, foi rodar uns anos e quando voltou foi e é um sr.Central. Vamos dar tempo ao Mangala. Alex Sandro é promissor mas precisa de tempo para se adaptar ao futebol europeu. Kléber é que não admito, é um flop já teve mais q tempo para se adaptar. E uma última nota, o Beto a nanar é muito melhor do que o Bracalli.

Baresi disse...

Como diz PdC e já agora o VP e o Moutinho, este jogo e este troféu não são ou eram prioritários, logo em meu entender a a derrota é justa e ponto!!

Que fdputa de discurso é este? Estamos habituados a esta falta de ambição? Será que estamos em várias frentes para poder abdicar da taça da liga?

Fdx eu já vi o PdC a chorar por ter ganho esse troféu "importante" que é a supertaça... Então este volta a não contar? Vão para o caralho!!

O Clube que eu conheço entra em campo todas as épocas para ganhar as competições em que participa, ou será que este ano era necessário desculpar antecipadamente, jogadores e equipa técnica.

Sobre a não prioridade, há um facto que me confunde um pouco, isto é, depois de ver por exemplo os jogos contra a Académica e Nacional fiquei com a impressão que a prioridade era a taça da liga, pois nesta competição fizémos jogos bem razoáveis, tal como o de ontem.

Vamos então fazer "all in" no campeonato esperando que o jogo que temos nas mãos, ou neste caso específico, nos pés não seja um "bluff".

Mirone disse...

Dá para ver já que o Mangala vai ser um grande jogador, tem agressividade e velocidade que nenhum dos outros centrais tem. No entanto ontem teve dois erros que acabaram por resultar nos golos dos escaravelhos.

Para mim o Kleber é superior ao Janko (sem que isto faça dele um grande jogador), falta-lhe é um golito para animar. O Bracalli também é um bom guarda-redes, não pelo que se viu no Porto até agora nno pouco que jogou, mas pelos bons anos que teve no Nacional.

Só um pormenor delicioso dos nossos amigos da Sic no "fora de jogo" do Hulk, de entre todas pérolas que vomitaram durante o jogo:

" é possível que o Hulk esteja fora de jogo... os adeptos do FCP dirão que não... enquanto que os do Benfica dirão que sim" - este cabrão revelou-se subtilmente!

Lamas disse...

Concordo com o Prata na parte de ter existido falta de de organização/concentração na equipa... pelo menos vi a atitude e a vontade... que ela exista nos próximos 7 jogos que aí vêem... se assim acontecer seremos certamente Campeões...

Mangala teve erros inadmissíveis... principalmente alguma displicência em alguns lances... mas o gajo tem tudo para ser um grande central... rápido, duro e bom no jogo aéreo... até pézinhos parece ter... agora não pode é abusar como fez ontem...

Leitão disse...

Este F.C.Porto é reflexo de coisas muito estranhas... e/ou caricatas... como por exemplo o Hulk ser o capitão de equipa...Como é que é possível????...

O nosso capitão sempre foi exemplo de bravura, de garra, de querer, de ambição... do "mais vale quebrar que torcer"...

Lembram-se da garra do João Pinto??... Dos berros do Jorge Costa a puxar pelos companheiros e a pô-los no sitio... Da alegria do Baía por mais um título conquistado fruto da sua imensa ambição!!!

O que falta à nossa equipa, ao nosso balneário é a mística!!!

Pensem nisso...quando o jogar com mais carácter do grupo é o Moutinho...está cá a apenas 2 anos... Dá que pensar... não dá?

LC disse...

Esta equipa deixa-me sem palavras!
É mt mt fraquinha, ou pelo menos o "prof" transformou-a numa equipa fraca. Diz o jumento que temos tido alguns problemas no meio campo!!!!!Mas ele não concordou com a dispensa de 3 médios??? Ele dá alguma oportunidade ao Iturbe? Porque sisma com Rolando e Alvaros?? O problema es tu VP, pq a mim e a quase todos os portistas já não chega ganhar o campeonato!!!
P.S. Artur, ja vamos com 7 ou 8 derrotas.

ℙΣ₦₮∀ ➀➈➆➄℠ disse...

só para reafirmar que o Mangala tem "apenas" vinte e um anos e com uma enorme margem de progressão.
tal como o Kléber - apesar da (aparente) nulidade que evidencia nos últimos jogos em que entrou.

o que me parece - e vou voltar a bater no "ceguinho" - é que o (ainda) nosso treinador não me parece ser capaz de motivar e de rentabilizar a matéria-prima que tem em mãos.
mais um exemplo: que motivação terá o Iturbe para o que resta da presente temporada?

somos Porto!, car@go!
«este é o nosso destino»: «a vencer desde 1893»!

saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
Miguel | Tomo II

riskolas disse...

Baresi, subscrevo tudinho!!!!!

Artur, dedico-te a derrota de ontem!

Felisberto Costa disse...

Apesar da euforia histericamente chiclada por Jorjasus e de ver adeptos avermelhados a chorar(!!!!) por finalmente terem ganho ao FC PORTO, gostei do Alex Sandro que tem qualidade mas é muito novo, vem de um campeonato onde pressão alta é ar que se mete nos pneus, Mangala que com os seus 21 ano ainda Maiconamente comete erros que de certeza irá eliminar, de Moutinho que fez um jogo soberbo e Defour que foi discreto mas eficaz.
A unica diferença que acbou por ser visivel no resultado foi que os gajos tem Cardozo e nós... Kléber!

Anónimo disse...

http://www.maisfutebol.iol.pt/benfica/gaspar-jorge-jesus-benfica-bloqueios-claudio-fc-porto/1334900-1456.html

Assunto:Bloqueio nas bolas paradas

Manuel disse...

4 ou 5 lances de golo? LOL!

O 1º golo foi um chouriço de todo o tamanho. A bola ia para muito longe da baliza. O único golo decente foi o 2º, fruto de uma bola parada.

Já o Benfica teve 3 bolas aos ferros e marcou 3 limpos, dois de bola corrida.

E o melhor é não falarmos da oportunidades flagrantes de parte a parte.

Pispis disse...

Eu espero que o Mangala tenha mm 21 anos para eu pensar q tem margem de progressão e arranjar uma desculpa para as várias falhas q teve durante o jogo de ontem que resultaram em 2 golos do adversário… Farto de jogadores com potencial mas q enterram ou n mostram nada já ando eu…

Depois do 2-1 tivemos tudo para matar o jogo mas nos últimos 10m da 1ª parte houve um desequilíbrio tal q até podíamos ter ido para a 2ª parte já a perder… Q raio de equipa é esta q perde por completo o controlo das operações durante uma 1ª parte sem substituições ou alterações de maior?

Depois ouço falar em gestão inteligente dos jogadores… O Maicon n está castigado para o jogo c o Paços? Pk raio n jogou ele em vez do Rolando por exemplo?

Iturbe na Luz para jogar 6 minutos? Há coisas q vão mt além do meu entendimento...

prata disse...

O manel não viu oportunidades de golo. Pah... Não vou enumerar por muito que seja de assinalar um benfiquista que assina um comentário... Só falta relação com a realidade no conteúdo. Tenho esperança...

Pis, o regulamento obriga que joguem dois tugas no mínimo. Foi por isso que jogou o Nelson Oliveira, por exemplo, e não por causa da fé cega que o mestre da táctica tem nas suas capacidades. Dessa crítica o VP tá safo...

Pispis disse...

Mesmo assim conseguia arranjar duas ou três formas de fazer descansar jogadores q vão ser titulares contra o Paços, mas isso tb pouco importa pk n faz sentido falar em gestão de esforço qd só tinhamos a taça da liga e o campeonato...

Anónimo disse...

Bloqueios estratégicos


Em resposta às acusações de Vítor Pereira, Jorge Jesus negou que as suas equipas trabalhem os bloqueios ofensivos como estratégia de jogo, mas alguns jogadores que no passado foram treinados por ele contrariam-no. O enfoque nas bolas paradas é, dizem, uma das chaves do seu sucesso. E os ditos bloqueios podem não ser uma invenção dele, mas fazem parte da estratégia usada para vencer jogos.

Luís Filipe, lateral do Olhanense, nunca tinha ouvido falar de tal coisa antes de ser treinado por Jesus. André Leone já os conhecia do Brasil, mas aprofundou a técnica no Braga. "Treinávamos, e muito! Até era ele [Jesus] que nos atirava a bola com a mão, para ser mais preciso do que se fosse com o pé", frisou. "Eu até podia cair no lance, mas o que importava era tapar o caminho ao adversário. Nem me preocupava com a bola. Virava-me de costas para ela e abria os braços em direção ao adversário", explicou a O JOGO. O ex-árbitro Jorge Coroado não tem dúvidas: se é isso que Jesus pede, então os árbitros pecam ao não assinalar falta. "Jesus é inteligente no aproveitamento do que é a regra, que, não sendo específica, atira para o primeiro parágrafo da Lei 5: a opinião do árbitro", explica, acrescentando que no clássico, como noutros jogos do Benfica, deveriam ser assinaladas várias infrações: "Fazem mais faltas nestas situações do que as outras equipas."

A fronteira entre legal e ilegal provoca desacordo entre os jogadores ouvidos por O JOGO. A estratégia é clara, mas a forma de a explorar só choca João Guilherme, do Marítimo, e Gaspar, do Rio Ave. "O Benfica não faz falta uma, duas ou três vezes; faz sempre. Ainda não vi nenhuma assinalada. No final de uma recente reunião de arbitragem, o próprio Vítor Pereira [líder do Conselho de Arbitragem] disse que bloqueios acontecem no basquetebol; no futebol, chamam-se obstruções. Se o avançado mete a bola na frente e é obstruído, marcam falta. Por que não o fazem também quando se trata de um lance de bola parada?", pergunta o defesa do Rio Ave, que recorda os tempos de Belenenses e a insistência com que Jesus abordava esse tipo de trabalho. "Se eu fosse árbitro e visse um defesa de costas para a bola, ficava duplamente atento. Se não olha para a bola é porque só procura obstruir o homem", justifica. João Guilherme partilha da opinião. "O Benfica faz muito isso. Mas é falta. Se os árbitros não marcarem, eles ficam com grande vantagem. Senti isso em todos os cantos e livres dos jogos frente ao Benfica", reclama o maritimista.

O FC Porto acredita no mesmo. Antes de Vítor Pereira o denunciar, já se temia o uso abusivo dos ditos bloqueios e, na reunião que antecedeu o jogo, o delegado portista tratou de pedir especial atenção ao árbitro Artur Soares Dias.
IN OJOGO
________

Retive isto:

"....Na reunião que antecedeu o jogo, o delegado portista tratou de pedir especial atenção ao árbitro Artur Soares Dias."

E SoaresDias o que fez ?!...

E as equipas de arbitragem durante o campeonato e os responsaveis de arbitragem como ficam com estA ENORME DISTRACÇÂO ???!!!

E oscomentadores de arbitragem ?!...

Nunca ninguem viu nada ???!!!

TOTAL INCOMPETENCIA ???!!!

E a tão falada Verdade Desportiva ?!

Anónimo disse...

3 questões

Jorge Coroado, ex-árbitro
"Se não disputam a bola, é falta"

1 - Nos bloqueios de que Vítor Pereira se queixa, qual é o limite da legalidade?

O bloqueio será sempre considerado falta quando o jogador não tem objetividade na disputa da bola e antes e só na perturbação do adversário. É falta sempre que um jogador se interpõe entre o adversário e a bola, não se preocupando em jogá-la e sim em travar a marcha do adversário.


2 - Neste clássico, houve faltas desse género não assinaladas?

Houve. Nas bolas paradas, o Benfica tem uma forma de colocar os seu jogadores de forma a que estes bloqueiem os que mais apetência têm para chegar à bola alta. Colocar dois jogadores na ilharga de um adversário é uma forma sub-reptícia de evitar que ele dispute a bola. É uma ação inteligente, porque vai criar um aglomerado e perturbar a ação da equipa de arbitragem.


3 - As queixas de Vítor Pereira podem levar os árbitros a outros cuidados no futuro?

Há muitos macaquinhos de imitação, mas só se dá relevo a Vítor Pereira porque é o treinador do FC Porto. A verdade é que os árbitros podem, têm e devem ser eficazes e rigorosos na aplicação desta Lei do Jogo.

in OJOGO