Mensagens

A mostrar mensagens de Janeiro, 2013

Nem sentiram o cheiro da redondinha

Imagem
Não foi uma primeira parte perfeita. Mas não acredito que, esta época, tenhamos estado mais próximo dessa perfeição. 83% de posse de bola é qualquer coisa de assinalável? Acontece quando o adversário não consegue manter a bola mais de 5-10 segundos seguidos e acontece quando o adversário passa series de vários minutos a correr atrás da bola sem a conseguir sequer cheirar. É assim que o FCPorto deve jogar. Isto permite que se vá descansando com bola e permite que vão aparecendo oportunidades, visto que os erros nas defesas acontecem muito mais frequentemente, pelo simples facto de as defesas ficarem impacientes. Gostei bastante! O resultado poderia ser bem mais dilatado ao intervalo. Na segunda parte, não foi tão bom mas manteve-se um nível bastante agradável e o avolumar do resultado foi inevitável. Individualmente destaco um trio de meio-campo Moutinho, Defour e o MVP Fernando. Destaco este último por ser, à partida e pelas suas características, um dos que teria mais dificuld

Regulamentos, Taça da Liga e Afins...

Imagem
Um dos nossos habituais leitores ( aka Levezinho ) escreveu o seguinte que, de tanta coisa que praí se diz, também temos o direito de opinar... assim sendo, aqui fica a sua opinião no nosso blogue:   " Ora vamos lá tentar decifrar a desclassificação do Fc Porto da Taça da Liga. Quem ouve ou lê os meios de comunicação social... até parece que não há qualquer dúvida que houve infracção. Dei-me então ao trabalho de ir ler os regulamentos... e conclui 2 coisas:  Primeira - Os regulamentos estão um bocadinho para o mal feitos (mas isso obviamente não serve de desculpa e teríamos que os cumprir).  Segunda - A situação está longe de ser clara... já que como disse.. os regulamentos estarem mal feitos... dão obviamente hipóteses a várias interpretações.  Vamos lá então à minha interpretação... O artigo que tanto se fala: Artigo 13º - Qualquer jogador apenas poderá ser utilizado pela equipa principal ou equipa “B”, decorridas que sejam 72 horas após o final do jogo

Desportivo das Aves 1-2 FC Porto (85-86)...

Imagem
Nesta manhã de domingo, a equipa B do FC Porto desloca-se à Vila das Aves e esse foi o argumento utilizado para irmos ao nosso baú "buscar" mais uma relíquia... o primeiro jogo do Desportivo das Aves na primeira divisão nacional contra o FC Porto... vitória suada com uma entrada de rompante dos dragões no segundo tempo com Futre e Gomes a garantirem dois pontos para a equipa portista... Destaque ainda para o 1m38s com uma série de gente empilhada no holofote a ver o jogo... o resumo termina novamente com uma interessante " flash interview " a Artur Jorge...

Podia ter sido mais fácil...

Imagem
Ora aí está um título de post que posso aplicar tanto ao jogo de ontem como à primeira volta. Comecemos pelo jogo de ontem. Boa entrada em jogo, com golo nos primeiros minutos e com mais 3 oportunidades claras para facturar. Logo aqui se podia ter feito o resultado. Com um bocadinho mais de calma e de talento, um 2-0 nessa altura seria um resultado que não assustaria ninguém. Mas logo veio um dos nossos habituais apagões. O Setúbal deixou de andar à nora e passou a acreditar. Pregou dois ou três sustos e com isso chegou ao intervalo com a ilusão de que estava a disputar o jogo. E por mim tinham razão. O jogo não estava controlado. Passou a estar com uma substituição de Vitor Pereira ao intervalo. Tira-se um extremo e mete-se um central. Chamar-lhe-ão substituição defensiva mas eu prefiro eficaz. A partir daí não mais o Setubal criou perigo, a não ser numa quase oferta de Helton. Além disso, trocámos um jogador apagado e inconsequente por um titular que começará agora a reentra

V. Setúbal 0-1 FC Porto (85-86)...

Imagem
Em dia de visitarmos o Bonfim, relembramos uma jornada histórica do nosso clube... Estamos na penúltima jornada do Campeonato Nacional de 1985/86, o Benfica dependia apenas de si próprio para se sagrar Campeão. Tinha 2 pontos de avanço sobre o FC do Porto, que ia a Setúbal, e recebia em casa o Sporting. Parecia impossível uma reviravolta, mas no futebol tudo pode acontecer. O derby de lisboeta corre mal ao Benfica que perde em casa por 2-1 e o FCP foi ganha no Bonfim com fantástico golo de Futre após assistência, imaginem só de Mlynarczyk . O FC do Porto passava para a liderança do Campeonato e na semana seguinte, recebia em casa o Covilhã, último classificado e já despromovido, em mais um jogo de sofrimento intenso, onde se iria sagrar Bi-Campeão Nacional! Futre, na primeira pessoa, a falar do golo no programa As Noites do Futrebol na TVI24... E algumas imagens deste jogo retiradas do blogue Bi Tri ...

Pontapé no maratsmo

Imagem
Titulo fraquinho... Eu sei. Mas mesmo assim cá está! Diria que o titulo é aparentemente tão fraco como o jogo de ontem. Digo aparentemente porque, neste caso, as aparências iludem. Não foi um grande jogo do FCPorto mas o adversário estava lá para dificultar ao máximo. Já muitos notaram mas este Paços é de facto uma equipa interessante e difícil. Mas mais difícil se torna pelo défice de criatividade que a ausência de James provoca. Defour está a jogar bem mas não pode dar à equipa o que um extremo dá. Muito menos quando comparamos com um extremo como James. Ainda por cima, Moutinho e sobretudo Lucho, não têm estado brilhantes. É possível que esse problema se resolva com Izmaylov. Vamos ver já na quarta-feira, visto que Fernando estará ausente por castigo. Por falar em Izmaylov, aquela segunda parte estava a ficar chatinha. Nada melhor que um golo do menino dos dói-dóis! Deu para animar o público do Dragão que resolveu enfrentar o temporal. Na primeira parte houve mais futebol ma

FC Porto 2-0 Paços de Ferreira (91-92)...

Imagem
Esta foi a primeira vez que o FC Porto defrontou o Paços de Ferreira em casa para a Liga Portuguesa e, talvez, o primeiro encontro de sempre entre estas duas equipas segundo a estatística fiável do http://www.zerozero.pt/ ... Destaque no vídeo para o penalty " sacado " por Folha, a frieza do romeno Timofte nas grandes penalidades, o " enterro " de Jaime Pacheco no segundo golo do FCP, concluído com a classe de Kostadinov ... O vídeo termina com duas perdidas de Domingos , onde também pode ser visto José Mota , atual treinador do Vitória de Setúbal que iremos defrontar na próxima quarta-feira...

Programa de Novas Oportunidades

Imagem
A abordagem do FCPorto ao mercado de inverno é enternecedora. Há por aí no mundo do futebol gente boa mas que, por um motivo ou por outro, ganhou poucos ou nenhum títulos. E eu a pensar que o Passos Coelho ia acabar com o Programa das Novas Oportunidades...

Dá-lhes Vítor!

Imagem
É uma parvoíce dar mais destaque às declarações finais que ao jogo em si. Mas confesso que foi o que gostei mais ontem. Estou habituado a um Vítor Pereira, ou  com um discurso fraco, ou quando forte, desenquadrado. Não foi o caso. Quanto ao destaque aos lances de arbitragem, não esteve mal. Mas o que tinha de ser dito era que o actual líder, que jogava em casa, não jogou nada! Tinha de ser dito que o mestre da táctica apresenta, como apresentou o ano todo, um futebol sem meio-campo que se salva pela excelente qualidade dos seus finalizadores. Eu, tal como Vítor, não acredito que eles cheguem para equipas com nível de Champions como a nossa. Tinha de ser dito. Gostei! Quanto ao jogo, não gostei tanto como das declarações de Vítor Pereira. Não que tenha sido mau. Longe disso. Foi uma boa exibição do FCPorto. Não teve aquela maturidade a que nos habituámos nos últimos anos. Com isto quero dizer que o FCPorto, normalmente, joga melhor na Luz, sofre normais calafrios, mas raramente

Benfica 0-1 FC Porto (84-85)...

Imagem
Eu não estive lá, mas o dragão vila pouca esteve... para ele a vitória mais marcante do FCP na Luz... de facto é a vitória que abre o caminho ao primeiro título dos anos 80 e ao primeiro título de Jorge Nuno Pinto da Costa como presidente... a partir daqui foi sempre a somar... Ainda há dias li numa revista Dragões antiga que este foi um dos golos da vida de Gomes e percebe-se porquê pela sua importância e por ser um golo com a imagem de marca do nosso bi-bota... o resumo é longo, mas vale a pena... acaba com as inevitáveis reportagens e com Nené a parabenizar o nosso FCP...

Podia ter corrido bem melhor

Imagem
Era importante garantir os 3 pontos e esse objectivo foi conseguido com relativa facilidade. Já vimos muito melhor no Dragão esta época. No entanto, não foi um jogo mau. Houve várias oportunidades que não foram concretizadas por erros de finalização e por causa da boa exibição do guarda-redes do Nacional. Deu sempre a ideia que as coisas estavam controladas e a única preocupação que ia surgindo na cabeça dos portistas eram as lesões. O relvado é novo mas cedo se percebeu que estava a causar problemas de tracção. Daí às lesões vai pouco. Primeiro foi Danilo a cair redondo no chão. «Não me digam que este gajo vai estragar o negócio Izmailov!». Mas o homem lá se levantou. Depois caiu Jackson. «Mau! Como vamos marcar na Luz?» É que Jackson é um máquina. Uma regularidade de facturação impressionante. Felizmente era outro falso alarme. Mas à terceira foi de vez. E logo o James, cuja entrada em jogo, decidiu o jogo do ano passado. As recentes exibições fracas de Varela e de Kelvin e a aus

Bom 2013

Imagem
Só hoje arranjei 5 minutinhos para aqui escrever. Resolvi não interromper as férias por causa da Taça da Liga e, pelo que vi no Domingo, não fui o único... O jogo foi fraquinho em termos de intensidade e o adversário que, aparentemente não apoquentava muito, acabou por marcar dois golos extremamente improváveis. Um de livre directo fabulosamente marcado e outro em mais um 'freak happening'. O terceiro num mês... Vá lá que, ao contrário do que aconteceu nos lances bizarros de Danilo e de Helton, este não resultou em derrota. E podemos agradecer a João Moutinho e a Lucho que me pareceram os que mais fizeram para que aqueles últimos minutos fossem de pressão para o Estoril. Sendo assim temos via aberta para a próxima fase desta competição que continuamos a usar para fazer gestão. Se nas outras épocas temos feito gestão do plantel, as circunstâncias deste ano fizeram com que houvesse antes gestão de forma física do onze inicial. Está tudo muito tranquilo ao contrário do qu