Mensagens

A mostrar mensagens de Agosto, 2012

O Rato Atómico...

Imagem
Um dos elementos das últimas equipas técnicas do nosso clube, o qual nunca perdeu nenhum encontro oficial como treinador principal, é o cromo recordado da semana... Rui Barros era um verdadeiro rato atómico e quando falamos dele vem, inevitavelmente, à memória o seu golo em Amsterdão contra o Ajax na primeira mão da Supertaça Europeia de 1988... Rui Barros fez uma época de sonho na sua época de estreia no FCP, sendo que na época seguinte foi logo transferido para a Juventus, apenas regressando anos mais tarde... Chegou, viu e venceu... sintetiza o seu primeiro ano no Dragão depois de ter jogado no Varzim, sagrando-se Campeão Nacional, vencendo a Supertaça Europeia e sagrando-se Campeão do Mundo na neve de Tóquio... Fez uma mítica dupla com Domingos quando regressou na época em que éramos comandados por Bobby Robson... Wikipédia... " Rui Barros foi campeão nacional de juniores pelo FC Porto em meados da década de 80. No seu percurso juvenil vestira as camisolas

"O Sporting não devia dar tão tarde porque dá sono..."

Imagem
Imperdível...

Farense 0-1 FC Porto (87-88)...

Imagem
Notas: - 0m00s - Recordação motivada pela deslocação dos azuis e brancos neste sábado ao Algarve... - 1m36s - Grande arrancada de Rui Barros... leva tudo à frente e consegue o golo solitário que nos daria 2 importantes pontos.., - 2m33s - O Paco Fortes tinha ar de ser daqueles jogadores de raça... e com estilo... aquelas meias para baixo não enganavam... - 3m02s - Este tipo de faltas raramente eram marcadas... agora também já é menos usual os guarda-redes sairem com o pé tão levantado... - 3m27s - O árbitro a não deixar entrar a assistência para o Jaime Magalhães... Muito Bom! - 3m52s - Celso sem cerimónias... - 4m36s - Estádio completamente cheio...

Arranque

Imagem
Depois da entediante exibição da primeira jornada em Barcelos, esperávamos uma resposta  à altura. Terá sido este o verdadeiro arranque do campeonato. E viram-se coisas interessantes. Desde logo, 'espetámos' quatro golos a essa agremiação pela qual eu tenho tão pouca simpatia, que é o Vitória. Depois houve ali bons momentos e bons golos. Não mais que isso. Óbvio que o ritmo não aumentou assim tanto e também não me parece que a equipa esteja sequer perto do potencial que tem. Ainda assim, deu para animar as bancadas cheias daqueles adeptos que só têm a possibilidade de ver o FCPorto ao vivo uma vez por ano. Quanto ao jogo, tivemos as alterações óbvias nas laterais, com a entrada daqueles que, à partida, serão os titulares. Digo 'à partida' porque não sabemos o que irá acontecer até ao final da semana. Por exemplo, se sair Moutinho, julgo que uma das opções mais credíveis para o lugar é o Danilo, sendo que até o Alex Sandro fez recentemente esse lugar na selecção

A Cultura do Piton de Alumínio...

Imagem
(post anteriormente publicado e actualizado em 24.08.2012) Depois de recordado no último vídeo, nada melhor que a distinção de cromo da semana para Jaime Pacheco , homem que passou pelos dois clubes que se vão defrontar neste fim de semana e que agora se encontra a realizar uma aventura profissional na China como treinador. Jaime Pacheco teve uma ascensão meteórica, começou a jogar futebol no Rebordosa com 16 anos e passado 4 anos estava no FC Porto , contratado por José Maria Pedroto , para ele o verdadeiro mestre, não há cá Special Mourinho's , principalmente depois do bate-boca entre eles: um só tinha um neurónio e o outro, pelos vistos, era doente mental. Esteve nove anos no Porto , pelo meio esteve duas épocas no Sporting mas ainda regressou a tempo de se tornar Campeão Europeu . Depois ainda passou pelo Setúbal , Paços , Braga , Rio Ave e Paredes . Representou ainda a selecção no França84 e no México86 . A primeira experiência no comando técnico duma equipa foi n

Crónica requentada

Imagem
Escrevi isto na noite do jogo. Entretanto, não voltei a ter acesso ao texto que escrevi e, sinceramente não me apeteceu escrever outro. Na altura chamei-lhe «O primeiro jogo de pré-época de Hulk».  Hulk é o único jogador que jogou em Barcelos que não fez pré-época. Será o único que tem desculpa para jogar no ritmo que se jogou. Há ainda Alex Sandro mas esse já entrou na fase da desgovernação. Aquela primeira parte é daquelas que bem se definem em conversas ao intervalo com um «isto vai dar merda...». Todos os condimentos estavam lá. Ritmo lentíssimo, sobranceria, adversário inóquo e em busca do pontinho e aquela estúpida e perigosa noção de que o jogo se vai resolver a qualquer altura. Pois claro que o que se previa se cumpriu. Trouxemos um pontinho de onde no ano passado não trouxemos nenhum. Poderia até ser um mal menor. Mas não me sai da cabeça que entre o que aconteceu nesta época e a anterior, apenas muda a eficácia do Gil nas bolas paradas e uma arbitragem que este ano f

Mais uma...

Imagem
 A crónica será tão rápida como o interesse que esta pré-época tem tido para mim...  Ok. Será um pouco mais longa visto que uma frase não daria para falar do jogo de Sábado. Fico contente que a nossa grande contratação para esta época já facture. Não direi que me tenha convencido. Até me parece um pouco lento, mas são apenas as primeiras impressões e são mais positivas que negativas. Quanto ao jogo, foi mediano e ao nível do que tem sido a pré-época. A vitória é justíssima e a Académica não mereceu estar tanto tempo empatada. A equipa com este Lucho que já não tem a pedalada que tinha (pés e ideias não lhe faltam) e sem Moutinho fica partida. Fernando faz o que pode, mas não dá para ligar tamanha distância. Isto leva-me à questão da ausência de Moutinho do onze titular. Se não está vendido ou à venda, se não há nenhum caso de indisciplina, não aceito que não seja titular. Já estamos sem o melhor jogador da equipa e ainda ficamos sem o motor. Estão a tentar provar-nos que ganhá