Mensagens

A mostrar mensagens de Maio, 2017

Despedida/o

Imagem
Se há coisa que a equipa demonstrou sempre durante a época foi empenho máximo. Sempre, até hoje. Pareceu-nos que esse era um sintoma de que, apesar de todas as bizarras opções do treinador, pelo menos tirava empenho dos jogadores e estes estavam com ele. Hoje já não estou tão certo disso. Será que o que se viu hoje é fruto da descompressão ou é um sinal de que até os jogadores estão fartos de Nuno Espírito Santo? Só podemos conjecturar... Posso dar apenas a minha opinião. Para mim chega!  É esta a atura certa para decidir estas coisas. Nos próximos dias há que perceber se é este o rumo que queremos. Se queremos um treinador que nos deu o 'quase' e se acreditamos que ele será capaz de melhor num campeonato menos inquinado. Mas o segredo para a decisão está aqui. Este foi um campeonato inquinado, mas foi também um campeonato em que nenhum dos candidatos ao título jogou um futebol sequer convincente. Importa portanto saber se o treinador fez tudo o que se lhe exige para s

Ressaca

Imagem
Agora que tudo ficou decidido e que a classificação está fechada gostaria de enaltecer o papel dos adeptos, este ano. Não foi fácil sair de casa para ir ao Dragão num dia de ressaca como o de ontem. Tal como foi acontecendo ao longo do campeonato, os adeptos estiveram lá para apoiar. É algo de que Nuno Espírito Santo não se poderá queixar. Os adeptos estiveram sempre com a equipa e com ele, apesar de todas as recentes desilusões. Posso tentar ignorar esta história dos Colectivo, enquanto não se souber exactamente o que se passou. Mas a ser verdade que teve a ver com a intenção de impedir que passassem tarjas com frases de protesto, seria especialmente grave num ano em que as coisas correram especialmente bem. Quanto à outra claque, já sabemos que vamos estar na lista de multas desta semana. Importa perceber porque é que os adeptos foram mais compreensivos do que nos anos anteriores. Muitos dirão que se deve ao facto de termos estado na luta até à penúltima jornada. Também estiv

Feito

Imagem
Terá sido o 'canto do cisne', este empate na Madeira. O campeonato está praticamente perdido. Isto apesar de continuarem a ser muito poucas as diferenças entre o FCPorto e o seu adversário. Ficou mais uma vez claro neste fim-de-semana. O Marítimo marca de canto na única oportunidade de golo que teve em 90 minutos e o Rio Ave não concretizou nenhuma das suas várias oportunidades para marcar e nem lhes permitiram tentar concretizar um penalty claro sobre o nosso miúdo Rafa Soares. Tem sido bastante frustrante acompanhar o FCPorto este ano. Por um lado,  a equipa tem apresentado índices de entrega ao jogo e de resiliência que são assinaláveis. No entanto, o futebol que temos apresentado é constantemente medíocre! Já sei que me vão dizer que o futebol do mais que provável Campeão, apesar de todos os milhões gastos e de todo o colinho, não é melhor. Concordo mas não é algo que me traga consolo algum... Não tenho consolo, nem tenho grande esperança no futuro próximo. Pode

Esperança

Imagem
Depois de termos a prova de Chaves superada com nota positiva, continuamos com uma esperança ligeira. É uma esperança que aumenta e diminui de portista para portista. Os portistas que viram o adversário a permitir mais oportunidades em 10 minutos num jogo em sua casa do que o FCPorto nos últimos 5 jogos no Dragão têm mais esperança. Os que apenas vêem resumos e consultam a classificação têm menos. Os que tentam comparar calendários concluem que, agora, o nosso parece mais vantajoso. Os que vêem a forma como este campeonato tem sido cozinhado através de sinais como o infame castigo de Brahimi e a gritante disparidade de critérios arbitrais acredita menos. Uma coisa é certa: no final do próximo fim de semana teremos uma boa ideia sobre se teremos ou não campeonato até ao fim. Ambos jogam em campos muito complicados e nesses dois campos joga-se o título e o acesso à Liga Europa. Força Rio Ave! Vamos ao jogo. As lesões e castigos trouxeram a obrigatoriedade de mudar a equipa. Nun