ÁSneirÁS e patranhÁS



Muito se tem discutido a isenção da imprensa desportiva neste blog. Julgo, no entanto, que todos concordamos em não incluir a imprensa género tabloide nesta discussão. Como é óbvio, não temos discutido noticias do 24 horas como a suposta filha do Quaresma, simplesmente porque nada tem a ver quer com a realidade, quer com o desporto em si.

O problema que detecto é de critério editorial dos 3 jornais portugueses da especialidade: Qualquer noticia sobre clubes ou jogadores portugueses vinda do estrangeiro é imediatamente reproduzida. Não interessa de onde vem, se o jornal ou o jornalista são credíveis, ou mesmo se a noticia em si, faz sentido. Vem do estrangeiro publica-se!

Está errado! Não basta pôr lá a proveniência da noticia. Tem de haver critério na escolha. Sobretudo porque a imprensa desportiva estrangeira é bastante diferente da nossa. Há por aí periódicos que estão literalmente ao serviços dos clubes. Para mim o maior exemplo é o madrileno Diário Ás. Quem puder ler este jornal todos os dias, fica com a nítida sensação que todo mundo desportivo gira à volta de Real e Atlético de Madrid. É ainda um jornal que me irrita especialmente devido a uma xenófoba relação com tudo o que tem a ver com o futebol português.

Como tal, decidi compilar algumas das noticias com o selo do jornal Ás. Vou reproduzir isto através do relato da noticia seguido de pequenos pormenores que o “jornalista” espanhol (as aspas não são um acaso) esqueceu:

- No defeso a seguir ao Euro-2004 Seitaridis foi dado durante semanas como contratado pelo Real Madrid.

Pormenor: Desde o Euro que o grego tinha contrato assinado com o FCPorto...

- No mesmo defeso, noticias de Ricardo Carvalho no Real Madrid por 30 milhões de euros e da possível inclusão de Costinha ou Maniche no negócio.

Pormenor: A proposta nunca se aproximou daqueles valores, caso contrário o jogador era vendido de caras. Aliás, foi esse o valor que o Chelsea deu por ele.

- Após o mundial de sub-17 Anderson foi dado como certo no Real Madrid ou Chelsea.

Pormenor: Mais uma vez já havia um acordo firmado com o jogador ainda antes desse mundial de sub-17.

Como podem ver com estes 3 exemplos paradigmáticos, o “jornalismo” destes senhores não é lá muito fidedigno. Poderia até enumerar mais noticias como por exemplo, a recente noticia do acordo do Anderson com o Barcelona e mais tarde com o Chelsea, a noticia da contratação de Postiga pelo Betis na época passada, o Morientes certo no FCPorto ou o acordo com o Corunha por Pepe (lembro que o Corunha actualmente não tem dinheiro para fazer cantar um cego?!), etc., etc., etc.

E o que é que fazem os jornais portugueses perante isto? Publicam! A responsabilidade nem é deles... A responsabilidade da notícia fabricada é dos espanhóis... O que eles não vêem é que o diário Ás está ao serviço de dois clubes poderosos espanhóis e que ao publicar isto, os jornais portugueses estão igualmente a compactuar com esses clubes...

Por isso perdoem-me se não acredito que a contratação do Quaresma está fechada...

Comentários

Lamas disse…
Quando precisamos de um post de qualidade... lá aparece ele... Pedro Prata e a sua coluna semanal...

Concordo contigo, embora seja compreensível este tipo de publicações como deves perceber... os Jornais publicam o que vende... e o que vende é o sensacionalismo... a linha editorial que tu idealizas não é possível num jornal desportivo diário... estes quase que têm de "criar" notícias...

As notícias sensacionalistas dos jornais estrangeiros é a forma barata de ter notícias que vendem...

Grande parte das pessoas compra o jornal desportivo lê as gordas e tá feito... e os jornais para existir precisam de vender e não critério editorial que se pode contrapor a isso...
Pispis disse…
Eu até posso dar um exemplo da cobertura jornalística que se pode fazer com base até nos nossos joguinhos de quarta...

Esta quarta-feira, por exemplo, imaginemos o Sul (Prata, Lamas, Babalu, Gui e Artur) e o Norte (Pis, Icas, Edu, Riskas e César)...

Título d'A Bola: "Espantosa recuperação do Sul"
Sub-título: "Parcial de 5-3 ainda fez acreditar..."

Título d'O Jogo: "Regícidio: Norte aniquilou tropas de Rei Artur!"
Sub-título d'O Jogo: "Onze golos sem resposta (!!!) deram expressão ao domínio avassalador do Norte"

Prata, desculpa aproveitar-me do teu post para referir o jogo de Quarta, mas esta semana tá a demorar a actualização :-)

PS - Para os desatentos o resultado final foi 14-5!
henrique disse…
tens certeza do resultado? 5 golos?? deve estar ai qq coisa mal... tas a dizer q a equipa do sul marcou menos golos q eu?? n acredito!!!